Crossover irá receber a mais atual forma da linguagem de design KODO.

Foi anunciado no dia 4 de novembro de 2015, através de um teaser, onde é possível ver a dianteira e algumas linhas laterais do novo Mazda CX-9, o local onde ocorrerá a apresentação do novo automóvel para todo o mundo. A apresentação será realizada no Salão de Los Angeles. O lançamento está sendo aguardado ansiosamente para o dia 20 de novembro.

Todo reformulado, o Mazda CX-9, nos remete a lembrança do conceito apresentado no Salão de Frankfurt, o Koeru Concept. Esse conceito recebeu uma boa aceitação tanto do público quanto da crítica em relação ao design inovador. Segundo a montadora japonesa, o novo modelo irá receber a mais atual forma da linguagem de design KODO.

O Mazda CX-9 é um crossover, onde este apresenta lugar para até sete passageiros. O modelo, também, entra para se encaixar em uma linha de execução Premium, que se encaixa melhor com o estilo de três linhas de passageiros de um crossover SUV.

O design inovador utilizado no veículo faz com que, mesmo que tenha alta capacidade de passageiros, este não seja visto como um carro apenas familiar. Isso mostra que os novos conceitos usados pela Mazda estão dando certo e agradando o mercado em vários aspectos.

Há muitas especulações de que o motor V6 de 3.7 litros não será mantido, porém, substituído por um motor altamente efetivo que vem aparecendo em veículos automotores da marca, o motor Skyactiv. Outra especulação é que o modelo será muito mais eficiente no consumo de combustível, ou seja, mais econômico do que modelos antigos.

Com toda a certeza o Mazda CX 9 vai ser um dos mais distintos SUVs presentes no mercado, que pode vir a elevar o preço final do automóvel. Contudo, ainda há um mistério em torno do preço final do crossover. Espera-se que a marca mantenha o preço praticado por eles nas versões antigas, com pequenas modificações.

Como muito sobre esse veículo ainda não passa de especulação dos especialistas teremos que esperar até o dia 20 de novembro, data marcada para o lançamento mundial, para que tenhamos mais informações sobre o modelo.

Por Igor Furraer

Mazda CX9

Mazda CX9

Fotos: Divulgação


RX-Vision Concept marca a volta da tração rotativa a um veículo da Mazda.

A japonesa Mazda colocou em amostra na Tokio Motor Show 2015 o protótipo RX-Vision, sua nova criação. O carro marcará a volta da tração rotativa a um veículo da marca e a sucessão do antigo RX-7. O lançamento terá o feedback de seu protótipo avaliado e deve ser colocado à venda em 2017, quando irá se comemorar 50 anos do primeiro esportivo Mazda com motor rotativo.

A atualmente convencional tração dianteira dos automóveis funciona por pistões, bielas e virabrequins. A traseira – chamada de rotativa e nomeada pela marca de Skyactiv-R – funciona por rotores triangulares que acionam as rodas do lado oposto ao motor. O modo oferece maior potência. As últimas produções da montadora com essa característica foram os Mazda RX-7, produzido de 1978 na primeira geração até 2002, e RX-8, de 2003.

Sobre o conceito apresentado na capital japonesa, a marca pronunciou-se dizendo que "jamais interrompeu esforços em pesquisa e desenvolvimento para o motor rotativo" e que o carro representa a determinação da empresa em desafiar convencionalidades com suas aspirações. "O motor rotativo Skyactiv-R representa um futuro que a Mazda espera poder transformar em realidade em breve", concluiu o pronunciamento.

O nome do design é Kodo. De longo capô, o RX-Vision Concept possui duas portas e dois lugares. Os pneus são de aro 20 e liga leve. O sistema de escapamento é de saída dupla. E o interior é revestido em couro com detalhes em fibra de carbono, volante de três raios e painel compacto com medidores analógicos. O design, mesmo sinuoso e esportivo, é minimalista também até mesmo no sistema de iluminação. A grade frontal é preta e nela mesma está colado o logotipo da marca.

Detalhes mecânicos não foram revelados pela marca. A estimativa do motor está em torno de 300CV de potência. A última linha de RX-7 possuía força de 240CV. O valor aproximado para venda também não foi divulgado.

Por Bruno Klein

Mazda RX-Vision Concept

Mazda RX-Vision Concept

Mazda RX-Vision Concept

Fotos: Divulgação


Com o novo modelo a montadora voltou a apostar no mercado de pequenos crossovers.

A montadora japonesa Mazda resolveu investir novamente no mercado de pequenos crossovers, onde a companhia estava afastada há algum tempo. Nos últimos meses, a fabricante asiática atualizou muitos de seus veículos, em uma atitude ousada de ganhar espaço, principalmente no eixo Europa-Ásia.

O seu novo carro, o CX-3 já chegou à Europa com pompa arrojada e de possível sucesso no mercado.   A Mazda deposita grandes esperanças neste modelo, não somente pelas características do automóvel, mas também pela recuperação do setor automotivo. No mercado europeu, por exemplo, os pequenos crossovers tiveram um aumento nas vendas de 56% comparado 2014 com 2013. É esperado que até o final de 2017, o volume total de veículos deste segmento vendidos por ano seja de 800 mil unidades.   

Apesar da forte concorrência de outras montadoras neste segmento, a companhia japonesa espera aumentar sua participação de mercado em 3,1%. Cerca de 38 mil unidades do CX-3 serão destinados ao mercado europeu. A Mazda pretende produzir 150 mil unidades do modelo para suprir todos os mercados em que atua.   

O CX-3 compartilha de diversos componentes do Mazda2, com dimensões bastante compactas e um estilo arrojado e moderno. Seu jeito esportivo e dinâmico o deixa atraente e bem afeiçoado ao mercado europeu. A versão do modelo com motorização a gasóleo Skyactiv-D 1.5, que será vendido em Portugal, tem baixas taxas de emissões, além de apresentar 105 cv de potência e um binário de 270 Nm.  O motor também oferece aos usuários uma agradável experiência em trechos urbanos, apresentando também uma resposta bastante eficiente na estrada.   

A Mazda resolveu não modificar muito o CX-3 em relação aos seus "irmãos". O automóvel conta com recursos interessantes, mas comuns em mercados desenvolvidos. Alerta de saída involuntária de faixa, travagem automática em cidade, faróis adaptativos, alerta de ângulo morto, regulador de velocidade adaptativo, entre outros recursos estão presentes no novo veículo da Mazda. Há ainda pacotes específicos que poderão incrementar as características do modelo: Alta Segurança (HS) e Alta Tecnologia (HD) por 1.085 e 1.310 euros, respectivamente.   

O CX-3 dispõe do mesmo sistema multimídia dos modelos anteriores da marca asiática. O dispositivo multimídia é dotado de um comando central rotativo que permite conexão à internet e acesso a aplicações de redes sociais e navegação. Conexão Bluetooth também faz parte do pacote multimídia disponível no automóvel.   

O Mazda CX-3 está disponível no mercado em dois principais modelos, o 4×2, que custa entre 22.970 euros e 27.740 euros. e o 4×4, que é avaliado entre 28.461 euros e 32.736 euros.

Por William Nascimento

Mazda CX-3

Mazda CX-3

Mazda CX-3

Fotos: Divulgação


O Mazda3, apesar de pequeno, é dinâmico e proporciona conduções emocionantes. O design arrojado está presente, assim como acontece em qualquer veículo feito por esta marca de automotivos esportivos luxuosos. Ele é composto por diversos pontos que atenuam a segurança do condutor e das demais pessoas presentes dentro do veículo.

O sistema de farol funciona da seguinte forma: quando acontece a aproximação dos outros veículos perto Mazda3 nas estradas ascende uma luz adicional no farol para deixar não somente a visão do motorista do Mazda mais clara, como também os caminhos mais cristalinos aos condutores que estão ultrapassando ou sendo ultrapassados pelo modelo.

Vale destacar ainda o desempenho oferecido pelo compacto Mazda3, cuja estrutura do motor foi melhorada para que os sistemas de transmissão e travagem funcionem de maneira rápida, oferecendo assim respostas precisas aos motoristas.

Representantes da marca afirmam que o modelo novo é muito mais leve do que o apresentado pela primeira geração do Mazda3. Neste sentido, as novas edições consomem menos combustíveis, e ao mesmo tempo, oferecem melhoramentos no desempenho. Os motores de todas as edições são bicombustíveis.

Por Renato Duarte Plantier


Mais uma novidade interessante estará disponível no mercado automobilístico em pouco tempo, pois a nova linha da Mazda 6 SW já está em fase de testes nas estradas alemãs.

A partir das imagens vistas durantes estes testes, a linha 2013 desta perua possui linhas no teto típicas de um cupê, a porta do bagageiro é larga e sua capacidade de carga oscila em torno de 1.751 litros. O painel da nova Mazda possui três conjuntos de instrumentos e um monitor localizado no topo do mesmo que tem um sistema de infoentretenimento.

O motor usado neste utilitário terá dois propulsores Diesel Skyactiv-D 2.2 litros, com um sistema start/stop que permite alcançar até 175 cavalos de potência utilizando a tração integral.

Além disso, a Mazda 6 SW também se preocupa com o meio ambiente já que possui o i-ELOOP que consiste em um sistema de regeneração de energia e que possibilita, assim, uma diminuição de 10% no consumo de combustível quando comparado com os modelos tradicionais deste mesmo segmento de carros.

Esta nova perua com todas estas novidades, ainda sem preços oficiais informados, tem previsão de ser lançada no Salão de Paris e já poderá ser comprada pelos interessados na Europa no segundo semestre deste ano de 2012.

Por Ana Camila Neves Morais


A Mazda Motor Corporation anunciou nesta segunda-feira (18/04) o seu mais novo compacto crossover SUV que se chamará Mazda CX-5.

O novo modelo será o primeiro veículo produzido a incorporar o visual KODO – Soul of Motion – nova linha de design da Mazda. Além disso, o Mazda CX-5 é inspirado no conceito MINAGI que foi apresentado no Salão de Genebra, em março deste ano, e que também será exibido no Salão de Nova York que começa no dia 20 de abril.

Além disso, a tecnologia Skyactiv, embutida no veículo, favorece melhor desempenho do motor e baixo consumo de combustível.

O modelo CX-5 será integrado à linha 2012 da montadora. O lançamento do carro acontecerá no 64º IAA (Internationale Automobil-Ausstellung), um dos maiores eventos do segmento automobilístico do mundo, que acontecerá na Alemanha em setembro. A previsão é que logo no começo de 2012, o Mazda CX-5 seja comercializado.

Foto: Dream Car

Por Andrea Gomes


Com possibilidades de retornar ao país após mais de uma década (atuou por aqui entre 1994 e 1998), a Mazda começa a preparar novidades para o mercado. Com intenção de lançar um exemplar híbrido, movido a gasolina e motor elétrico, a montadora ratificou o objetivo de fabricar modelos híbridos e elétricos com conceito plug-in.

Leia mais: Mazda Motor pretende iniciar Vendas de Veículos no Brasil, Rússia e Índia

O conceito plug-in denota recarregar a bateria do carro por meio de uma tomada elétrica convencional, ou seja, as utilizadas em residências e empresas.

De acordo com Takashi Yamanouchi, presidente-executivo da empresa, a montadora adotará a disposição mostrada pela Nissan, Honda e Toyota no relativo aos modelos compactos híbridos. De acordo com o portal online da revista Quatro Rodas, a Mazda quer emplacar no mercado mundial, em 2013, um veículo utilizando a tecnologia sustentável ostentado pela fabricante Toyota.

Por Luiz Felipe T. Erdei





CONTINUE NAVEGANDO: