A Hyundai irá lançar o seu modelo elétrico no Brasil em breve.

Se você gosta da ideia de economizar combustível e ao mesmo tempo ser responsável pela sustentabilidade do planeta, você pode apostar num carro híbrido ou totalmente elétrico.

Os carros híbridos oferecem dois motores: um motor a combustão (normalmente a gasolina) e um motor elétrico. Em veículos de pequeno porte o motor elétrico auxilia o motor à combustão, possibilitado a diminuição de emissão de gases poluentes e ajudando o bolso do motorista, pois há enorme economia de combustível. Também há os chamados “híbridos completos”, onde a movimentação do carro fica a cargo do motor híbrido e o motor à combustão fica responsável pela movimentação de um gerador, que carrega as baterias.

O primeiro modelo de carro híbrido produzido e vendido em larga escala foi o Toyota Prius, que começou a ser vendido há 21 anos (em 1997), tornando-se o híbrido mais famoso e vendido do mundo. Mas a concorrência chegou em outros modelos.

A montadora sul-coreana Hyundai vai se juntar à Toyota (que tem seu Prius), à Ford (que tem seu Fusion Hybrid) e outras montadoras, lançando o Ioniq no Brasil.

Há 2 anos (em 2016) vimos o Hyundai Ioniq híbrido ser exibido no Salão do Automóvel aqui no Brasil. Mas esse ano a coisa foi diferente. Em 2018 vimos a versão totalmente elétrica em exibição.

Carros totalmente elétricos não possuem motores à combustão, não emitindo nenhum gás poluente e sendo quase totalmente silenciosos. Eles precisam ser frequentemente carregados, já que não são movidos a gasolina.

Diferentes do que ocorre com o Toyota Prius, o Hyundai Ioniq tem a opção híbrida e a opção totalmente elétrica em um único modelo. Ainda há a opção Hybrid Plug-in. O modelo já tem promessa para chegar ao Brasil mas as datas ainda não foram definidas.

Especificações Técnicas

Com baterias de lítio de 28 KWh, a versão totalmente elétrica tem uma autonomia de até 280 km, de acordo com a Hyundai. Ou seja, você pode dirigir até 280 quilômetros entre uma carga e outra da bateria. Para se ter uma ideia, a viagem entre a cidade de São Paulo e a cidade de Santos, no litoral paulista tem entre 60 e 90 km (dependendo do ponto da cidade), sendo possível uma viagem de ida e volta entre as duas cidades com apenas uma carga das baterias do Hyundai Ioniq.

O motor elétrico tem 90 quilowatts (120 cavalos), é capaz de alcançar uma velocidade de 165 km/h. Se o motorista conectar o carro a um carregador do tipo rápido (de 100 kW), a carga já vai estar quase completa (mais de 80%) em 25 minutos.

Detalhes do Carro

Os faróis do veículo sul-coreano são do tipo LED. O painel do carro tem uma tela TFT de 17 centímetros de diagonal e é compatível com Google Android Auto e Apple Car Play.

Preços

Ainda não foi definido nada em relação aos preços, mas especula-se que o carro possa chegar próximo dos R$ 200 mil. Nos Estados Unidos o modelo top de linha chega a custar US$ 37.000 (R$ 142.968). Mas nos Estados Unidos há uma política de crédito do governo federal para encorajar a compra de híbridos e elétricos. Nesse caso, o carro sairia de US$ 37.000 (R$ 142.968) para US$ 29.500 (R$ 114.000).

No Brasil ainda não há incentivos federais para compra de carros híbridos e elétricos, mas há incentivo no Estado de São Paulo, como devolução de 50% do IPVA de carros híbridos e elétricos que não custem mais de R$ 150 mil.

Para informações completas sobre o Hyundai Ioniq híbrido, visite este link www.hyundaiusa.com/ioniq-hybrid/specifications.aspx?%20specs e veja informações sobre o veículo. Lá na Terra do Tio Sam o veículo pode ser encontrado em sua versão mais simples por US$ 22.400 (R$ 86.571).

Por Bruno Rafael da Silva

Hyundai Ioniq 2019

Hyundai Ioniq 2019


Modelo chega com preços a partir de R$ 43 mil.

O Hyundai HB20 está com seu modelo da linha 2019 pronto para conquistar o mercado e para isso deu uma boa retocada no visual para oferecer traços mais modernos. O modelo chega às concessionárias com uma série de novidades, entre elas a ampliação da central multimídia, que oferece TV digital e tem um visual bem sofisticado. Até os nomes mudaram e a versão conhecida como Comfort agora é chamada de Unique.

A nova grande frontal está presente tanto no sedã como também no hatch e o contorno cromado dá um toque diferenciado. Quem reparar bem este detalhe no modelo 1.0 turbo verá que esta grade inclusive tem aletas na frente. Mudança também nas rodas de liga leve, tanto para a versão Premium do HB20, como para a Style e Premium do HB20S. O consumidor pode até ficar meio perdido diante destas versões, mas é importantíssimo conhecer bem cada uma delas, para ver assim qual atende melhor o seu perfil.

A traseira do novo HB20 também traz novidades, com a as lanternas bem escurecidas nas versões que oferecem motor 1.0, já que naquelas que o motor é 1.6, usou o conjunto Clear Type, o mesmo que já era visto no sedã. Tem ainda a versão HB20X com rodas diamantadas e um leve detalhe preto. Já a versão HB20 R, que é esportiva, tem rodas aro 15 polegadas e uma grade fazendo contorno, além dos faróis de neblina pretos. tirando a versão Unique, as demais trazem um painel com o Supervision Cluster Sport, tela LCD e bonita iluminação, contando ainda com a tecla de comando de voz presente no volante quando o modelo contar com central multimídia, assim fica mais fácil para o motorista. E estas versões que contam com o moderno sistema multimídia trazem a mesma TV digital que foi lançada na série exclusiva para a Copa do Mundo.

Confira tudo sobre cada uma das versões do HB20 motor 1.0:

Unique: tem ar-condicionado, vidros elétricos na frente, travas elétricas nas portas e no porta-malas, freios ABS, computador de bordo, sistema de áudio BlueAudio, airbag duplo e painel de instrumentos Supervision Cluster. O valor inicial é de R$ 43.990,00 e quem optar pela central multimídia BlueMedia pagará R$ 45.790,00.

Comfort Plus: vem tudo que tem na versão acima, mais vidros elétricos em todas as portas com a função one-touch para o lado do motorista, ajuste elétrico para retrovisores externos, aro 15", moldura das portas com acabamento na cor preta, as maçanetas e os retrovisores são na mesma cor da carroceria, alarme, telecomando na chave canivete e painel de instrumentos Supervision Cluster Sport. O valor de entrada é R$ 47.590,00 e quem pegará a central multimídia BlueMedia pagará R$ 49.390,00.

Turbo: vem com tudo da versão acima, mais emblema 'turbo' no porta-malas, as maçanetas internas e alguns detalhes no interior do carro são em cromo acetinado. O valor de entrada é de R$ 51.790 e optando pela central multimídia BlueMedia, pagará R$ 53.590,00.

O consumidor brasileiro terá que reservar um tempo para analisar cada uma das versões, pois todas têm seus diferenciais e claro que por causa disso, o preço vai variando. Confira os valores do HB20 motor 1.6:

  • Confort Plus: R$ 54.550,00
  • HB20 R spec: R$ 63.690,00
  • Premium: R$ 66.790,00

E tem ainda o HB20S motor 1.0, que tem um pacote de opções interessantes, com travas elétricas, airbag duplo, moldura no porta-malas é cromada, tem console central com porta-objeto com tampa retrátil, os quatro vidros são elétricos com sistema one-touch para o motorista, alarme, entre outras opções, veja os preços:

  • Comfort Plus: R$ 51.590,00 e com central multimídia blueMedia vai para R$ 53.390,00.
  • Turbo: R$ 57.590,00.

Por Russel


Saiba aqui mais detalhes sobre o chamado de recall do Hyundai HB20 e HB20S.

Foi divulgado no site da HYUNDAI MOTOR BRASIL que a montadora está convocando os proprietários dos modelos HB20 e HB20S, que são equipados com o 1.0 Turbo e com transmissão manual de 6 marchas, que foram fabricados entre o dia 28 de janeiro de 2016 e o dia 05 de fevereiro de 2018, com os chassis 9BHBG51BAGP561697 a 9BHBG51BAJP870541, não sendo sequenciais, para comparecerem a uma Concessionária Hyundai Motor Brasil mais próxima, para realizar uma inspeção na Válvula de Controle de Vácuo do Servo Freio do carro e caso seja necessário, realizar a substituição da peça de forma gratuita.

O motivo pela qual essa convocação está sendo feita é pelo fato de que em alguns casos poderão ocorrer um ressecamento da Válvula de Controle de Vácuo do Servo Freio em virtude de sua localização estar muito próxima ao Conversor Catalítico e de estar exposto à alta temperatura. No momento em que estiver conduzindo o veículo, o motorista poderá notar um ruído parecido com um assovio vindo da região do motor, além disso, a marca informou em seu site que o condutor pode perceber uma certa oscilação da marcha lenta, sendo assim, caso ele insista em continuar conduzindo o veículo nestas condições, provavelmente ocorrerá o endurecimento do pedal de freio por conta da redução de vácuo no Servo Freio.

As chances de a redução de vácuo do sist. de assist. de frenagem causar o endurecimento do pedal de freio fazendo com que o motorista precise aplicar uma força maior são grandes, isso poderá acarretar no aumento do tempo e distância das frenagens, podendo resultar até mesmo em acidentes, com danos físicos e danos materiais ao motorista, passageiros e a terceiros.

A Hyundai também informou que o freio não irá parar de funcionar por conta do endurecimento do pedal, o que vai acontecer é que será exigido mais esforço da pessoa que tiver conduzindo o veículo no momento em que ele precisar acionar o pedal de freio para frear o veículo.

A montadora recomendou que os proprietários dos modelos em questão interrompam o uso do carro e procurem imediatamente uma Concessionária Hyundai Motor Brasil, se por acaso perceberem um ruído parecido com um assovio ou notarem uma oscilação da marcha lenta (situação que será indicada através do ponteiro de RPM localizado no painel, durante a condução do carro).

Será realizada nos veículos que apresentarem esses problemas, e em todos os veículos da campanha, uma inspeção da Válvula de Controle de Vácuo do Servo Freio. Caso não sejam encontrados danos, um Isolador Térmico será aplicado sobre a peça. Nos casos em que foram encontrados os danos já informados, a empresa fará a substituição das peças que já virá com o Isolador Térmico.

O Início do Atendimento a esses modelos informados no início do texto foi no dia 29 de março de 2018.

Os proprietários que forem realizar a inspeção, deverão fazer o agendamento diretamente na Concessionária Hyundai Motor Brasil mais próxima ou da preferência do mesmo. Os clientes que tiverem alguma dúvida em relação à danos, atendimentos, etc., deverão entrar em contato com a Central de Relacionamento da Hyundai através do telefone 0800-770-3355. O atendimento nesse telefone acontece de segunda a sexta-feira, entre às 8 horas e às 20 horas. Aos sábados também são realizados atendimentos, mas o horário é diferente, irá acontecer entre às 9 e às 15 horas.

A inspeção de todos os carros será gratuita e quando for necessário realizar a troca da peça, a duração do atendimento deverá durar aproximadamente uns 30 minutos.

Para mais informações, além de entrar em contato pelo telefone o cliente também poderá acessar o site da montadora através do seguinte link: https://www.hyundai.com.br/servicos/recalls/recall-hb20-1-0-turbo?utm_uptracs=null.

Rosângela Rodrigues


Modelo será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo e deverá ser lançado no país ainda este ano.

A Hyundai, nos últimos anos, ganhou um espaço considerável no mercado brasileiro. Atualmente, muitos de seus veículos já se tornaram sonhou de consumo de muitos que aqui habitam. HB20, Azera, Santa Fé e Vera Cruz engrossam a listam de modelos que, além de bonitos, apresentam várias vantagens em relação à mecânica e conforto, além de principalmente o custo benefício.

Mas o que nos últimos dias vem chamando atenção dos apaixonado por carros é o fato de a Hyundai trazer para o Brasil a ix25, o SUV compacto da marca.

O fato foi anunciado durante a cerimônia de lançamento da HB20 com motor turbo 1.0, em que grandes executivos da marca anunciaram a entrada do SUV no mercado brasileiro ainda neste ano.

Pelas expectativas, a ix25 deve ser apresentado no Salão de São Paulo, no mês de novembro deste ano, contudo, deve começar a ser vendido apenas um mês depois.

Para os conhecedores de carros, muitos podem se questionar. Por que um ix25 sendo que no mercado brasileiro há o ix35, que de certa forma apresenta um sucesso razoável da marca? Pois bem, o ix25 apresenta menores dimensões, não atoa, é um SUV compacto. A tendência é que o ix25 chegue ao mercado brasileiro para competir com o HRV, a Ecosport e o Jeep Renegade.

O veículo atualmente possui grande produção na China, Índia, Argentina e Uruguai. Porém, há a expectativa de que o ix25 seja produzido na fábrica de Piracicaba (SP).

O compacto será composto de um motor 1.6 de 128 cavalos, que atualmente compõe o HB20. O veículo deve ter duas opções de transmissão: manual e automática, porém, sempre com seis marchas.

Segundo executivos, a fábrica da Hyundai de Piracicaba possui a capacidade de produção de 170 mil unidades por ano. Além disso, apresenta pequena ociosidade.

Apesar de ser mostrado apenas em novembro de 2016, no Salão de Automóveis de São Paulo, o ix25 já foi flagrado por pelo menos duas vezes na região de Piracicaba, sobre camuflagem e em fase de testes.

Sem dúvidas, o modelo tende a entrar de forma competitiva no mercado brasileiro, pois a Hyundai já possui grande espaço no mercado do Brasil.

Raquel Alice Moreira


Veículo chega com mudanças em seu design e custa a partir de R$ 164 mil.

A Hyundai divulgou o lançamento da sua nova linha automotiva: a Santa Fe. O SUV pode ser comprado com preço promocional de R$ 164,9 mil, na versão para 5 lugares. Além disso, também tem a versão de 7 lugares com retoques visuais e novo acabamento no interior do carro. Uma das principais mudanças na nova linha é a dianteira, com os novos para-choques, grade frontal, farol, além da presença das rodas aro 18” em liga leve, que é oferecida como item de série.

Outra novidade é que a linha Santa Fe ganhou um porta-objeto, que está situado na parte superior do painel. Além disso, o console de teto também foi redesenhado.

A nova linha da Hyundai ainda contempla sistema de assistência na partida em subida e controle de frenagem na descida. Todas as versões possuem ainda um sistema de gerenciamento eletrônico de estabilidade, para auxiliar na segurança, que é o VSM.

O motor da linha da Santa Fe é o 3.3 V6 de 270 cv e 32,4 Kgfm de torque. Além disso, também é oferecido como opcional tração integral ativa (AWD) e TVCC. Além desta novidade, a marca também já está trabalhando na nova linha do HB20 2017. Os rumores é que os novos carros ganharão mudanças nos acabamentos e nos equipamentos tecnológicos. Não são esperadas muitas novidades, uma vez que que a última versão teve muitas mudanças.

Uma das expectativas para a versão de 2017, por exemplo, é o motor de 1.0 3 cilindros, que está sendo desenvolvido na Coreia do Sul, no centro de pesquisa da Hyundai-Kia. Ainda não se sabe a potência do motor e nem quando ele vai chegar ao Brasil, mas na Europa ele surgiu com potência de 120 cavalos e 17,5 mkgf de torque, que resulta em uma economia que pode chegar até 15% se for comparado com o atual, que é de 1.0.

Além disso, os rumores é que o HB20 2017 vai contar com porta-malas de 450 litros e capacidade para suportar até 50 litros de combustível. Em relação ao câmbio, o esperado é que tenha um modelo automático com 6 velocidades, que vai proporcionar leveza e suavidade para a direção.

O que achou das novidades? Comente!

Por Babi


2025 N Vision Gran Turismo é um modelo virtual da Hyundai, que foi criado para o jogo Gran Turismo 6.

A Hyundai já é bem conceituada no meio automobilístico por ter carros de desenho inovadores, cheios de recursos tecnológicos e com modelos que agradam a todos os gostos, como dos SUV`s até os mais cobiçados sedans do mundo.

Para o Salão do Automóvel de Frankfurt 2015, na Alemanha, evento que pretende apresentar o que há de mais futuristas em carros, a Hyundai pretende não apenas dar uma incrementada no convencional como também deseja ir além, pretendendo adentrar pelo mundo virtual.  

Esse projeto ambicioso começou quando a Hyundai criou a linha “N” e agora a torna ainda mais poderosa com o lançamento do 2025 N Vision Gran Turismo, uma máquina que promete “apimentar” ainda mais a vida dos loucos por tecnologia. Para começar, é bom informar que o carro é virtual, e vai estar pronto para fazer parte da sua brincadeira por velocidade somente após encerrado o Salão do Automóvel, que será em 27 de setembro deste ano. Depois dessa data, fiquem todos à vontade para baixar o 2025 N Vision Gran Turismo – fazer download – pelo game Gran Turismo 6.

Pelo pouco das imagens que já circulam pela internet, o modelo do carro virtual é de uma esportividade fora do comum, algo até então imaginável apenas nos filmes de Batman, com aqueles seus carros incríveis.  

A Hyundai afirma que também há uma inspiração nesse carro virtual com o universo da aeronáutica, por ser um game que promete levar os jogadores a entenderem, de uma forma muito próxima da realidade, a tênue linha entre o ar e o asfalto. O grande mistério é saber se é isso que a Hyundai também ambiciona fazer com seus lançamentos futuros de carro, criando máquinas de altas velocidades e performances.

Sem dúvidas, quem ama carros e curte games, não tem como ficar desatualizado do que a Hyundai projetou para seus clientes em potencial, assim como para aqueles que já são seus clientes. Agora, resta também ficar na torcida para que o Salão do Automóvel em Frankfurt também apresente o que há de mais interessante da Hyundai para 2016, além da grande possibilidade de logo se contar, na vida real, com uma máquina 2025 N Vision Gran de verdade, perfeita para se dirigir com alta tecnologia, beleza e conceito.    

Por Michelle de Oliveira

Hyundai 2025 N Vision Gran Turismo

Hyundai 2025 N Vision Gran Turismo

Fotos: Divulgação


A Hyundai informou no último dia 17/02 a sua nova geração do SUV ix35, que vai ser chamada novamente pelo nome de Tucson. Esse modelo vai ter a sua estreia na próxima exposição do Salão de Genebra que vai ser realizada no mês de março e já podemos adiantar que as suas linhas mais marcantes e o seu design estão mais parecidos com outro veículo da marca, o Santa Fé.

Para aqueles que já conhecem a marca sabem que em alguns países a geração anterior desse SUV era chamada de ix35, inclusive no território brasileiro, mas dessa vez a empresa decidiu adotar o nome Tucson em todos os lugares.

No Brasil esse nome já está presente desde as duas últimas gerações através da produção realizada pela Caoa e podemos esperar que esse veículo apresente uma identidade mais expressiva, principalmente na sua grade hexagonal, nos faróis e também nas luzes diurnas de LED.

Outras características ainda notadas são que a traseira do veículo tem um ar bem mais esportivo do que as outras gerações, com lanternas que invadem mais a tampa do porta-malas e com uma capacidade para 513 litros de bagagem, fora um difusor no para-choque e ainda uma acentuada queda no teto.

O Tucson ainda apresenta 4,48 metros de comprimento, 2,67 metros de espaço entre-eixos, altura de 1,64 metros e ainda 1,85 metros de largura, ou seja, temos um veículo que ficou 7 centímetros mais longo, 3 centímetros maior no entre-eixos e ainda mais largo 3 centímetros com relação ao atual ix35.

Com relação às motorizações a Hyundai preparou como opções duas que são de 1.6 a gasolina (aspirado de 135 cavalos ou turbo) com 176 cv e ainda temos as versões diesel onde podemos destacar uma de 1.7 de 115 cv e ainda duas de 2.0 com opção para 136 cv ou senão de 184 cv.

Para qualquer uma das opções listadas acima as transmissões podem ser manual, onde apresenta seis marchas, automatizada, de dupla embreagem e também de sete marchas ou senão existe a opção automática de seis velocidades.

Apesar da sua apresentação ocorrer no próximo mês ele vai chegar no mercado europeu somente no segundo semestre desse ano.

Por Fernanda de Godoi

Nova Hyundai Tucson

Nova Hyundai Tucson

Nova Hyundai Tucson

Fotos: Divulgação


Nos últimos anos a marca Hyundai tem se expandido no mercado nacional. Recentemente ela lançou o novo modelo Azera 2015 com o objetivo de conquistar vários clientes e aumentar ainda mais o número de vendas dos utilitários. Em comparação aos concorrentes, o Azera 2015 está agora com um visual mais atraente e elegante.

Na parte externa, o automóvel passou por uma renovada oferecendo faróis de LED, novo para-choque, grade dianteira renovada e rodas de liga leve de 18 polegadas.

Na parte interna, o veículo apresenta um moderno sistema de som, console central remodelado, ar-condicionado e um sistema de navegação por GPS com tela de 8 polegadas. No requisito de segurança, está integrado no veículo um moderno sistema de alerta de ponto cego, de colisão dianteira e de saída involuntária de faixa.

Neste lançamento, o veículo apresenta o motor 3.3 V6 com potência de 293 cavalos e 35,18 mkgf de torque, tornando o modelo ainda melhor em seu desempenho no perímetro urbano e também na estrada. Outro diferencial no modelo está nos ajustes na suspensão e na direção assistida, com o intuito de facilitar o comando do motorista e aumentar a estabilidade do carro.

O preço de tabela do modelo que foi divulgado pela Hyundai é de R$ 144 mil no país. O valor dele é mais alto no mercado, mas se for levado em conta as vantagens, conclui-se que a negociação vale a pena. Se for analisar, a parte interna apresenta um excelente acabamento, além dos itens de tecnologia, conforto e interatividade que estão integrados no veículo.

Já existem modelos disponíveis nas concessionárias localizadas no Rio de Janeiro e São Paulo. Para comprar o utilitário na modalidade de pronta entrega irá levar em média 20 dias úteis. Já os compradores de locais do interior precisarão pagar um valor extra de R$ 1 mil para o frete.

Por Felipe Couto de Oliveira

Hyundai Azera 2015

Hyundai Azera 2015

Hyundai Azera 2015

Fotos: Divulgação


Já imaginou dirigir um carro elétrico movido a bateria? É o que promete a Hyundai, que está desenvolvendo e investindo energia em veículos com células de combustível movidas a eletricidade gerada usando hidrogênio.

A marca é rival da Toyota e a promessa do lançamento do carro elétrico é para 2016, ou seja, daqui a dois anos. Além disso, a marca também tem procurado desenvolver carros movidos a bateria por meio da empresa afiliada a Kia.

De acordo com o seu vice-presidente sênior, Lee Ki-Sang, chefe responsável pela divisão de carro ecológico da Hyundai e da Kia, não existe uma definição muito clara sobre qual carro ecológico vai ganhar. A Hyundai está procurando investir em veículos que são movidos a célula de combustível e a Kia está desenvolvendo carros elétricos. Assim, cada empresa está tendo um foco diferenciado.

Mas, de acordo com o vice-presidente, também chegará o momento em que a Hyundai lançará um carro elétrico movido a bateria e a Kia vai produzir um modelo movido a célula de combustível.

A expectativa é de que o primeiro carro elétrico movido a bateria seja lançado em 2016. Logo, veículos que tenham zero emissões devem se tornar mais frequentes no mercado a medida que o Governo lançar programas para incentivar a produção.

Desta forma, o jeito é aguardar ansiosamente pelo primeiro carro elétrico no país. Provavelmente o preço do veículo será elevado se for comparado com os outros modelos de carro. Atualmente, a Hyundai é uma das principais marcas do mercado automobilístico, sendo considerada campeã sul-coreana de veículos elétricos.

Logo, a Hyundai vai procurar atender aos pedidos de que os fabricantes produzam mais carros que tenham zero emissões em sua composição. Desta maneira, a marca vai lançar o seu primeiro veículo de bateria recarregável daqui a dois anos. Enquanto isso, o mercado vai aguardando ansioso para saber todas as novidades deste novo veículo, como design, preço e custo benefício.

Por Babi


As montadoras asiáticas entraram em uma concorrência entre si e quem agradeceu foi o mercado de autos do Brasil. O fim de 2013 mostrou a sul-coreana Hyundai e a japonesa Toyota como as marcas que mais se desenvolveram e ganharam participação de mercado no Brasil durante o ano.

Não bastasse, ainda tiraram uma parte do amplo domínio exercido pelas quatro empresas que atuam há mais tempo no mercado brasileiro. Fiat, Volkswagen, Chevrolet e Ford já concentraram 80% do mercado brasileiro, mas fecharam 2013 dividindo uma fatia de menos de 70%, números que mostram o crescimento da concorrência. A Hyundai fechou o ano em 6º lugar e a Toyota em 7º. A liderança permaneceu com a Fiat.

A Hyundai deve muito desse sucesso à linha HB20, que tornou a montadora sul-coreana a linha que mais cresceu e invadiu o mercado no último ano. As vendas tiveram uma expansão de nada menos que 96,5%. Já a Toyota teve um ano inteiro para colocar o Etios nas concessionárias e conseguir, desta maneira, ter um bom parâmetro de aceitação no mercado brasileiro. Trounou-se, desta maneira, a segunda marca com maior crescimento em 2013, alcançando uma expansão próxima dos 55%.

A Renault precisou ficar um pouco afastada da concorrência, já que as obras de ampliação da fábrica localizada em São José dos Pinhais (PR) levaram cerca de dois meses, o que provocou a paralisação total da produção durante o período. A inevitável queda nas vendas foi de 2%. Ainda assim, a montadora não perdeu a quinta colocação no mercado de leves.

Já a Honda comemora o crescimento de 3,2% nas vendas em 2013, mesmo sem oferecer nenhum lançamento durante o ano. Só que essa alta não foi suficiente para manter a sexta colocação no mercado. A Honda foi ultrapassada justamente por Hyundai e Toyota e caiu para a 8ª colocação no ranking geral. Já a francesa Citroën sofreu uma queda de 11,3% nas vendas e foi parar em 10º lugar, atrás da Nissan.

Por Chris Lino

Foto: divulgação


Em 2012 foram vendidos 91.000 carros off-road no Brasil. E para agradar o consumidor brasileiro, o HB20 também entrou nessa onda. Renomeado para HB20X, o automóvel entra na fila de modelos aventureiros, sendo vendido na versão mais simples por R$ 48.755 e podendo chegar até R$ 54.455 na versão mais completa.

O HB20X estará disponível apenas com motor 1.6 16V Flex, que oferece 126 cv e torque máximo de 16,5 kgfm. O modelo ainda conta com câmbio manual de cinco marchas e a partir da versão Style o consumidor pode optar por câmbio automático sequencial com quatro velocidades, vendido por R$ 51.955.

A nova versão off-road do HB20 traz novos para-choques, pneus maiores e suspensão elevada em 40 mm.

O HB20X vem com ótimos itens de fábrica já na versão inicial, como freios ABS, airbag duplo frontal, farol de neblina, ar condicionado, direção hidráulica, entre outros. O que fica fora da lista de série são as pinturas em tom perolizado ou metálico, que custam entre R$ 1.045 e R$ 1.245.

De acordo com a montadora, a produção da HB20X começou no dia 28 de janeiro na fábrica localizada em Piracicaba, interior de São Paulo.

Por Felipe Santos Bonfim


Apesar dos graves problemas econômicos pelos quais está passando a economia dos Estados Unidos, alguns setores e empresas tiveram um ano de 2012 muito interessante.

Uma destas organizações foi a Hyundai a qual registrou um crescimento nas vendas de seus veículos no mercado automotivo norte-americano.

Apesar de não divulgar o total de unidade comercializadas no país, a Hyundai informou que deve chegar a mais de 200 mil Elantra emplacados durante o ano de 2012.

Por Ana Camila Neves Morais


Outro bom lançamento de veículo está começando a ser comercializado no Brasil, pois no último dia 10 de outubro de 2012, a Hyundai iniciou as vendas do seu mais novo modelo: o HB20.

Este modelo vem com oito possibilidades de cores distribuídas em um automóvel com 2,50 metros de entre-eixos e um bom espaço interno para até quatro adultos já que o seu principal público são os jovens na faixa etária de 20 a 30 anos.

Do ponto de vista mecânico, o Hyundai HB20 possui motores 1.0 ou 1.6 litros, movidos a gasolina ou diesel, com 128 cavalos de potência máxima em um torque de até 16 kgfm em um câmbio manual com quatro marchas.

Dentre os itens interessantes do HB20 estão: ar-condicionado, vidros elétricos, airbag duplo, computador de bordo com seis funções, vários porta-objetos, freios ABS, faróis de neblina, comandos possíveis no volante, sistema EFD de controle de força e sensores para estacionamento.

O novo veículo da Hyundai está disponível nos modelos hatch, hatchback e sedã, distribuídos nas seguintes versões: Comfort 1.0, Comfort Plus 1.0,0Comfort Style 1.0, Comfort 1.6, Comfort Plus 1.6, Comfort Style 1.6 e Premium.

Para quem deseja adquirir todas as funcionalidades do Hyundai HB20 os preços variam, de acordo com a versão escolhida, entre R$31.995,00 (versão Comfort 1.0) e R$47.995,00 (versão Premium).

Por Ana Camila Neves Morais


O novo HB20, modelo anunciado pela coreana Hyundai, promete acirrar a competição entre carros de modelo compacto no Brasil.

Com o lançamento previsto para outubro, o veículo vem para concorrer com o clássico Gol da Volkswagen, atual líder do segmento.

A inovação fica por conta da performance e do design. Mais do que concorrer somente no preço, com o modelo básico vendido a R$ 31.995,00, o veículo agrega valor com o visual moderno, com linhas orgânicas e fluidas, o que dá a impressão de ter tamanho maior. As lanternas traseiras estão localizadas em posição superior, o que também ajuda a criar esse efeito.

As linhas suaves, que não tornam o modelo cansativo, e os faróis com máscara negra são também atrativos fortes para o veículo. Sendo que na versão top de linha 1.6 Premium o acabamento dos faróis é cromado.

Internamente o produto é bem acabado, com bons encaixes. O volante possui desenho anatômico com botões de controle de som nas laterais.

O quadro de instrumentos também é diferenciado. Nomeado “Super Vision Cluster” pela Hyundai, tem desenho moderno, com tela que possui computador de bordo ao centro, onde são informados o nível do combustível e a temperatura do motor.

No total, são nove versões disponíveis para compra, com 3 opções de motor 1.0 e 6 versões com motor 1.6.

Quem se interessou pode acompanhar também o test-drive feito pelo site Carplace da Uol.

Por Rosielli Sá  


A marca do Sul da Coreia, Hyundai, fechou um acordo com sindicalistas que estavam em greve. Com objetivo de reiniciar as atividades normais em suas unidades fabris, a montadora conseguiu terminar a greve mais cara de todos os anos de existência da fabricante de veículos. Os números que refletem o prejuízo da Hyundai então em torno de 80 mil carros que, com a paralisação, não foram produzidos em suas datas de planejamento e chegaram a dar prejuízos em torno de 1 bilhão e meio de dólares.

Com o acordo entre a montadora e os sindicalistas, chegou-se a um reajuste no salário. Houve uma assembleia onde mais de 50% dos funcionários votaram a favor do fim da greve. De acordo com as novas medidas, estima-se que o turno noturno não existirá mais, dando lugar a um horário que encerra as atividades perto da meia noite. Para superar os prejuízos da greve, a Hyundai tem planos de investimento que superam a marca dos US$ 200 milhões. Com isso, os sindicalistas prometeram aumentar a produção.

Porém, a crise não atinge apenas a Coreia, montadoras europeias, principalmente de Itália e França, têm lidado com problemas de baixas vendagens durante este ano.

Por Marcelo Araújo


A Hyundai Caoa acaba de divulgar a chegada no Brasil do sedã Equus, o qual está equipado com um super motor 4.6 litros. Além disso, o mesmo possui 366 cavalos de potência a 6.500 rpm e câmbio automático com 8 velocidades.

O veículo também conta com diversos detalhes que atraem aos olhos de qualquer indivíduo, como o teto solar, um filme à prova de som em todos os vidros, todos os bancos em couro, e um sistema nos vidros traseiros e laterais que permite que desça sob os mesmos uma leve cortina.

Além disso, o conforto foi um dos focos da fabricante, com sistema de aquecimento ou resfriamento dentro do veículo. E ainda a segurança, com faróis de xênon, com sistema adaptativo em curvas e câmeras frontais e traseiras.

Com rodas chamativas, de liga-leve cromadas, com pneus 245/45 18’, o carro poderá chegar ao valor de R$ 320 mil. Mas nesse valor, o veículo conta com diversos outros equipamentos como nove airbags, encostos de cabeça ativos eletronicamente, controle de estabilidade, piloto automático, e freio de estacionamento eletrônico.

Ainda não foi divulgada a data exata que começarão as vendas no mercado brasileiro.

Por Camila Caetano


O novo modelo do I40, da Hyundai, foi lançado oficialmente pela fabricante no Chile. A station wagon possui traços parecidos com os do Sonata, tendo linhas fluidas e um design moderno. Fabricado na Coreia do Sul, o automóvel tem valor de cerca de R$60.981,00.

A nova versão do I40 tem modelos que funcionam com diesel ou gasolina. O carro tem 2,77 metros de entre-eixos, largura de 1,81 metro e comprimento de 4,77 metros. Ou seja, tem bastante espaço interno.

Na motorização, o veículo possui as opções 2.0 a gasolina, com 165 cavalos de potência e 1.7 a diesel, com potência de 137 cavalos. Ambos possuem câmbio automático com seis marchas e modo Sport. No volante, há paddle shifts que permitem as trocas de marchas manuais, se o motorista preferir.

Como itens de série, a Hyundai apostou nos recursos de segurança, sendo eles o controle de estabilidade, o sistema de freios EBD/ABS, sistema de assistência de frenagem, controle de tração, sensores frontais de estacionamento, câmera para auxiliar na ré e nove airbags.

Em reais, os preços do I40 começam em R$60.981,00, mas podem chegar a R$70.338,00.

Fonte: Hyundai

Por Matheus Camargo


A Hyundai apresentou no último dia 06 de junho (quarta-feira), o Veloster Turbo, bem como informou que o mesmo vai começar a ser vendido nos Estados Unidos ainda neste mês de junho.

Para quem quiser adquirir esta novidade que entra no mercado americano, os preços serão a partir de R$44.000,00 que é cerca de R$4.000,00 mais alto do que o modelo tradicional do Veloster, cuja linha 2013 irá variar os preços entre R$35.400,00 (modelo com câmbio manual) e R$38.000,00 (modelo com transmissão automática).

Neste valor, a montadora oferece como itens de série assentos em couro, volante esportivo e rodas com aro 18; mas com um aumento de mais R$2.000,00 é possível obter também transmissão automática de seis velocidades com o sistema Paddle Shifter, o qual permite a troca de marcha no volante.

A versão turbo do Veloster produzido pela Hyundai tem algumas mudanças com relação ao seu modelo tradicional, como uma grade frintal mais simples (a qual não é dividida em duas partes), faróis auxiliares modificados, mudança na lanternagem traseira e nos auxiliares do escapamento.

Esta novidade deve, segundo a concessionária, chegar no mercado brasileiro apenas no próximo ano. Portanto, para os apaixonados por carros e velocidade esta é uma grande oportunidade que pode ser adquirida em breve.

Por Ana Camila Neves Morais


De acordo com o jornal Financial Times, a nova fábrica da Hyundai em Piracicaba, no interior de São Paulo, deve começar a funcionar em setembro deste ano.

O jornal cita afirmações do diretor operacional da Hyundai, S. T. Kim, que garante que esta nova fábrica em território brasileiro será responsável pela produção do modelo HB.

O veículo, que foi projetado em uma plataforma modificada do popular Accent (grande sucesso de vendas na Índia e China), deverá ser equipado com um motor 1.0 Flex. A intenção da montadora é aproveitar os incentivos fiscais que são concedidos no Brasil para veículos que utilizam etanol.

A unidade industrial de Piracicaba será a primeira da marca coreana em toda a América Latina. A fábrica terá capacidade para produzir anualmente uma média de 150 mil veículos destinados ao mercado brasileiro. A Hyundai garante, porém, que a capacidade de produção da fábrica deve ser aumentada gradativamente nos próximos anos, de acordo com a demanda.

Confira mais informações sobre o Hyundai HB no vídeo:


O Hyundai Santa Fé atua no mercado nacional e internacional há cerca de sete anos e desde o seu primeiro lançamento, o modelo nunca recebeu novidades consideráveis. Suas modificações sempre ficaram restritas aos pequenos detalhes. Agora em sua terceira geração, a Hyundai resolveu dar um upgrade no modelo, remodelando por completo e trazendo uma nova "cara" para o Hyundai Santa Fé, que lançará sua versão 2013. Seu desenho lateral manterá as mesmas proporções do modelo vendido atualmente, o grande diferencial será visto em sua dianteira, onde o modelo receberá um desenho "futurístico". Essa modernização se deve à aplicação da "Edge Storm", uma nova comunicação visual que a Hyundai vai aplicar em seus novos modelos. A apresentação oficial novo Hyundai Santa Fé está prevista para acontecer durante o Salão do Automóvel, em Nova York. Entre as novidades que acompanha o modelo estão duas novas opções de motorização, sendo a primeira um motor de 2.0 litros turbo, de injeção direta, que deverá render 281 cavalos de potência, e a segunda, um motor a diesel, também de 2.0 litros, que renderá 155 cavalos de potência. Suas vendas devem começar nesse segundo semestre de 2012, primeiramente no mercado norte americano. O inicio das vendas no Brasil ainda não tem data definida.

 

Fonte: Twitter 


 


 


O novo ix35 Flex da Hyundai acabou de chegar às terras tupiniquins. O lançamento vem com tudo, a fim de conquistar o mercado nacional. Como diferenciais, a versão chega com propulsão mais forte, feita através do motor coreano 2.0 I Flex que gera satisfatórios 178 cavalos de potência se abastecido com etanol e 169 cavalos quando abastecido a gasolina. Além disso, o modelo conta com as opções de câmbio manual de seis marchas ou câmbio automático de seis velocidades.

Para aumentar a segurança do veículo, o carro ganhou controle de tração, altamente necessário em decidas e estradas de baixa aderência. Além disso, a frenagem está mais precisa e a dirigibilidade melhorou. Em termos de estética e conforto, o design está mais arrojado, com linhas fortes e cores elegantes. Como se não bastasse, o automóvel possui dois tetos solares.

O lançamento chega ao Brasil com o preço de partida de R$ 96.000, para a opção mais simples, com câmbio manual, podendo atingir R$ 105.000 na versão top de linha.

Ao que tudo indica, a Hyundai não vai demorar a implantar a tecnologia Flex em outros modelos da montadora. Agora é uma questão de tempo!

 

Por Larissa Mendes de Oliveira


O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está pronto para aprovar um dos investimentos automotivos mais caros da história. Ele vai desembolsar um valor de R$ 307,4 milhões a Hyundai Motor Brasil.  Essa quantia será aplicada para financiar a fábrica da montadora em Piracicaba, no interior de São Paulo.

Algumas obras de instalações e testes de equipamentos devem estar prontas até março deste ano, mesmo que a produção seja iniciada no final de 2012. O capital vai ser investido na indústria brasileira da Hyundai justamente para ajudar com as inovações por parte do próprio fabricante de carros.

Modelos do segmento conhecido como HB que serão produzidos no país, além das novas construções dentro da empresa. Os que já estão sendo planejados, serão modelos como o hatchback  de três portas, o sedan de quatro portas e o Mini SUV conhecido como utilitário esportivo de cinco portas, com motorização flex e câmbio automático ou manual.

A produção do hatch será finalizada ainda no final deste ano e será o último automóvel a deixar a linha de montagem.  Os outros dois veículos, infelizmente,  ficarão para 2013.

Por Jéssica Monteiro

Fonte: Quatro Rodas


Para a felicidade dos apaixonados por carro, acabou de ser lançado o Hyundai i15. O automóvel promete conquistar o mercado brasileiro com seu design diferenciado, acabamento impecável e linhas atraentes, além disso, o lançamento se configura como um potencial carro de passeio, com a economia oferecida pelos carros populares.

 O carro chega com força, a fim de competir de igual para igual com grandes ícones de sua categoria, como o Renault Sandero, o Honda Fit e o Fiat Pálio. Pelo visto, a briga pela preferência dos usuários  vai ser boa.

O  design do veículo é jovial, esportivo e moderno, marca registrada da Hyundai. O visual  é composto por faróis dianteiros amplos, cores vibrantes e linhas atraentes. Outro grande diferencial do modelo são os opcionais a baixo custo, o que deve mantê-lo à frente da concorrência.

O novo Hyundai i15 2012 conta com direção hidráulica, ar condicionado elétrico e airbags. Mecanicamente falando, essa versão terá duas modalidades  de motor flex (1.0 e 1.6), com as opções de câmbio automático ou manual.

O preço do Hyundai i15 varia entre R$ 30.000 e R$ 40.000, um preço bem em conta se considerada a qualidade incontestável dos carros que a Hyundai tem produzido.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Hyundai é famosa por investir fortemente em novas tecnologias. Com ousadia, a empresa lança ano após ano, carros que se destacam tanto no design, quanto no desempenho.

Não é diferente com a quarta geração do Elantra, um automóvel a gasolina feito para atingir até 40 milhas por galão, o que  equivale a um consumo médio de 17 km por litro. Nos Estados Unidos, essa marca numérica serve de referência de bom consumo quando se trata de um carro híbrido, o que não é o caso do Elantra.

Como se não bastasse, além dos atributos econômicos, a fabricante acertou em cheio no visual da nova versão do Elantra, que possui volumes diferenciados, linhas com vincos marcantes e tem como matéria-prima o alumínio, que deixa a máquina com um ar futurista e inusitado. Traços reafirmados a cada criação da Hyundai. Outra grande vantagem do carro é o seu bom desempenho, que chega a bons 148 cavalos de potência.

No segundo semestre de 2012, mais especificamente em setembro, o Elantra será lançado.

Serão comercializadas quatro versões do modelo e os preços variarão entre R$ 68.700,00 e R$ 81.200,00. Não custará barato, mas a promessa é de que o custo benefício será realmente compensador.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Hyundai lançou na Europa o novo i30, com design remodelado para combinar com a nova cara da marca e novos itens de série.

O veículo será oferecido em duas opções de motorização (1.4 e 1.6), sendo que em todas elas a emissão de gases nocivos será ainda menor que na versão anterior.

No quesito segurança, o carro traz itens como o Electronic Stability Program (ESP), o Anti-Lock Braking System (ABS), o Vehicle Stability Management (VSM) e o Emergency Stop Signal System (ESS). Estão disponíveis ainda seis airbags, com opção para mais um de proteção para os joelhos do motorista.

Outros itens de destaque são a transmissão com 6 velocidades, o freio a disco nas quatro rodas (com sistema de ventilação nos discos frontais), o tanque com capacidade para 53 litros de combustível e o porta-malas para até 378 litros.

A expectativa é que o carro não demore muito tempo para chegar ao Brasil, um dos principais mercados da marca.

Mais informações podem ser encontradas no site do fabricante: www.hyundai-motor.com.br.

Por Luiz Moreira


O Veloster, que caiu rapidamente no gosto do brasileiro ao apresentar design inovador com três portas, decepcionou parte do público ao mostrar desempenho inferior ao esperado.

O motor 1.6, que deveria (segundo noticiado por algumas revendedoras) gerar 145 cv de potência, atinge apenas 140 cv.

Obviamente, por se tratar de um carro esportivo, espera-se do Veloster um excelente desempenho. O consumidor que adquire tal produto o faz tendo a potência do motor como um dos principais atrativos, como se não bastasse descobrir (às vezes, tardiamente) que o desempenho é menor do que o esperado, notou-se também que a Hyundai enviou ao Brasil uma versão diferente da que vende nos Estados Unidos e na Europa.

Segundo pesquisa do portal R7, o câmbio disponível para o mercado brasileiro é automático e possui seis velocidades diferentes, mas fica atrás da versão estrangeira, automatizada de dupla embreagem.

Como que em resposta às críticas de parte do público, ávido por um carro que impressione pela potência, a Hyundai confirmou o lançamento do Veloster Turbo, cuja estreia está prevista para o Salão de Detroit em 2012

O design continua com as três portas que tanto chamaram a atenção pela originalidade, o diferencial em relação à primeira versão é o melhor desempenho do motor que, apesar de ainda ser o mesmo 1.6 de 16 válvulas, irá ganhar um turbocompressor para atingir mais de 200 cv de potência.

Resta aos consumidores torcer para que o Veloster Turbo venha com todos os atrativos anunciados pelas revendedoras no Brasil.

Por Gabriel de Lima


A Hyundai deve lançar no Brasil, em breve,  a versão 2.0 do Sonata.

O sedã grande já é vendido aqui com o motor 2.4 e que tem uma boa aceitação entre o público, tanto é que alcançou a vice-liderança do segmento, perdendo apenas para o Ford Fusion.

Acredita-se que o preço do 2.0 fique entre R$ 95.000 e R$ 100.000, enquanto o 2.4 sai atualmente a R$ 105.000.

Ambas as versões terão pouquíssimas diferenças entre si. Uma delas, obviamente, será no motor. A nova versão virá com o mesmo propulsor que equipa o ix35. Ele desenvolve 165 cv de potência e um torque máximo de 20,2 kgfm.

O Sonata 2.0 terá um consumo médio de combustível, na cidade, em torno de 9,4 km/l. Na estrada, o índice sobe para 14,1 km/l.

Com relação aos itens de série, o pacote será bem parecido ao do 2.4. Bancos elétricos revestidos em couro, Airbags, Teto Solar Panorâmico Duplo, Ar Condicionado Dual Zone, Som com Player para 6 CDs e conexão para iPod e USB, Rodas Aro 18 e Freios ABS são alguns deles.

Por André Gonçalves


A nova versão do veículo HD 78 da Hyundai foi exibido no dia 21 de março e a previsão é que chegue às concessionárias do grupo Caoa já no mês que vem, custando a partir de R$ 95 mil. A apresentação do modelo aconteceu em São Paulo e segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, a venda do veículo deve atrair o mesmo tipo de consumidor da linha HR.

Algumas modificações foram feitas nessa nova versão do HD 78, como mudanças no chassi, na aerodinâmica, que foi melhorada, proporcionando maior economia de combustível, além das alterações no para-brisa para fornecer maior visibilidade ao condutor, e no tamanho dos faróis, que aumentou.

Inicialmente, serão fabricadas 100 unidades mensais do utilitário na fábrica de Anápolis, em Goiás, cuja produção será voltada para os mercados de Minas Gerais, Paraná e São Paulo. A montadora divulgou que no segundo semestre esse número vai quadruplicar e passarão a ser produzidas 400 unidades do modelo.

Por Andrea Gomes


O concorrido segmento dos sedãs no mercado nacional terá um concorrente a mais a partir do ano que vem. Vai chegar ao mercado brasileiro o Hyundai Elantra. Um carro elegante, de linhas modernas que constituem um desenho ao mesmo tempo atual e clássico com visual requintado e estilo esportivo. E que de acordo com a montadora já chegará ao Brasil com motor flex.

Aliás, o conjunto mecânico também chama a atenção. O propulsor é um 1.8 16V de 150 Cv com transmissão de seis marchas nas duas versões oferecidas, a automática e a manual. Conforme dados divulgados pela montadora este conjunto propulsor leva o modelo de 0 a 100 Km/h em somente 9,0 segundos e terá um consumo médio relativamente baixo.

O preço ainda não está definido, mas como a Hyundai está visando o nicho onde hoje atuam o Corolla e o Civic, a ideia da montadora é chegar a uma quantia competitiva para poder entrar firme na briga por esta fatia de mercado. De acordo com matéria do site Revista Auto Esporte, a versão mais simples do Elantra poderá chegar ao mercado custando R$ 70 mil. A versão top de linha poderá ultrapassar a casa dos R$ 80 mil e deverá possuir itens mais sofisticados como um sistema de ajuda de estacionamento e ar condicionado totalmente digital.

Por Mauro Câmara


A tendência no setor de veículos automotores é a de substituição dos antigos motores movidos a etanol ou gasolina pelos modelos elétricos e em muitos casos, confecção de carros híbridos. Em janeiro, o Sonata, da Hyundai, será lançado no mercado estadunidense na versão híbrida.

De acordo com o Car Magazine, um exemplar equipado com motor elétrico e outro de combustão chegará ao público por R$ 45 mil (US$ 26.545). Um modelo mais completo será comercializado por R$ 53.590,00 (US$ 31.545).

A Hyundai assinala que o sedã virá aparelhado com motor 2.4 litros (a combustão) de 171 cavalos, associado, pois, a uma transmissão automática de seis velocidades e propulsor elétrico nutrido com bateria de íon-lítio de 30 kW. A fabricante indica que se unindo ambas as potências é possível atingir 209 cavalos.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Aguardado com alguma expectativa pela mídia especializada, que desde novembro de 2010 vem dando notícias sobre este novo lançamento da Hyundai, o sedã Azera teve mais algumas informações técnicas divulgadas pela montadora recentemente.

Com previsão de lançamento para o fim do ano que vem na Europa, e sem definição de quando e qual dos dois modelos deverá chegar aos mercados da América Latina e do Norte, o Azera será um sedã médio de porte robusto, linhas modernas e aparência extremamente elegante, unindo classe e estilo a um desenho atual.

De acordo com matéria do site Carro Online, o novo Hyundai será fabricado em duas versões. A versão mais potente contará com motor 3.0 GDi V6 que produzirá 270 CV de potência e consumo médio na casa dos 11,6 Km/l. A segunda versão virá equipada com motor 2.4 GDi de quatro cilindros tendo como referência o mesmo motor que equipa o também luxuoso sedã Sonata. Com o motor de quatro cilindros o consumo médio de combustível fica em 12,8 Km/l.

Aguarda-se a divulgação de mais detalhes deste novo modelo que com certeza deverá fazer sucesso em vários mercados do mundo.

Por Mauro Câmara


Como diz o velho e conhecido ditado, “gosto, cada um tem o seu”. As palavras, que podem ser emplacadas em vários assuntos, desde preferências por um segmento de literatura até outras relacionadas a modelos de celulares, carros, entre outros, revelam a disparidade existente entre os seres humanos.

No setor de veículos automotores, por exemplo, são vários os modelos que atendem aos interesses do público. Os tradicionais exemplares 1.0 contemplam realidades distintas ante pessoas com possibilidades de adquirir carros luxuosos. Mesmo nesses as opções são variadas, que depende da montadora, da motorização, do porte e de suas funcionalidades.

De acordo com John Krafcik, responsável pela montadora Hyundai nos Estados Unidos, a fabricante tem considerado três opções para prosseguir com suas atividades, entre as quais criar espaço exclusivo para clientes de luxo dentro da própria concessionária, comercializando os exemplares luxuosos de modo separado em relação a outros modelos, contando, portanto, com vendedores destinados especificamente a esse público.

Mesmo assim, antes de levar esse projeto adiante, sendo necessária a alteração de algumas estruturas na marca, Krafcik assegura que a Hyundai analisará, primeiramente, a comercialização dos modelos Genesis e Equus nos Estados Unidos, já apresentados ao público brasileiro na última edição do Salão do Automóvel de São Paulo.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Quatro Rodas


O ix35 foi apresentado oficialmente nesta terça-feira (03/08), em Florianópolis, para o mercado brasileiro. Em todo o mundo, o ix35 substituiu o Tucson, mas por aqui essa troca não acontecerá. O ix35 ficará entre o Tucson e o Santa Fé na linha da Hyundai, no Brasil.

Os preços variam entre R$ 88 mil e R$ 115 mil dependendo da configuração desejada. Pode-se escolher a mais básica, com motor 2.0, câmbio manual de cinco marchas, airbag duplo, freio ABS com EBD (distribuição eletrônica de frenagem) e tração dianteira.

Já na versão mais sofisticada o motorista terá a sua disposição, tração dianteira, teto panorâmico, airbags frontais, laterais e de cortina, controle de tração e de estabilidade, câmera de ré e assistente de aclives/declives.

A montadora coreana pretende produzir o veículo aqui no Brasil, na fábrica de Anápolis (GO), entre 2012 e 2013.

Foto: Cmanafu

Por VSZ





CONTINUE NAVEGANDO: