O Honda Civic Si 2019 é um carro muito luxuoso e com ótimo acabamento interno.

O Honda Civic Si 2019 é um carro completo e cheio de funções modernas. Essa marca já é bem conhecida pelo fabuloso design externo que é muito luxuoso e chamativo. O público-alvo desse modelo de carro são pessoas que gostam de andar em um carro seguro, moderno e com muita beleza externa. Vale lembrar que para adquirir esse modelo é preciso ter uma grana reservada, pois um carro com tantas qualidades tem o seu preço. Veja abaixo as diversas funções e detalhes do Honda Civic Si 2019.

Honda Civic Si 2019 tem painel interior muito moderno

O destaque fica para o painel interior desse carro, pois ele possui um painel muito moderno e com multimídia de 7 polegadas, com várias funções modernas e que ajudam a vida do motorista e entre essas funções está o botão vermelho que dá a partida do motor apenas com um clique. Essa função do Honda Civic Si 2019 é bem bacana.

Carro com muito conforto na parte interna

Se ainda existe dúvida sobre o conforto desse carro, ela vai acabar nesse momento. Pois na parte interna do Honda Civic Si 2019 o usuário vai encontrar vários detalhes como:

– Bancos esportivos com costura vermelha em dois tons

– Ar-condicionado dual zone

– Teto solar

Entre outras coisas.

Detalhes externos que não passam despercebidos

Já sabemos que o Honda Civic Si 2019 é muito bonito e com detalhes luxuosos. E para deixar isso um pouco mais evidente, vamos falar de mais alguns detalhes da parte externa desse carro. Ele possui lanternas na traseira que possuem formatos novos que deixam essa parte do carro ainda mais moderna. Além disso, esse carro tem uma aparência bem esportiva e conta com para-choques que tem spoilers integrados e entrada de ar grande, aerofólio traseiro, faróis de Full Led e para-choque com central único e formato bem achatado, e esses detalhes que fazem o detalhe externo desse carro ser impecável.

Carros com bons itens de séries

O Honda Civic Si 2019 possui muito itens de séries que são fundamentais para tornar esse carro mais completo. Eles também trazem mais segurança, conforto e modernidade para os usuários e, por isso, os consumidores estão cada vez mais exigentes em relação aos itens de séries dos carros.

– 6 Airbags

– Piloto automático

– Lanternas traseiras frontais

– Visor de 5 polegadas

– Alarme de segurança

– Rodas aro 17 de liga leve

– Câmera de marcha ré e multivisão

– Porta-malas grande

– Multiconectividade USB

– Alarme de segurança

– Painel com computador de bordo e velocímetro digital

E muitos outros.

Valor do Honda Civic Si 2019

O Honda Civic Si 2019 possui 5 versões que são indicadas para gostos e bolsos diferentes. A versão de entrada é o 2.0 SportMT que custa R$87.900,00 e a versão Top de linha é o 1.5 Turbo Touring que custa R$124.900,00. Todas as versões possuem modernidade, conforto e segurança, porém o que diferencia esses valores são alguns detalhes, e isso vai ficar a critério do consumidor.

Carro com 5 opções de cores

O Honda Civic Si 2019 possui 5 opções de cores incríveis que vão agradar a seus usuários. As cores disponíveis para esse modelo de carro são:

– Cinza Barium em tom perolado

– Branco Estelar

– Preto Cristal

– Branco Tafefá em tom sólido

– Prata Plantium na versão metálica

Informações sobre o motor de entrada

O Honda Civic Si tem motor de 1.5 turbo e com injeção direta que está disponível na versão de entrada. Ele faz 173 cavalos de potência máxima, que é uma potência muito boa.

Consumo médio da versão de entrada

O consumo médio do Honda Civic Si 2019 é bom.

Na estrada ele faz 14,6 km/l e na cidade ele faz 12,6 km/l abastecido com gasolina.

Por Cristiane dos Santos do Amaral

Honda Civic Si 2019

Honda Civic Si 2019


Informações completas sobre o modelo HR-V, da Honda.

O primeiro Honda HR-V desembarcou no mercado brasileiro ainda no primeiro semestre do ano de 2015, sendo comercializado como linha 2016, e no final do ano passado a marca anunciou o lançamento da linha 2017 do Honda HR-V.

Ficha técnica do novo Honda HR-V (linha 2017)

Confira abaixo a ficha técnica do modelo Honda HR-V em sua linha 2017:

O SUV possui um motor FlexOne de 1800 cc, com 16V SOHC i-VTEC, que gera uma potência de 140 cavalos com gasolina, e com etanol 139 cv para todas as suas configurações.

A transmissão do crossover é um câmbio manual com seis velocidades somente na configuração LX e, nas versões EXL, EX e LX o motor será acoplado a um câmbio automático do tipo CVT com sete velocidades.

Veja a tabela de dimensões do Honda HR-V:

Altura (em mm) – 1.586

Comprimento (em mm) – 4.294

Distância entre eixos (em mm) – 2.610

Largura (em mm) – 1.772

Capacidade do porta malas (em litros) – 431

Capacidade do tanque de gasolina (em litros) – 51

Consumo do Honda HR-V 2017

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) realizou a avaliação do consumo de combustível do referido modelo.

A versão testada foi a que possui uma transmissão automática com câmbio CVT.

Veja abaixo as informações de consumo do veículo, circulando tanto em perímetro urbano como também na estrada:

Na cidade – com gasolina: 10,5 Km/l – com etanol 7,1 Km/l.

Na estrada – com gasolina: 12,1 Km/l – com etanol 8,5 Km/l.

Preços do Honda HR-V 2017:

Confira abaixo a tabela dos valores atuais sugeridos para todas as versões do Honda HR-V em sua linha 2017:

  • Versão EXL 1.8 transmissão automática – R$ 99.200
  • Versão EX 1.8 transmissão automática – R$ 90.600
  • Versão LX 1.8 transmissão automática – R$ 84.900
  • Versão LX 1.8 transmissão manual – R$ 78.700

Todas as versões têm como opcional a pintura, podendo, o consumidor, fazer a escolha entre uma pintura perolizada ou então metálica, as quais possuem um custo de R$ 1.200 sobre o valor informado na lista acima.

Por Filipe Silva

Honda HR-V 2018


Com o novo modelo Honda quer superar as rivais “Audi e Mercedes”.

O novo Civic chega ao Brasil com status de astro. Em Los Angeles, nos EUA, onde a décima geração está sendo mostrada o ‘carrão’, é conhecido como ‘The Civic’ (O Civic) referindo-se ao fato dele ser classificado como o melhor civic dos últimos tempos, tendo superado todas as marcas famosas locais, em vendas.

Sua chegada ao mercado nacional está prevista para o segundo semestre e, quando o salão do automóvel começar, em novembro, já estará no mercado com a mesma proposta. A Honda espera que o sucesso seja repetido e fará tudo para arrancar o emplacamento das alemãs, Audi e Mercedes com seu novo carro.

Civic Premium

Em apenas quatro meses, o carro superou o Audi A3 Sedan, tornando-se campeão de vendas nos Estados Unidos. Conseguindo deixar para trás até os dois líderes em venda do país, Toyota Camry e Honda Accordi. O civic ainda é considerado no país ‘carro de moleque’, mas aos poucos vem mostrando que não é nada disso.

Um dos principais riscos que a marca pode enfrentar com as mudanças, pode ser opreço muito elevado. O Civic Sedan custa cerca de UR$ 18.640 nos EUA, R$ 65,2 mil no Brasil. Enquanto que a versão Touring testada pela UOL carros custa a partir de UR$ 26.550, cerca de R$ 92 mil), contudo esse valor poderá chegar a UR$ 30mil (Próximo de R$ 104 mil) caso ele venha com todos equipamentos opcionais.

Para quem já teve um modelo no passado continua na mira do novo civic ,que tem a missão de manter esses cliente fieis. Segundo a UOL carros esse modelo no Brasil não sairá por menos de R$ 110 mil, mas quem é fã paga o preço.

De cara nova

O Civic Touring está completamente repaginado, mostrando na sua frente uma leve aparência com o novo Accordi principalmente nos faróis full-Led que se encontram através de uma grande barra cromada, em toda a grade da frente.

A modernidade do Civic se exibe em 4,63 m de comprimento por 1,80 m de largura. Mostrando-se mais largo e espaço que o atual, apesar de mais baixo. A Honda conseguiu arrumar os bancos deixando um espaço considerável para acomodar as pernas.

O motor de 1,5 turbo e o câmbio CVT dão ao motorista enorme prazer em dirigir o novo Civic, a capacidade é de 530 litros.

Por Ruth Galvão


Novo veículo tem autonomia para 750 km e está sendo vendido no Japão por US$ 67 mil.

A fim de atrair novos clientes e ao mesmo tempo mantendo a preocupação com as questões ambientais, a indústria automobilística sempre busca novas alternativas de combustíveis para inserir nos mais diversos modelos de veículo no mundo. A grande e renomada fabricante de veículos automotores Honda deu mais um grande e importante passo no quesito inovação, haja vista que a marca fez o anúncio oficial a respeito do início da comercialização, no Japão, do seu sedã propulsionado por hidrogênio. Este veículo foi batizado com o nome de Clarity Fuel Cell.

O propulsor do Clarity Fuel terá uma potência de 130 kW, valor este que convertido representaria aproximadamente 176 cavalos. A energia deste veículo é gerada por meio da transformação do hidrogênio em eletricidade. De acordo com os dados estatísticos divulgados pela fabricante, o tanque de hidrogênio de alta pressão do Clarity Fuel tem a capacidade de proporcionar ao veículo uma autonomia de incríveis 750 quilômetros. Contudo, o destaque dessa nova aposta da Honda não fica só por conta da excelente autonomia (a qual supera o modelo anterior em 30%), pois o modelo possui ainda um pacote tecnológico bastante recheado com a presença de vários sistemas de segurança, tais como o de alerta de colisão frontal, o de reconhecimento de sinalização e placa de trânsito, o auxiliar para transposição de faixas e o de frenagem automática de emergência.

A parte dianteira deste veículo chama muito a atenção, pois os faróis são compostos por um conjunto de nove projetores de LED cada.

E falando em inovação, o sistema chamado Power Exporter 9000 tem a capacidade de funcionar como um gerador elétrico externo, o qual conforme a necessidade do proprietário pode até mesmo ser acoplado no veículo e fazer a conversão da energia elétrica do carro em corrente elétrica do tipo convencional, o mais interessante é o fato de que esta corrente gerada tem capacidade de manter uma residência de médio porte por um prazo de até seis dias. Para quem ficou animado, este sistema tem o valor de aquisição de US$ 10 mil, ou seja, cerca de R$ 36 mil.

Apesar de estar sendo lançado no mercado japonês, o veículo poderá ser comercializado, segundo as estimativas da Honda, nas concessionárias dos Estados Unidos, bem como na Europa ainda neste ano de 2016. Neste primeiro momento, o veículo está sendo comercializado no Japão e somente para órgãos e empresas estatais pelo preço de US$ 67.800, ou seja, aproximadamente R$ 245 mil.

Por Adriano Oliveira


A Honda apresentou no Salão de Genebra o novo Civic Cupê, que tem um design diferenciado, com visual harmônico e linhas esportivas. A previsão é que a versão sedã chegue ao Brasil ainda em 2016, mas o cupê somente ano que vem na versão esportiva Si. A dianteira não recebeu muitas modificações e ainda possui os faróis afilados, que podem ser full led, ligados por uma barra cromada. A principal característica do novo Honda Civic Cupê é o design esportivo.

Além disso, as lanternas são integradas por uma barra vermelha e o para-choque também ganhou detalhes esportivos com a simulação de saídas e difusor de ar. A versão de entrada LX e LX-P serão equipadas com motor 2.0 i-VTEC de 160 cv de potência e 19,1 mKgf de torque. Em relação à versão esportiva Si, ela ainda vai ser apresentada de forma oficial. Há rumores que indicam que a versão terá um motor turbo 2.0 com potência acima de 206 cv.

Outra novidade é que a marca apresentou o teaser do Civic Hatch, que será apresentado em Genebra. O carro deve chegar ao mercado europeu em 2017. A principal notícia apresentada pela Honda é que um conceito vai antecipar as linhas da nova geração do Civic Hatch.

Porém, a marca ainda não apresentou muitos detalhes ou informações sobre o novo Civic, somente que ele será produzido na fábrica no Reino Unido, e exportado para outros lugares como, por exemplo, os Estados Unidos. O Civic tem sido considerado destaque nos últimos salões. Por exemplo, em janeiro a nova geração do sedã ganhou o prêmio de carro do ano, no salão Detroit.

Além do teaser, há outras novidades para serem apresentadas no Salão Genebra como, por exemplo, o Clarity, que é um veículo movido a hidrogênio, sendo o primeiro carro elétrico. A versão final dele já foi apresentada no Salão de Tóquio, em novembro de 2015. Além disso, tem o Fit, que na Europa é conhecido como Jazz, e  vai ter uma versão conceitual, em que poderá ser demonstrado novas possibilidades de personalização. Em relação às motos, uma das principais notícias da Honda é a nova CRF 1000L Africa Twin. 


Carro ganhou um design mais esportivo e será lançado em janeiro de 2016.

O novo Honda Accord foi apresentado oficialmente nesta última quinta-feira, dia 17 de dezembro de 2015. O veículo passou por uma reestilização e chegará às concessionárias da marca para comercialização a partir do mês de janeiro. O sedã de luxo, dessa vez ficou com um design muito mais esportivo e será vendido em uma única versão, a qual será equipada com o propulsor 3.5 V6 que é capaz de produzir uma potência de 280 cavalos.

Apesar de o preço ainda não ter sido revelado, o sedã realmente irá chamar a atenção de muitas pessoas, haja vista que nessa nova geração ele possui até internet a bordo.

O principal destaque deste sedã de luxo ficou por conta do seu visual, que ficou bastante elegante após a inserção de uma nova frente que é composta pelos novos capô, vincos mais acentuados no para-choque, conjunto óptico inédito com a presença de faróis e luzes de neblina totalmente em LED, além da nova grade cromada. Também foram colocadas novas rodas de face diamantadas e a parte interna foi pintada de preto, rodas estas que têm tamanho de 18 polegadas. Na parte de trás também ocorreram algumas mudanças, tais como as lanternas, que passaram a contar om iluminação em LED, um aerofólio também foi inserido na tampa do porta-malas, bem como o novo desenho do para-choque.

Já na parte interna, as novidades são inúmeras e com certeza irão agradar muito aos consumidores, pois foram colocadas novas pedaleiras esportivas confeccionadas em alumínio com iluminação, detalhes que imitam madeira e acabamento com revestimento na cor preta. No quesito tecnologia o carro também não deixa e nem poderia deixar a desejar, tendo em vista que vem cheio de mimos e funcionalidades para facilitar a vida dos usuários e também proporcionar maior conforto.

Com relação à motorização, a Honda preferiu manter o propulsor i-VTEC 3.5 V6 de 24 válvulas, que é capaz de gerar uma potência de 280 cavalos, juntamente com o câmbio automático de seis velocidades, porém, agora com a presença de aletas atrás do volante para realização de mudanças das marchas.

Essa grande novidade da Honda para o ano de 2016 será ofertada com três anos de garantia e sem limite de quilometragem.

Por Adriano Oliveira


Veículo da Honda ganhou cinco estrelas nos testes realizados pela Latin NCAP.

O Latin NCAP, programa que avalia a segurança de veículos na América Latina e no Caribe, aponta que o Honda HR-V é o carro com maior nota em segurança produzido no mercado brasileiro. Ele teve a maior pontuação e se iguala ao Jeep Renegade.

O SUV da Honda obteve cinco estrelas para proteção a adultos e crianças. A nota para a segurança de ocupantes dos bancos da frente foi 16,70 do total de 17. O seu grande concorrente, o Jeep Renegade, obteve 16,12.

O Latin NCAP apontou que o HR-V deixa o passageiro em boa segurança em um impacto frontal com uma velocidade de 64 km/h. O motorista teria uma maior fragilidade nesse acidente na região do peitoral. No teste feito para as crianças, o modelo da Honda teve a pontuação de 43,30 do total de 49. Ele ficou atrás do Renegade, o qual teve pontuação de 43,54. Quando aconteceu a simulação, os cintos do HR-V conseguiu evitar que ocorresse uma movimentação excessiva das crianças na faixa etária dos três anos e de bebês de até 18 meses.

O Honda HR-V teve o seu lançamento em março do ano de 2015 e é o líder de vendas do mercado. São 38.631 unidades que foram comercializadas até o mês de outubro. Em uma soma das pontuações, o modelo da Honda teve o total de 60 pontos. O Jeep Renegade teve 59,66.

Segurança do Ford Ka Sedã:

O Latin NCAP também fez testes com o modelo da Ford. O modelo sedã Ka+ não contou com um resultado negativo. O veículo da nova geração do compacto obteve quatro estrelas para a segurança com adultos e três para as crianças. Os pontos foram perdidos devido a não possibilidade de desativar o aribag do passageiro para a instalação da cadeirinha, a falta do cinto de três pontos para a posição central do assento traseiro, entre outros.

Acesse mais detalhes no site do Latin NCAP: www.latinncap.com.


Novo modelo mescla carro e moto em somente um veículo. Ele será apresentado no Salão de Frankfurt.

Conforme é de conhecimento geral, a renomada fabricante de veículos automotores Honda cresceu bastante e no mundo contemporâneo é uma referência global tanto na produção de automóveis quanto na produção de motocicletas.

E foi pensando neste contexto que os engenheiros da empresa tiveram a ideia de mesclar os dois tipos de veículos produzidos pela empresa em somente um, junção esta que deu origem ao protótipo 2&4 concept, que será apresentado oficialmente ao público no Salão de Frankfurt durante esta semana.

Quem olhar este veículo pela primeira vez, de imediato vai conseguir distinguir essa característica mista dele, que apesar de possuir quatro rodas, não há cabine. A ideia inspiradora da criação deste veículo foi originada a partir RA272, veículo que foi utilizado pela Honda no decorrer da temporada do ano de 1965 da Fórmula 1.

O que chama bastante atenção neste carro é a sua dimensão, haja vista que o seu cumprimento de apenas 3,04 metros é mais semelhante ao de uma motocicleta do que de um carro.

E por falar em motocicleta, vale a pena ressaltar que o bloco que foi utilizado no 2&4 concept é derivado da RC213V, motocicleta utilizada pela Honda nas competições, tais como a MotoGP.

O propulsor deste veículo é 1.0 V4, o qual tem a capacidade de ofertar uma potência máxima de 215 cavalos e um torque de 12 mkgf, motor este que foi instalado na parte central do modelo. O sistema de transmissão tem a presença de duas embreagens e seis velocidades. Convém ressaltar também que este motor tem a capacidade para chegar ao limite de 14 mil rotações por minuto.

O espaço que foi destinado ao piloto/motorista foi o menor possível, a título de exemplo, como nos veículos convencionais há a presença de painel de instrumentos ou para-brisa, neste carro somente tem um vidro pequeno logo acima do volante, local onde são projetadas as informações em tempo real.

O fator que mais aguçou a curiosidade de todos foi o peso deste protótipo que é de apenas 405 Kg.

Por Adriano Oliveira

Honda 2&4 concept

Honda 2&4 concept

Fotos: Divulgação


Novo SUV será lançado em 2016 na Indonésia e tem um ar de ousadia. O diferencial do modelo é sua capacidade de transportar até 7 ocupantes.

A modelo do HR-V ainda lidera as vendas do segmento de SUVs no Brasil, mas a Honda já se adiantou e apresentou na última quinta-feira (dia 20) uma novidade para o segmento.

O novo modelo, denominado de BR-V foi apresentado ao público ainda como protótipo. O modelo foi revelado na Indonésia onde as vendas do novo modelo começam já no começo do próximo ano.

A empresa revelou que o motor utilizado será o 1.5i-VETEC, que tem 120 cavalos de potência, combinado a um câmbio manual de 6 marchas. Há também a opção do câmbio automático.

Uma das características que o novo modelo traz para se diferenciar do seu antecessor HR-V é a possibilidade de transportar até 7 ocupantes. O modelo possui também possui freios ABS, frenagem com distribuição eletrônica, assistência de estabilidade e também de rampas.

Embora alguns fãs da marca no Brasil estejam empolgados com a sigla BR-V, imaginando que poderia ser uma homenagem ao País, a Honda deixa bem claro que a sigla não tem nada a ver com o Brasil, mas seria uma derivação do nome de Bold Runabolt Vehicle (em tradução seria algo do tipo: “veículo de carroceria ousada”). Nome bem sugestivo para o modelo, já que seu design realmente tem um ar de ousadia.

A princípio, a Honda não divulgou quais os mercados que deseja explorar com o novo modelo, mas deixou bem claro que o lançamento não se restringirá à Indonésia, local onde começará as produções do modelo.

Embora o modelo não seja exclusivo da Indonésia, a Honda afirma que este foi desenvolvido para o mercado asiático, portanto não há grandes expectativas do modelo ser lançado no Brasil, o que deixa os fãs brasileiros da marca decepcionados.  Por enquanto, por aqui, o modelo mais barato de sete lugares que pode ser encontrado continua sendo o Chevrolet Spin LTZ, que é comercializado a R$ 65.750. 

Por Patrícia Generoso

Honda BR-V

Honda BR-V

Fotos: Divulgação


Montadora aposta em novo modelo esportivo com 7 lugares e sistema de tração integral.

Um SUV esportivo com sete lugares. É nisso que apostam os engenheiros da montadora Honda. A montadora está se preparando para promover mudanças importantes em seu próximo modelo, previsto para ser lançado no mercado no ano de 2017.

A ideia da montadora é distanciar o novo modelo do seu último lançamento o HR-V, lançado este ano no continente europeu. Para que isso aconteça, o próximo modelo terá aumento em suas dimensões, o que o aproximará de modelos como o Volvo XC60 e a Land Rover Discovery Sport, por exemplo.

Além dos sete lugares, que seriam item de série, o novo modelo adotaria também um sistema de tração integral, como os outros modelos semelhantes.

O CR-V será a quinta geração do SUV esportivo japonês e está previsto para ser lançado daqui a dois anos. Com o aumento das dimensões, o modelo passa a ser considerado um produto mais luxuoso e atraente segundo alguns críticos. No seu interior, o CR-V traz o mesmo design do HR-V, com algumas inovações tecnológicas. A tecnologia do modelo fica garantida pela inclusão de um novo sistema de infotainment que apresenta uma tela sensível ao toque do motorista. Os motores também manterão o padrão lançado pelo HR-V. 

Chegará ao fim a escolha entre o esportivo e o funcional, entre família e aventura. Quem tem a família grande ou mesmo muitos amigos poderá desfrutar da funcionalidade de mais lugares no carro, aliada com o design e motor imponentes de um bom esportivo, o que pode lhe proporcionar bons momentos em viagens mais longas e em terrenos mais acidentados. Embora a maioria das pessoas não utilize esses trajetos com muita frequência, o modelo proporciona enorme versatilidade para o motorista. 

Embora o modelo apresente versatilidade e funcionalidade, algumas pessoas acreditam que o modelo deixa a desejar na aparência.

E você, o que acha? É importante aliar um bom design com a funcionalidade? Qual dos dois aspectos pesa mais na hora da escolha por um bom carro?

Por Patrícia Generoso

Honda CR-V

Honda CR-V

Fotos: Divulgação


A Honda apresentou recentemente as fotos pioneiras oficiais do interior do HR-V nacional, SUV que será colocado, ao considerar o porte e valor, sendo inferior ao CR-V. O modelo será disponibilizado em março, com fabricação em Sumaré (SP).

Nas imagens, existe a possibilidade de verificar componentes como ar-condicionado digital, central multimídia e volante multifuncional. O modelo é quase idêntico ao mostrado no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, há algumas semanas.

Existem componentes mais aprimorados, onde pode-se citar o freio de mão com acionamento, por botão, da forma como a empresa tinha previsto no Salão de São Paulo. No console central, na parte inferior da alavanca de transmissão, existe um componente que, além de porta-objetos, tem duas entradas USB, uma HDMI e uma tomada 12V.

Na parte esquerda, ao lado do volante, existe um botão que permite desabilitar o controle eletrônico de estabilidade. Sérgio Bessa, diretor comercial da Honda, informou no Salão que a versão de elite possuiria o componente de segurança. O fato mostra que as imagens apresentadas pela empresa recentemente poderão ser da alternativa mais completa, EXL.

Na parte direita do volante, está presente o botão verde Econ, que emite um modo de direção que dá preferência a economia de combustível. Sobre o HR-V mostrado nos EUA, existe a ausência da partida por botão, componente que a Honda do Brasil informou que não terá no modelo nacional.

Tendo em vista rivais como o Ford EcoSport e o Chevrolet Tracker, o modelo de entrada do SUV poderá ter o valor inferior a R$ 80 mil, e permanecerá com o comum para denominações de versões de Fit e City, iniciando com a DX, mais comum, seguida de LX, EX e sendo a EXL como mais completa. O HR-V possuirá o motor 1.8 flex de 140 cv já existente no Civic, entretanto interligado com o câmbio CVT do Fit. Para o monovolume, também existirá o sistema de rebatimento dos bancos, ULT.

Por Felipe Couto de Oliveira

Honda HR-V

Honda HR-V

Honda HR-V

Honda HR-V

Fotos: Divulgação


Sempre que um novo ano se inicia, os apaixonados por carros ficam ansiosos esperando ver o que o mercado automobilístico reserva. Entre as grandes montadoras de carros que sempre ficam no foco dos curiosos esta a Honda que busca surpreender cada vez mais.

Recentemente o novo modelo do Honda Fit foi visto passeando pela Rodovia Anhanguera, bem próximo à Sumaré onde atualmente está instalada a montadora da marca. Na versão vista nas ruas, foram ocultadas unicamente a traseira e dianteira do automóvel, e a placa verde usada nos veículos em teste estava em evidencia nas fotos divulgadas na internet.

O Novo Honda Fit tem data de chegada ao mercado de vendas para o primeiro semestre de 2014 sendo sua importação feita do Japão, a empresa estima-se que a partir do próximo ano o modelo já seja fabricado no Brasil, na unidade  de Itirapira que tem previsão para finalização até o fim deste ano, será em Itabira também que ocorrerá a fabricação do novo SUV da Honda que receberá o nome de Vezel.

A empresa ainda mantém em sigilo informações técnica sobre o automóvel , embora alguns rumores apontem que o Novo Fit será fabricado com uma caixa de transmissão  nova, um câmbio CVT de sete marchas.  Além disso as expectativas para a chegada do novo modelo vem em paralelo com os modelos atuais que veem chegando ao mercado, ou seja, com acabamento de nível superior , a exemplo, dos visores expostos em tela sensível ao toque e opções de conectividade para o automóvel.

Pelo visto o modelo já ganhou a curiosidade geral do púbico que agora se mostra mais interessados em ver este novo modelo nas concessionárias, valores definitivos de comercialização ainda não foram apresentados pela empresa, embora estima-se que os preços não fujam significativamente das estratégias atuais do mercado de carros.

Vamos , agora ver o que o novo FIT nos trará.


Os apaixonados por carro vão amar a mais nova sensação que está chegando ao mercado, ou seja, o novo Honda Civic 2014.

O novo modelo da Honda está chegando para abalar a concorrência, sendo um veículo que possui um design muito atrativo, sendo cotado para ser o mais novo sedã favorito dos brasileiros.

Saiba que o Honda Civic 2014 possui um motor com tecnologia Flex One, que faz com que ele dispense o uso do tanque de partida a frio e até mesmo o uso do câmbio manual de seis velocidades. Isso faz com que o carro seja mais econômico e também mais veloz.

Existem as seguintes opções de motor: LXS 1.8 16V i-VTEC Flex, LXS 1.8 16V i-VTEC Flex Automático, LXS 2.0 i-VTEC Flex Automático e EXR 2.0 i-VTEC Flex Automático. O motor 2.0 produz 155 cv de potência e conta com 19,5 mkgf de torque. Já o propulsor 1.8 gera 140 cv de potência e 17,7 mkgf de torque.

O veículo possui ainda itens de última geração.

Caso você tenha interesse em comprar esse veículo veja abaixo os valores de cada versão:

  • New Civic LXS 1.8 16V i-VTEC Flex 2014: R$ 66.690,00.
  • New Civic LXS 1.8 16V i-VTEC Flex Automático 2014: R$ 69.900,00.
  • New Civic LXR 2.0 i-VTEC Flex Automático 2014: R$ 74.290,00.
  • New Civic EXR 2.0 i-VTEC Flex Automático 2014: R$ 83.890,00.

Por Josiane Fernandes de Jesus


Com o objetivo de aumentar a sua família de automóveis flex, a marca Honda está apostando suas fichas no lançamento de um modelo bastante promissor. Estamos falando do novo Honda CR-V Flex, que deve chegar ao Brasil no próximo mês.

O crossover da Honda contará com propulsor bicombustível 2.0, modelo similar ao do Civic 2.0. De acordo com a montadora, a potência atingida pelo carro será de 155 cavalos.

Além dos atributos citados acima, o carro apresenta outras características que se destacam, sendo elas: sistema Flex One, reservatório de combustível mais amplo, linhas joviais e arrojadas, leveza, excelente acabamento, boa estabilidade e dirigibilidade, matérias primas de qualidade, tecnologia de ponta e excelente desempenho.

Os preços de venda no Brasil ainda não foram divulgados, mas em outros países, a versão LX com transmissão manual custa R$ 86.915, enquanto o modelo EX-L com câmbio automático e tração integral custa R$ 102.160.

A finalidade da Honda é vender aproximadamente 700 unidades do lançamento no Brasil. O veículo será fabricado no México e importado sem impostos, o que provavelmente refletirá no preço de comercialização do novo CR-V Flex.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Recentemente, a Honda deu o “start” na produção do seu novo CR-V no Reino Unido, em sua fábrica de Swindon. A estreia desse novo carro acontecerá no Salão de Paris, previsto para iniciar em 29 de setembro.

O início da produção deste novo veículo na fábrica de Swindon é a segunda etapa do novo plano de investimento da marca na fábrica em questão, sendo que a primeira foi a produção do novo Civic. A próxima etapa é começar a produção dos motores 1.6 movidos a gasolina. O investimento total feito nessa unidade localizada no Reino Unido foi de 300 milhões de euros.

A ideia da Honda é de atingir o patamar de produção de 183 mil unidades dos seus carros neste ano na unidade de Swindon, duplicando a produção se comparada ao ano de 2011. Para 2015, a meta é chegar a 250 mil unidades produzidas por ano.

De acordo com Dave Hodgetts, diretor da marca japonesa no Reino Unido, esse investimento e essas metas mostram o quanto a Honda se preocupa com o mercado europeu, mais especificamente com o Reino Unido.

O motor do novo CR-V é um SOHC i-VTEC 2.0 movido a gasolina, com torque máximo de 19.4 kgf.m em 4300 RPM e potência máxima de 155 cv em 6500 RPM.

A suspensão dianteira do automóvel é independente, sendo do tipo McPherson, e a traseira (também independente) é do tipo Multi-link. Além disso, o CR-V possui airbags na parte da frente (tanto para o motorista como para o passageiro), freios ABS a disco nas quatro rodas, sistema Immobilizer e travas elétricas comandadas pelo motorista e pelo passageiro.

Por Guilherme Marcon


Cada vez mais, empresas automobilísticas procuram inovar no design e potência de seus carros, mas mantendo o padrão dos carros grandes. 

Apostando no carro compacto e na utilidade da tecnologia a favor das necessidades humanas, a Honda lançou esta semana, no Tokio Motor Show, o carro Micro Commuter, que possui um design incrivelmente sofisticado e futurista. É um carro de passeio, elétrico e leva até três pessoas, mantendo a promessa do “motor potente” da Honda.

Sua estrutura interna nos lembra os videogames antigos, e no lugar do volante temos um manche (aqueles controles de videogames antigos). Essa belezinha é controlada por um smartphone e a proposta é que além de controlar, também possa fornecer dados para o dono, como nível de bateria, distância que o carro se encontra e pode até mesmo abrir as portas do carro, mesmo que o dono não esteja perto. Seu motor tem potência de 16.7 kW e a velocidade máxima chegaria a 60 km/h. A bateria pode ser carregada e utilizada separadamente em eletrônicos pessoais.

Além de tudo isso, o carro possui painéis na frente e nas laterais, que permitem que você mude e customize a aparência do seu Commuter.

Esse pode ser o primeiro de muitos carros que serão desenvolvidos e lançados futuramente, juntando o design inovador e futurista com a tecnologia de ponta, fazendo com que os carros acompanhem essa atualização tecnológica que acontece rapidamente nos nossos dias atuais.

Por Suzane Araújo

Fonte: Designboom


A Honda lançou a linha 2012 do New Fit, que chega praticamente sem nenhuma novidade. Até mesmo os preços da linha atual foram mantidos. A exceção foi a retirada da versão EXL com câmbio manual, assim como a montadora japonesa havia feito com o City 2012.

O New Fit 2012 está disponível nas versões DX, LX, e LXL, que trazem o motor i-VTEC Flex de 1.4 litro, que rende 101 cv de potência e torque de 13 kgfm, além das versões EX e EXL, equipadas com o propulsor flex 1.5, que entrega 116 cv de potência e 14,8 kgfm de torque, desempenhos obtidos quando utilizado o etanol. A transmissão pode ser manual ou automática, ambas de 5 velocidades, exceto para a EXL, oferecida apenas na opção automática.

O monovolume vem de série com ar condicionado, que é automático nas linhas EX e EXL, rodas de liga leve e vidros elétricos (a partir da LX), entre outros itens.

Os preços da linha 2012 partem de R$ 51.805 e podem chegar até R$ 71.720.

Fonte: Honda

Por André Gonçalves


A versão 2012 do CR-V, utilitário esportivo da Honda, começa a ter seus detalhes visuais revelados. A primeira foto do modelo acabou vazando em alguns sites, e mostrou que a montadora japonesa está preparando grandes mudanças para o novo CR-V, caso a imagem mostrada seja realmente a da versão que será produzida, uma vez que está sendo apresentada como conceito.

Logo de cara nota-se um visual bem mais ousado e robusto que a atual geração do CR-V, com destaque para a nova grade frontal, com três barras horizontais, acompanhada pelos faróis com máscara negra e as lanternas com formas arredondadas, além de um novo para-choque com design esportivo. Outras novidades são a área envidraçada, que parece ter ficado maior, e a lateral, com vincos e rodas renovados. Já a traseira não foi revelada.

A Honda ainda não liberou nenhuma informação oficial sobre o modelo. Nem mesmo a sua data de lançamento é conhecida. Especula-se que ele poderá ser apresentado no Salão de Frankfurt (em setembro) ou no Salão de Los Angeles (em novembro).

A geração atual do CR-V é vendida no Brasil pelo preço inicial de R$ 85.700. A atualização é esperada por aqui no primeiro semestre de 2012.

Fonte: Inside Line

Por André Gonçalves


Terremoto, tsunami e desastre nuclear. A tragédia tripla no Japão não poderia ter mesmo poucos efeitos na produção industrial daquele país. Tanto que o dano causado às fábricas na região de Sendai, aliado ao racionamento de energia devido ao desligamento de importantes centrais nucleares, como Fukushima-Daiichi e Onagawa, está trazendo transtornos para fabricantes de carros do país, como a Honda e a Toyota, com impacto sobre essas empresas no mundo inteiro, inclusive no Brasil e na Argentina.

Nesta segunda, 25 de abril, não houve produção de carros Toyota em Indaiatuba/SP, ou seja, cerca de 300 veículos deixaram de ser fabricados. A montadora também planeja reduzir a produção pela metade nos dias 13, 20 e 27 de maio em Zárate, na Argentina. Já na Honda, a produção será interrompida de 23 de maio a 3 de junho. Segundo informações divulgadas pelas montadoras à imprensa, não haverá demissões: a paralização visa apenas à normalização dos estoques de peças.

Os fornecedores dessas duas montadoras, notadamente aqueles da região de Sendai, não estão entregando adequadamente as peças. No Japão, a produção da Toyota chegou a cair a 1/3 do normal e ainda agora se encontra em cerca de 50% do que era antes do terremoto. Os números da Honda também não são muito diferentes.

Fora do Japão, segundo o Business Times de Singapura, a produção da Toyota está ainda menor, em apenas 40%. A expectativa da montadora é que a produção se normalize no fim do ano no Japão, e em agosto ao redor do mundo.

Por CG


Pensando no mercado de veículos compactos, a montadora de veículos japonesa Honda apresentou nesta quinta-feira (17) o veículo Brio, que será lançado mundialmente.

A apresentação do carro foi realizada na fábrica da Honda na Tailândia, local onde no ano passado, a montadora exibiu o protótipo final do modelo. No Brasil, o veículo será fabricado em Sumaré – SP.

O Brio será equipado com motor 1.2 i-VTEC com 90 cv de potência, conforme divulgado pela empresa, terá uma autonomia de 14 km/l rodando na cidade. Em dimensões, o veículo confirma seu status de compacto com 3,61m de comprimento, 1,48 m de largura e 1,68 m de altura.

O preço final do veículo ainda não foi confirmado pela Honda, mas especula-se que o Brio deverá custar aqui no Brasil valores acima de R$ 30 mil.

Por Henrique Pereira


A Honda acabou de lançar um modelo especial do seu imponente sedã. A novidade diz respeito à edição especial do novo Honda Civic, chamado Civic Special Edition (SE). Essa é uma versão melhorada do Civic LXL de 2010 e conta com mais equipamentos de série que conferem maior luxo e conforto ao carro.

Entre os itens desse modelo especial, o condutor vai poder contar com mais segurança, devido aos faróis de neblina, adequado para quando se dirige em condições adversas, sensor de estacionamento sonoro, que auxilia quando tem alguma barreira, além de marcador de temperatura externa, ar-condicionado digital e automático.

O visual do automóvel também foi modificado, conferindo a ele uma aparência mais moderna. Internamente, o Civic SE possui volante em couro e em detalhes prateados, amplo espaço interno com diversos porta-objetos, apoio para descansar o braço e bancos revestidos em couro. O motor é 1.8 16V SOHC i-VTEC Flex, que produz 140 Cv a 6.200 rpm com álcool, e 138 Cv a 6.200 rpm, utilizando gasolina.

Mais informações sobre o novo modelo podem ser conferidas no site da Honda.

Por Andrea Gomes


Uma das montadoras que tem feito certo sucesso no Brasil, a Honda disponibiliza aos brasileiros alguns bons exemplares, desde o Accord e City até o CR-V. Contudo, os consumidores tupiniquins terão a seu dispor menos opções de compra.

Informações veiculadas pelo Car Magazine UOL revelaram que a versão esportiva SI do Honda Civic – 2.0 litros 16V, com 192 cavalos de potência – atualmente confeccionada em São Paulo, na planta situada em Sumaré, não será mais produzida no país.

A fonte desta informação, porém, não fora revelada pelo veículo de comunicação base deste artigo. Mesmo assim, está próximo de chegar ao Brasil, mais especificamente em 2012, um novo exemplar do Civic nas versões EXS, LXL e LXS. O motor será o mesmo da atual geração, ou, em outras palavras, 1.8 litro flex de 16V.

Por Luiz Felipe T. Erdei


O novo Honda Civic SI está mais poderoso. Esse novo modelo apresenta um motor com 192 cavalos, liga de alumínio com 4 cilindros em linha e é um i-VTEC DOHC 16v. Suspensão nas 4 rodas, tração dianteira e freio com discos nas 4 rodas. Seus pneus são 215/45 R17 91V.

O tanque comporta 50 litros de gasolina. Para seu conforto, ele tem ar-condicionado, bancos esportivos, desembaraçador de vidro dianteiro com timer, pedaleiras esportivas, piloto automático, além de airbag duplo frontal e laterais, cintos de segurança e sistema VSA.

É um carro muito bonito no design e promete, como todo Civic da Honda. O preço gira em torno de 100 mil reais.

Por Victor Palandi


Um carro de proposta claramente esportiva com conceito de mobilidade ecologicamente sustentável, aliando agressividade esportiva, linhas arrojadas, desenho moderno e aerodinâmico com propulsão híbrida para gerar menos poluentes e ser mais econômico, este é o Honda CR-Z. Nesta trilha, visando o futuro, a Honda acelerou com o CR-Z. Mas enquanto no Japão o modelo foi eleito o carro do ano, nos Estados Unidos, onde a montadora esperava vender 15 mil unidades em um ano, em cinco meses vendeu apenas 4 mil. E isto já fez a Honda pensar em alterações no modelo, conforme matéria do site Carsale UOL.

Inicialmente fabricado com motorização híbrida composta de motor a gasolina, quatro cilindros de 1.5 Litros e um motor elétrico que produz o equivalente a 14CV, a Honda, de acordo com a matéria citada e informações da revista Autocar, já produz uma versão com motorização a gasolina para tentar alavancar as vendas do CR-Z nos Estados Unidos. Seriam duas versões: uma padrão com 160 Cv de potência e outra mais potente com capacidade de produção de 200CV.

Além dos Estados Unidos, onde a agência de Proteção Ambiental diz que o CR-Z hibrido com câmbio manual é capaz de rodar na cidade 13 quilômetros com um litro de gasolina e na estrada sua média é de 15,6 Km/l, o modelo é vendido no Japão, Europa e África do Sul.

Por Mauro Câmara


Tendência atual da indústria automobilística, os carros híbridos e também elétricos vêm ganhando destaque cada vez maior no mercado. Cada vez mais montadoras importantes se interessam por desenvolver projetos e lançar modelos com estas configurações, que são menos poluentes e mais econômicos. E uma das grandes que já comercializa modelos híbridos é a Honda que vende os modelos Insight e CR-Z no exterior. E de acordo com matéria do site IG Carros, deverá vender dois modelos híbridos no mercado brasileiro até o final de 2011.

Os carros híbridos são modelos que combinam propulsores a gasolina e elétricos, o que reduz a emissão de gás carbônico e aumenta a economia do veículo. De acordo com a apuração da matéria citada acima, a montadora japonesa está planejando lançar duas versões hibridas de modelos convencionais no Brasil. O sedã médio Civic e o monovolume Fit. O Honda Fit hibrido inclusive já está sendo vendido no Japão e é um carro de desenho ágil, linhas modernas, boa aerodinâmica e perfeitamente adaptado para ao trânsito intenso das grandes cidades.

Ainda segundo a matéria citada, os preços dos modelos híbridos do sedã Civic e do Fit no mercado brasileiro deverão ficar um pouco mais "salgados" em relação aos modelos de propulsão convencional. Algo entre 35% e 45% a mais do que os preços praticados para os convencionais.

De qualquer forma o custo-benefício parece interessante quando se avalia que são modelos menos poluentes e que podem gerar uma boa economia no quesito abastecimento.

Por Mauro Câmara


A montadora Honda promete voltar a competir no segmento de carros esportivos até o ano de 2014. O carro que iniciaria esta tendência da Honda seria o retorno do S2000, que deixou de ser produzido em meados de 2009.

De acordo com a revista Autocar (da inglaterra), há interesse em desenvolver um híbrido mais esportivo que o CR-Z (carro mais esportivo da Honda do momento).

A princípio ele deve ser produzido baseado em uma plataforma modificada no Fit.





CONTINUE NAVEGANDO: