A Kia Motors inova mais uma vez e traz para o Brasil o novo Sportage Flex com motor que pode chegar até 178 cavalos.

O preço do carro bicombustível varia, o mais barato custa R$ 90.900, podendo chegar a R$ 114.600 dependendo com quantos acessórios virá.

Esse é o terceiro bicombustível que a Kia lançou, os outros modelos são o Soul e o Picanto.

O Kia Sportage vem com ar condicionado, tração 2×4, sensor de estacionamento traseiro, rodas de 18 polegadas e airbag duplo.

Por R$ 95.400 o carro vem com freio de estacionamento no pedal e câmbio automático de seis marchas. Para quem não se importa em pagar uma quantia maior por um pouco mais de conforto, o Sportage sai por R$ 109.300 e vem com computador de bordo, banco com oito opções de ajuste, câmera de ré, piloto automático, revestimento interior de couro e luzes de direção nos espelhos retrovisores. A versão mais cara do modelo Kia Sportage é acrescido de airbags laterais e teto solar duplo com visão panorâmica e sai por R$ 114.600. Outra opção é a tração 4×4, mas nesse modelo o Sportage perde os airbags laterais e é encontrado por R$ 113.400.

Por Jéssica Posenato

Fonte: G1


O novo ix35 Flex da Hyundai acabou de chegar às terras tupiniquins. O lançamento vem com tudo, a fim de conquistar o mercado nacional. Como diferenciais, a versão chega com propulsão mais forte, feita através do motor coreano 2.0 I Flex que gera satisfatórios 178 cavalos de potência se abastecido com etanol e 169 cavalos quando abastecido a gasolina. Além disso, o modelo conta com as opções de câmbio manual de seis marchas ou câmbio automático de seis velocidades.

Para aumentar a segurança do veículo, o carro ganhou controle de tração, altamente necessário em decidas e estradas de baixa aderência. Além disso, a frenagem está mais precisa e a dirigibilidade melhorou. Em termos de estética e conforto, o design está mais arrojado, com linhas fortes e cores elegantes. Como se não bastasse, o automóvel possui dois tetos solares.

O lançamento chega ao Brasil com o preço de partida de R$ 96.000, para a opção mais simples, com câmbio manual, podendo atingir R$ 105.000 na versão top de linha.

Ao que tudo indica, a Hyundai não vai demorar a implantar a tecnologia Flex em outros modelos da montadora. Agora é uma questão de tempo!

 

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Kia parece realmente preocupada com o meio ambiente. Seu mais novo modelo lançado é à base de bicombustível, o que, na verdade, foi a ideia do fabricante para bater a concorrência e atrelar sustentabilidade com automação moderna.

 A versão flex fuel do Sportage é mais um SUV compacto urbano da montadora sul-coreana que  tem tudo para ser a queridinha de muitos amantes de carros. Além da implantação de um câmbio manual de seis velocidades a ser escolhido, a motorização 2.0 litros, DOHC de 16 válvulas com dual CVVT, promete trazer um desempenho melhor para o segmento dos SUVs compactos.

O Sportage Flex ganhou uma nova transmissão mecânica e vários apetrechos manuais, como o ar condicionado e o câmbio autoadaptativo com opção de trocas sequenciais. Outra mudança significativa que pode chamar a atenção dos consumidores da Kia, foi o tipo de direção que passou a ser elétrica progressiva.

O preço do modelo estará na faixa de R$ 90 mil dependendo dos equipamentos, o que está bastante justo. Já o top de linha de versão 4X4, mais pesado e próprio para quem anda em situações off-road terá um custo maior de R$ 113,4 mil.

Por Jéssica Monteiro 

Fonte: Brasil 247


Com previsão de operação oficial a partir de Março deste ano, quando irá inaugurar nada menos do que quarenta e cinco concessionárias da marca, a montadora chinesa JAC, que assim como outras montadoras emergentes quer abocanhar uma fatia considerável dos mercados em desenvolvimento como é atualmente o mercado nacional, já começou a exportar para o Brasil carros Flex.

Neste primeiro momento os carros bicombustíveis da marca que estão vindo para o Brasil deverão ser usados em testes para homologação e liberação de comercialização de importados, conforme determinam as regras de importação, principalmente para aqueles veículos que também pretendem rodar utilizando o etanol como combustível.

Segundo a própria montadora a previsão de venda de seus modelos com a opção flex somente deverá ocorrer a partir de 2012. Por enquanto os modelos a serem vendidos a partir de Março serão alimentados convencionalmente. O modelo J3 será o carro de entrada, com a missão de alavancar a marca no mercado e chamar a atenção para a nova montadora em operação no Brasil.

Além do J3, a JAC vai comercializar também o sedã Turim J3, elegante e bem desenhado. Futuramente existe a previsão de importação de outro sedã, o J5 e de uma minivam, a J6.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG





CONTINUE NAVEGANDO: