Novo modelo será oferecido a partir das versões Attractive 1.0 e 1.4

Para comemorar o título de carro mais vendido do ano com o Palio e a liderança de vendas, a Fiat acabou de lançar uma série especial para o hatch, o Palio Best Seller.

O modelo, que desbancou o Gol, da Volkswagen, do topo da lista dos mais vendidos no ano passado, segue na liderança em 2015, de acordo com a Federação dos Concessionários, a Fenabrave. No total, em 2014, foram emplacadas 183.745 unidades do Palio.

Dentre as novidades do novo carro, que será oferecido a partir das versões Attractive 1.0 e 1.4, estão um novo acabamento interno, com tecido exclusivo, rádio Connect CD com entrada MP3 e WMA, função USB, viva-voz via Bluetooth, bancos com regulagem de altura, retrovisores elétricos, faróis com máscara escurecida, além de adesivos com o nome especial Best Seller nas colunas traseiras. Uma das novidades mais atrativas é o fato da versão ser equipada com o retrovisor Tilt Down, que abaixa automaticamente assim que a marcha ré for engatada.

O carro com motor de 1.0, com 75 cv, custará até R$ 40.740. Já o 1.4, com 88 cv, terá preço de até R$ 43.780.

A Fiat:

A empresa automobilística Fiat é uma das maiores do mundo, com sede na cidade de Turim, na Itália. Fundada em 1899 por Giovanni Agnelli. Após o término da Segunda Guerra Mundial, a empresa passou a investir no mercado de jatos, tratores, trens e também na construção.

Inicialmente, as atividades eram voltadas para a área de automóveis, porém, no século XX, começou a fabricar locomotivas. Durante a Primeira Guerra Mundial, fabricaram ambulâncias, metralhadoras, e mesmo motores para submarinos.

Assim, a empresa atua, hoje, em diversos ramos industriais e financeiros. E, no Brasil, é líder de vendas de veículos. No entanto, a empresa segue oferecendo aos brasileiros carros que possuam tecnologia antiga, que acabam consumindo mais combustível, além de emitirem mais gases de efeito estufa quando comparados aos que são produzidos na Europa.

Por Andréa Corneli Ortis

Fiat Palio Best Seller

Fiat Palio Best Seller

Fotos: Divulgação


Em todo início de ano é divulgada a lista dos carros mais vendidos no ano anterior. E, por mais um ano, a Fiat está no primeiro lugar da lista. De acordo com a Fenabrave, o carro mais vendido no ano de 2014 foi o Fiat Palio, que também acabou como o mais vendido agora em janeiro de 2015.

Tal feito se deve pelo seu baixo valor entre os carros populares, pois o Fiat Palio tem preço inicial de R$ 24.730,00, o que pode ser considerado baixo, se considerarmos o valor do carro usado vendido em concessionárias. No total, foram vendidas 14.432 unidades do modelo da Fiat.

Foto: divulgação

Em segundo lugar, está o Chevrolet Onix, que tem preço inicial de R$ 33.890,00 na sua versão mais básica. Desse modelo, a Chevrolet conseguiu a marca de 13.462 unidades vendidas em 2014.

Bem distante na quantidade vendida, o terceiro lugar ficou com o Volkswagen Fox/CrossFox, com 9.123 de veículos comercializados no ano passado. O preço inicial, do modelo mais básico do VW Fox, parte de R$ 35.900,00.

Entre os automóveis comerciais leves, a liderança também ficou com a Fiat, tendo a Strada como a mais vendida, com 11.202 unidades comercializadas. O segundo lugar nesse segmento é da Volkswagen Saveiro, com 5.735 unidades vendidas, seguida da Ford EcoSport, com 3.670 unidades emplacadas em 2014.

Foto: divulgação

Mas, um dado que chamou a atenção entre os veículos comuns foi do VW Gol. Durante 27 anos ele foi o modelo nacional preferido, porém, no ano passado, caiu bruscamente para a sétima posição. No total, foram vendidas 7.866 unidades do modelo em 2014.

Esse número foi bem trágico para o Gol, porém, em comparação com outro modelo da mesma montadora, o VW Up!, ele vendeu apenas 1.086 unidades a mais – o Up! vendeu 6.780 unidades em 2014.

Em quarto e quinto lugar ficaram, respectivamente, o Hyundai HB20 (8.962 unidades) e o Fiat Uno (8.588 unidades).

Por Felipe Villares


O Gol foi considerado por 27 anos como o carro mais vendido do Brasil. Mas, agora, após quase 10 mil dias na liderança, foi derrotado pela comercialização do Palio. Nesta semana, de acordo com dados da Fenabrave, a Fiat superou a Volkswagen com 153.600 unidades contra 153.443.

A mudança de patamares começou há aproximadamente seis meses. Segundo análises, o modelo Gol 5, ao utilizar componentes provenientes do Polo passou a apresentar quedas na venda após a chegada de modelos na mesma faixa de preço, contudo, mais modernos.

Até então, somente uma única vez o Gol correu o risco de perder a liderança por alguns dias. Em 2007, o Palio iniciou com uma vantagem de menos de 500 veículos. Entretanto, depois a diferença se rompeu e a VW retornou com ampla comercialização.

Nas demais temporadas, o Gol se manteve bem, quando assumiu o elevado nível em 1987, após perder por quatro anos para a Chevrolet. Esta ganhou em 1983 com o Chevette e por três anos consecutivos com o Monza. Já anteriormente, o Fusca era o carro que dominava todas as vendas de automóveis no país. Isso acontecia desde 1959.

Hoje, o mercado no geral, quando levado em consideração os compactos, é dominado pela Fiat e Volkswagen. Com alta comercialização também dos demais modelos, como Fox, Polo, Uno e Up!.

Entretanto, os gostos e as condições financeiras dos consumidores têm alterado. O Onix e o HB20, em São Paulo, têm alcançado muitas vendas, apesar de serem mais caros. Essas marcas estão comemorando, pois elas mantêm as vendas, mesmo com modelos com o valor mais elevado. Tudo isso, porque investem em novidades.

Dados mostram que em cinco anos, até o mês de outubro de 2014, a Fiat havia perdido 3% de mercado e a Volkswagen, 7%.

Enquanto isso, as oscilações continuam. Novos lançamentos tentam balançar o mercado. O Gol, por exemplo, lançou uma versão ainda mais em conta, por apenas R$ 27 mil.

Por Camila Caetano

Fiat Palio

Foto: Divulgação

 


O novo Palio Fire 2014 está entre os veículos com maior economia aos consumidores no país. Além de o carro ter peças de reposição em diferentes lojas especializadas, também proporciona menos gastos por causa da eficiência no motor.

No site oficial, o preço do Novo Palio Fire não ultrapassa a casa dos R$ 25 mil, quantia baixa ao comparar com modelos populares oferecidos pela concorrência no mercado nacional. A grande novidade se encontra no fato do modelo ter cinco lugares. Disponível tanto com duas como em quatro portas. O veículo Fiat tem 75 cavalos de potência.

A empresa indica que trabalhou de forma ativa na parte exterior, que ficou com características robustas, confiáveis e práticas. Além de ser econômico, a marca indica que para o ano de 2014 existem novidades em termos de equipamentos.

A Fiat faz publicidade de que o Novo Palio Fire 2014 consiste no carro mais barato que existe em terras nacionais. Em termos práticos, os críticos da imprensa especializada indicam que o modelo pode ser ótimo para passear na cidade, viajar em rodovias ou trafegar ao trabalho.

A Fiat indica que trabalhou no veículo para enfrentar grande parte dos desafios que pode surgir no trânsito urbano. No sentido de deixar o Palio Fire com tonalidade agradável, na grade frontal foi empregado um tom de cor idêntica a da estrutura interna do veículo. A pintura nos faróis é metalizada.

Os consumidores que compram o veículo possuem a opção de escolher novas calotas com tamanho de quatorze polegadas. Tais acessórios permitem com que aconteça um aumento da imagem moderna e robusta no Novo Palio Fire 2014.

O design moderno e arrojado onipresente na parte interna, inclusive no novo painel, se destaca por ter visual bicolor. No quadro de instrumentos também há novidades, como no caso da serigaria ilustrativa, por exemplo. Tal ferramenta ajuda de maneira precisa a economizar combustível.

Por Renato Duarte Plantier


O mercado automobilístico nacional recebeu mais lançamentos de carros tradicionais da montadora italiana Fiat. Geralmente o surgimento de um novo modelo inspira o estilo de modelos tidos como defasados. Um exemplo dessa situação foi o lançamento do novo Fiesta na Europa, que serviu de molde para o novo estilo dos brasileiros Ford Ka e Fiesta RoCam. Agora, a Fiat usa este recurso nas novas versões do Palio Weekend, Siena e Strada.

Os modelos Siena EL, Strada Trekking, Palio Weekend Attractive e Palio Adventure Trekking apresentam semelhanças no desenho de grade e para-choque frontal. Além disso, tanto o Palio Adventure quanto a Strada Adventure ganharam uma grade cromada e para-choque com novos desenhos.

Outras mudanças nestes novos modelos ocorreram no interior dos veículos, decorados com difusores de ar mais arredondados, bem como volantes com comandos de som que já são usados no Fiat Punto. O Siena EL e a Strada Working também ganharam mostrador de combustível e velocímetro digitais.

Do ponto de vista mecânico, a grande novidade é o motor 1.6 E-torQ 16 V na Strada Trekking. A picape está sendo oferecida em três opções de carroceria: simples, estendida e cabine dupla.

Já o Palio Weekend está disponível nas versões Attractive, Trekking e Adventure. Por fim,  o Siena EL pode ser adquirido com motor 1.0 ou 1.4 Fire.

Apesar destas inovações que buscaram renovar estes carros, alguns detalhes como a ergonomia semelhante à que foi elaborada nos anos 90 indicam a idade dos veículos em questão.

Portanto, apesar das limitações, várias novidades e mudanças interessantes foram acrescidas nestes veículos da Fiat, que são ótimas opções para quem quer adquirir um carro.

Por Ana Camila Neves Morais


A nova geração do Palio chegou com tudo. Como a antiga versão sofreu uma queda gradual nas vendas devido ao desgaste de sua imagem, a Fiat investiu fortemente em publicidade e novas tecnologias para despertar um novo olhar no consumidor e, quem sabe, fazê-lo se apaixonar novamente pelo carro.

O design do automóvel é privilegiado, traçado pelas mãos de profissionais brasileiros e italianos especializados em fazer belos carros. O modelo surpreende pelo arrojo e modernidade de suas linhas. A parte traseira ficou mais alongada e suas lanternas chegam até o teto, a exemplo do Punto.

Outro diferencial estético, é que até mesmo os tapetes do assoalho chamam a atenção, pois possuem desenhos abstratos.

O Novo Palio, contrariando os outros utilitários populares, não possui matéria-prima inferior. O volante tem compatibilidade para receber comandos de telefonia e som, além de possuir bancos maiores e mais confortáveis.

O lançamento da Fiat será comercializado em 3 opções de acabamento: Attractive 1.0 e 1.4, Essence 1.6 (com transmissão Dualogic ou manual) e Sporting 1.6 (também com transmissão Dualogic ou mecânica).

Será que com tantos atributos apaixonantes o brasileiro vai se render aos encantos do veículo? Essa é a expectativa da montadora, que espera atingir a excelente marca de 9.000 Palios vendidos em 2012. Só o tempo vai dizer qual é o resultado dessa reconquista.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Um dos carros mais populares do Brasil finalmente ganhou uma nova versão. Após 15 anos sem grandes alterações a Fiat apresenta o novo Palio segunda geração.

Com mais espaço interno, em estilo simples e elegante o novo Palio segunda geração promete concorrer em igual estilo com os adversários. As mudanças foram por completo e nem mesmo simples detalhes como a assinatura da palavra Palio ficaram de fora, ganhando um estilo totalmente customizado.

Mais moderno, com faróis dianteiros levemente alongados, assim como as lanternas traseiras, o novo hatchback ganhou aumento no entre-eixos, o que consequentemente trouxe mais espaço aos ocupantes. O aumento de espaço interno não significou perda de extensão no porta-malas que foi ampliado de 275 para 280 litros. O painel também ganha destaque com personalizações diferenciadas em cada versão.

O novo Palio no modelo Attractive 1.0, é Flex, com 75 cv, tem um diferencial que promete fazer a cabeça do consumidor na hora da escolha, pois a versão “seca” do veículo inclui computador de bordo, desembaçador traseiro, direção hidráulica, detalhes externos como maçanetas e para-choques na cor do veículo, além de outros adicionais que fizeram bastante diferença no novo hatch da Fiat.

Existem também outras versões do modelo, como Attractive 1.4, o Essence 1.6 que já conta com ar-condicionado de série, o Essence Dualogic com piloto automático e o Sporting com motor 1.6, piloto automático (opcional), dentre outros detalhes que fazem jus ao modelo.

Os motoristas ainda podem escolher outros adicionais, como freios ABS, apoio de braço para o motorista, MP3 com Bluetooth, dentre outros.  

O novo Palio segunda geração será vendido a partir de R$ 30.990 em sua versão mais simples.

Por Aline Gomes


O Novo Fiat Palio, nova geração do hatchback italiano, será apresentado ao público brasileiro em um evento que vai acontecer nos dias 4, 5 e 6 de novembro na fábrica da Fiat localizada em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, chegando às concessionárias logo em seguida. O modelo renovado ganhou detalhes visuais que remetem tanto ao Bravo quanto ao Punto, e foi construído sob a mesma plataforma utilizada para o Novo Uno, com um pouco mais de largura e comprimento.

Internamente, a montadora parece ter optado também por seguir o que já havia feito no Novo Uno, pelo menos foi o que se viu nas fotos publicadas na imprensa internacional, durante a apresentação do hatch em evento para concessionários, que aconteceu na Grécia. As semelhanças aparecem no acabamento, no painel de instrumentos e no design das saídas do ar condicionado, entre outras partes.

Sob o capô da nova geração deverão estar presentes, pelo menos a princípio, os mesmos motores oferecidos na gama atual, ou seja, os propulsores Fire 1.4 8V e E-torQ 16V, nas opções de 1.6 e 1.8 litro, que poderão estar acoplados aos câmbios manual ou automático Dualogic, de 5 velocidades. A versão 1.0 também deverá ser mantida, uma vez que o Palio Fire Economy continuará sendo comercializado.

Enquanto as vendas do Novo Palio não começam, a atual geração tem as últimas unidades sendo negociadas a preços reduzidos em várias cidades do país, com descontos beirando os R$ 4.000, dependendo da versão.

Por André Gonçalves


Alguém já viu um Fiat Palio Weekend Elétrico rodando pelo Brasil? Provavelmente, a maioria dirá que não. Mas o veículo existe. Ele começou a ser produzido em 2006, e nasceu de uma parceria entre a Fiat, a hidrelétrica Itaipu Binacional e a empresa suíça KWO.

Desde então, 21 unidades desta versão alternativa têm sido testadas, mas o teste definitivo vai começar no dia 9 de abril. Uma equipe de 4 pessoas, liderada pelo jornalista Paulo Rollo, vai sair de Los Angeles, nos Estados Unidos, com destino ao Brasil, dirigindo a perua pela “Rota Panamericana”, que vai cruzar 15 países das três Américas. Além de testar o carro, a expedição, que irá percorrer 25.000 km em 120 dias, vai render um documentário.

A perua é equipada com um motor elétrico que gera 15 kW, equivalentes a 20 cv de potência, suficientes para alcançar 100 km/h, alimentado por baterias de sais de níquel. A autonomia do conjunto é de aproximadamente 100 km. Para recarregá-las, a equipe será auxiliada por um motor home que acompanhará a expedição. Ele tem painéis solares e um gerador a gás natural, que serão as fontes de energia.

Quem quiser, pode acompanhar a aventura acessando o site www.zero-emission.com.br.

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: