Nissan Versa 2020 – Mudanças





Veja aqui o que há de novo no Nissan Versa 2020.

O Versa é um modelo japonês de uma montadora também japonesa, a Nissan. Apesar de não estar no top 3 de montadoras que mais vendem no Brasil, a marca se destaca por modelos como o Sentra e o Altima, sendo carros vistos pelo público como sinônimos de qualidade. Porém, a Nissan tem um modelo que nem sempre é visto com bons olhos: o Versa.

No mercado há quase 15 anos (desde 2004), o Versa se destaca nos Estados Unidos como o carro mais barato que se pode comprar novo por três anos consecutivos (2017, 2018 e 2019). Sempre foi visto como um excelente custo-benefício em relação a espaço para os passageiros. Principalmente pelo fato da Nissan o considerar um sedan compacto. Em outros aspectos ele deixa a desejar (para compensar o preço baixo). Como por exemplo, no modelo americano, podemos lembrar das manoplas de abertura manual dos vidros do modelo mais básico.




Porém, parece que em 2020 as coisas começam a mudar para o modelo de entrada. Com a sua nova geração vem um novo desenho do carro. Mas a mudança foi tão acentuada que fica difícil até de reconhecê-lo!

Entre os dias 19 e 28 de abril, o Versa estará em exposição no “New York International Auto Show” ou “Amostra Automotiva Internacional de Nova York”, em tradução livre. O evento reúne diversos lançamentos de diversas marcas (inclusive de luxo). Mas o Versa não está fazendo feio! Se antes o sedan se destacava negativamente dentre os outros modelos da japonesa, agora ele está com cara de Nissan. O modelo vai desembarcar no Brasil no ano que vem, sendo importado do México, onde tem uma moderna fábrica na cidade de Aguascalientes.


Até agora, a Nissan só disponibilizou para a apreciação do público a versão mais completa, a SR. Ela tem detalhes esportivos, como um spoiler na tampa do porta-malas e as rodas diamantadas de aro 17 polegadas (43 centímetros). Os retrovisores ganharam capas pretas e os faróis ganharam luzes LED diurnas. Mas lembre-se que estamos falando do modelo que a Nissan disponibilizou no Salão de Nova York. Os LEDs não estarão em todas as versões.

Outra informação que a Nissan não disponibilizou foram as dimensões do sedan. A montadora apenas deixou claro que o carro estará mais baixo, maior e mais largo.

Houve uma mudança de espaço para os passageiros dos bancos traseiros: o espaço que ficava sobrando para a cabeça foi corrigido, chegando ao espaço “correto”.

Os passageiros continuam com o conforto de um painel bonito, muito parecido com o do Nissan Kicks, tendo as saídas de ar diferentes. Outra característica que o faz parecer com o Kicks é a possibilidade do ajuste de altura e profundidade de seu volante.

Como já mencionamos, há uma maior sensação de qualidade comparando-se ao Versa anterior. Já não podemos ver aquelas pontas afiadas de rebarbas de plástico sobrando. Por outro lado, não vemos os plásticos com toque suave e o acabamento das portas permanece bem simples.

O Versa agora tem couro sintético nas portas, porém, somente na região onde o motorista encosta seu cotovelo.

Se você valoriza bancos, o Versa vai te deixar feliz. Apesar de não contar com bancos de couro, os bancos desse novo Versa mostram-se de melhor qualidade que os antigos. São mais longos e têm encostos que envolvem o motorista. É, com certeza, mais confortável do que no Versa anterior. Porém, esse conforto tem um preço: não sobra mais tanto espaço para os passageiros de trás como antes.

Talvez o maior problema seja para pessoas têm mais de 1,80 m de altura e viajam muito no banco traseiro. Às vezes a cabeça raspa no teto. Outra desvantagem foi a perda do ajuste de altura no encosto do banco traseiro, já que ele passou a ser costurado.

Felizardo(a) é aquele(a) que viaja no meio: agora tem encosto de cabeça.

Por Bruno Rafael da Silva

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *