Confira aqui o preço e os detalhes do Fiat Mobi Drive 2017.

Enfim, a Fiat anunciou oficialmente os preços do Mobi Drive 2017. O modelo, que conta com um motor 1.0 de 3 cilindros, foi apresentado oficialmente durante a realização do Salão do Automóvel de São Paulo de 2016. De acordo com as expectativas da montadora, o carro deve ser responsável por uma fatia de 20% das vendas no que vem.

Confira os preços da linha Mobi 2017

  • Easy: R$ 32.380
  • Easy On: R$ 36.340
  • Like: R$ 38.470
  • Drive: R$ 39.870
  • Like On: R$ 42.930
  • Way: R$ 39.890
  • Way On: R$ 44.460

O Mobi Drive foi exclusivamente desenvolvido para o mercado nacional. O propulsor do carro tem capacidade para 77 cavalos de potência e 10,9 kgfm de torque (etanol).

Ele faz parte da nova família FireFly, que fez sua estreia no Uno em setembro de 2015. A montadora recebeu diversas críticas por não ter lançado o Mobi logo de cara com esse motor e por ter escolhido o já defasado Fire de 4 cilindros.

A Fiat, por sua vez, disse que a linha FireFly foi desenvolvida com o foco no consumo e no melhor funcionamento geral em baixos e médios giros.

A média de consumo com o etanol no Mobi Drive é de 9,6km/l em ambiente urbano e de cerca de 11,3km/l na estrada. Com gasolina essas médias ficariam em 13,7km/l e 16km/l, respectivamente.

Sobre o motor em si a Fiat diz ainda que ele foi desenhado com duas válvulas por cilindro basicamente porque nem sempre quando existem as quatro elas estão permanentemente em funcionamento. Com isso o modelo se torna ainda mais econômico.

Atualização do Motor Fire

As outras versões do já conhecido motor 1.0 Fire de quatro cilindros com capacidade para 75 cavalos continuam indo para o mercado, entretanto, receberam uma pequena atualização em seus componentes, o que resultou em uma melhora na eficiência entre 3% e 5%.

Voltando ao Mobi Drive, de série vamos poder contar com vidros elétricos nas portas dianteiras e trava elétrica; tela de LCD no painel de instrumentos; chave-canivete; sistema que elimina o "tanquinho" para partidas a frio; direção elétrica e ar-condicionado. No mais, ainda tem a função City, que faz com que a direção elétrica fique mais leve quando um botão no painel é acionado.

Por Denisson Soares


Modelo traz novidades que animaram os fãs da marca.

Muita gente esperava por este momento, ele voltou! A Volkswagen encerrou sua produção há 15 anos, sendo o último produzido, o Gol G3 GTI com motor 2.0 16V de 145 cv. Até o momento, não houve outro veículo que foi lançado e pudesse ser chamado de esportivo.

Apresentado no Salão do Automóvel em São Paulo, o Gol GT Concept, vem com grandes expectativas pelos amantes da Volkswagen. Acredita-se que pode ser muito mais do que um carro esportivo.

História:

Em 1984, a Volkswagen lançou o Gol GT com motor 1.8 de 99 cv, fazendo concorrência com o esportivo da época o Escort XR3. O modelo deste tempo tinha grade na cor do carro e faróis auxiliares.

Pedido dos Fãs:

Foram longos anos de pedidos, os fãs demoraram para ver a Volkswagen voltar a se animar em fabricar novamente o Gol com um estilo esportivo.

O estúdio de design da Volkswagen no Brasil que assina este conceito, sendo responsável José Carlos Pavone. O destaque vem por conta do para-choques alargados e entradas maiores de ar. Os faróis são novos, full leds e projetores, os de neblina foram alterados por LEDs.

Pintura:

Gol duas portas com pintura cinza volcano e detalhes vermelhos. O teto foi pintado de preto brilhante e o acabamento do porta-malas com aplique preto fosco no meio da porta. As rodas de liga leve com aro 18” e os discos de freio com pinças vermelhas.

Interior:

Realmente o tom esportivo está de volta, com bancos do tipo concha, digno de carros de corrida. O painel conta com um aplique preto com logo “GT” que o divide. As saídas de ar fabricadas em alumínio e o volante é do Golf GTI.

Capas Esportivas:

Este detalhe foi aplicado nos pedais, assim como na alavanca do câmbio, ambas em alumínio. As portas contam com soleiras com o logo “GT”.

Mecânica:

Não foram divulgados dados sobre a mecânica deste novo veículo. A fabricante não falou em motorização, nem em comercialização, porém é possível sonhar com um novo Gol esportivo com motor 1.0 TSI de três cilindros e 125 cv. Em relação ao modelo anterior é menos potência, no entanto o torque é maior 20,4 mkgf contra 18,5 mkgf.

Por Marcio Ferraz

Volkswagen Gol GT Concept

Volkswagen Gol GT Concept

Fotos: Divulgação


Modelo será mais potente, com 400cv, e contará com 500 unidades fabricadas, sendo uma edição limitada.

A Ford, já lançou o Focus RS no mercado, mas planeja lançar uma variante mais potente: a RS500. A expectativa do projeto é que ele possa ser apresentado até o início do próximo ano e a nova versão deve contar com vários atrativos como, por exemplo, 400 cv. Além disso, a RS500 deve ter, aproximadamente, 100 kg a menos e uma edição limitada de 500 unidades.

Uma das principais vantagens no lançamento da nova variante, é que a marca poderia se firmar como referência em hot-hatches, além de reaquecer interesse público pelo modelo do novo carro. Os detalhes do RS500 ainda são pouco conhecidos, mas já foi flagrado um protótipo em testes que foram feitos no autódromo de Nurbugring Nordschleife, em que havia várias entradas de ar no capô e, também, um aerofólio na parte traseira do protótipo.

No ano de 2010, teve o último lançamento da geração da RS500, que contava com um motor de 2,5 cilindros em linha, além de ter 350 cv e 46,8 mKgf. Entre outros detalhes da nova variante, estima-se que a RS500 deve alcançar, em média, 4,2 segundos para acelerar de 0 a 100km/h, ou seja, meio segundo a menos que o novo modelo produzido em série.

O Ford Focus RS é considerado a versão mais nervosa do hatch médio, que tem a capacidade de gerar 350cv a 6.000 rpm. Além disso, o carro tem motor de 2.3 litros de 4 cilindros, torque de 48,3 Kgfm e câmbio manual de 06 marchas. Entre outros detalhes, o Ford Focus tem intercooler maior e admissão de ar com pouca restrição.

O carro também tem uma nova tecnologia: Stall Recovery, que desliga o motor em paradas rápidas, e depois o aciona de forma automática por meio do pedal da embreagem. Outro detalhe, é que o Ford Focus RS tem sistema de vetorização de torque, que tem a finalidade de distribuir força de forma independente entre as quatro rodas. Além disso, conta com o motor EcoBoost de 2,3 litros, no qual incorpora um sistema de injeção direta de combustível, além de ter comando de válvula variável nos dois eixos e turbocompressor. Assim, o carro apresenta boas respostas em baixas rotações com um overboost potente, que pode alcançar até 6800 rpm.

Por Babi

Ford Focus RS500

Ford Focus RS500

Ford Focus RS500


Modelo elétrico chama a atenção por seu tamanho e por poder ser testado no estacionamento do shopping onde está exposto.

Inicialmente, o automóvel elétrico está sendo exposto em um shopping de Fortaleza, chamado de ZhIdou EEC L7 e-80, ele atrai a atenção das pessoas que passam pelo local pelo seu tamanho e pela possibilidade de realizar testes no mesmo. Após um rápido cadastro a pessoa pode pilotar o carro pelo estacionamento do shopping.

De acordo com o público que teve a chance de andar no minicarro elétrico, ele foi considerado um veículo bastante prático e perfeito para se locomover pela grande cidade, tornando fácil a localização de vagas e sendo útil principalmente para quem vai para o trabalho. O veículo faz parte do sistema de carros elétricos compartilhados que está em implantação na cidade.

O edital referente a este projeto já havia sido lançado desde janeiro, exigindo da empresa responsável que se implantasse no sistema apenas a utilização de carros elétricos. Além do Zidhou, a empresa também está usando o BYD e6, mais espaçoso e com capacidade de levar 5 pessoas. Os dois são importados da China e operam com placas verdes de teste, pelo fato de não serem ainda homologados no Brasil.

O engenheiro da prefeitura de Fortaleza, Sued Lacerda, que é o responsável pelo projeto explica que a fase de testes serve para demonstrar a população o projeto e para a inserção e familiarização progressiva do mesmo em relação aos modelos e a forma de funcionamento do sistema.

Boa parte da população já vê o projeto como algo bastante positivo e se mostra curiosa e interessada para acompanhar o desenrolar do projeto e adquirir mais informações no estande de exposição. O projeto já conta com 200 cadastros e com usuários satisfeitos que chamam a atenção para os maiores diferenciais do carro, que são o silêncio e a automaticidade do veículo.

Em agosto, começa segunda fase do serviço, chamada de operação assistida e que consiste na instalação de cinco estações e na disponibilização de sete carros. Visando ampliar a extensão do projeto e o suporte dado aos usuários, e que irão operar de forma completa somente em 1° de setembro com o total de 12 estações e 15 veículos Zhidou e cinco BYD.

Na prática após realizar o cadastro, o usuário através de um aplicativo destravará as portas do carro, que começará a funcionar após acionar um botão na lateral do volante. A taxa de adesão ao sistema será em torno de R$ 40,00 que serão convertidos em crédito e cobrados mensalmente.

Por Denisson Soares

ZhIdou EEC L7 e-80


Para o mercado brasileiro, a marca oferecerá apenas a versão topo de linha Titanium, com preço de venda em R$ 229.900.

A Ford lançou no Brasil o Edge, o crossover que estava sendo esperado em sua segunda geração há algum tempo, uma vez que a primeira geração desembarcou no país em 2008. Para o mercado brasileiro, a marca oferecerá apenas a versão topo de linha Titanium, com preço de venda em R$ 229.900.

Importado do Canadá, o Ford Edge Titanium chega com motor 3.5 V6  gerando 284 cv de potência, e traz novos itens de série e elementos já vistos no Ford Fusion, como o quadro de instrumentos com tela digital e comando soft touch no painel. De fábrica, o Edge oferece 8 airbags, e cintos laterais traseiros infláveis, sendo o Edge o primeiro carro a chegar no país com tal recurso.

O modelo também oferece na versão que desembarca no país tecnologias de auxílio à condução do motorista, como piloto automático adaptativo com alerta de colisão, sistema de permanência de faixa, que faz a direção vibrar quando ocorre saída de pista, câmera dianteira 180 graus, monitoramento de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, entre outras tecnologias. A chave do veículo também chega com uma tecnologia diferenciada, que permite que o consumidor limite funções do veículo em algumas situações como, por exemplo, em estacionamentos com manobristas.

Entre os itens e recursos do Ford Edge Titanium segunda geração estão a direção elétrica com assistente dinâmico de direção, borboletas no volante e câmbio automático de seis marchas. O sistema de estacionamento automático funciona em vagas paralelas e perpendiculares, e permite ao veículo fazer entrada e saída da vaga de modo autônomo.

Para quem é fã de praticidade, o modelo traz um dispositivo que abre o porta-malas automaticamente ao passar o pé sob o para-choque traseiro, que facilita ao usuário acomodar suas compras no porta-malas sem se preocupar com a abertura do porta-malas se estiver com as mãos ocupadas para abri-lo. A cereja do bolo do Ford Edge Titanium fica por conta da central multimídia Sync 2, com sistema de som Premium da Sony, tela sensível ao toque de 8 polegadas e duas telas de DVD no encosto de cabeça dianteiros, como item opcional. O teto solar panorâmico também está disponível nesta versão, acrescentando R$ 5 mil ao valor de R$ 229.900.

Por André Barbirato

Ford Edge


Após flagra nas ruas, primeiras fotos oficiais do carro são divulgadas.

O novo Porsche Panamera 2017 ainda não foi oficialmente apresentado pela montadora alemã, mas já foi visto em um posto de gasolina. A notícia do flagra se espalhou após a publicação pelo site Autojunk no dia 21 de junho, terça-feira, semana antes do lançamento oficial.

Visto por Fora

As especulações eram diversas sobre as novidades do automóvel, mas deu pra matar um pouco da ansiedade com as fotos publicadas, não foi possível ver internamente, mas o design exterior está maravilhoso.

Apesar de uma faixa adesiva preta estar cobrindo o painel traseiro, já é de conhecimento público que se trata de uma faixa de LED horizontal, que liga as lanternas, o automóvel estava como esperado, simplesmente deslumbrante.

O fabricante promete que a nova versão tem 90 quilos a menos que a anterior. Os motores podem ser nos modelos V6, V8 e uma versão híbrida do tipo plug-in.

O design do Panamera ficou ainda mais refinado que a versão anterior.

Fotos Oficiais

As fotos do flagra vazaram na internet e fizeram com que as oficiais fossem divulgadas pelo site Motor 1 e outros relacionados a veículos.

Com isso, foi possível ver que o modelo continua esportivo, mas muito mais elegante.

Apesar de o desempenho ser desconhecido, a Porsche alega que o novo clássico é o sedã mais rápido da Terra. Além disso, prometem que no interior do veículo poderemos ver um sistema multimídia com tela touchscreen de 12 polegadas.

Lançamento Oficial

Na semana anterior ao lançamento oficial, a montadora divulgou um teaser do Panamera em vídeo, na Alemanha, porém não foi possível ver nem uma parte do modelo.

Aqueles que já estão aguardando podem ter o prazer de adquirir um desses no Brasil, o valor para compra poderá ser no mínimo de R$ 529.000,00 (quinhentos e vinte e nove mil reais).

Os rumores são de que o carro é perfeito! O novo Porsche Panamera é lindo, espaçoso, estável, moderno, veloz e promete ser o novo “queridinho” dos apaixonados por carros.

O interessante é que a previsão da data para estreia mundial foi divulgada pela Porsche no dia 23 de junho, dois dias após o vazamento das fotos. Está previsto ainda para dia 28 de junho de 2016.

Caroline Silvério


Novo SUV da Renault deverá ser destaque no evento automobilístico que acontece em novembro.

A Renault apresentará ao público brasileiro seu carro chefe, o novo SUV médio/grande Kaleos. Essa apresentação já tem local e mês marcado, acontecerá em novembro no Salão do Automóvel de São Paulo. O Salão do Automóvel se tornou o maior evento automobilístico da América Latina e quarto maior do mundo mostrando-se muito importante para a economia do pais.

O Kaleos está em sua segunda geração e chega com novo visual, sua primeira versão foi vista no pais a partir de 2013, agora em sua nova versão ele tem 4,67 metros de comprimento e 2,17 metros de entre-eixos e 21 cm de altura do solo. O condutor poderá abastecer o veículo com gasolina e seu motor será de 2.5 com 175 cv, que leva o crossover de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos e a velocidade máxima é de 185 km/h, não esquecendo que o Kaleos ainda conta com tração 4×4. Sua transmissão CVT possui 6 marchas. Falando sobre o interior do veículo, pode se dizer que ele é super espaçoso, acomodando facilmente cinco adultos e seu porta-malas conta com 624 litros.

A nova versão do utilitário foi apresentada mundialmente na última edição do Salão de Pequim, os seus faróis parecem ter uma forma de "C" em led e ele também conta com lanternas horizontais e vem com visual moderno e cheio de cromados. Seus possíveis rivais em matéria de tecnologia ou Chassis são o Audi Q5, Volkswagem Touareg, Ford Edge, Kia Sorento, Chevrolet Trailblazer, Toyota SW4 e Hyundai Santa Fé.

Ainda não se sabe o valor exato que o Kaleos vai custar, porém, acredita-se que o mesmo deve varia entre R$ 120.000 e R$ 180,000.

Sobre a Renault

A Renault é uma das maiores montadoras do pais e além de produzir milhares de veículos, conta com o apoio de mais de 300 concessionárias que estão espalhadas por todo Brasil, além de ser uma empresa que preocupada com o meio ambiente.

Portanto, se você deseja ver bem de perto o novo Renault Kaleos, garanta sua presença no Salão do Automóvel de São Paulo!

Vanessa Barbosa de Souza


Primeiro SUV da marca chega ao Brasil custando a partir de R$ 309 mil.

Mesmo diante do cenário de crise no mercado econômico brasileiro, as empresas do setor automotivo estão buscando diversas alternativas para espantar a má fase, sendo que uma delas é o lançamento de novos modelos ou modelos reestilizados. É nessa perspectiva que nesta última terça-feira, dia 31 de maio de 2016, a grande e renomada Jaguar fez o lançamento oficial, no Brasil, do primeiro veículo SUV da marca. Este novo veículo da Jaguar foi batizado com o nome de F-Pace e chega ao mercado nacional disponível em três versões e com preços fixados a partir de R$ 309.300. As versões do F-Pace  são a de abertura denominada Prestige, a intermediária R-Sport e a topo de linha S, sendo que respectivamente estas custaram R$ 309.300, R$ 360.500 e R$ 405.900.

O F-Pace teve a sua estreia mundial no Salão de Frankfurt, na edição realizada no ano de 2015, sendo que na ocasião o veículo estreou com grande estilo inclusive com uma apresentação de looping para que o veículo entrasse no Guiness, para conquistar este objetivo o veículo realizou um giro em uma grande estrutura que continha 19 metros de altura.

Com relação aos propulsores que serão disponibilizados neste veículo, no total essa grande novidade da Jaguar chegará ao mercado com três opções, sendo o 2.0 movido à diesel e capaz de produzir uma potência máxima de 180 cavalos e outras duas opções movidas à gasolina, as quais possuem a configuração V6 3.0 e conseguem produzir as potências máximas de 340 e 380 cavalos. Vale ressaltar que todas essas versões de motorizações do F-Pace são disponibilizadas com um câmbio automático de 8 marchas e tração nas quatro rodas.

Na parte interna, o veículo vem com uma central de multimídia com tela de 10,2 polegadas, que trabalha com o sistema chamado In Control Touch Pro. Essa central é dotada de um processador de quatro núcleos, o qual suporta a conexão simultânea de até oito aparelhos via Wi-Fi.

Conforme os dados repassados pela fabricante, a carroceria do F-Pace teve 80% da sua constituição feita em alumínio, fator este que fez com que o peso final do veículo ficasse em 1.655 Kg. Esse novo Crossover da Jaguar possui um comprimento de 4,73m e um entre-eixos de 2,87m, já o porta-malas dele é de excelentes 650 litros.

Por Adriano Oliveira


Confira aqui as principais novidades no Nissan Sentra 2017.

A fim de conseguir melhores resultado de vendas no setor dos sedãs médios aqui no Brasil, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Nissan fez o lançamento da linha 2017 do Sentra. Nessa nova edição o modelo passou por uma reformulação em que novos equipamentos de série foram inseridos.

O Nissan Sentra versão 2017 chega ao mercado com a mesma motorização, ou seja, o antigo propulsor 2.0 flex com capacidade de produzir 140 cavalos de potência e um torque de 20,3 Kgfm a 4.800 rpm, propulsor este que continua também trabalhando em conjunto com o câmbio do modelo CVT. Nessa nova linha 2017 do Sentra, a Nissan parou de fabricar a versão de entrada do veículo, a S, com o câmbio manual de seis velocidades. Segundo as expectativas da empresa, a versão do veículo que deve ser mais vendida por aqui será a intermediária, denominada SV.

Na versão 2017 o Nissan Sentra que chegará ao mercado nacional virá importado do México e chegará com para-choques redesenhados, inclusive com entradas de ar maiores, além de contar com nova grade frontal em formato de V e novos faróis com a presença de LEDs para condução diurna.

No interior do veículo, as novidades ficaram por conta de novos detalhes confeccionados naquele plástico preto brilhante chamado black piano, bem como com a presença de novos grafismos que foram inseridos no painel de controle. O volante do veículo também passou por uma atualização.

Com relação aos itens de série, nas versões anteriores o Sentra só disponibilizava a tecnologia de controles de estabilidade e tração em suas configurações intermediárias, porém, nessa nova linha o item já é ofertado de série, além disso, o veículo possui central multimídia com visor de cinco polegadas sensível ao toque, retrovisor fotocrômico, faróis com sistema de acendimento automático e sensor de estacionamento traseiro.

Algumas mudanças feitas nessa nova linha do Sentra 2017 são facilmente percebidas logo que se entra no veículo, tais como acabamento interno feito com materiais mais suaves ao toque, volante com revestimento feito em couro e com a presença de botões de comando para a central de multimídia, bem como do piloto automático.

No geral, essa nova geração do Sentra chega como um veículo totalmente reformulado, haja vista que a cabine interna possui um bom nível de conforto e um isolamento acústico ainda mais eficiente.

Por Adriano Oliveira


Modelo chega ao país com novo motor e custa cerca de R$ 125 mil.

Apesar do cenário de crise que está assolando a economia brasileira, várias fabricantes de veículos automotores estão apostando as suas fichas no mercado brasileiro e uma dessas empresas é a Audi, que já está comercializado, desde o início do ano aqui no país, o A1 Sportback reestilizado. Este veículo, após a reestilização, chegou ao mercado com algumas modificações discretas no seu visual, modificações estas que fizeram com que ele ficasse ainda mais parecido com seu irmão de médio porte, o Audi A3.

Além de novos faróis e lanternas que ganharam um novo desenho e passaram a ter iluminação de LED, este modelo compacto da Audi traz como principal novidade nessa nova versão o propulsor 1.8 TFSI (somente na versão Ambition, que é a topo do modelo e custa a partir de R$ 124.990), enquanto a variante de entrada do modelo, a Attraction, está sendo disponibilizada com o mesmo propulsor 1.4 TFSI, que foi recalibrado e ganhou 3 cavalos a mais na potência, passando a produzir uma potência máxima de 125 cavalos. A versão Attraction está sendo comercializada por R$ 106.990.

Indo na contramão de todas as tendências do mercado automobilístico, a versão Sportback Ambition não trouxe consigo um propulsor de menor porte, nem tão pouco repleto de tecnologias inovadoras, haja vista que a versão mais potente do veículo à venda aqui no Brasil está sendo disponibilizada, a fabricante resolveu substituir o propulsor de 1.4 litro (sobrealimentado com compressor mecânico e turbo, que era capaz de gerar uma potência máxima de 185 cavalos) pelo 1.8 litros turbo (que possui a capacidade de produzir uma potência de 192 cavalos), porém, ambos entregam ao veículo um torque de 25,5 Kgfm.

O principal fator positivo com relação a essa troca de motor feita pela Audi é o fato de que o o propulsor 1.8 TFSI, além de possui maior capacidade cúbica, é dotado de duplo sistema de injeção de combustível, os quais funcionam conforme a necessidade de torque.

O Audi A1 Sportback é uma grande opção para aqueles que desejam se divertir ao volante de um veículo hot hatch bastante estilosinho, porém, o único fator que faz com que o veículo seja uma opção para poucos é o seu valor, que é de R$ 125 mil.

Por Adriano Oliveira


Modelo ganhou novos motores mas manteve o design antigo.

O Toyota Etios a mais de três anos foi o primeiro modelo compacto a ser vendido no mercado brasileiro pela marca japonesa. Devido a qualidade que a montadora emprega em seus veículos, os consumidores aguardavam ansiosamente este modelo, porém, ele não agradou como se esperava, pelo fato de possuir um visual polêmico e na parte interna o painel de instrumentos ser centralizado, com isso teve uma queda diante de seus concorrentes. Agora vem aí o Etios 2017, mas com poucas novidades.

Em um evento ocorrido recentemente, executivos da marca informaram que o modelo 2017 do Toyota Etios irá sofrer algumas mudanças, ganhando assim novos motores com mais potência e eficiência, além de serem econômicos de 1300 e 1500 cilindradas.

A Toyota disse que apresentaria outras novidades para o Etios 2017, como novo design e alterações na parte interna do veículo, porém, isso não ocorreu, a montadora não inovou no desenho, que se manteve o mesmo. No final das contas, as novidades ficaram por conta somente pelo quadro de instrumentos no painel central (que foi trocado por uma tela digital de TFT 4,2 polegadas), pelos novos motores e pela transmissão automática.

Hoje o modelo é vendido no mercado brasileiros nas seguintes versões: X 1.3, XLS 1.5, XS 1.5, sedan XS 1.5, sedan X 1.5, sedan XLS 1.5, Cross 1.5 e sedan Platinum 1.5. O modelo mais básico tem seu preço iniciando em R$ 43.990 na versão de entrada, já na versão topo de linha o valor chega a R$ 60.295.

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, mais conhecido como Inmetro é um instituto que realiza avaliações com boa parte dos carros que são comercializados em território brasileiro e como de praxe, não deixou esse modelo de fora e também fez o mesmo procedimento com o consumo de combustível do novo Toyota Etios, avaliando o mesmo nas rodagens em estrada e também na cidade. Abaixo é possível conferir as médias de consumo em ambos os locais, utilizando gasolina e também álcool.

  • Motor 1300 cc – 12,7 km/l com gasolina e 8,7 Km/l com álcool.
  • Motor 1500 cc –12,9 Km/l com gasolina e 8,9 Km/l com álcool.

É possível observar que o motor mais forte é um pouco mais econômico. O motor 1.3 gera 98 cavalos de potência e o 1.5 gera 107 cavalos, ambos com etanol.

Preços do Novo Etios 2017:

Os seguintes preços estão atualizados e incluem versões com câmbio automático.

  • X 1.3: R$ 43.990
  • X 1.3 AT: R$ 47.490
  • XS 1.5: R$ 48.995
  • X 1.5 Sedan: R$ 48.495
  • XS 1.5 AT: R$ 52.495
  • XLS 1.5: R$ 53.895
  • XLS 1.5 AT: R$ 57.395
  • Cross 1.5: R$ 57.395
  • Cross 1.5 AT: R$ 60.895
  • XS 1.5 AT Sedan: R$ 55.195
  • XS 1.5 Sedan: R$ 51.695
  • X 1.5 AT Sedan: R$ 51.995

FILIPE R SILVA


Picape ganhou novos equipamentos de primeira e preço deve subir.

A nova Chevrolet S10 chega ao mercado nacional em maio com visual completamente remodelado, dos pneus ao capô. Não é um novo lançamento, visto que a atual ainda está ativa no mercado desde 2012. A apresentação do modelo será na Agrishow, em Ribeirão Preto, São Paulo.

De cara já se pode perceber que as mudanças não ficaram só no Facelift. A nova dianteira da S10 teve como inspiração o Chevy Colorado (a irmã S10 vendida nos Estados Unidos).

A grade horizontal recebeu faróis integrados e a câmera de ré vem associada à maçaneta. Além do novo visual e um painel inteiramente remodelado por dentro, a GM deu uma repaginada em outras áreas da caçamba.

A montadora fez a substituição dos coxins do motor, para dar uma reduzida no barulho interno e trocou as molduras das portas. Para garantir uma direção mais suave, no lugar da hidráulica surgiu um sistema de suspensão elétrica.

Na parte traseira não haverá muitas mudanças, as lanternas da picape devem receber luzes de LED, a depender da versão.

Em sua nova versão a nova picape substituiu o motor 2.4 e será vendida apenas com motores 2.8 Turbo Diesel (200cv).

Na linha 2017 a S10 reestilizada virá com as inéditas cores ‘azul odd blue eyes’ e ‘preto ouro negro’, juntando-se as quatro já existentes no mercado.

O painel da nova picape S10 é outro item que merece destaque, ganhou materiais mais leves e suaves ao toque (Soft Touch), trazendo maior economia e comodidade. No quadro de instrumentos é possível inserir um computador de bordo dos mais modernos, contendo diversas informações sobre o modo de navegar, velocímetro digital, entre outros.

A picape conta ainda com o multimídia MyLink com GPS, o sistema tem tela de alta resolução e novas funções como Android Auto e Apple CarPlay. Possui também sistema OnStar, que alerta o motorista para desviar de faixa e também alerta em caso de colisão frontal, que é de muita utilidade no dia a dia. Através deste sistema, o motorista estabelece a que distância encontra-se do motorista da frente. Luzes vermelhas poderão acender para dar o alerta bem como um auto-falante soar na picape.

Por Ruth Galvão


Modelo será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo e deverá ser lançado no país ainda este ano.

A Hyundai, nos últimos anos, ganhou um espaço considerável no mercado brasileiro. Atualmente, muitos de seus veículos já se tornaram sonhou de consumo de muitos que aqui habitam. HB20, Azera, Santa Fé e Vera Cruz engrossam a listam de modelos que, além de bonitos, apresentam várias vantagens em relação à mecânica e conforto, além de principalmente o custo benefício.

Mas o que nos últimos dias vem chamando atenção dos apaixonado por carros é o fato de a Hyundai trazer para o Brasil a ix25, o SUV compacto da marca.

O fato foi anunciado durante a cerimônia de lançamento da HB20 com motor turbo 1.0, em que grandes executivos da marca anunciaram a entrada do SUV no mercado brasileiro ainda neste ano.

Pelas expectativas, a ix25 deve ser apresentado no Salão de São Paulo, no mês de novembro deste ano, contudo, deve começar a ser vendido apenas um mês depois.

Para os conhecedores de carros, muitos podem se questionar. Por que um ix25 sendo que no mercado brasileiro há o ix35, que de certa forma apresenta um sucesso razoável da marca? Pois bem, o ix25 apresenta menores dimensões, não atoa, é um SUV compacto. A tendência é que o ix25 chegue ao mercado brasileiro para competir com o HRV, a Ecosport e o Jeep Renegade.

O veículo atualmente possui grande produção na China, Índia, Argentina e Uruguai. Porém, há a expectativa de que o ix25 seja produzido na fábrica de Piracicaba (SP).

O compacto será composto de um motor 1.6 de 128 cavalos, que atualmente compõe o HB20. O veículo deve ter duas opções de transmissão: manual e automática, porém, sempre com seis marchas.

Segundo executivos, a fábrica da Hyundai de Piracicaba possui a capacidade de produção de 170 mil unidades por ano. Além disso, apresenta pequena ociosidade.

Apesar de ser mostrado apenas em novembro de 2016, no Salão de Automóveis de São Paulo, o ix25 já foi flagrado por pelo menos duas vezes na região de Piracicaba, sobre camuflagem e em fase de testes.

Sem dúvidas, o modelo tende a entrar de forma competitiva no mercado brasileiro, pois a Hyundai já possui grande espaço no mercado do Brasil.

Raquel Alice Moreira


Veículo custará a partir de R$ 99 mil e contará com 6 versões.

Após ter passado por uma repaginação, a Ranger é uma das caminhonetes mais bonitas existentes no mercado brasileiro. E é neste contexto que a grande e renomada fabricante de veículos automotores Ford, após ter feito a antecipação das novidades da versão topo de linha da Nova Ranger, fez a apresentação oficial do veículo. A caminhonete chegará ao mercado com um visual renovado e terá como versão de entrada o modelo XLS, equipado com um propulsor 2.5 Flex, o qual trabalhará em conjunto com um câmbio manual de cinco velocidades, essa versão será comercializada aqui no mercado nacional por R$ 99.500.

Este novo motor 2.5 Flex foi batizado pela fabricante com o nome de Duratec e consegue produzir uma potência máxima de 173 cavalos quando utilizado com álcool e de 168 cavalos quando utilizado com gasolina, além de um torque de 24,5 e 23,8 respectivamente.

O veículo virá dotado de um sistema eletrônico de partida chamado Ford Easy Start, o qual dispensa o uso do ultrapassado tanquinho auxiliar de gasolina. Já para os que preferem o modelo movido à Diesel, as opções são os propulsores 2.2 (capaz de produzir uma potência máxima de 160 cavalos e um torque de 38,7 Kgfm, que trabalha em conjunto com um câmbio manual de seis velocidades) e 3.2 TDCi (dotado de cinco cilindros, que é capaz de produzir uma potência máxima de 200 cavalos e um torque de 47 Kgfm, sendo que este já trabalha em conjunto com uma transmissão automática de seis marchas).

A Ford, além de ter repaginado o visual dessa caminhonete, investiu significativamente no pacote tecnológico do modelo, sendo que cada versão vem com pacotes bastante recheados.

Veja abaixo os modelos e os seus respectivos valores:

  • Ranger 2.5 Flex XLS MT 4X2: R$ 99.500
  • Ranger 2.5 Flex XLT MT 4X2: R$ 109.500
  • Ranger 2.2 Diesel XLS MT 4X4: R$ 129.900
  • Ranger 2.2 Diesel XLS AT 4X4: R$ 142.900
  • Ranger 3.2 Diesel XLT AT 4X4: R$ 166.900
  • Ranger 3.2 Diesel Limited AT 4X4: R$ 179.000

Outra novidade trazida pela Ranger 2017 e que com certeza irá agradar muitos consumidores será o aumento do prazo de garantia do modelo, que passou a ser de cinco anos sem limitação de quilometragem para pessoas físicas. O plano de manutenção do modelo, além de ter preços fixos, tem a previsão da realização de uma revisão anual ou 10.000 Km no decorrer dos três primeiros anos de utilização.

Por Adriano Oliveira


Modelo custará cerca de R$ 48 mil e terá opção de motor 1.2, que é considerado pela montadora como o mais econômico do Brasil.

A marca automotiva da Peugeot, francesa em sua essência e que nos últimos anos vem conquistando o coração do brasileiros, promete ainda no mês próximo trazer ao mercado o seu novo automotor: o Novo Peugeot 208. O carro foi lançado no Brasil no ano de 2013 e, de certa forma, fez um certo sucesso. Pensando nisso e principalmente na concorrência das outras montadoras, que rotineiramente vêm atualizando seus modelos, a Peugeot decidiu realizar mudanças em seu hatch compacto.

Além de pequenas mudanças na grade frontal e nos faróis e lanternas, o modelo passará a oferecer duas novas opções de motor. A primeira delas apresenta 1,2 litros de cilindrada, três cilindros, 12 válvulas e, além disso, conta tecnologia flex. Esse conjunto da obra rende cerca de 90 cv de cilindradas ao Peugeot 208. A montadora promete ser o motor mais econômico do Brasil. Segundo informações, esse motor renderá cerca de 15 km/l na cidade e 16,9 km/l no interior.

Contudo, o formato mais econômico do Peugeot 208 custa R$ 48.190,00 e dispões do motor 1.5 de 8v flex e possui um pouco mais de cv que o motor mais simples, cerca de 93 cv.

Para aqueles que acharam o motor fraco, é interessante saber que na Europa o Peugeot 208 conta com variações de motor que vão até 130 cv.

Além disso, o Peugeot 208 que chegará ao Brasil contará com uma opção mais potente que a versão econômica. O motor contará com 122 cv e será considerado como a versão topo de linha do modelo.

Baseado nas análises produzidas, o Peugeot 208 parece uma pedida, tanto para os que utilizam o carro durante a semana, haja vista o seu consumo médio de 15 km/l, quanto para os que gostam de “pegar estrada” nos feriados e finais de semana, levando-se em consideração o consumo médio de 16,9 km/l. Contudo, é importante saber que essas especificações dizem respeito ao modelo mais básico do Peugeot 208.

O preço médio do Peugeot 208 se apresenta compatível com o mercado brasileiro, atualmente. Sendo assim, para os que gostam de um hatch compacto, o Peugeot 208 tende a agradar a gregos e troianos.

Raquel Alice Moreira


Volkswagen revelou que lançará o novo modelo do Santana no Brasil em 2017.

Quando todos os apreciadores de automóveis já haviam desacreditado deste lançamento, a montadora alemã Volkswagen tomou a decisão de reaver o projeto do Novo VW Santana, modelo esse que está previsto para chegar em território brasileiro no ano de 2017.

É válido lembrar também do grande alvoroço que teve o mercado automotivo no momento em que Volkswagen anunciou que lançaria o novo Santana nos anos de 2014 e 2015. Contudo por motivos que não foram divulgados, a empresa decidiu deixar o projeto de lado. Naquele momento a informação acabou sendo frustrante para diversos consumidores que pretendiam adquirir o sedan a ser relançado. Porém, agora, está claro que a VW está determinada em seguir com o projeto.

Como já foi informado acima, a empresa germânica pretende lançar o novo Santana aqui no Brasil em 2017 e será posicionado no segmento dos sedans médios. O veículo será comercializado no valor aproximado de R$ 58 mil na versão mais completa. O mercado desta categoria está bem movimentado e tem como seus principais concorrentes o Honda City, Ford Fiesta Sedan, Nissan Versa, Renault Logan, Fiat Grand Siena e também o Chevrolet Cobalt.

Já é possível encontrar na internet, diversas fotos do Novo Volkswagen Santana, porém é o modelo que foi lançado na China. Este é fabricado sobre a plataforma PQ-35, esta é a mesma utilizada no Jetta, porém conta com dimensões um pouco menores.

Tratando da parte mecânica do veículo, o Volkswagen Santana 2017 terá motores 1.4L TSI, o qual é vendido na China e também o 1.6L MSI. Esses propulsores, no mercado brasileiro será bi combustível. Além dessas duas variantes, o veículo em sua versão nacional também deverá ser equipado com um motor 1.0L TSI Flex, que gera até 105 cavalos de potência, isto é, o mesmo utilizado no VW Up! TSI.

O Volkswagen Santana apesar de ter tido ótimos momentos nas suas gerações passadas, foi considerado um veículo que gastava muito combustível, isso fez com que muitos consumidores não tivessem o desejo de adquiri-lo. Apesar disso, alcançou bons números de vendas, pois caiu no gosto dos taxistas, tendo assim um aumento significativo na sua comercialização.

Por Filipe Silva

Volkswagen Santana

Foto: Divulgação


Veículo chega com mudanças em seu design e custa a partir de R$ 164 mil.

A Hyundai divulgou o lançamento da sua nova linha automotiva: a Santa Fe. O SUV pode ser comprado com preço promocional de R$ 164,9 mil, na versão para 5 lugares. Além disso, também tem a versão de 7 lugares com retoques visuais e novo acabamento no interior do carro. Uma das principais mudanças na nova linha é a dianteira, com os novos para-choques, grade frontal, farol, além da presença das rodas aro 18” em liga leve, que é oferecida como item de série.

Outra novidade é que a linha Santa Fe ganhou um porta-objeto, que está situado na parte superior do painel. Além disso, o console de teto também foi redesenhado.

A nova linha da Hyundai ainda contempla sistema de assistência na partida em subida e controle de frenagem na descida. Todas as versões possuem ainda um sistema de gerenciamento eletrônico de estabilidade, para auxiliar na segurança, que é o VSM.

O motor da linha da Santa Fe é o 3.3 V6 de 270 cv e 32,4 Kgfm de torque. Além disso, também é oferecido como opcional tração integral ativa (AWD) e TVCC. Além desta novidade, a marca também já está trabalhando na nova linha do HB20 2017. Os rumores é que os novos carros ganharão mudanças nos acabamentos e nos equipamentos tecnológicos. Não são esperadas muitas novidades, uma vez que que a última versão teve muitas mudanças.

Uma das expectativas para a versão de 2017, por exemplo, é o motor de 1.0 3 cilindros, que está sendo desenvolvido na Coreia do Sul, no centro de pesquisa da Hyundai-Kia. Ainda não se sabe a potência do motor e nem quando ele vai chegar ao Brasil, mas na Europa ele surgiu com potência de 120 cavalos e 17,5 mkgf de torque, que resulta em uma economia que pode chegar até 15% se for comparado com o atual, que é de 1.0.

Além disso, os rumores é que o HB20 2017 vai contar com porta-malas de 450 litros e capacidade para suportar até 50 litros de combustível. Em relação ao câmbio, o esperado é que tenha um modelo automático com 6 velocidades, que vai proporcionar leveza e suavidade para a direção.

O que achou das novidades? Comente!

Por Babi


Novo veículo tem autonomia para 750 km e está sendo vendido no Japão por US$ 67 mil.

A fim de atrair novos clientes e ao mesmo tempo mantendo a preocupação com as questões ambientais, a indústria automobilística sempre busca novas alternativas de combustíveis para inserir nos mais diversos modelos de veículo no mundo. A grande e renomada fabricante de veículos automotores Honda deu mais um grande e importante passo no quesito inovação, haja vista que a marca fez o anúncio oficial a respeito do início da comercialização, no Japão, do seu sedã propulsionado por hidrogênio. Este veículo foi batizado com o nome de Clarity Fuel Cell.

O propulsor do Clarity Fuel terá uma potência de 130 kW, valor este que convertido representaria aproximadamente 176 cavalos. A energia deste veículo é gerada por meio da transformação do hidrogênio em eletricidade. De acordo com os dados estatísticos divulgados pela fabricante, o tanque de hidrogênio de alta pressão do Clarity Fuel tem a capacidade de proporcionar ao veículo uma autonomia de incríveis 750 quilômetros. Contudo, o destaque dessa nova aposta da Honda não fica só por conta da excelente autonomia (a qual supera o modelo anterior em 30%), pois o modelo possui ainda um pacote tecnológico bastante recheado com a presença de vários sistemas de segurança, tais como o de alerta de colisão frontal, o de reconhecimento de sinalização e placa de trânsito, o auxiliar para transposição de faixas e o de frenagem automática de emergência.

A parte dianteira deste veículo chama muito a atenção, pois os faróis são compostos por um conjunto de nove projetores de LED cada.

E falando em inovação, o sistema chamado Power Exporter 9000 tem a capacidade de funcionar como um gerador elétrico externo, o qual conforme a necessidade do proprietário pode até mesmo ser acoplado no veículo e fazer a conversão da energia elétrica do carro em corrente elétrica do tipo convencional, o mais interessante é o fato de que esta corrente gerada tem capacidade de manter uma residência de médio porte por um prazo de até seis dias. Para quem ficou animado, este sistema tem o valor de aquisição de US$ 10 mil, ou seja, cerca de R$ 36 mil.

Apesar de estar sendo lançado no mercado japonês, o veículo poderá ser comercializado, segundo as estimativas da Honda, nas concessionárias dos Estados Unidos, bem como na Europa ainda neste ano de 2016. Neste primeiro momento, o veículo está sendo comercializado no Japão e somente para órgãos e empresas estatais pelo preço de US$ 67.800, ou seja, aproximadamente R$ 245 mil.

Por Adriano Oliveira


Preços dos modelos são os seguintes: R$ 70.180 (Weekend), R$ 70.380 (Idea) e R$ 84.370 (Doblò).

Primeiro foi a vez da picape Fiat Strada, agora chegou a hora do Idea, Doblò e do Weekend ganharem a série especial Adventure Extreme. O principal destaque presente nessa série é o pacote composto pela central multimídia que agrega a câmera de ré.

Preços iniciais:

Já sobre os preços a informação da montadora é de que irão começar nas seguintes cifras: R$ 70.180 para o Weekend, R$ 70.380 para o Idea e R$ 84.370 para o Doblò.

Os destaques:

Inicialmente citamos que o principal destaque da série é a central multimídia. Pois bem, vejamos o que ela possui:

A tela é sensível ao toque e conta com 6,2 polegadas, USB, CD Player, rádio, Câmera de ré, Bluetooth, GPS, TV digital e entrada auxiliar.

Além do equipamento apontado a série especial Adventure Extreme também disponibiliza rodas de liga-leve. Vale chamar a atenção para os detalhes exclusivos que estarão presentes na grade dianteira e na moldura de para choques. O consumidor terá também a opção de escolher a cor inédita destinada para os modelos, o branco Kalahari.

E para quem pensa que as novidades param por aí ainda tem mais. A montadora fez questão de oferecer para cada modelo um “tipo” de pacote diferenciado em relação aos equipamentos disponibilizados.

Como exemplo, temos o Weekend Adventure Extreme que traz rodas de liga leve 16”, protetor de soleira escurecido e pintura exclusiva.

No caso do Idea vamos identificar no pacote de equipamentos a rede porta-objetos presente no porta malas, o sensor de estacionamento e os vidros elétricos traseiros.

Por fim, o Doblò Adventure irá oferecer entre outros itens sobre tapetes exclusivos e rodas de liga leve 16”.

De acordo com informações divulgadas pela própria fabricante os itens apresentados nos pacotes irão representar até 22% no que diz respeito à economia. Isso se for considerado uma configuração básica com todos os opcionais disponibilizados presentes no carro.

Ainda assim, com a tal economia, os preços ainda não serão competitivos se comparados com os concorrentes. Em alguns casos poderão até mesmo se nivelar.

Por fim, a Fiat equipará todos com o já conhecido 1.8 Flex de 16V. O câmbio será manual e contará com cinco marchas, ainda assim haverá a opção do cliente decidir pelo Dualogic automatizado.

Por Denisson Soares

Fiat Doblo e Idea Adventure

Fiat Weekend Adventure

Fotos: Divulgação


Preço inicial do modelo é de R$ 166.950.

O BMW X1 está sendo lançado no Brasil com fabricação nacional, mas se engana quem espera um preço mais acessível do que o importado. A diferença está no modelo. Ele chegará numa versão SUV e com tecnologia biocombustível. O valor inicial continua na faixa de R$ 166.950.

Nessa nova configuração, ele ganhou 5,3 cm de altura e 2,3 cm de largura. A posição de dirigir ganhou 4 cm, ficando com mais cara de utilitário. A mala, que antes era de 420 litros, agora é de 505 litros; com os bancos rebatidos, pode chegar a até 1,505 litros.

A versão de entrada é a seguinte: seis airbags, faróis de LED, controle de tração e estabilidade, sistema smart-stop, modo de condução econômica, bancos revestidos em couro, borboletas atrás do volante para trocas manuais, tela de 6,5 polegadas na central multimídia, limpador de para-brisas com ativação automática, sensor traseiro para estacionamento, com 18 polegadas nas rodas de liga leve e serviço de concierge.

Além desses atributos, a versão intermediária vem com teto solar panorâmico, bancos com regulagem elétrica, fechamento eletrônico no porta-malas e retrovisores rebatíveis elétricos.

A versão top vem com rodas de aro 19, sistema de som HD e assentos esportivos com revestimento de couro preto exclusivo.

Os três modelos vêm um motor 2.0 turbo flex, de 4 cilindros, de até 192 cavalos e 28,6 kgfm nas versões de entrada e intermediária. Na versão top, o motor é de 234 cavalos e 35,7kgfm; câmbio automático de 8 marchas. As duas primeiras versões vêm com tração dianteira, enquanto a versão top tem tração total.

O modelo está disponível em cinco cores. As duas sólidas vêm nas cores preto e branco, enquanto nas versões metálicas estão o preto, prata e cinza.

O aumento é de quase R$ 30 mil em relação ao modelo anterior. Segundo a própria BMX, a ideia é que seja lançado outro modelo com uma faixa de preço menor, que custará a partir de R$ 140.000. Este modelo seria uma versão com motor 1.5 flex.

O BMW X1 entra no mercado para concorrer com modelos de 3 montadoras: O Land Rover Range, o Audi Q3 e o Mercedez-Benz Gla250. Todos com preços superiores ao BMW. O primeiro começa na faixa de R$ 223.900, o segundo, R$ 203.990 e o terceiro, R$ 208.900

Por Fabricio Yassuo

BMW X1 nacional

BMW X1 nacional

Fotos: Divulgação


Falha referente à potência e à segurança dos modelos está no módulo de ignição.

Mais de cinco mil carros foram convocados para correções pelo grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) – detentor das três marcas. Os ajustes a serem feitos servem para prevenir problemas em potência e segurança.

Os modelos da Chrysler são Town & Country de 2008 a 2010 e 300C 2008. Os Jeep são o Grand Cherokee dos anos de 2005 a 2008 e o Commander entre 2006 e 2007. O Dodge tem recall a fazer apenas nos Dodge Journey 2009 e 2010. Os chassis convocados estão entre 1J8HC58N75Y538722 e 2A4PS6D19AR332874, mas não são de forma sequencial. Os cinco modelos somam, como anunciou a própria FCA, exatamente 5.189 veículos.

O defeito referente à potência e à segurança está no módulo de ignição. Segundo o grupo, isso pode fazer com que a chave gire involuntariamente com o carro em movimento. O incidente causará queda de potência. De forma mais grave, fará com que a direção elétrica e os freios parem de funcionar. Em relação apenas à segurança, outro defeito de fabricação – conforme a empresa – pode causar o não funcionamento do airbags de todo o carro em caso de impacto.

Três telefones estão disponibilizados para o agendamento de recall ou para sanar dúvidas de inclusão ou não na chamada. Os clientes Dodge que necessitarem de informação devem ligar para 0800-730-7140. Para proprietários de Jeep, o número é 0800-703-7150. E, para donos de Chrysler, o telefone é 0800-730-7130.

A primeira irregularidade pode influenciar no acontecimento de acidentes. E ambas podem potencializar danos materiais e físicos em um possível impacto e até a levar à morte mais especificamente no caso dos airbags.

O FCA já realizou mais de cinco recalls apenas no Brasil em 2015.

Ao todo, até o momento, 2.709.954 de carros já foram chamados para a realização de correções de defeitos de fábrica no país neste ano por várias montadoras. Antes mesmo de ser encerrado, 2015 já detém o recorde de recalls em toda a história do setor automobilístico no Brasil.

Por Bruno Klein


Nova geração terá preços a partir de R$ 114.860, e contará com um visual mais moderno e despojado.

Certamente a Toyota Hylux deve ter esgotado os seus estoques. O veículo estava sendo encontrado com abatimentos de mais de R$ 16 mil de desconto e teve alto fluxo de movimentação de compradores querendo correr para fazer um bom negócio. O motivo? É que estava por vir a nova geração, totalmente reformulada, trazendo versões para agradar diversos estilos. Quem não se importou em obter um modelo antigo teve a oportunidade de fazer um grande negócio.

Para quem preferiu esperar, a chegada da nova geração da Toyota Hilux 2016 após expectativas já tem data marcada para vir ao Brasil. O modelo foi confirmado nesta quinta-feira, dia 05, e tem previsão de apresentação no dia 17 de novembro, com lançamento para consumo até dezembro deste ano.

A picape Toyota teve sua origem em 1968 e encontra-se hoje em sua 8ª geração.

O novo modelo teve sua primeira apresentação na Tailândia no início deste ano e vem para o Brasil através de importação, da Argentina, onde será produzida. Terá 5 versões e o preço será a partir de R$ 114.860.

A picape terá visual mais moderno e despojado, com mais cara de carro de passeio, será maior e mais larga, na parte interna terá mais espaço e visual mais elegante na cor preta, luzes diurnas de LED, os faróis, para-lamas e acessórios da dianteira e da traseira que antes eram arredondados, agora vem apresentando contornos achatados.  A Toyota garante que o veículo terá mais dirigibilidade e conforto, suspensão renovada, novo conjunto mecânico e dará mais segurança. Terá uma versão com chassi-cabine, apenas voltada para empresas que será vendido por encomenda.

A versão fabricada na Tailândia foi avaliada com 5 estrelas na proteção para adultos e 4 estrelas para crianças.

O site www.toyota.com.br/hilux-2016  traz informações sobre o produto, e vem com contagem regressiva para a sua chegada.

Por Lilian de Oliveira

Toyota Hilux 2016


Valor de venda sugerido do novo modelo é de R$ 53.850,00.

O Sandero Rip Curl, modelo bem conhecido da Renault, voltou a ser comercializado. O veículo teve preço médio sugerido de R$ 53.850,00, valor que será vendido no Brasil. O modelo foi baseado no Stepway e, como já era previsto, terá somente novidades estéticas com um acabamento diferente.

A nova versão conta com maçanetas cromadas no interior do veículo, rodas de liga-leve de 16 polegadas na cor preta e molduras nos retrovisores em cinza inox. Além disso, o Sandero Rip Curl possui GPS integrado ao painel e o sistema multimídia Media NAV com uma tela de 7 polegadas, travas elétricas e vidros, ar-condicionado e direção hidráulica.

O sistema Media NAV permite um fácil acesso às principais funcionalidades como navegar em mapas, utilizar o GPS, verificação de atualização nas redes sociais, muitas opções de rádio, dicas de restaurantes próximos, entre outras.

O GPS tem o serviço de atualização do trânsito simultânea através de ondas de rádio, dispensando, dessa forma, a necessidade de acesso à internet para captar as informações.

Com relação a parte mecânica, o veículo tem o mesmo conjunto do Sandero Stepway, ou seja, um motor de 4 cilindros e 1.6 flex que oferece 98 cv quando é abastecido com gasolina e 106 cv se o tanque for preenchido com etanol. Cabe informar que a transmissão é manual e de cinco velocidades.

A versão apresentada não possui alternativa de revestimento em couro para os bancos.

Vale ressaltar que a Renault já firmou parceria com outras marcas de roupas ligadas ao surfe para fazer outra versão especial do Sandero. O Stepway Rip Curl, antes do facelift do hatch que entrou no mercado brasileiro no ano de 2014, contou com uma edição limitada a pouco mais de 4 mil unidades. A edição especial anterior também tinha mudanças no visual do automóvel.

Por Bruna Rocha Rodrigues

Renault Sandero Rip Curl

Renault Sandero Rip Curl

Fotos: Divulgação


A Bentley revelou no Salão de Frankfurt seu primeiro SUV, chamado Bentayga. Ele deve ser comercializado na Europa até o fim deste ano e pode chegar ao Brasil até o fim de 2016, com apenas 20 unidades disponíveis.

Uma ótima notícia para os amantes de veículos SUV! A Bentley, tradicional montadora britânica de veículos de luxo, revelou seu primeiro SUV, que será batizado de Bentayga. O carro foi lançado oficialmente durante o Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha.

De acordo com a montadora, o modelo deve ser comercializado na Europa até o fim deste ano, e tem previsão de chegar ao Brasil até o fim do ano de 2016. Ainda segundo a montadora, apenas 20 unidades devem chegar ao nosso continente.

O novo Bentayga deve vir cheio de novidades, como a parte mecânica, que ganha um novíssimo bloco W12, que segundo os especialistas automotivos é considerado o motor de 12 cilindros mais avançado em todo o mundo. Com configuração de 6.0 litros TSI, que gera uma potência de 608 cavalos, o modelo ainda tem torque de 91,77 kgfm. Esse motor faz com que o veículo alcance de 0 a 100 km/h em apenas 4,1 segundos, o que pode ser considerado muito bom para um SUV. Sua velocidade máxima é de 301 km/h; isso faz com que esse seja o SUV mais rápido do mundo.

Com direito a todo o luxo que a Bentley traz, o SUV vem com assentos traseiros individuais que oferecem 18 posições para ajuste, além da opção de ventilação, massagem e apoio para os pés. Os bancos dianteiros têm ainda mais opções, com 22 posições de ajuste. Internamente, o veículo é composto por madeira, couro e metais.

Recheado de tecnologia, o Bentayga chega com visão noturna eletrônica, utilizando o infravermelho para detecção de obstáculos. Além disso, também conta com um assistente de estacionamento, que manobra o veículo automaticamente em vagas perpendiculares e paralelas.

Ainda não se sabe o valor exato que o modelo chegará ao Brasil, mas o certo é que ultrapassará a casa dos R$ 1,2 milhão. Obviamente, uma quantia para poucos.

Por Felipe Villares

Bentley Bentayga

Bentley Bentayga

Fotos: Divulgação


Além do novo modelo, a Jaguar pretende lançar uma linha completa de SUVs e também de crossovers.

A onda das SUVs está dominando o mercado automobilístico. A maioria das montadoras anunciou que vai lançar um modelo, ou uma linha neste estilo. E a Jaguar não quer perder essa importante parcela de mercado. A montadora britânica anunciou que no início do próximo ano apresentará de forma oficial o primeiro modelo esportivo de sua linha. O modelo será chamado de F-Pace e já foi visto durante a edição deste ano da Volta da França de Ciclismo.

Mas, conforme o revelado pelo site Autocar, especializado em notícias do mundo automobilístico, a Jaguar não vai fabricar somente este modelo de SUV. A intenção da montadora seria investir em mais modelos da categoria.

A publicação traz a especulação de que a Jaguar pretende lançar uma família completa de SUVs e também de crossovers, a fim de concorrer com marcas que já possuem modelos nesses estilos, como a BMW, a Audi, a Volvo e a Mercedes-Benz. Especula-se também que todos os modelos lançados teriam o termo “Pace” em seus nomes, variando apenas a letra anterior.

O site também fala sobre o tamanho dos modelos que seriam lançados: segundo o noticiado, o modelo F-Pace será o maior dos modelos. Não seria criado nenhum modelo com capacidade para sete ocupantes ou três fileiras de cadeiras. Em contrapartida, a marca tem planos de construir um modelo completamente elétrico, assim como o modelo que Audi possui. Há ainda, previsões para um SUV pequeno, semelhante ao Mini Countryman.

Mas, todas as informações ainda não passam de especulações. A Audi ainda não revelou nenhuma data fixa para o lançamento de seus novos SUVs e crossovers, e nem ao menos prevê uma data para que os modelos ganhem uma versão conceitual.

Enquanto isso, a imaginação dos usuários e fãs da marca está a todo vapor. Aliar a qualidade da marca com a funcionalidade de modelos SUVs e crossovers com certeza fará com que a Jaguar abocanhe boa parte desse mercado.

Por Patrícia Generoso

Jaguar F-Pace

Jaguar F-Pace

Fotos: Divulgação


É preciso ficar atento a algumas dicas para escolher a melhor gasolina para abastecer o carro.

Com a alta da gasolina, tudo que o motorista puder fazer para economizar é bem-vindo e tem ainda a questão de que nem toda gasolina é de qualidade, o que faz aumentar o consumo e, ainda, desgasta as peças do motor de forma muito mais rápida. Por isso, é bom ficar atento na hora de escolher a gasolina para abastecer seu carro.

Você precisa escolher um posto que seja de confiança e saber escolher a gasolina ideal para seu carro.
O ideal é que você abasteça seu carro sempre com combustíveis que ofereçam controle de qualidade, por exemplo, a Petrobras tem o programa "De Olho no Combustível", que garante uma gasolina de qualidade em seus postos. A empresa percorre o Brasil com um veículo dotado de todos os equipamentos necessários para testar a gasolina e vai visitando os postos de combustíveis da marca e testando a gasolina. Estas visitas são surpresas e fazem com que o combustível da Petrobras seja de qualidade nos postos por todo o País.

Outra questão a ter cuidado é saber qual gasolina escolher na hora de abastecer, se é melhor escolher a gasolina comum, a aditivada ou a premium.

Hoje no Brasil são comercializadas duas gasolinas, a Comum e a Premium, e estas podem ser ou não aditivadas.

Cada marca tem sua própria fórmula para aditivar a gasolina, que é uma gasolina com "detergentes" que vão ajudar a limpar o "sistema de alimentação de combustível" do seu carro e as sujeiras vão sendo eliminadas aos poucos, pelo próprio escamento do veículo. E temos ainda a gasolina Premium que é uma gasolina com maior "octanagem", ideal para os veículos importados que precisam desta gasolina para ter um desenvolvimento maior. Também a gasolina Premium pode ser aditivada ou não.

Fique sempre atento ao rendimento do seu veículo quando abastecê-lo e procure usar a gasolina sempre daqueles postos nos quais você confia. Também é bom conversar com os amigos, para saber onde eles abastecem e o que estão achando.

E lembre-se que a gasolina ideal para um veículo nem sempre é a mais indicada para outro, por isso, caso fique em dúvida, converse com o seu mecânico, pois após verificar o motor do seu carro ele vai lhe dizer qual gasolina utilizar com mais frequência e de quanto em quanto tempo você deverá utilizar, por exemplo, uma gasolina aditivada, para ajudar na limpeza.

Por Russel

Gasolina


Novo SUV será lançado em 2016 na Indonésia e tem um ar de ousadia. O diferencial do modelo é sua capacidade de transportar até 7 ocupantes.

A modelo do HR-V ainda lidera as vendas do segmento de SUVs no Brasil, mas a Honda já se adiantou e apresentou na última quinta-feira (dia 20) uma novidade para o segmento.

O novo modelo, denominado de BR-V foi apresentado ao público ainda como protótipo. O modelo foi revelado na Indonésia onde as vendas do novo modelo começam já no começo do próximo ano.

A empresa revelou que o motor utilizado será o 1.5i-VETEC, que tem 120 cavalos de potência, combinado a um câmbio manual de 6 marchas. Há também a opção do câmbio automático.

Uma das características que o novo modelo traz para se diferenciar do seu antecessor HR-V é a possibilidade de transportar até 7 ocupantes. O modelo possui também possui freios ABS, frenagem com distribuição eletrônica, assistência de estabilidade e também de rampas.

Embora alguns fãs da marca no Brasil estejam empolgados com a sigla BR-V, imaginando que poderia ser uma homenagem ao País, a Honda deixa bem claro que a sigla não tem nada a ver com o Brasil, mas seria uma derivação do nome de Bold Runabolt Vehicle (em tradução seria algo do tipo: “veículo de carroceria ousada”). Nome bem sugestivo para o modelo, já que seu design realmente tem um ar de ousadia.

A princípio, a Honda não divulgou quais os mercados que deseja explorar com o novo modelo, mas deixou bem claro que o lançamento não se restringirá à Indonésia, local onde começará as produções do modelo.

Embora o modelo não seja exclusivo da Indonésia, a Honda afirma que este foi desenvolvido para o mercado asiático, portanto não há grandes expectativas do modelo ser lançado no Brasil, o que deixa os fãs brasileiros da marca decepcionados.  Por enquanto, por aqui, o modelo mais barato de sete lugares que pode ser encontrado continua sendo o Chevrolet Spin LTZ, que é comercializado a R$ 65.750. 

Por Patrícia Generoso

Honda BR-V

Honda BR-V

Fotos: Divulgação


Novo modelo conta com detalhes exclusivos na carroceria e traz equipamentos repaginados.

A Ford apresentou, nos Estados Unidos, a versão top Limited do modelo F-150 2016, que apresenta algumas características que se diferenciam das versões de entrada. Entre elas estão os detalhes na carroceria e pelos equipamentos repaginados. De acordo com a montadora, a nova picape está mais luxuosa e conta com uma tecnologia mais avançada já produzida pela marca.

A Ford adotou, na F-150 Limited, o capô com o nome da versão. O modelo vem equipado com rodas de liga leve aro 22 e grade dianteira com desenho diferenciado e exclusivo. Em relação ao modelo de entrada da picape, houve modificações nos para-choques na cor da carroceria, além de maçanetas e ponteira do escapamento cromadas. O modelo ainda conta com de detalhes prateados na tampa da caçamba.

Por dentro, o modelo conta com detalhes em couro preto e Mojave, nos bancos dianteiros e traseiros com aquecimento. O luxo também está nos acentos que massageiam o motorista e passageiro da cabine. Além dele, destaca-se os detalhes em madeira de eucalipto, quadro de instrumentos e uma placa com o número de produção da picape.

A edição Limited ainda conta com itens de série como a climatização especial, bancos traseiros aquecidos e a central multimídia SYNC 3 que permite a integração com aplicativos por meio do App Link. O modelo ainda vem equipado com teto solar panorâmico, alertas de mudanças de faixa,  faróis e lanternas de LEDs e câmera 360° para auxiliar na ré.

A F-150 Limited está disponível somente com o propulsor a gasolina 3.5 V6 turbo de 365 cavalos de potência e 57,8 kgfm de torque. O conjunto mecânico da picape pode oferecer traseira ou integral, sendo esta associada ao câmbio automático de seis relações.

O modelo já está disponível nas concessionárias norte-americanas e quem quiser uma delas terá de que desembolsar até US$ 60 mil, dependendo do número de adicionais solicitados. Ainda não há previsão para a chegada da Ford F-150 Limited ao Brasil. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Ford F-150 Limited

Ford F-150 Limited

Fotos: Divulgação


Novo modelo terá a capacidade de gerar 350 cv.

Foi anunciado oficialmente pela fabricante de veículos automotores Ford que o novo Focus modelo RS irá chegar às concessionárias com um propulsor EcoBooster 2.3, o qual terá a capacidade de desenvolver uma potência máxima de nada mais nada menos que 350 cavalos e um torque de 44,9 Kgfm que surge entre 2.000 e 4.500 rpm, sendo que o corte de giro ocorre nas 6.800 rotações, o surpreendente é que este motor é o mesmo que é utilizado no famoso Mustang.

Este hatch apimentado já havia sido apresentado pela montadora na edição 2015 do Salão de Genebra, evento este que ocorreu na Suíça no mês de março. As novidades são muitas e não param por aqui, este veículo ainda conta com a função overboost, a qual tem acionamento feito mediante o aperto de um botão, a finalidade desta função é a de fazer com que o torque deste veículo seja aumentado de 44,9 Kgfm para 47,9 Kgfm durante o período 15 segundos, período este que o carro fica ainda mais potente.

Outros pontos de destaque que a Ford detalhou foi o sistema de vetorização de torque e tração deste carro que para este modelo será integral.

A estreia oficial deste veículo foi feita pela Ford recentemente no Festival de Goodwood, evento este que ocorreu na Inglaterra. Essa estreia foi tão festejada pela Ford que teve direito até a uma exibição feita pelo piloto Ken Block dirigindo o possante.

Este novo Focus RS, quando chegar às concessionárias, virá com câmbio manual de seis marchas, direção elétrica, suspenção do modelo multilink, a qual permite a realização de ajuste de pistas, bem como rodas no tamanho 19 polegadas que terão pneus de perfil 235/35, todos estes itens já serão inseridos de série.

Ainda não há nenhuma especulação a respeito de que a Ford possa comercializar este novo Ford Focus RS aqui no Brasil. Então, enquanto isso não acontece, os consumidores daqui terão que se contentar com a versão convencional do hatch que é comercializada em todo o país com um propulsor 1.6 e 2.0 Flex, sendo que, respectivamente, eles possuem uma potência de 135cv e 178cv, motores estes que tem como opcional o câmbio de cinco marchas manual ou um câmbio de seis velocidades com o sistema de embreagem dupla.

Por Adriano Oliveira

Ford Focus RS

Ford Focus RS

Ford Focus RS

Fotos: Divulgação


Modelo foi lançado com preço sugerido de R$ 529.950. Sua potência máxima pode chegar a 575 cv.

A fabricante de veículos automotores mundialmente conhecida BMW anunciou oficialmente nesta segunda-feira, dia 22 de junho de 2015, a chegada do novo BMW X6M ao Brasil, este veículo já está disponível nas concessionárias da marca. Em princípio, ele está sendo disponibilizado em sete cores, inclusive a nova cor que é bastante charmosa a Blue Long Beach, o preço sugerido desse carrão é de R$ 529.950.

Para quem ainda não conhece este veículo, a sua principal característica é a alta performance, haja vista que o veículo foi equipado com um propulsor V8 4.4 litros, o qual é capaz de gerar uma potência máxima de nada mais menos que 575cv e um torque máximo de 76,5 Kgfm obtidos entre as 2.200 e 5.000 rpm.

Este carro foi todo construído com materiais leves e devido a este fator este motor possante consegue garantir ao veículo uma aceleração de 0 a 100 Km/h em nada mais nada menos que 4,2 segundos, apesar da velocidade ser controlada eletronicamente, ele consegue atingir uma velocidade máxima de 280 km/h.

A função Launch Control ainda ajuda o veículo nas arrancadas, pois a principal atribuição dessa função é proporcionar a entrega da dose correta de potência, bem como torque para que a arrancada deste veículo seja ainda mais ágil.

A tecnologia utilizada neste veículo foi tão grande que ele possui até um sistema de visão noturna batizado com o nome de Night Vision com Dynamic Light Spot, sistema este que é composto por uma câmera infravermelho que através do lançamento de um facho de luz sobre animais ou pedestres, a fim de ajudar os condutores a identificá-los com maior facilidade quando eles estiverem à margem da pista. O farol que foi utilizado nessa máquina traz tecnologia adaptiva Full Led, a qual já vem com assistente de farol alto.

Para aproveitar o ensejo do lançamento do X6M aqui no Brasil a BMW já aproveitou e apresentou também o novo X6 xDrive35i.

Por Adriano Oliveira

BMW X6M

BMW X6M

BMW X6M

Fotos: Divulgação


Novo modelo terá apenas 25 unidades produzidas.

Os veículos da Audi costumam ter uma aparência que mescla o elegante com o esportivo. E agora a montadora alemã lançou uma nova versão do seu sedan S3, que será batizada de Exclusive Edition. Isso porque a série será extremamente limitada, com apenas 25 unidades produzidas, e que devem estar disponíveis apenas para o mercado norte-americano.

Essa nova e exclusiva edição foi pensada devido ao sucesso de vendas de outra versão do S3, a Limited Edition, que foi lançada em 2014, também para o mercado da terra do Tio Sam. O modelo foi uma das grandes apostas da marca, e agora a Audi tenta repetir a boa repercussão com essa Exclusive Edition.

O novo modelo terá apenas cinco unidades em cada cor, totalizando cinco cores diferentes no total. São elas: vermelho Misano, azul Sepang, amarelo Vegas, verde Viper e laranja Glut.

Apesar de querer repetir o sucesso da Limited Edition, a Exclusive Edition será baseada em outra versão, a Prestige. Com isso, ela deve vir com assentos completamente esportivos, rodas de aro 19 polegadas, o emblema com a marca da edição marcada na carroceria, e couro Nappas.

Mesmo vindo com cores diferentes, a motorização será igual para todas as unidades: contando com um bloco de 2.0 litros quatro cilindros TFSI Turbo, que gera uma potência de 292 cavalos e torque de 37,9 kgfm. Essa configuração faz com que o Audi S3 Exclusive Edition alcance de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 4 segundos, gerando a velocidade máxima de 250 km/h. Essa velocidade máxima é controlada eletronicamente, para que o motorista não exagere na direção.

Se você gostaria de ter um modelo como esse, deveria preparar o bolso, pois a versão mais barata (nas cores azul e vermelho) sai por meros US$ 57.250. Os modelos em outras cores é um pouco mais caro, custando US$ 59.900. Mas fala a verdade, se você pudesse, não andaria com um modelo exclusivo como esse?

Por Felipe Villares

Audi S3 Exclusive Edition

Audi S3 Exclusive Edition

Fotos: Divulgação


Modelo deve ser mais potente do que sua versão mais básica.

Apesar de não ter muita tradição em veículos crossover, a Renault planeja investir cada vez mais nesse tipo de carro. Pelo menos é o que tudo indica, de acordo com rumores da imprensa internacional especializada em automóveis, que diz que a montadora francesa tem planos de já lançar uma nova versão de seu crossover lançado recentemente, o Kadjar, com uma versão RS.

Mesmo sem ainda nem ter iniciado a distribuição do próprio Kadjar, as especulações sobre essa versão RS são fortes, e pelo que a imprensa internacional diz, alguns designers de automóveis já até criaram possíveis versões do que pode vir por aí, como é o caso de X-TOMI. O veículo deve ser lançado pela divisão Renaultsport e será a versão top de linha do modelo.

Informações divulgadas extraoficialmente dão conta de que o Kadjar RS deve ser mais potente do que sua versão mais básica, contando com um bloco de 1.8 litro biturbo movido a gasolina, fazendo com que esse motor gere uma potência de 266 cavalos.

Essa versão mais parruda do Kadjar deve ainda contar com outros itens importantes e interessantes para esse tipo de veículo, como freios maiores, uma suspensão mais firme e um kit visual que deixará o crossover ainda mais esportivo e agressivo. Além disso, está previsto também para o Kadjar RS uma configuração específica de tração integral e um sistema de deslizamento limitado especial.

Nenhuma informação oficial foi confirmada por enquanto pela Renault, mas especula-se que esse crossover deve chegar ao mercado apenas em 2017. Apesar disso, não há nenhum rumor sobre o possível preço desse modelo, nem em quais mercados ele será lançado.

O certo é que, se o design for de acordo com o criado e divulgado pelo designer X-TOMI, esse novo modelo deve conquistar muitos clientes, sobretudo os que já possuem outro crossover da marca, o Renault Duster.

Por Felipe Villares

Renault Kadjar RS

Renault Kadjar RS

Fotos: Divulgação


Modelo será comercializado nas versões Attraction, Ambiente e Ambition.

Agora é a vez dos brasileiros! Após o novo Audi Q3 ser eleito na Europa como o sporty utility compacto mais seguro, ele finalmente chega ao Brasil, e já tem os preços das três versões divulgados: o modelo Attraction tem preços a partir de R$ 144.900,00, o modelo  Ambiente, com preços a partir de R$ 159.900,00 e também o modelo Ambition cujos preços serão a partir de R$ 179.900,00. Os valores foram anunciados no dia 1º de junho durante o seu lançamento oficial.

Segundo detalhes divulgados o modelo pode vir equipado com um sistema de MMI, navegação e também comando de voz ativo, ou seja, o veículo irá interagir com a voz do seu motorista.

O chassi do novo Audi A3, oferece opções especiais ao motorista: o sistema Audi drive select permite ajustes nas preferências pessoais com pequenos ajustes nos módulos tecnológicos. Por exemplo, os amortecedores ativos podem ter a rigidez alterada, dependendo do tipo de piso.

As rodas do novo Audi têm 17 polegadas na versão Attraction e 18 nas demais. A suspensão também foi melhorada, sendo levemente afinada para proporcionar melhor conforto ao dirigir.

O design do novo Audi pode ser considerado premium e foi refinado e ganhou detalhes das linhas, inspirados em cupês. O design conta ainda com linhas horizontais dominantes na parte frontal e na traseira dão a impressão de largura ao SUV e conferem a ele uma aparência ainda mais expressiva.

A grade dianteira em formato de trapézio é o que define a sua parte frontal. Seus faróis foram redesenhados e agora vem de série com tecnologia xênion plus, além de possuírem também luzes de condução diurna com a tecnologia de LEDs.

Essas e outras atrações fazem do novo Audi um sonho de consumo para qualquer motorista. São tantas inovações e tecnologias exclusivas que o Audi tem todos os pré-requisitos para ser o queridinho dos brasileiros no próximo ano.

Audi Q3

Audi Q3

Fotos: Divulgação


Novo modelo será mais compacto e ainda mais leve, mas o espaço interno não foi prejudicado.

Apesar de ocorrer apenas no mês de setembro, o Salão de Frankfurt, na Alemanha, já tem um grande candidato a fazer grande sucesso na feira: é o Astra K 2016. O veículo foi apresentado pela Opel oficialmente essa semana na Europa.

Entre as novidades do Astra K, está seu tamanho, pois ele será mais compacto e ainda mais leve, mas de acordo com a montadora, nem por isso deixará os ocupantes todos apertados dentro do carro. A redução de peso é considerável: foram reduzidos de 120 kg a 200 kg, dependendo da versão.

Tudo isso porque a montadora investiu nas pesquisas na carroceria, que passou de 375 kg para 280 kg, representando uma redução de 20% no peso. Ao invés de utilizar alumínios caros, a Opel resolveu aproveitar aços que possuem baixo peso e são ultra-resistentes. A redução também foi graças ao melhor aproveitamento dos eixos e dos subchassis.

Apesar do espaço entre-eixos ter sido reduzido (foram cerca de 2 centímetros), o espaço interno está maior, não deixando os passageiros espremidos dentro do carro.

O Astra K 2016 também vem cheio de tecnologia, contando com um painel central com tela sensível ao toque, utilizando o sistema InterlliLink. Esse sistema oferece compatibilidade com outros sistemas: o CarPlay, da Apple; e o Android Auto, do Google. E na nova versão, o Astra ganha um painel com display digital. Entre outros recursos tecnológicos, ainda estão o volante multifuncional com revestimento em couro, botão start/stop e freio elétrico de estacionamento. Em termos visuais, o veículo lembra bem alguns modelos da Mercedes-Benz.

O novo veículo da Opel vem com quatro opções diferentes de motorização: o 1.0 litro Ecotec Turbo com potência de 105 cavalos; 1.4 litro Ecotec Turbo de 145 cv; 1.6 litro CDTI movido a diesel de 95 cavalos; e a mais potente, a versão de 1.6 litro Ecotec Turbo com 200 cavalos de potência.

O possível valor do Astra K 2016 ainda não foi revelado.

Por Felipe Villares

Opel Astra K 2016

Opel Astra K 2016

Fotos: Divulgação


Modelo contará com novidades no design, além de vir com o motor 1.6 EcoBoost e bloco 1.5 litro.

Fanáticos por carros e lançamentos sempre esperam por novidades e agora podem ficar contentes! A Ford já está testando seu modelo 2017 do Ford Escape, o carro foi flagrado e, apesar de disfarçado inclusive em seu interior, apresenta uma série de novidades. Seu desenho é inspirado na nova linha do Ford Edge, que já foi apresentada, mas carrega características próprias como a traseira e a parte dianteira totalmente reformuladas. O automóvel da montadora norte-americana também apresentou novos conjuntos ópticos e luzes de LED, que servirão para uso diurno em sua parte dianteira.

Mas as mudanças no Ford Escape 2017 não são apenas estéticas, já se sabe, por exemplo, que ele virá equipado com o motor 1.6 EcoBoost, além de adotar o bloco 1.5 Litro, o mesmo que acompanha o Ford Fusion modelo 2014.

Parece que a Ford está realmente mantendo segredo sobre as novidades do novo Ford Escape, com dificuldade para enxergar mais detalhes, por conta da camuflagem, não podemos afirmar nada mais concreto, principalmente na parte interna do carro, onde a camuflagem estava muito forte.

Podemos esperar até o segundo trimestre do ano que vem, que, segundo a empresa, será o início da produção do modelo 2017 do Ford Escape, seu lançamento está previsto para o fim do ano que vem.

Sobre o veículo:

O Ford escape é um carro do tipo utilitário esportivo compacto da montadora norte-americana Ford. O carro começou a ser produzido em 2001 e seu nome é inspirado em um coupé esportivo que foi produzido durante 10 anos, entre 1969 e 1979. Existem diversas versões do Ford Escape no mercado, incluindo uma versão híbrida com câmbio CVT, uma de suas principais características é seu espaçoso porta-malas, que pode aumentar de tamanho quando os bancos traseiros são abaixados. Seus principais concorrentes são o Tiguan, da alemã Volkswagen, o Hyundai Tucson e o Jeep Patriot.

Por Tom Vitor de Freitas

Ford Escape

Ford Escape

Fotos: Divulgação


Novo modelo foi visto em testes em Munique. Carro estava camuflado, mas pode-se perceber algumas mudanças e melhorias, como grandes pinças de freios e maior distância entre ponteiras duplas de escapamento.

Considerado por muitos como um dos maiores sedans atualmente, o BMW M5 agradou todo o tipo de público, desde os fanáticos até os que se arriscaram pela primeira vez na compra de um carro da marca. A série 5 foi, com certeza, um sucesso e as expectativas para ver o novo modelo vão ficando cada vez maiores.

O novo BMW M5 foi visto andando pelas ruas de Munique e já despertou curiosidade em muitos, além de algumas especulações. Mesmo camuflado, podemos ver algumas mudanças e melhorias no veículo, por exemplo, grandes pinças de freios e maior distância entre ponteiras duplas de escapamento.

Pouco se sabe ainda sobre o novo BMW M5, mas algumas coisas já são confirmadas como, por exemplo, a unidade xDrive, que traz a tração integral como forma opcional como já revelado anteriormente.

Além disso, o carro também deve chegar em diversas opções de motorização, incluindo a híbrida e um bloco 4.4 V8 turbo que já equipa o M5atual. O novo BMW M5 também utilizará materiais mais leves, deixando assim o veículo mais rápido.  

Essa não foi a primeira vez que o carro saiu para testes. Em janeiro, uma versão muito parecida com a que vimos agora, circulou pelo circuito de Nurburgring, em Nurenberg, na Alemanha. Já naquela época, sua nova arquitetura e suas novidades. O lançamento do novo BMW M5 está previsto para 2016, mas ainda não se sabe onde e nem o mês que o novo sedan poderá ser apresentado ao grande público.

Sobre a empresa:

Atuando desde o início do século passado, a BMW dispensa apresentações, mas vale frisar que a montadora alemã não figura entre as maiores do mundo em vão. Atuar no mundo inteiro com modelos de luxo não é para qualquer um, a empresa tem um grande histórico de superação e reestruturação, passando por duas grandes guerras, reformulando sua maneira de produzir e se tornando uma das maiores do mundo.

Por Tom Vitor de Freitas

Novo BMW M5

Novo BMW M5

Fotos: Divulgação


Novo modelo é importado da Hungria e parte do preço de R$ 97.900.

Para os amantes dos veículos considerados “premium” as novidades são excelentes, haja vista que  mais novo veículo da categoria chegou aqui no Brasil. Este veículo é o Audi A3 Sedan, que atualmente vem importado da Hungria e tem preços a partir de R$ 97.900, valor este que é da versão mais básica que é a 1.4. O motor deste veículo é capaz de produzir uma potência máxima de 122cv e a transmissão tem sete marchas com a presença do sistema de dupla embreagem.

Mas não há como negar, realmente o veículo ficou muito bonito e dentre os seus principais equipamentos o veículo chama a atenção devido à grande quantidade de acessórios disponibilizados ao consumidor, tais como, volante multifuncional, conexões USB ou Bluetooth, ar condicionado digital ou de duas zonas, conforme o gosto do cliente, sensores de ré, chuva e luz, bancos com ajustes elétricos, contudo o único deslize que a montadora deu foi o não disponibilizar banco de couro para este veículo.

Com relação ao motor deste carro, o propulsor utilizado nele, além de ser turbo, ainda conta com o sistema de injeção direta, bem como comando de válvulas variáveis na admissão. O torque deste veículo é de 20,4 Kgfm, os quais são disponibilizados quando o veículo está trabalhando numa faixa de rotação ampla, entre 1.400 a 4.000 rotações por minuto, fator este que acaba proporcionando aos condutores deste carro uma excelente dose de força de modo quase que instantâneo.

Com relação ao quesito consumo médio, este veículo circulando somente no ambiente urbano revelou uma média de consumo de 10,6 km/l e em situações de trânsito favoráveis em que a velocidade de deslocamento se torne constante com uma média de velocidade de 60 km/h o computador de bordo do veículo chegou a mensurar o consumo médio de mais de 15 km/l.

Contudo, como nem tudo são flores, o que espantou o público brasileiro foi o valor deste carro, que como dito acima, é a partir de R$ 97.000 valor este que dá para se investir sem sombra de dúvidas em outros concorrentes de peso, tais como, o Toyota Corolla Altis ou o Ford Focus Titanium Plus.

Por Adriano Oliveira

Audi A3 Sedan

Audi A3 Sedan

Audi A3 Sedan

Fotos: Divulgação


Rumores indicam que a Bentley poderá lançar o modelo Continental GT em 2017 com novo design e nova plataforma.

Os automóveis da Bentley são sempre muito cobiçados, e quando há rumores de novos modelos da marca então, o mercado automobilístico fica alvoroçado! É o que está acontecendo agora com os rumores de um novo veículo da Bentley.

Segundo o site internacional especializado em carros, Auto Express, a montadora britânica está planejando o lançamento de um novo modelo para 2017. O modelo em questão seria o Bentley Continental GT, que terá um novo design e nova plataforma.

Ainda não existem muitas informações precisas acerca desse novo modelo, porém, especula-se que ele será construído utilizando a mesma plataforma que apareceu na segunda geração do Porsche Panamera.

A grande novidade para esse modelo é na parte de motorização. O que por enquanto é confirmado é que ele deverá vir com um motor biturbo V8 de 4.0 litros. Até aí, apesar de mostrar uma grande potência, não é nada fora do comum esperado para um carro desses. Mas o que surpreende é um novo modelo de motor, que deverá estrear em um veículo da Bentley: é o incrível e novíssimo bloco W12 TSI de meros 6.0 litros.

Esse modelo foi apresentado ao público durante a última edição do Salão do Automóvel de Viena, na Áustria. Obviamente, ele gera uma configuração também muito interessante: são 600 cavalos de potência, com torque de 91,77 kgfm. Isso faz com que o Bentley Continental GT ande de 0 a 100 km/h em apenas 4 segundos. A velocidade máxima para esse modelo de motorização é de 300 km/h.

Ainda existe uma especulação de que o novo carro da Bentley tenha uma versão híbrida, o que não foi descartado pela própria montadora.

O provável valor do veículo ainda não foi revelado, nem o mês ou período do ano que ele deve ser lançado em 2017. Mas obviamente que o valor não será acessível aos pobres mortais, e deve gerar grande expectativa, mesmo entre os que não poderão comprar.

Por Felipe Villares

Novo Bentley Continental GT

Foto: Divulgação


Nova versão teve alterações no design e traz o sistema Isofix, para a colocação de cadeiras infantis com maior segurança.

A Renault trouxe para sua linha 2015 uma remodelação do já conhecido e belíssimo Renault Fluence. A nova versão conta simplesmente com alterações visuais, porém nada dispensáveis e, na realidade, muito bem-vindas.

A versão anterior do carro já era muito bonita e contou com uma modernização significativa, destacando-se a dianteira do carro que sofreu alterações mais significativas. A grade do carro foi aumentada e os para-choques e faróis foram redesenhados com linhas mais sutis e arredondadas dando um novo charme ao carro. O carro também ganhou luzes diurnas de LED colocadas juntas aos faróis de neblina.

O interior sofreu algumas mudanças também. O carro agora conta com o sistema Isofix para a colocação de cadeiras infantis com maior segurança nos bancos. Outra novidade muito bem vinda é que o carro conta com painéis digitais em todos os carros da série, não apenas nos top de linha como na versão anterior. O novo sistema de multimídia do carro conta agora com uma tela de sete polegadas sendo que a versão anterior era de apenas cinco polegadas. A versão topo de linha também contará com câmera de ré.

A parte mecânica do carro se mantém praticamente idêntica à da versão 2014 do carro. O Renault Fluence conta com um motor de 2.0 litros de 16 válvulas capaz de gerar ao conjunto uma potência de 140 cavalos quando abastecido com gasolina ou 143 cavalos quando abastecido com álcool. O torque máximo é dado em 3750 rotações do motor por minuto e é de 19,9 kgfm ou 20,3 kgfm quando abastecido respectivamente com gasolina ou álcool. Existe opção de câmbio manual de 6 marchas ou ainda o câmbio automático do tipo CVT que conta ainda com a opção de trocas de marchas virtuais manualmente.

O carro é grande e tem o espaço interno muito bem distribuído proporcionando muito conforto aos ocupantes. O carro está disponível nas revendedoras por valores a partir de R$ 71.190,00.

Por Nosf

Renault Fluence 2015

Renault Fluence 2015

Renault Fluence 2015

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: