A GM – General Motors – já começou a divulgação de seus carros conceitos, pois pretende mostrar o que a empresa está reservando para o futuro. A amostra dos novos modelos foi no Salão do Automóvel em São Paulo e os modelos apresentados ao público e à imprensa foram o Onix Track Day e a S10 High Country. A GM também deu uma boa amostra do que está preparando para o próximo ano, mostrando a linha 2015 do Cruze que inclusive será comercializada no Brasil, já a partir do final deste mês.

O Brasil tem se tornando um mercado cada vez mais interessante para as grandes empresas do setor de automóvel e a GM é uma delas, inclusive a empresa já confessou a importância do Brasil para a empresa, classificando o país como um dos maiores mercados atualmente. E o interesse da GM pelo Brasil é tão grande que a empresa já anunciou que fará um investimento de R$ 6,5 bilhões nos próximos anos! Com esse investimento a GM pretende disponibilizar uma produção mais ágil, moderna, garantindo assim, um resultado que favoreça ao consumidor que contará com um veículo de melhor qualidade, inclusive.

Na verdade, o que a GM está querendo é retomar o crescimento da empresa no Brasil, já que em 2014 houve uma queda nas vendas na média de 11% se comparado com 2013 e vários ajustes foram necessários para a empresa se adaptar ao turbulento mercado, mas até 2018 a GM quer garantir uma maior fatia no mercado nacional de automóveis.

O Salão do Automóvel de São Paulo encerrou-se no dia 9 de novembro e foi importante para várias empresas, mas de modo especial para a GM que deixou claro o interesse da empresa no mercado brasileiro. Bom para os consumidores que contarão com melhores opções na hora de comprar seu veículo e tem o fato de que a GM está preocupada em lançar veículos modernos, que sigam a tendência mundial e isso é uma excelente notícia, até mesmo para agitar a concorrência e quem sai ganhando no final é o consumidor brasileiro.

Por Russel

GM Onix Track Day

GM Onix Track Day

GM S10 High Country

GM S10 High Country

Fotos: Divulgação


A Ford mostrou como será o visual do KA Concept, modelo futurista do conhecido KA. A apresentação do veículo aconteceu no dia 13 de novembro, na Bahia, em uma cerimônia onde William Clay Ford Jr. (bisneto de Henry Ford) compareceu juntamente com outros membros de suma importância da empresa (Ford).

O automóvel foi lançado como veículo experimental, mas não mudou muito da versão já conhecida. A sua chegada está prevista para acontecer entre Janeiro e Junho de 2014.

Este modelo é um pouco mais avantajado do que o seu antecessor, ele vem com a exigida versão quatro portas (mais porta traseira) e também fornecerá mais conforto aos viajantes.

O Ford KA Concept foi o segundo modelo produzido aqui no Brasil, sendo que o primeiro foi o EcoSport. A expectativa da fabricante é que ele ocupe o lugar do Fiesta Rocam e do antigo Ka.

O Ford Ka Concept se apresentará nas versões hatch e sedã (o modelo sedã será o substituto do New Fiesta), o que levará a fábrica de Camaçari (Bahia) a produzir 300 mil carros por ano, tal produção será possível  graças a um investimento de R$ 2,8 bilhões que será realizado até o ano de 2015.

A Ford disponibilizou o que há de mais moderno em sua linha para o seu novo modelo (Ka Concept). A frente do automóvel vem com faróis cortantes e grades em forma de “trapézio” (bem assemelhado ao New Fiesta). Já nas laterais o seu design é mais moderado, com  linhas de cintura apresentando leves subidas. Por fim, a traseira vem com lanternas que dobram para as laterais até a altura do portas malas.

Este moderno exemplar da Ford pode chegar ao mercado com dois motores: 1.0 de três cilindros (exclusividade) e talvez  o Sigma 1.5 do New Fiesta, a última variedade de motor será para as versões com um preço mais salgado.

Por Igor Lima 


O veículo híbrido da TATA Megapixel Concept foi apresentado no Reino Unido durante o Festival de Velocidade de Goodwood. A fabricante aproveitou para destacar as vantagens do automóvel, que tem grande autonomia por ser equipado com quatro motores elétricos e um terceiro menor para gasolina com 0,3 litros.

Somando tudo, o Megapixel Concept consegue ter uma autonomia de até mil quilômetros, sendo que o consumo médio é bastante baixo.

Os quatro motores elétricos estão localizados em cada roda e são alimentados por uma bateria de 13 kWh de íon-lítio. Cada bateria permite que o veículo rode 87 km sem utilizar nenhum combustível além da energia.

O carregamento das baterias pode ser feito através de um sistema de indução. Assim que termina de utilizar todas as baterias, o motor de 1 cilindro a gasolina começa a funcionar. Ele possui 325 cc e gera potência de 30 cavalos.

A velocidade máxima atingida pelo veículo é de 110 km/h. O consumo fica na média de 0,83 litro a cada 100 km, ou seja, cerca de 120,4 km/L. Já o diâmetro de giro tem 5,6 metros.

O veículo ainda vem com duas portas de correr e o motorista pode usar o smartphone para controlar funções importantes do automóvel.

Fonte: TATA

Por Matheus Camargo


O novo modelo do I40, da Hyundai, foi lançado oficialmente pela fabricante no Chile. A station wagon possui traços parecidos com os do Sonata, tendo linhas fluidas e um design moderno. Fabricado na Coreia do Sul, o automóvel tem valor de cerca de R$60.981,00.

A nova versão do I40 tem modelos que funcionam com diesel ou gasolina. O carro tem 2,77 metros de entre-eixos, largura de 1,81 metro e comprimento de 4,77 metros. Ou seja, tem bastante espaço interno.

Na motorização, o veículo possui as opções 2.0 a gasolina, com 165 cavalos de potência e 1.7 a diesel, com potência de 137 cavalos. Ambos possuem câmbio automático com seis marchas e modo Sport. No volante, há paddle shifts que permitem as trocas de marchas manuais, se o motorista preferir.

Como itens de série, a Hyundai apostou nos recursos de segurança, sendo eles o controle de estabilidade, o sistema de freios EBD/ABS, sistema de assistência de frenagem, controle de tração, sensores frontais de estacionamento, câmera para auxiliar na ré e nove airbags.

Em reais, os preços do I40 começam em R$60.981,00, mas podem chegar a R$70.338,00.

Fonte: Hyundai

Por Matheus Camargo


Cada vez mais, empresas automobilísticas procuram inovar no design e potência de seus carros, mas mantendo o padrão dos carros grandes. 

Apostando no carro compacto e na utilidade da tecnologia a favor das necessidades humanas, a Honda lançou esta semana, no Tokio Motor Show, o carro Micro Commuter, que possui um design incrivelmente sofisticado e futurista. É um carro de passeio, elétrico e leva até três pessoas, mantendo a promessa do “motor potente” da Honda.

Sua estrutura interna nos lembra os videogames antigos, e no lugar do volante temos um manche (aqueles controles de videogames antigos). Essa belezinha é controlada por um smartphone e a proposta é que além de controlar, também possa fornecer dados para o dono, como nível de bateria, distância que o carro se encontra e pode até mesmo abrir as portas do carro, mesmo que o dono não esteja perto. Seu motor tem potência de 16.7 kW e a velocidade máxima chegaria a 60 km/h. A bateria pode ser carregada e utilizada separadamente em eletrônicos pessoais.

Além de tudo isso, o carro possui painéis na frente e nas laterais, que permitem que você mude e customize a aparência do seu Commuter.

Esse pode ser o primeiro de muitos carros que serão desenvolvidos e lançados futuramente, juntando o design inovador e futurista com a tecnologia de ponta, fazendo com que os carros acompanhem essa atualização tecnológica que acontece rapidamente nos nossos dias atuais.

Por Suzane Araújo

Fonte: Designboom


A Kia apresenta duas novidades durante a 64ª edição do Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt: o carro conceito Kia GT e a versão duas portas do Kia Rio.

O Kia GT é um sedã esportivo de quatro portas com um layout de tração traseira. O carro possui 4,690 metros, com motor dianteiro. É um sedã de alto desempenho. O capô é prolongado e as rodas dianteiras estão deslocadas para frente. O motor possui potência Lambda 3,3 litros, turbo V6 com injeção direta de gasolina, com 395 cv; além de transmissão automática de oito velocidades.

Segundo Peter Schreyer, chefe de design da Kia Motors, “o carro é gracioso, atlético e confiante, mas não agressivo ou autoritário. O foco no dinamismo foi reforçado pelo tema aeronáutico adotado para muitas das características do GT”.

Já o Kia Rio está disponível nas versões sedã e hatchback de quatro portas. Agora, com a versão duas portas, já está recebendo boas críticas pela sua esportividade. Este novo modelo, possui as mesmas dimensões que o de quatro portas: 4,045 metros de comprimento; 1,720 metros de largura e 1,455 de altura e também tem teto baixo.

A Kia Motors do Brasil atua no país desde janeiro de 1993, com a comercialização de utilitários e carros de passeio. Logo após passaram a trazer SUVs, como o Sportage. Hoje, disponibiliza no país uma das mais completas linhas, com: Picanto, Magentis, Opirus, Carens, Carnival, Sportage, Sorento, Bongo, Soul, Cerato e Mohave e mais quatro modelos que estão para chegar.

Por Danielle Vieira


Quem se lembra do Mercedes-Benz Classe A antigo, que já parou de ser fabricado pela montadora alemã, futuramente vai ter uma boa surpresa quando a marca voltar a fabricar o modelo que será totalmente remodelado e com os quatro pneus no futuro.

O carro conceito do novo Classe A foi apresentado no Salão do Automóvel de Nova York e também no Salão de Xangai e surpreende pelo design arrojado, que segundo a montadora foi inspirado no vento e no movimento das ondas. Pelo produto final os projetistas e designers da Mercedes-Benz conseguiram dar forma ao vento. O desenho é esguio, em linhas que parecem fluir alongando o design e dando um intenso ar de movimento. Os faróis possuem um desenho arrojado que lembra também um movimento como o refluxo de ondas. E tudo isso dotado de uma elegância moderna e marcante.

O conceito do novo Mercedes Classe A foi montado com um propulsor 2.0 l de quatro cilindros que pode produzir 210 CV de potência alimentando com força o design fluído do modelo e, para torná-lo ainda mais sofisticado, a futura geração contará com inovações na sua categoria. Entre elas um sistema orientado por radar que ajudará a detectar possíveis colisões.

Sem uma confirmação oficial por parte da montadora de quando o novo Classe A começará a ser produzido só resta aguardar e sonhar.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1





CONTINUE NAVEGANDO: