Primeiros testes devem ser realizados em breve com o modelo Fusion Hybrid autônomo.

No último dia 28 de dezembro de 2015, o jornal The Wall Street publicou que a Ford Motor Company está trabalhando num convênio com a gigante Google, da Alphabet Inc., para a produção de carros autônomos que fariam uso dos avanços tecnológicos grande companhia da Califórnia. A finalidade deste acordo seria ajudar a montadora, que durante a gestão do diretor-presidente Mark Fields, vem aumentado o foco em tecnologias avançadas para automóveis, para que assim, esta também possa lançar carros autodirigiveis no mercado. Entretanto, a parceria não aconteceria exclusivamente com a Ford, pois a empresa de TI continuaria a dialogar com outras fabricantes.

Carros que não necessitam de um motorista, com toda certeza, deverá ser uma realidade em um futuro próximo e a Google tem buscado obter vantagem neste segmento. Eles irão necessitar de um parceiro para que essa tecnologia possa ser produzida e segundo algumas fontes, a Ford está tomando a frente na construção deste modelo.

No momento ainda não se possui muitas informações sobre o fato, porém, o principal objetivo é o estabelecimento de uma parceria de produção, feita com um contrato de longo prazo. Caso as duas partes venham a fechar um acordo, o mesmo deverá ser anunciado em breve, logo no começo deste ano de 2016. Embora a empresa do Vale do Silício tenha se recusado a falar sobre este acordo, um porta-voz acabou admitindo que a companhia está negociando com fabricantes.

Este boato surgiu depois de alguns dias de um anúncio feito pela Ford, onde a mesma traçou metas para o lançamento de alguns testes a serem realizados nas ruas da Califórnia com o Fusion Hybrid autônomo.

Este programa de testes irá ocorrer na Palo Alto Research e também no Innovation Center da empresa, que possui mais de 100 pesquisadores, cientistas e engenheiros. Está previsto para começar neste ano os teste de estrada pública, que servirá como base para os autônomos.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


O modelo Fusion Titanium da Ford, opção top da geração renovada do veículo produzido no México, agora terá 2 catálogos novos.

Com essa nova configuração, o veículo terá a versão de entrada custando a partir de R$ 99.900. Porém, nesta opção o veículo acabou perdendo uma série de itens, como sensor para estacionamento dianteiro, teto solar e controlador da velocidade de cruzeiro.

Já o 2º catálogo do sedã, que custa cerca de R$ 103 mil, apresenta a opção de teto solar. Fora isso, as novas opções de catálogo possuem apenas tração dianteira.

O Fusion Titanium vem com motor 2.0 turbo, que oferece 243 cavalos de potência.

Em março, a Ford apresentou uma versão flex do sedã, que tem um propulsor 2.5 e é vendido por R$ 92.990.

Outra empresa que diminuiu a tabela de vários de seus veículos foi a inglesa Mini. Tanto no caso da Mini como no da Ford, isso ocorreu porque as cotas novas para importação agora não apresentam alta de 30% no que se refere ao IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos fabricados fora do Brasil.

Por Marcelo Araújo


De acordo com a marca automotiva Ford do Brasil, logo chegará ao mercado o seu novo sedã Fusion. O lançamento oficial do veículo está previsto para o dia 25 de fevereiro de 2013.

Rumores dão conta de que o carro contará com motor flex, tração dianteira e câmbio automático. A fabricante confirmou apenas que o motor será o Duratec 2.5, que desenvolve a potência de 173 cavalos.

Em nosso país, somente uma versão será disponibilizada. Trata-se do modelo SE, que equivale ao intermediário no mercado norte-americano. Nos Estados Unidos o modelo foi muito bem aceito e a fim de repetir o sucesso no Brasil, a montadora fará algumas adaptações pensando nos motoristas brasileiros.

As alterações principais ocorreram na parte mecânica, sendo que a versão original entrega 240 cavalos de potência, um pouco mais do que o modelo adaptado ao consumidor brasileiro. Outra mudança diz respeito aos itens de série, pois no Brasil ficarão fora do pacote o assistente de auxílio ao motorista e o controle de velocidade de cruzeiro.

O preço de venda do novo veículo deve se aproximar de R$ 90.000,00, mas esse valor não foi confirmado.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


O lançamento da mais recente versão do Fusion ocorreu em dois países simultaneamente: Estados Unidos e Brasil. O Fusion 2013 chegará aos consumidores com mudanças que podem ser chamadas de significativas. A princípio, o preço do carro deve girar em torno de R$ 112.990,00.

Por enquanto, o Fusion 2013 só será disponibilizado na versão Titanium AWD, que nem é preciso dizer que é a topo de linha da fabricante do carro. O carro terá 240 cv de potência e seis marchas (câmbio automático). Neste último caso, o consumidor também terá a sua disposição opções dos comandos manuais no volante.

O motor de quatro cilindros com turbocompressor é um EcoBoost 2.0 e de injeção direta a gasolina. Já o torque será de 34,7 kgfm. Além disso, o carro também terá um comando de válvulas varável duplo, o mesmo será independente tanto na admissão quanto no escapamento.

O Fusion 2013 terá ainda assistência elétrica, 8 airbags e bancos aquecidos (na parte dianteira). Os freios serão ABS. Vale lembrar também que ainda no início do ano que vem mais três versões deverão ser comercializadas por aqui.

Por enquanto, a empresa não divulgou informações sobre o preço do veículo e a data de lançamento do veículo.

Por Denisson Soares


O novo Fusion da montadora Ford deve estrear no Brasil somente no primeiro trimestre do próximo ano, no entanto, dará o ar de sua graça no Salão do Automóvel de São Paulo, que ocorrerá no final deste mês, no Parque de Exposições do Anhembi.

O modelo já conquistou fãs em todo mundo e essa nova versão promete surpreender e consolidar ainda mais o espaço do Fusion no mercado. Inicialmente, o carro será chamado de Titanium AWD e custará aproximadamente R$ 113.000,00.

Em relação à motorização, o novo Ford Fusion vem equipado com o excelente motor 2.0 EcoBoost Turbo, que apresenta potência similar a de motores 3.0, porém, com a expressiva economia de até 15% no gasto de combustível. Vale ressaltar ainda que de acordo com a gerência de marketing da montadora, o novo Fusion teve todas as suas peças mudadas, não herdando absolutamente nada do antigo conjunto mecânico.

Além das alterações acima listadas, o modelo passou também por mudanças estéticas no design, nas lanternas e nos faróis. De modo geral, o shape e a carroceria do Fusion estão bem diferentes, porém, sem perder a conhecida elegância. A parte interna terá como diferencial o revestimento dos bancos em couro, além do aquecimento automático.

A nova versão do modelo contará com as seguintes opções de cores: cinza, prata, azul, branca, preta e vermelha.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Há pouco tempo a Ford lançou o seu novo Fusion com motor Ecoboost 2.0, que possui um turbo que é produzido por uma superliga que foi desenvolvida da mesma forma que os motores dos ônibus espaciais.

Esse tipo de motor Ecoboost 2.0 já é utilizado em carros como o Edge e o Explorer, porém, a diferença é que no novo Fusion o motor é capaz de aguentar uma temperatura de até 1050º C, sendo que nos demais carros a temperatura máxima suportada é 970º C.

A ideia de melhorar o Fusion foi a de proporcionar mais durabilidade, maior desempenho e eficiência, além de reduzir a fadiga térmica do motor.

Com a aplicação das melhores tecnologias no turbo do motor, a Ford afirma que o desempenho do carro é mantido durante toda a sua vida útil, tanto em questões mecânicas como em questão da usabilidade do turbo.

O novo turbo do Ecoboost 2.0 foi desenvolvido para uma refrigeração à base de óleo enquanto o motor está ligado, mas ao ser desligado ele continua a ser refrigerado, só que nesse caso é por meio de um sistema de água. Além disso, o turbo opera com uma velocidade que pode chegar a 190 mil rpm.

O lançamento oficial do novo Ford Fusion acontecerá em uma data próxima ao Salão do Automóvel de São Paulo, que começa no dia 24 de outubro deste ano.

Não há informações sobre valores de compra.

Por Guilherme Marcon


A próxima edição do Fusion será lançada ainda no primeiro semestre de 2012. O carro que é fabricado no México sofrerá algumas alterações, a fim de se manter entre os preferidos da categoria, afinal, ele foi um dos mais vendidos em 2011.

De acordo com a Ford, o luxo, sofisticação e potência do Fusion serão mantidos. A beleza  também não serão alterada, uma vez que virou marca registrada do automóvel. As linhas do design surgirão mais esportivas do que nunca, porém, sem perder a elegância.  Em termos de qualidade, vale salientar que a matéria-prima e tecnologia utilizada serão de alto padrão.

A propulsão será feita por meio de moderno motor 2.5, com quatro cilindros e 16 válvulas, atingindo satisfatórios 173 cavalos de potência. Segundo rumores, o modelo será mais econômico e ecológico do que seu antecessor, o que de fato é uma boa notícia para os motoristas ecologicamente corretos.

O Ford Fusion 2013 será equipado ainda com seis airbags (frontais, laterais e de cortina), cintos de segurança com pré-tensores, freio ABS, controle de tração, câmbio automático de seis velocidades, freio regenerativo, alarme anti-roubo, tela LCD e muito mais.

Agora é só esperar para ver essa maravilha sobre quatro rodas de perto.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Janeiro definitivamente foi um mês de grandes lançamentos no setor automobilístico. O Ford Fusion é um deles.

O design do novo modelo vem ainda mais atraente em 2012, com linhas que imprimem um toque de luxo e sofisticação que já ganhou a preferência de muitos brasileiros.

De acordo com a fabricante,  o  modelo é um sedã pioneiro em sua categoria, pois se apresenta nas versões plug-in (híbrido com bateria recarregável em tomada), híbrido convencional (motor a combustão e elétrico) e motor a gasolina (padrão).

A potência do carro também é um importante fator a ser ressaltado. Com motores da família EcoBoost, a configuração mecânica é composta por quatro cilindros 1.6, que atingem 180 cavalos de potência. Além disso, conta com 2.0 litros a gasolina com injeção direta e turbo que geram a potência surpreendente de 250 cavalos.

Para quem se importa com economia, a Ford garante que o consumo será muito bom, em torno de 15,7 km/l na estrada e 11 km/l na cidade. Consumo este,  bem menor do que o oferecido por carros similares de outras marcas, a exemplo do Chevrolet Volt .

Um detalhe é que o Novo Fusion 2013 será importado do México, sem aumento de IPI, uma boa notícia para quem quer adquirir o carro ainda esse ano sem gastar além da conta.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A montadora de veículos Ford iniciou as vendas no mercado brasileiro da versão do Fusion V6, porém, a partir de agora ela vem com tração dianteira. Antes, essa versão era apenas oferecida com pacote de tração integral.

O pacote de equipamentos seguirá o mesmo do anterior, motor V6 de 3.0 litros com 243 cv de potência, além de câmbio automático de seis velocidades e o sistema de multimídia Sync. A mudança no sistema de tração do veículo significou redução no peso do carro, e consequentemente, redução no consumo. O preço final do carro também diminuiu, o sedã da Ford sai agora por R$ 94.360,00, o que significa uma queda em torno de R$ 9 mil em relação à versão com tração integral.

Porém, o Fusion V6 com tração dianteira não terá teto solar, câmera de ré, sistema de monitoramento de pontos cegos e sensor de chuva.

Por Henrique Pereira


A Ford está trazendo para o Brasil o Fusion V6 FWD com tração dianteira, quarta versão do sedã a ser disponibilizada em território nacional. O veículo chegará ao país custando R$ 94.360.

Em relação à versão top de linha (com tração integral), cujo preço inicial é de R$ 103.360, o FWD perdeu alguns itens de série, entre eles estão: a câmera de ré, o BLIS (sistema que detecta veículos no ponto cego), o sensor de chuva, além de não oferecer o teto solar como opcional.

Em compensação, o modelo tem uma lista de itens recheada, composta pelo sistema Ford Sync, 6 airbags, banco do motorista com ajuste elétrico, ar condicionado digital, direção elétrica, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, sensor de estacionamento, chave programável, entre outros.

O motor é o mesmo que equipa a versão AWD, o V6 3.0, de 243 cv de potência e 30,8 kgfm de torque, acoplado ao câmbio automático de seis marchas.


O Ford Fusion é um novo conceito em conforto, potência, beleza e segurança. Ele tem design elegante, ar condicionado com controle de temperatura, transmissão sequencial com câmbio de seis marchas, com o desempenho  que só um motor seis cilindros 3.0L com 24 válvulas de 243 cavalos pode oferecer.

Também com uma versão de motorização 2.5L de 16 válvulas de 173 cavalos de potência, o Ford Fusion veio mesmo para mostrar modernidade, esportividade e sofisticação. O Ford Fusion  conta com seis air bags (frontais, laterais e cortina), freios ABS nas quatro rodas com EBD, controle eletrônico de estabilidade e tração do veículo, tração integral nas quatro rodas, disponível para a versão com motor 3.0L V6, espelhos retrovisores elétricos, sensor de estacionamento  e abertura das portas com acionamento por teclas.

Por Gerson de Morais





CONTINUE NAVEGANDO: