Modelo deverá ter 7 lugares e motor V6 3.0 TDI.

Conforme publicações na revista Motoring, o diretor de veículos comerciais da montadora na Austrália, Carlos Santos, teria anunciado um interesse da empresa germânica em produzir um SUV que será derivada do seu próprio modelo, a picape média Amarok.

Carlos também disse que apesar do anúncio, nada foi confirmado até o momento, porém, existem estudos desde que a picape Amarok foi lançada. Além disso, alguns rumores e especulações dizem que apesar da caminhonete não ser comercializada nos EUA, um modelo SUV baseado nela poderia chegar à terra do Tio Sam.

O novo veículo da marca deverá contar com um espaço para sete passageiros (contando o condutor) e teria uma linha robusta e off road se comparada com as outras opções que serão ofertadas pela montadora. O nome de tal modelo ainda não foi divulgado, porém, sabe-se que o propulsor V6 3.0 TDI seria um dos que faz parte de uma lista para fazer parte do mercado estadunidense.

O diretor também falou sobre uma certa preferência pelo motor V6 3.0 TDI, pelo fato do mesmo ser inserido no mercado americano em sua versão Euro 6, sem qualquer tipo de problema, ao contrário do 2.0 TDI, que apesar de ter sido redesenhado ainda iria gerar uma certa desconfiança nos consumidores.

Para a empresa alemã, neste mercado há um grande volume para que o investimento seja realizado. Fora o 3.0 TDI, este SUV baseado na Amarok deverá também contar com V6 3.6 movido à gasolina, acoplado com um câmbio de transmissão automática de oito velocidades ou então manual, possuindo seis marchas, além de dispor de tração 4×4. Nos Estados Unidos é muito provável que apenas as versões com 280 e 224 cavalos, respectivamente com gasolina e diesel, deverão ser comercializadas.

Aqui no Brasil este SUV receberia só uma segunda opção, alterando o motor 3.0 TDI pelo propulsor 2.0 TDI, já utilizado no modelo. A VW com este utilitário esportivo iria emplacar uma gama boa de veículos, pois ainda chegarão os novos Touareg, Teramont e Tiguan (LWB), isso sem falar do provável Polo SUV, que iria rivalizar com o Renegade, HR-V e o Trax/Encore.

Volkswagen Amarok 2017

FILIPE R SILVA


Modelo pesa mais de duas toneladas e consegue ir de 0 a 10 km/h em 5,5 segundos.

A Volvo apresentou recentemente uma de suas últimas novidades: um SUV híbrido que conta com um peso de mais de duas toneladas e que consegue ir de 0 a 10 km/h em 5,5 s. Essas são apenas algumas das particularidades do novo XC90 T8. O modelo foi “obra” da Polestar, a divisão da marca que é responsável pelo desenvolvimento dos carros de competição pertencentes à montadora além das versões dos modelos esportivos topo de linha. Então, vamos ver alguns detalhes dessa novidade do setor automobilístico.

Sobre a motorização do carro:

A novidade vem com um motor 2.0 sendo quatro cilindros e com injeção direta. O bloco é um turbo supercharger. Além dele ainda vamos encontrar um motor auxiliar, elétrico. Na opção mais simples batizada de T8 Twin Engine o XC90 entrega 406 cv de potência com 65,2 kgfm de torque. Como a Polestar entrou no projeto nada mais natural do que esperar um upgrade e foi exatamente isso que ocorreu. O SUV ganhou de quebra mais 20 cavalos e 4,1 kgfm. Em todas as opções com tração integral.

As alterações necessárias:

A divisão esportiva da marca ainda fez algumas alterações com relação às respostas do acelerador. A transmissão automática de oito velocidades também teve a sua vez. Agora há a retenção da marcha no caso do veículo fazer uma curva com força G (lateral) muito grande. De acordo com as informações dadas, as modificações feitas nesse sentido tem uma importância fundamental uma vez que evita o fato do câmbio trocar de marcha sozinho. No caso disso ocorrer, o carro eventualmente poderia perder a estabilidade.

Para fechar ainda temos alguns aspectos que são interessantes de serem destacados. Um deles diz respeito aos bons números que a marca conseguiu manter para o carro em especial se o assunto a ser tratado for o consumo de combustível. De acordo com as informações divulgadas o XC90 T8 conseguiu manter esses “bons números” em parte graças a presença do já citado motor elétrico. Segundo a Volvo com ele o veículo passa a contar com uma autonomia de cerca de 43 km.

Disponibilidade:

O novo modelo da Volvo já está disponível, inicialmente apenas no mercado europeu. Porém, há a expectativa de que a perua V90 e também o sedã S90 sejam os próximos a irem para o mercado com o mesmo motor apresentado nessa versão.

Por Denisson Soares

Volvo XC90 T8

Volvo XC90 T8

Volvo XC90 T8

Fotos: Divulgação


Preço inicial do modelo é de R$ 166.950.

O BMW X1 está sendo lançado no Brasil com fabricação nacional, mas se engana quem espera um preço mais acessível do que o importado. A diferença está no modelo. Ele chegará numa versão SUV e com tecnologia biocombustível. O valor inicial continua na faixa de R$ 166.950.

Nessa nova configuração, ele ganhou 5,3 cm de altura e 2,3 cm de largura. A posição de dirigir ganhou 4 cm, ficando com mais cara de utilitário. A mala, que antes era de 420 litros, agora é de 505 litros; com os bancos rebatidos, pode chegar a até 1,505 litros.

A versão de entrada é a seguinte: seis airbags, faróis de LED, controle de tração e estabilidade, sistema smart-stop, modo de condução econômica, bancos revestidos em couro, borboletas atrás do volante para trocas manuais, tela de 6,5 polegadas na central multimídia, limpador de para-brisas com ativação automática, sensor traseiro para estacionamento, com 18 polegadas nas rodas de liga leve e serviço de concierge.

Além desses atributos, a versão intermediária vem com teto solar panorâmico, bancos com regulagem elétrica, fechamento eletrônico no porta-malas e retrovisores rebatíveis elétricos.

A versão top vem com rodas de aro 19, sistema de som HD e assentos esportivos com revestimento de couro preto exclusivo.

Os três modelos vêm um motor 2.0 turbo flex, de 4 cilindros, de até 192 cavalos e 28,6 kgfm nas versões de entrada e intermediária. Na versão top, o motor é de 234 cavalos e 35,7kgfm; câmbio automático de 8 marchas. As duas primeiras versões vêm com tração dianteira, enquanto a versão top tem tração total.

O modelo está disponível em cinco cores. As duas sólidas vêm nas cores preto e branco, enquanto nas versões metálicas estão o preto, prata e cinza.

O aumento é de quase R$ 30 mil em relação ao modelo anterior. Segundo a própria BMX, a ideia é que seja lançado outro modelo com uma faixa de preço menor, que custará a partir de R$ 140.000. Este modelo seria uma versão com motor 1.5 flex.

O BMW X1 entra no mercado para concorrer com modelos de 3 montadoras: O Land Rover Range, o Audi Q3 e o Mercedez-Benz Gla250. Todos com preços superiores ao BMW. O primeiro começa na faixa de R$ 223.900, o segundo, R$ 203.990 e o terceiro, R$ 208.900

Por Fabricio Yassuo

BMW X1 nacional

BMW X1 nacional

Fotos: Divulgação


A Bentley revelou no Salão de Frankfurt seu primeiro SUV, chamado Bentayga. Ele deve ser comercializado na Europa até o fim deste ano e pode chegar ao Brasil até o fim de 2016, com apenas 20 unidades disponíveis.

Uma ótima notícia para os amantes de veículos SUV! A Bentley, tradicional montadora britânica de veículos de luxo, revelou seu primeiro SUV, que será batizado de Bentayga. O carro foi lançado oficialmente durante o Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha.

De acordo com a montadora, o modelo deve ser comercializado na Europa até o fim deste ano, e tem previsão de chegar ao Brasil até o fim do ano de 2016. Ainda segundo a montadora, apenas 20 unidades devem chegar ao nosso continente.

O novo Bentayga deve vir cheio de novidades, como a parte mecânica, que ganha um novíssimo bloco W12, que segundo os especialistas automotivos é considerado o motor de 12 cilindros mais avançado em todo o mundo. Com configuração de 6.0 litros TSI, que gera uma potência de 608 cavalos, o modelo ainda tem torque de 91,77 kgfm. Esse motor faz com que o veículo alcance de 0 a 100 km/h em apenas 4,1 segundos, o que pode ser considerado muito bom para um SUV. Sua velocidade máxima é de 301 km/h; isso faz com que esse seja o SUV mais rápido do mundo.

Com direito a todo o luxo que a Bentley traz, o SUV vem com assentos traseiros individuais que oferecem 18 posições para ajuste, além da opção de ventilação, massagem e apoio para os pés. Os bancos dianteiros têm ainda mais opções, com 22 posições de ajuste. Internamente, o veículo é composto por madeira, couro e metais.

Recheado de tecnologia, o Bentayga chega com visão noturna eletrônica, utilizando o infravermelho para detecção de obstáculos. Além disso, também conta com um assistente de estacionamento, que manobra o veículo automaticamente em vagas perpendiculares e paralelas.

Ainda não se sabe o valor exato que o modelo chegará ao Brasil, mas o certo é que ultrapassará a casa dos R$ 1,2 milhão. Obviamente, uma quantia para poucos.

Por Felipe Villares

Bentley Bentayga

Bentley Bentayga

Fotos: Divulgação


Além do novo modelo, a Jaguar pretende lançar uma linha completa de SUVs e também de crossovers.

A onda das SUVs está dominando o mercado automobilístico. A maioria das montadoras anunciou que vai lançar um modelo, ou uma linha neste estilo. E a Jaguar não quer perder essa importante parcela de mercado. A montadora britânica anunciou que no início do próximo ano apresentará de forma oficial o primeiro modelo esportivo de sua linha. O modelo será chamado de F-Pace e já foi visto durante a edição deste ano da Volta da França de Ciclismo.

Mas, conforme o revelado pelo site Autocar, especializado em notícias do mundo automobilístico, a Jaguar não vai fabricar somente este modelo de SUV. A intenção da montadora seria investir em mais modelos da categoria.

A publicação traz a especulação de que a Jaguar pretende lançar uma família completa de SUVs e também de crossovers, a fim de concorrer com marcas que já possuem modelos nesses estilos, como a BMW, a Audi, a Volvo e a Mercedes-Benz. Especula-se também que todos os modelos lançados teriam o termo “Pace” em seus nomes, variando apenas a letra anterior.

O site também fala sobre o tamanho dos modelos que seriam lançados: segundo o noticiado, o modelo F-Pace será o maior dos modelos. Não seria criado nenhum modelo com capacidade para sete ocupantes ou três fileiras de cadeiras. Em contrapartida, a marca tem planos de construir um modelo completamente elétrico, assim como o modelo que Audi possui. Há ainda, previsões para um SUV pequeno, semelhante ao Mini Countryman.

Mas, todas as informações ainda não passam de especulações. A Audi ainda não revelou nenhuma data fixa para o lançamento de seus novos SUVs e crossovers, e nem ao menos prevê uma data para que os modelos ganhem uma versão conceitual.

Enquanto isso, a imaginação dos usuários e fãs da marca está a todo vapor. Aliar a qualidade da marca com a funcionalidade de modelos SUVs e crossovers com certeza fará com que a Jaguar abocanhe boa parte desse mercado.

Por Patrícia Generoso

Jaguar F-Pace

Jaguar F-Pace

Fotos: Divulgação


Novo SUV será lançado em 2016 na Indonésia e tem um ar de ousadia. O diferencial do modelo é sua capacidade de transportar até 7 ocupantes.

A modelo do HR-V ainda lidera as vendas do segmento de SUVs no Brasil, mas a Honda já se adiantou e apresentou na última quinta-feira (dia 20) uma novidade para o segmento.

O novo modelo, denominado de BR-V foi apresentado ao público ainda como protótipo. O modelo foi revelado na Indonésia onde as vendas do novo modelo começam já no começo do próximo ano.

A empresa revelou que o motor utilizado será o 1.5i-VETEC, que tem 120 cavalos de potência, combinado a um câmbio manual de 6 marchas. Há também a opção do câmbio automático.

Uma das características que o novo modelo traz para se diferenciar do seu antecessor HR-V é a possibilidade de transportar até 7 ocupantes. O modelo possui também possui freios ABS, frenagem com distribuição eletrônica, assistência de estabilidade e também de rampas.

Embora alguns fãs da marca no Brasil estejam empolgados com a sigla BR-V, imaginando que poderia ser uma homenagem ao País, a Honda deixa bem claro que a sigla não tem nada a ver com o Brasil, mas seria uma derivação do nome de Bold Runabolt Vehicle (em tradução seria algo do tipo: “veículo de carroceria ousada”). Nome bem sugestivo para o modelo, já que seu design realmente tem um ar de ousadia.

A princípio, a Honda não divulgou quais os mercados que deseja explorar com o novo modelo, mas deixou bem claro que o lançamento não se restringirá à Indonésia, local onde começará as produções do modelo.

Embora o modelo não seja exclusivo da Indonésia, a Honda afirma que este foi desenvolvido para o mercado asiático, portanto não há grandes expectativas do modelo ser lançado no Brasil, o que deixa os fãs brasileiros da marca decepcionados.  Por enquanto, por aqui, o modelo mais barato de sete lugares que pode ser encontrado continua sendo o Chevrolet Spin LTZ, que é comercializado a R$ 65.750. 

Por Patrícia Generoso

Honda BR-V

Honda BR-V

Fotos: Divulgação


Novo modelo será lançado no Salão de Frankfurt

Para quem é amante da marca BMW e acompanha fielmente os seus lançamentos, as notícias são muito boas, haja vista que segundo as notícias advindas dos bastidores da empresa, um dos seus próximos lançamentos poderá ser a tão aguardada nova geração do BMW X1, essa novidade deverá ser apresentada no Salão de Frankfurt, evento este que acontecerá somente no mês de setembro. Enquanto o lançamento não acontece, testes com protótipos estão sendo realizados, pela marca bávara na Alemanha e quem diria até mesmo no Brasil.

Ao contrário do flagrante dado neste modelo em meses passados em que não era possível nem mesmo visualizar as linhas do veículo, dessa vez ele foi visto novamente em meio à neve no autódromo de Nürburgring, na Europa, onde normalmente são realizados os testes com os veículos da BMW que ainda não foram lançados oficialmente, com muito menos disfarce, foi fácil perceber que nessa nova versão há ainda semelhanças com os estilos que foram utilizados nas séries 2 e 4, detalhes estes que podem ser observados com muito mais nitidez no design das lanternas e dos faróis.

Na Europa os flagrantes deste veículo já se tornaram rotineiros, aqui no Brasil o modelo também já começou a ser visto com maior frequência, especialmente, na cidade de Poá que fica no estado de São Paulo, pelo que foi visto aqui no território brasileiro, este veículo apareceu com placas verdes, as quais são utilizadas nos veículos de testes conforme preconiza a legislação brasileira, com município de emplacamento no estado de Santa Catarina em que constava a cidade de Araquari, cidade onde foi construída a fábrica pioneira da montadora BMW aqui no país.

Assim como nas séries anteriores, esta novidade da BMW será comercializada com tração dianteira, sendo que terá também a tração integral, contudo esta será um opcional que o cliente terá que pagar a mais para tê-la no seu veículo e outra novidade é que o motor utilizado neste novo SUV da BMW será o 1.5 tricilindrico que dará a opção dos consumidores de escolher além de outras versões opções movidas a diesel ou a gasolina.   

Por Adriano Oliveira

BMW X1

BMW X1

BMW X1

Fotos: Divulgação


A Hyundai informou no último dia 17/02 a sua nova geração do SUV ix35, que vai ser chamada novamente pelo nome de Tucson. Esse modelo vai ter a sua estreia na próxima exposição do Salão de Genebra que vai ser realizada no mês de março e já podemos adiantar que as suas linhas mais marcantes e o seu design estão mais parecidos com outro veículo da marca, o Santa Fé.

Para aqueles que já conhecem a marca sabem que em alguns países a geração anterior desse SUV era chamada de ix35, inclusive no território brasileiro, mas dessa vez a empresa decidiu adotar o nome Tucson em todos os lugares.

No Brasil esse nome já está presente desde as duas últimas gerações através da produção realizada pela Caoa e podemos esperar que esse veículo apresente uma identidade mais expressiva, principalmente na sua grade hexagonal, nos faróis e também nas luzes diurnas de LED.

Outras características ainda notadas são que a traseira do veículo tem um ar bem mais esportivo do que as outras gerações, com lanternas que invadem mais a tampa do porta-malas e com uma capacidade para 513 litros de bagagem, fora um difusor no para-choque e ainda uma acentuada queda no teto.

O Tucson ainda apresenta 4,48 metros de comprimento, 2,67 metros de espaço entre-eixos, altura de 1,64 metros e ainda 1,85 metros de largura, ou seja, temos um veículo que ficou 7 centímetros mais longo, 3 centímetros maior no entre-eixos e ainda mais largo 3 centímetros com relação ao atual ix35.

Com relação às motorizações a Hyundai preparou como opções duas que são de 1.6 a gasolina (aspirado de 135 cavalos ou turbo) com 176 cv e ainda temos as versões diesel onde podemos destacar uma de 1.7 de 115 cv e ainda duas de 2.0 com opção para 136 cv ou senão de 184 cv.

Para qualquer uma das opções listadas acima as transmissões podem ser manual, onde apresenta seis marchas, automatizada, de dupla embreagem e também de sete marchas ou senão existe a opção automática de seis velocidades.

Apesar da sua apresentação ocorrer no próximo mês ele vai chegar no mercado europeu somente no segundo semestre desse ano.

Por Fernanda de Godoi

Nova Hyundai Tucson

Nova Hyundai Tucson

Nova Hyundai Tucson

Fotos: Divulgação


LF-NX ConceptA montadora Lexus apresentou oficialmente o modelo LF-NX Concept, um protótipo do novo SUV compacto da companhia. O carro foi lançado no Salão de Frankfurt, aberto na semana passada.

De acordo com especialistas, o carro-conceito chega ao mercado automotivo em um bom momento, uma vez que a categoria dos SUVs não para de ganhar espaço. A Lexus é uma marca  premium e o LF-NX Concept revela todo o luxo da marca.

O carro ainda é um conceito, mas pelo que se pôde ver no Salão, sua personalidade é forte e o seu design chega para conquistar e surpreender. Clássico e moderno, o novo SUV da Lexus, tem tudo para emplacar.

Caso o modelo seja produzido em série, o LF-NX Concept terá o coeficiente mais baixo da aerodinâmica. Além disso, na parte interna, o carro possui alto padrão de luxo, painel moderno e completo, múltiplas funcionalidades, alto padrão de acabamento e matérias primas de qualidade. Outro destaque é a ampla interface touchscreen, que abrange  90% dos comandos do automóvel.

Vale acrescentar que o valor do veículo ainda não foi divulgado pela Lexus.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


O novo Pathfinder da Nissan promete ser ainda mais eficiente. O protótipo do veículo, que a marca diz ser contemporâneo e autêntico, foi apresentado no início deste ano no Salão Automóvel de Detroit, nos Estados Unidos. Ainda assim está previsto que o modelo norte-americano do Pathfinder seja comercializado final deste ano e a versão europeia só deva ser lançada em 2013.

O novo modelo do SUV japonês de sete lugares aproxima-se bem mais do conceito crossover, com um design de linhas mais dinâmicas.

Na versão americana terá um motor V6 a gasolina de 3.5 litros até 265 cavalos, associado a uma caixa CVT, uma combinação que promete uma redução em 25% no consumo de combustível. Já no mercado europeu, o Nissan Pathfinder terá um motor turbodiesel de 2.5 ou 3.0 litros até 230 cavalos.

Quanto às restantes caraterísticas, a marca optou por não fazer mais revelações por enquanto.

No Brasil, o SUV da Nissan não tem feito muito sucesso. Resta esperar para ver se a nova versão será, ou não, capaz de conquistar o mercado brasileiro.


A montadora SsangYong, de origem sul-coreana, atualmente sob a tutela da indiana Mahindra Motors, deve comercializar no Brasil, em breve, o utilitário esportivo Korando, que chegará na versão 2011.

O modelo será oferecido em cinco opções de configuração, que têm em comum o mesmo motor turbodiesel, de 2.0 litros, capaz de gerar 175 cv de potência e 36,5 kgfm de torque. O bloco poderá estar acoplado ao câmbio manual de seis marchas ou à transmissão automática, também de seis velocidades, conforme a versão.

Com relação aos itens, o Korando traz bancos revestidos em couro, com aquecimento e regulagem elétrica; piloto automático; airbags duplos, laterais e de cortina; retrovisores elétricos, com aquecimento e rebatíveis; sistema de áudio com CD e MP3; chave Keyless; teto solar com acionamento elétrico; sensor crepuscular e de chuva, além de controle de estabilidade, freios ABS e rodas de liga leve de 18 polegadas.

Segundo informações que têm circulado na imprensa brasileira nos últimos dias, o SUV vai custar R$ 89.900 na versão de entrada (GL MT). Os preços especulados para os outros modelos são de R$ 94.000 (GLS MT); R$ 102.900 (GL AT); R$ 109.900 (GLS AT); e R$ 119.900 (GLS Executive AT).

Por André Gonçalves


Em meio à invasão chinesa no mercado automotivo brasileiro, estamos à espera de mais um veículo originado daquele país, que deverá desembarcar por aqui no final de 2011. Trata-se do SUV chinês X60, produzido pela montadora chinesa Lifan.

O utilitário esportivo será equipado com motor 1.8 a gasolina com 134 Cv de potência, haverá ainda a opção de tração integral ou tração 4×2. Como itens de série, o X60 terá ar-condicionado digital, bancos de couro, sistema de navegação, freios ABS, teto solar, sistema de som, entre outros.

A empresa informou que o valor do novo veículo no Brasil será a partir de R$ 55.000,00. Vale lembrar que a Lifan já vende no mercado brasileiro dois veículos produzidos em sua fábrica localizada no Uruguai, são eles: o compacto 320 com motor 1.3 16V (R$ 29.980,00) e o sedã 620 equipado com motor 1.6 16V (R$ 39.980,00).

Por Henrique Pereira


Na agenda dos salões de automóveis que se sucedem praticamente um logo após o outro, mês a mês, a próxima atração será o salão de Xangai, na China, que terá inicio a partir do dia 20 de abril. E entre os vários lançamentos que ocorrerão no evento está a apresentação do SUV compacto Q3 da Audi.

Com um design agradável cuja concepção privilegia o aspecto esportivo do modelo, dando-lhe um visual de elegância e ao mesmo tempo de despojamento casual bem moderno, este SUV compacto foi baseado na plataforma de um modelo da Volkswagen, o Tiguan, mas parece ter personalidade própria. O modelo também consegue aliar o requintado padrão de acabamento da montadora com conforto e espaço, pois o Q3 poderá transportar até cinco pessoas com capacidade total em seu porta-malas de 460 litros.

Reconhecida não apenas pelo luxo de seus modelos, a Audi oferece também boa motorização e neste SUV isto irá ocorrer. O Q3 trará propulsores com injeção direta de combustível de 2.0 litros equipados com transmissão de sete velocidades e embreagem dupla. Nessa configuração o Q3 poderá render de 140 a 211 CV de potência. Mas de acordo com a montadora fará parte da família uma versão com tração na dianteira que poderá produzir 170 CV de potência.

Na Europa o novo SUV da Audi deverá estar à venda a partir de junho deste ano custando inicialmente o equivalente a R$ 69 mil.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


Para os admiradores dos utilitários esportivos, modelos que conjugam potência e desempenho com conforto e bons itens de série, e que na maioria das vezes topam qualquer parada, mas que além de tudo isso gostam de uma marca com DNA na frente do modelo, já está à venda no mercado nacional o novo X3. SUV da BMW, que de acordo com a montadora, sai por R$ 273.050 na única versão a venda no nosso mercado, a bem equipada xDrive 35i.

O desenho é forte de linhas retas bem equilibradas que lhe dão um porte ao mesmo tempo elegante, bonito e resistente que compõe bem sua esportividade. Sem contar com opcionais para incrementar o modelo, o X3, na atual versão comercializada, conta com uma série quase completa de itens que garantem segurança, conforto e comodidade. Entre eles contam-se os freios regenerativos (que economizam combustível), controles de estabilidade e direção, controle eletrônico para os amortecedores, câmera na traseira e teto solar panorâmico entre outros itens.

O novo SUV da BMW vem com tração integral e motor 3.0 biturbo de seis cilindros que podem produzir 306 CV de potência. O conjunto mecânico também é composto pelo câmbio automático de oito marchas. E de acordo com a BMW seu novo SUV também é econômico, pois ela informa que em condução urbana o consumo de combustível deste utilitário esportivo é de 8,9 Km/l. Já em condução de estrada o consumo vai a 13,5 Km/l.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


Segundo informações do site americano Auto Express, a Volkswagen pode estar planejando fabricar um novo utilitário esportivo para ser vendido, num primeiro momento, em terras americanas. Um aspecto destacado nas informações é que este veículo teria capacidade de abrigar sete pessoas. Esta iniciativa se daria ao fato de que o preço do utilitário Touarege, estaria muito elevado, fugindo dos padrões dos cidadãos norte-americanos.

O novo modelo chegaria com um preço mais acessível, assim tentando alavancar as vendas, suprindo a baixa comercialização do Touareg. O novo veículo deverá ter a sua fabricação feita na fábrica de Chattanooga, em Tennessee.

O que resta por agora é esperar para ver se esta aposta da Volkswagen será concretizada, e também se irá atrair a atenção dos consumidores, conquistando um melhor lugar no mercado.

Por Oscar Ariel





CONTINUE NAVEGANDO: