Preço inicial do modelo é de R$ 166.950.

O BMW X1 está sendo lançado no Brasil com fabricação nacional, mas se engana quem espera um preço mais acessível do que o importado. A diferença está no modelo. Ele chegará numa versão SUV e com tecnologia biocombustível. O valor inicial continua na faixa de R$ 166.950.

Nessa nova configuração, ele ganhou 5,3 cm de altura e 2,3 cm de largura. A posição de dirigir ganhou 4 cm, ficando com mais cara de utilitário. A mala, que antes era de 420 litros, agora é de 505 litros; com os bancos rebatidos, pode chegar a até 1,505 litros.

A versão de entrada é a seguinte: seis airbags, faróis de LED, controle de tração e estabilidade, sistema smart-stop, modo de condução econômica, bancos revestidos em couro, borboletas atrás do volante para trocas manuais, tela de 6,5 polegadas na central multimídia, limpador de para-brisas com ativação automática, sensor traseiro para estacionamento, com 18 polegadas nas rodas de liga leve e serviço de concierge.

Além desses atributos, a versão intermediária vem com teto solar panorâmico, bancos com regulagem elétrica, fechamento eletrônico no porta-malas e retrovisores rebatíveis elétricos.

A versão top vem com rodas de aro 19, sistema de som HD e assentos esportivos com revestimento de couro preto exclusivo.

Os três modelos vêm um motor 2.0 turbo flex, de 4 cilindros, de até 192 cavalos e 28,6 kgfm nas versões de entrada e intermediária. Na versão top, o motor é de 234 cavalos e 35,7kgfm; câmbio automático de 8 marchas. As duas primeiras versões vêm com tração dianteira, enquanto a versão top tem tração total.

O modelo está disponível em cinco cores. As duas sólidas vêm nas cores preto e branco, enquanto nas versões metálicas estão o preto, prata e cinza.

O aumento é de quase R$ 30 mil em relação ao modelo anterior. Segundo a própria BMX, a ideia é que seja lançado outro modelo com uma faixa de preço menor, que custará a partir de R$ 140.000. Este modelo seria uma versão com motor 1.5 flex.

O BMW X1 entra no mercado para concorrer com modelos de 3 montadoras: O Land Rover Range, o Audi Q3 e o Mercedez-Benz Gla250. Todos com preços superiores ao BMW. O primeiro começa na faixa de R$ 223.900, o segundo, R$ 203.990 e o terceiro, R$ 208.900

Por Fabricio Yassuo

BMW X1 nacional

BMW X1 nacional

Fotos: Divulgação


Preço sugerido do modelo é de R$ 183.900. Ele traz como grande novidade o motor 3.3 V6 de 270 cv de potência e mudanças em seu visual.

Um dos grandes lançamentos da Kia em 2015 já se encontra à venda nas concessionárias da montadora: trata-se da terceira geração do famoso Kia Sorento. O automóvel foi lançado no início de outubro e chega com preço sugerido partindo de R$ 183.900. Com isso, o preço inicial teve um aumento de R$ 74 mil se compararmos com a versão de entrada da geração anterior.

A grande novidade no Kia Sorento 2016 é o novo motor. Nesta versão, o SUV da Kia conta com motor 3.3 V6 de 270 cv de potência a 6.400 giros e 32,4 kgfm de torque a 5.300 rpm. Além disso, o motor vem acompanhado do novo câmbio automático de seis velocidades. Dentre as vantagens desse novo câmbio automático, podemos destacar a maior quantidade de opção de trocas sequenciais.

Além disso, o Kia Sorento 2016 também contou com mudanças em seu visual. Dessa forma, os destaques ficam por conta dos novos faróis além de uma grade avantajada.

O Kia Sorento 2016 também apresenta muitas novidades quando o assunto é tecnologia e itens de segurança. Segundo a montadora, a terceira geração do SUV estreia os seguintes itens: sistemas de detecção de pontos cegos, faróis dianteiros com facho adaptativo e abertura do porta-malas por aproximação. Já quando o assunto é segurança, o Kia Sorento 2016 também é uma referência: o automóvel é equipado com seis airbags e ainda conta com controle de estabilidade.

Outro grande destaque deste lançamento é sem sombra de dúvidas o grande número de itens de série que o Kia Sorento 2016 dispõe. Dentre os quais, podemos destacar: volante com ajuste de altura e profundidade, faróis com facho direcional adaptativo, câmera de ré, revestimento de couro nos bancos, piloto automático, luzes diurnas de LED, banco do passageiro com ajuste elétrico, manopla de câmbio, faróis de neblina, teto solar duplo panorâmico, ar-condicionado digital duas zonas, rodas de liga leve aro 18, assistente de partida em rampa, sistema multimídia com tela sensível ao toque, dentre outros itens.

Por Bruno Henrique

Kia Sorento

Kia Sorento 2016

Fotos: Divulgação


Novo modelo traz ótimas características, sendo inspirado nos modelos da versão sedan do Mazda2.

O novo Toyota Yaris R foi lançado no México e está chegando ao Brasil. Em nossa matéria, entretanto, o leitor e fã de carros ficará por dentro das novidades e características desse grande automóvel.

O carro já começou a ser vendido em terras mexicanas e foi inspirado nos modelos da versão sedan do Mazda2. Trata-se de um veículo confortável e estiloso, que tem tudo para agradar seus clientes. O motor é 1.5 SkyActiv, foi criado na fábrica de Salamanca e surge como uma opção mais barata em relação ao Corolla.

O Yaris R, contudo, tem 4,36 metros de comprimento, é compacto em sua forma, tem freios ABS, airbag duplo e muitas outras funções de bom porte e grande tecnologia.  O visual é semelhante ao modelo Mazda2, porém como um desenho mais sofisticado, e com desenhos também na grade e nos faróis.

Está sendo bastante esperada a chegada desse carrão em nosso país, mas a alta do dólar deixou esses  planos para mais tarde. No Brasil, o Toyota Yaris R viria para disputar terreno de mercado com o Honda City.

A Toyota, que cresce e inova a cada ano, sabe das potencialidades do mercado brasileiro e, por isso, quer muito lançar o Yaris R por aqui, sobretudo porque os brasileiros estão entre os principais consumidores de carros em todo o mundo. O carro vem com seis marchas e, em sua versão mais cara, vem com bancos de couro e com uma tela de sete polegadas em sua tela. Assim, com esse automóvel que é uma união entre a Toyota e a Mazda, o público pode esperar um carro compacto de bom uso e segurança. Os preços, no entanto, ainda não foram divulgados.

Este será um belo sedan. 

Por Madson Lima de Oliveira

Toyota Yaris R

Toyota Yaris R

Toyota Yaris R

Fotos: Divulgação


Versões irão custar entre R$ 110 mil e R$ 120 mil e serão lançadas em novembro no Brasil.

A Citroën informou durante a última sessão do evento Salão de Frankfurt, no dia 16 de setembro de 2015, que novas versões do C4 Picasso chegam no próximo mês de novembro no Brasil com um preço com acréscimo de 20% em relação às versões anteriores, que vai de R$ 110 mil até R$ 120 mil.

As versões que serão importadas da cidade de Vigo, que fica na Espanha, referem-se ao C4 Picasso com capacidade para 5 pessoas e também ao Grand C4 Picasso que comporta exatamente 7 pessoas e elas estão vindo ao Brasil, pois para a empresa esse é um dos mercados mais promissores quando se trata dessas minivans familiares. No passado foram registradas histórias de sucesso com relação às vendas de SUVs e fora que o nosso país também consome demais modelos de empresas rivais como, por exemplo, outros tipos de minivans e também peruas.

Agora o que tem de extraordinário nessa linha?

Ela foi reformulada e com isso temos ainda a inauguração da plataforma EMP2, pertencente do grupo PSA no Brasil, que segue uma linha de porte global e modular, que já nos próximos meses vai ser colocada em prática no mercado europeu diretamente no modelo Peugeot 308 e depois esse mesmo veículo vai também ser importado para o território brasileiro.

Agora com relação a essa linha do C4 Picasso, ela apresenta as seguintes características:

  • Uma base modular;
  • Monovolumes que estão mais leves, ou seja, com um peso de até 140 kg a menos dos modelos anteriores;
  • Motorização que chega a 165 cv (THP) em um 1.6 turbo, no lugar da versão anterior que chegou no mercado com 2.0 a gasolina e ainda com 143 cv;
  • Câmbio automático que registra agora 6 marchas;
  • Direção e também os freios elétricos que serão acionados por botões;
  • Dupla de telas do tipo táteis multifuncionais que podem ser de 7 ou senão 12 polegadas;
  • Abertura automática para a tampa que fica no porta-malas;
  • Conjunto óptico que é formado justamente por LEDs;
  • Lanternas que apresentam uma iluminação 3D, que também é de LED.

Esses elementos expostos mostram que esses veículos vêm para o mercado brasileiro proporcionando para o público mais segurança, conforto e também firmeza para rodar pelas nossas ruas e estradas.

Por Fernanda de Godoi

Novo Citroen C4 Picasso

Novo Citroen C4 Picasso

Fotos: Divulgação


Modelos como o Duster Oroch da Renault e o Qashqai da Nissan estão na lista dos lançamentos mais aguardados pelos brasileiros para o próximo semestre de 2015.

Embora a crise tenha chegado também no setor automobilístico, algumas novidades ainda atraem os clientes, e o próximo semestre promete algumas boas inovações para os apaixonados pelo mundo automobilístico. 

As montadoras prometem algumas boas novidades para seus clientes, e dentre os modelos mais esperados estão a picape Duster Oroch da Renault e o SUV Qashqai da Nissan.

Ao prometer novidades para o próximo semestre as montadoras criam todo um clima de mistério e acabam impulsionando suas vendas, mesmo em um cenário não tão favorável, como o que a economia brasileira enfrenta.

Uma pesquisa da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores aponta para uma queda nas vendas de automóveis no país. Até o mês de maio, por exemplo, houve queda de 20% se comparado ao mesmo mês do ano passado. Se o cenário não é otimista para as vendas espontâneas, então essa é a hora de investir em novidades para o setor. 

Os oito carros mais esperados para o próximo semestre estão listados abaixo:

– Picape da Fiat (ainda sem nome);

– Sandero RS (esporte), da Renault;

– Qashqai (SUV), da Nissan (SUV);

– Duster Oroch (picape), da Renault;

– A3 sedan flex, da Audi;

– Hilux (picape), da Toyota;

– C4 Picasso, da Citroën;

– Ranger, da Ford.

Resta descobrir se o setor automobilístico terá aumento de vendas, ou manterá o cenário de queda registrado no primeiro semestre desse ano.

As montadoras estão apostando todas as fichas numa característica muito conhecida dos brasileiros: o gosto pelas novidades. Alguns modelos como os citados acima foram guardados no começo do ano para serem usados como "coringa" das vendas caso a crise, como a que vivemos atualmente, continuasse. Mas se a novidade atrai o gosto do consumidor brasileiro, se esta vier aliada com bom preço, o resultado sempre será positivo.

Vamos aguardar para ver se as montadoras farão o conjunto preço-inovação e conquistarão novamente os índices de venda positivos.

Por Patrícia Generoso

Renault Duster Oroch

Nissan Qashqai

Fotos: Divulgação


Modelo superesportivo foi lançado no Brasil e em breve a versão WRX STI também desembarcará por aqui.

Um dos grandes destaques do Salão do Automóvel de São Paulo na edição 2014, o Subaru WRX foi anunciado oficialmente no Brasil. A versão WRX STI também já está com data prevista para chegar ao mercado, de acordo com a montadora oriental. Ambos os modelos devem desembarcar em terras tupiniquins ainda em agosto deste ano.

Os dois modelos são superesportivos, e com boas configurações mecânicas. O WRX vem com um bloco de quatro cilindros contraposto, de 2.0 litros. Esse motor, que é turbo e possui injeção direta, gera uma potência de 268 cavalos e tem torque de 37 kgfm. Essa versão possui duas opções de transmissão: manual, com 6 velocidades, e automática, com 8 velocidades.

Mas para quem quer mesmo potência, o WRX STI é o ideal, pois ele aparece com um bloco de 2.5 litros, também com quatro cilindros. Como era de se esperar, seu rendimento é melhor, gerando torque de 40 kgfm e potência de 305 cv. O único detalhe é que ele possui apenas uma opção de câmbio, que nesse caso é de 6 marchas.

Para quem quiser adquirir um carro desses, obviamente os valores não são dos mais acessíveis: a versão WRX custa inicialmente R$ 147.900,00, enquanto a versão top de linha, a WRX STI parte do preço de R$ 194.400,00. Os interessados já podem fazer suas reservas a partir dessa semana, em uma concessionária Caoa, porém a entrega começará apenas em agosto desse ano.

De uma maneira geral, a Subaru está tendo um bom rendimento esse ano no Brasil, sobretudo em meio à crise. Em relação aos quatro primeiros meses do ano passado, a marca aumentou em 73% a quantidade de venda de seus modelos no país, passando de 280 unidades vendidas nesse período em 2014, contra 484 unidades para o mesmo período em 2015. Com a chegada desse modelo, a tendência é aumentar ainda mais as vendas.

Por Felipe Villares

Subaru WRX

Subaru WRX STI

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: