Elon Musk começou cedo sua carreira de sucesso: aos 12 anos produziu e vendeu um game por US$ 500. Depois criou o Zip2, um software que foi vendido para a Compaq por US$ 300 milhões. Em 1999 fundou X.com que mais tarde se uniu ao PayPal que foi vendido para o eBay por US$ 1,5 bilhão. Em 2002 fundou a SpaceX, empresa na área de veículos espaciais que conseguiu um investimento da NASA no valor de US$ 1,6 bilhão. Em 2008 assumiu o cargo de CEO de uma empresa fabricante de veículos elétricos, a Tesla Motors, e desde então, continua inovando para conquistar o mercado, como sempre fez.

A Tesla Motors, sob o comando de Musk, logo investiu pesado no Tesla Roadster, um carro totalmente elétrico que foi comercializado em 31 países. Mas devido a alguns problemas técnicos não conseguiu tanto sucesso como se esperava. Mas a Tesla Motors sabia que estava lidando com algo totalmente novo no mercado e problemas já eram esperados. A empresa trabalhou encima destes problemas, inovou, consertou e trouxe o Tesla P85D.

O Tesla P85D conta com 2 motores elétricos, sendo um para cada eixo, alcançando 691 CV, acelerando de 0 a 100km em 3,2 segundos. Somente a Ferrari F12 Berlinetta consegue um desempenho semelhante, mas comprar um Tesla P85D é bem mais vantajoso do que comprar esta Ferrari, afinal o Tesla P85D não emite poluentes, enquanto que a Ferraria emite mais de 350 gramas de CO² para cada 1km rodado. Outra questão é que esta Ferrari oferece espaço para 2 pessoas, enquanto que o Tesla P85D tem espaço de sobra para 5 passageiros além de espaço para muita bagagem.

Enquanto a Ferrari custa em média US$ 315 mil, o Tesla P85D custa somente US$ 120 mil! E com baterias capazes de armazenar mais carga, o Tesla P85D tem autonomia de 475Km! E o modelo ainda conta com vários sensores, oferecendo muita tecnologia para o condutor, por exemplo, velocidade regulada automaticamente para a via transitada, leitura automática das placas de sinalização fazendo com que o veículo possa, sozinho, reduzir a velocidade e até mudar de faixa, entre outras. Através de um monitor touchscreen, é possível realizar várias configurações, como a altura da suspensão, GPS, ar condicionado, etc.

Infelizmente, não há nenhuma previsão do Tesla P85D ser comercializado aqui no Brasil.

Por Russel

 

Tesla P85D

Tesla P85D

Fotos: Divulgação


Um carro de deixar qualquer um boquiaberto, estamos falando do Tesla S Project Califórnia.

Ele é considerado o carro elétrico mais caro do mundo, o que por consequência também o torna um dos modelos mais cobiçados. Só para se ter uma ideia do impacto que este carro pode causar, saiba que ele possui rodas de ouro que ainda não são o ápice do luxo estabelecido no Tesla.

O Tesla S Project foi desenvolvido pela customizadora T Sportline, que atua exclusivamente na tunagem de carros da Tesla e trabalha para se manter no topo das empresas responsáveis pela criação dos carros elétricos mais avançados do mundo.

Entre as especificações do carro que deixam qualquer motorista alucinado podemos citar: sistema multimídia que vem com tela sensível ao toque (que é avaliado em R$ 5.600), rodas de ouro com 21 polegadas (que custam o valor estimado de R$ 16.800), estofamento em couro 100% personalizado (no valor de R$ 56.200), pintura em vinil especial (por mais uma bagatela de R$ 13.500), spoiler traseiro de fibra de carbono (no valor de R$ 14.625), suspensão inteligente a ar (de R$ 5.000), Pacote Tech Plus (de R$ 8.400), teto solar (de R$ 5.600), além de todo o acabamento interior (que custa R$ 56.200).

Tudo isso faz com que o Tesla S Project Califórnia esteja estimando em mais de R$ 460 mil, o que prova que este não é um modelo para qualquer amante, mas se você quer saber como ficaria seu Tesla montado, basta acessar este link para realizar sua simulação de preço. Mesmo sendo um mero mortal apaixonado por carros, dá para arriscar e tentar conseguir essa oitava maravilha do mundo dos automóveis de luxo.

Por Igor Lima 


O novo Tesla X é um carro elétrico, o terceiro modelo do seu gênero, que vai ser apresentado no próximo dia 9 de fevereiro de 2012, precisamente no mesmo dia do Chicago Auto Show. Essa é uma excelente notícia, pois se esperava que este novo modelo surgisse só para o ano de 2013 ou 2014.

Este automóvel será ainda mais inovador que os precedentes, com uma terceira fila de assentos, para acomodar tranquilamente sete adultos. Ou seja, este será um veículo espaçoso e luxuoso.

Atualmente, prevê-se que o novo Tesla X possa comercializar 15 mil unidades por ano.

Como a tecnologia da bateria está constantemente sendo desenvolvida, são muitas as possibilidades existentes no mercado para o modelo Tesla X. O gasto na energia da bateria pode ser de cerca de 7% a 9% por ano, o que se refletirá, em termos de poupança, ao longo do tempo.

A Tesla planeja construir o modelo X paralelamente ao modelo S (que é a prioridade da marca).


A Tesla foi uma das pioneiras nos projetos de carros elétricos. O sucesso dos conceitos desenvolvidos por ela animou outras empresas a fazerem o mesmo. Agora a montadora está empenhada em tornar o seu veículo elétrico uma realidade, não mais uma promessa. Para isso está contratando engenheiros com o objetivo de acelerar o processo. A preferência é por ex-funcionários de outras montadoras.

Além disso, a empresa pesquisa o local onde instalará a fábrica de seu sedã, o Tesla S, e o anúncio do local escolhido será feito em breve, daqui algumas semanas.

Com preço estimado de 50 mil dólares, o automóvel deverá estar nas ruas em 2012, e poderá acelerar de 0 a 100 em menos de seis segundos, o que é a metade da maioria dos veículos da concorrência. A velocidade máxima também deverá ser um bom atrativo: 193 km/h.

E para que a produção não sofra qualquer tipo de interrupção, a Tesla deverá contar com dois fornecedores diferentes para cada peça.

Parece que é o futuro chegando.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Carro Online





CONTINUE NAVEGANDO: