O Volkswagen Up está para ser lançado no Brasil e com ele vêm atualizações em outros modelos da marca alemã. Entre os modelos que receberão atualizações internas e externas estão o Gol e o Fox, produzidos sob a plataforma PQ24, que também está chegando ao país. Eles receberão atualizações tanto no estilo quanto na mecânica e isso ainda esse ano. Contudo, a principal novidade fica por conta do novo motor desenvolvido pela Volks, o EA211 1.6 16V ficará no lugar do EA111 1.6 8V.

O novo motor EA 211 1.4 16V terá uma versão exclusiva para o Brasil, deixando os modelos com este motor mais distante dos padrões adotados para o Up, que será equipado com motor 1.0 três cilindros e será produzido na fábrica de São José dos Pinhais (PR).

Os dois motores se diferem muito pouco, entretanto, no Golf ele está mais equipado, com turbo, intercooler e injeção direta de combustível. Dessa forma, o motor 1.4 16 V terá um desempenho parecido com o EA 111 1.6 8V, de 104 cv. Isso deixará uma lacuna em relação ao 1.6 16V, com potência de 120 cv quando abastecido com etanol.

As mudanças são para o futuro da VW na América Latina, que planeja novas plataformas também para o Gol, mas somente em 2016, quando ambos serão produzidos sob a plataforma NFS do Up. O Fox será produzido a partir da nova arquitetura e plataforma MQB do Golf 7, só que mais simples, apresentando suspensão traseira e eixo de torção. Ainda há planos para um novo modelo, contudo, o lançamento é um mistério. Apenas há informações que se tratará de um utilitário esportivo médio derivado do Fox, que ainda não tem data para lançamento, mas que já está a caminho.

Por Robson Quirino de Moraes


Fonte: Car.blog.br

 

A Kia divulgou neste mês de dezembro que o seu modelo Pro Cee´d GT equipado com motor tipo GDI 1.6 litros terá uma potência máxima de 204 cavalos e um torque de até 27,3 kgfm

Esta força do veículo vem de um turbocompressor twin-scroll além do fortalecimento de diversos componentes internos do carro.

Com estas características, o Pro Cee´d GT equipado com um câmbio manual de seis marchas consegue chegar a 100 km/h em apenas 7,9 segundos.

Além da parte mecânica, o novo carro da Kia – que começa a ser vendido em janeiro de 2013 – vem com inovações em seu visual estético como luzes diurnas de LED, rodas de liga leve com 18 polegadas, novos faróis, pinças de freio na cor vermelha e para-choque com mudanças.

Por Ana Camila Neves Morais


A General Motors mostrou neste mês de dezembro, durante o Salão do Automóvel de Los Angeles, o novo Chevrolet SS.

Este veículo consiste em um sedã com tração traseira que teve como base para criação os carros usados na Stock Car americana.

Por isso, este carro contra com faróis em estilo mais arrojado, duplo escapamento, luzes de neblina de LED e outros.

Fonte: Autoblog.com

 

O Chevrolet SS possui, de acordo com a montadora, um motor V8 com tração traseira sendo o primeiro modelo com estas características feito pela General Motors para o mercado automotivo norte-americano.

A GM pretende iniciar a produção do Chevrolet SS no final do ano de 2013 com produção limitada sugerindo, assim, um padrão bem elevado nos preços deste superesportivo.

Por Ana Camila Neves Morais


A Datsun, empresa especializada na fabricação de veículos na Índia irá lançar mais três modelos no mercado mundial criados por meio da parceria Renault-Nissan buscando alcançar mercados fora da Europa em crise econômica.

O Datsun K2 terá o mesmo motor do Nissan March que é movido à gasolina sendo um carro do tipo compacto com início de testes a partir do semestre de 2013.

O outro lançamento será o Datsun I2 com design semelhante ao Nissan March com poucas opções de tecnologia, mas com preços atraentes.

O último modelo a ser lançado será um novo Datsun K2 com maior espaço interno para abrigar com conforto até sete passageiros em seu interior.

A Datsun não divulgou valores nem mesmo o início das vendas destes veículos nos mercados emergentes como Índia, China e América do sul.

Por Ana Camila Neves Morais


Com o objetivo de diminuir custos, além de abaixar o consumo e as emissões contra o meio ambiente, a General Motors está aplicando o conceito de downsizing nos motores com a utilização do já famoso Ecotec 1.4 Turbo e um 2.0 equivalente.

Apesar disso, a General Motors fechou um acordo com a empresa chinesa SAIC, Shanghai Automotive Industries Corp, e com isso irá expandir os produtos GM com motores compactos turbo. Em média, serão produzidos 450 mil ao ano.

Inicialmente a empresa contará com a produção de três blocos novos, 1.2, 1.4 e 1.5 litros. Esses motores serão destinados aos modelos Chevrolet Aveo, Chevrolet Cruze e Opel Adam. Fora isso, outros modelos que receberão propulsores novos serão os MG3 e Roewe 350 da SAIC.

Exceto o modelo Adam, os outros carros citados serão vendidos no mercado de autos chinês. Referente ao novo hatch Premium alemão, a proposta é abaixar muito o seu custo. Uma nova fábrica em Shenyang, cidade chinesa, será o local da produção destas novidades.

Sobre a GM

Com mais de 80 anos de atividade no mercado brasileiro, a empresa já chegou a 657.724 vendas de veículos no ano de 2010.

Fonte: http://www.noticiasautomotivas.com.br/saic-vai-produzir-novos-motores-turbo-para-gm/

Por Marcelo Araújo


A  Toyota não cansa de inovar e recentemente lançou um revolucionário propulsor  2.7 VVT-i Flex Fuel 16, fabricado especialmente  para  o SW4 e para a Hilux. Esse motor é uma das grandes investidas para a linha 2012. Com a nova versão, a expectativa é que a venda da picape e do utilitário aumentem significativamente nesse ano, atingindo a marca de mais de 1.200 unidades emplacadas.

A motorização em questão oferece um excelente desempenho e potência, chegando a gerar 163 cavalos se abastecido com etanol. Segundo a montadora, a tecnologia utilizada no motor conta com duplo comando de válvulas, fator que otimiza o desempenho, aumenta a economia e diminui a  emissão de CO2 no ambiente, o que se configura como um grande diferencial no mercado automotivo.

A Hilux será disponibilizada em duas versões (SR com cabine dupla  4 x 2 e SRV com cabine dupla 4 x 4). Em comum, as opções  possuem rodas de liga leve com aro de 16 polegadas e  transmissão automática com quatro marchas. O SW4 Flex, por sua vez, conta com rodas de 17 polegadas, câmbio automático e assentos confortáveis para cinco passageiros.

Itens de série como direção hidráulica progressiva, relógio digital, travas, vidros e retrovisores elétricos, completo sistema de som, conectividade USB,  painel com tela de LED, ar condicionado manual,  conexão Bluetooth e banco ajustável compõem as duas linhas lançadas pela Toyota.

O preço da Hilux varia entre R$ 88.730,00 e R$ 103.420,00. Já o SW4 custa em torno de R$ 114.150.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Com a crescente preocupação com as questões ambientais e com o rigor das normas para emissão de poluentes por veículos automotores, principalmente na Europa, a indústria automobilística vem procurando se adaptar a essas exigências e produzir veículos que sejam mais econômicos e agridam menos o planeta.

Procurando atender as exigências deste novo cenário a Mercedes-Benz informou, de acordo com sites especializados, que o seu sedã de luxo, o requintado E63 AMG, a partir do mês de setembro deste ano passará a ser montado com um novo motor que vai substituir o propulsor 6.2 l V8 aspirado usado atualmente. Entrará em cena o novo motor 5.5 V8 biturbo recheado de tecnologia para aumentar a eficiência e economia do modelo.

Entre vários itens tecnológicos o novo motor contará com um intercooler para resfriamento a água e a ar, comando de válvulas variável e sistema de sobrealimentação. Com tudo isso, de acordo com a montadora, o E63 AMG consegue ter um consumo médio de 10,2 Km/l e pode gerar 525 CV de potência. E ainda compõe o conjunto mecânico a transmissão automática de sete velocidades.

Mais econômico, mais eficiente, com menor emissão de poluentes e com o seu design clássico e elegante o Mercedes E63 AMG, na Europa terá preços a partir de 105.971 euros (cerca de R$ 240.000, sem os impostos brasileiros e taxas de importação). Na versão Estate o modelo da Mercedes custará a partir de 108.409 euros (R$ 246.000).

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


Quem pensa em espaço, segurança e agilidade, além de tradição e modernidade, pensa logo numa Blazer 2011. Com motor 2.4 Flexpower, a Blazer 2011 conta com mais potência e economia.

Os itens que acompanham a versão Advantage são: acionamento por rádio frequência dos sistemas de travas elétricas e alarme anti-furto, alarme sonoro de faróis acesos e de esquecimento da chave de ignição, barras de proteção laterais nas portas, coluna de direção absorvedora de impacto, faróis de neblina, luz de neblina traseira, freios ABS nas quatro rodas, sistema de imobilização do motor por chave eletrônica, trava de segurança suplementar nas portas traseiras para crianças e muito mais.

A Blazer ainda conta com o motor 2.4 Flex de quatro cilindros em linha, oito válvulas, injeção eletrônica, potência de 141 cavalos a gasolina e 147 cavalos a álcool, com transmissão manual de cinco marchas e tração 4×2.

Por Gerson de Morais


Para quem não abre mão de espaço e elegância, mas que também gosta de economia e desempenho, o Chevrolet Classic 2011 é o pedido certo. Com motor VHCE Flexpower 1.0 de quatro cilindros em linha com oito vávulas, que desenvolve uma potência de 77 cavalos a 6.400 rpm a gasolina e 78 cavalos a 6.400 rpm a álcool, o Classic 2011 com certeza é um carro para quem gosta de economia e espaço  com estilo.

O Classic 2011 também conta com barras de proteção laterais, luz auxiliar de freio, trava suplementar nas portas traseiras para crianças e sistema de imobilização do motor por chave eletrônica.

Por Gerson de Morais


O Ford Fusion é um novo conceito em conforto, potência, beleza e segurança. Ele tem design elegante, ar condicionado com controle de temperatura, transmissão sequencial com câmbio de seis marchas, com o desempenho  que só um motor seis cilindros 3.0L com 24 válvulas de 243 cavalos pode oferecer.

Também com uma versão de motorização 2.5L de 16 válvulas de 173 cavalos de potência, o Ford Fusion veio mesmo para mostrar modernidade, esportividade e sofisticação. O Ford Fusion  conta com seis air bags (frontais, laterais e cortina), freios ABS nas quatro rodas com EBD, controle eletrônico de estabilidade e tração do veículo, tração integral nas quatro rodas, disponível para a versão com motor 3.0L V6, espelhos retrovisores elétricos, sensor de estacionamento  e abertura das portas com acionamento por teclas.

Por Gerson de Morais


O novo Honda Civic SI está mais poderoso. Esse novo modelo apresenta um motor com 192 cavalos, liga de alumínio com 4 cilindros em linha e é um i-VTEC DOHC 16v. Suspensão nas 4 rodas, tração dianteira e freio com discos nas 4 rodas. Seus pneus são 215/45 R17 91V.

O tanque comporta 50 litros de gasolina. Para seu conforto, ele tem ar-condicionado, bancos esportivos, desembaraçador de vidro dianteiro com timer, pedaleiras esportivas, piloto automático, além de airbag duplo frontal e laterais, cintos de segurança e sistema VSA.

É um carro muito bonito no design e promete, como todo Civic da Honda. O preço gira em torno de 100 mil reais.

Por Victor Palandi


Depois de divulgar o novo Jetta para 2011 na Europa e EUA, a Volkswagem mostrou a configuração dos motores para o veículo. Serão quatro os motores nos EUA, todos a gasolina.

O Modelo  2.0 de 115cv, pode alcançar uma velocidade de 193 km/h. O mais potente é o 2.0 TSI de 200cv, chega aos 209km/h, e seu consumo médio é de 14,4km/l. Há esperança que podemos ter algo similiar aqui no Brasil, já que o Jetta americano é produzido no México.

O salão de São Paulo irá mostrar o sedã que é fabricado em terras mexicanas e terá quatro motores, a gasolina, que chegarão a Europa.

O grande destaque é o 1.2TSI que alia economia e rendimento. Segundo a montadora, o bloco faz 18,8km/l, e chega aos 100km/h em apenas 10,9 segundos. Ainda se encontra os modelos 1.4 TSI e a diesel com os blocos 1.6 e 2.0 TDI.

Oscar Ariel


O modelo 2011 do Fiat Punto virá equipado com os motores E. Torq 1.6 e 1.8, produzido pela Powertrain Technologies, que acaba de inaugurar uma nova fábrica na cidade de Campo Largo, no estado do Paraná. Os novos motores tem como diferencial sua capacidade de torque em baixas rotações.

Segundo informações do site AutoNews, a potência da versão 1.8 chega a 132 cv e os carros chegam ao mercado para competir com o Ford Focus e com modelos da Honda, entre outros. Um dos atrativos do carro da Fiat sempre foram os preços.

O Fiat Punto 2011 deve chegar ao mercado com preço inicial de cerca de 40 mil reais, para o modelo básico. O preço pode chegar a R$ 64 no modelo TJet Turbo. Além dos novos motores os carros ganharam iluminação branca no painél e novos bancos e rodas. Veja fotos do carro no site oficial da Fiat (www.fiat.com.br)

Por Thiago Martins





CONTINUE NAVEGANDO: