O novo Fiat 500X é muito espaçoso, aconchegante, com muita conectividade e modernidade.

O Fiat 500X vem para o mercado trazendo um novo conceito de carro. Com muita modernidade e beleza esse Sedan vem com tudo para enfrentar seus principais adversários e entre eles estão: Nissan Juke, Kia Soul e Mini Countryman. Por ser um carro muito completo, ele dificilmente irá desagradar a uma quantidade alta de usuários, mas é claro que o quesito gosto não se discute não é mesmo? O novo Fiat 500X tem detalhes parecidos dos seus concorrentes e mais alguns detalhes. Então confira agora as informações desse carro.

Carro muito espaçoso e aconchegante

O Fiat 500X é um carro muito espaçoso e aconchegante. Por essa razão os usuários desse carro não terão o que reclamar. Pois com um carro desses, a viagem se torna mais simples, já que dentro dessa máquina tem bastante espaço e bancos confortáveis. Os acentos são feitos com tecido de couro e pequenas almofadas laterais, elas servem para deixar o corpo bem confortável e relaxado durante toda a viagem. Ainda falando dos acentos, ele tem um detalhe muito importante, que é o encosto para a cabeça, dessa forma fica muito fácil tirar uma soneca durante a viagem.

Parte interna com muita modernidade

Ainda falando da parte interna do Fiat 500X, é preciso ressaltar sua conectividade e modernidade. Dentro do carro os usuários vão encontrar:

– Encostos de cabeça arredondados e com controles de áudios e clima-controle;

– Central multimídia com tela de 5 polegadas com touchscreen Uconnect;

– Sistema de rádio por satélite e Bluetooth

– Abertura de ventilador com três botões;

– 6 Airbags;

– Espelhos aquecidos;

– E muito mais.

Grande espaço para os passageiros traseiros

Não podemos deixar de falar de mais um detalhe incrível desse carro, que é seu enorme espaço traseiro na parte de trás. Seu sofá tem piso plano e espaço suficiente para acomodar os ocupantes e também deixar suas pernas livres. Por essa razão esse carro é indicado para pessoas altas ou que estão acima do peso. Também é possível dormir tranquilamente nessa parte do carro.

Porta-malas bem espaçoso

O porta-malas desse carro é muito espaçoso e ideal para carregar diferentes tipos de bagagens. Dessa forma não se ocupa espaço na parte interna do carro, mantendo o lugar dos ocupantes traseiros intactos.

Motorização de alto nível

O motor do Fiat 500X é alto padrão, e os usuários vão contar com duas opções que são: 1.4 e o 1.6. Além disso, esse carro oferece transmissão automática com 9 opções de marchas. Ele consegue fazer 180 cv máximo, levando a uma alta aceleração.

Carro com muita beleza externa

O Fiat 500X 2019 tem muita beleza e seu designe é muito moderno. É considerado um carro grande e bem espaçoso. Ele também é indicado para quem já tem segurança ao dirigir, por ser maior que muitos carros, algumas funções podem ser mais trabalhosas, como estacionar em um local com poucas vagas por exemplo. A parte externa conta com grandes rodas e faróis grandes, assim como suas lanternas de LEDS.

Valor de mercado desse carro

O valor de mercado desse carro está estipulado em 17.900 Euros. É um ótimo valor para um carro tão completo e cheio de funções que só acrescentam no dia a dia de seus consumidores. Mas ainda não saíram informações do seu real valor em Real. A princípio, serão 4 versões diferentes, cada uma com seus atrativos. O que podemos esperar são apenas notícias boas.

Será que vale a pena investir nesse modelo?

Sim. Avaliando todos os pontos positivos desse carro, optar por comprá-lo pode ser sim uma ótima opção. Já que ele tem motivos de sobra para ser classificado como um carro moderno, completo e espaçoso!

Por Cristiane Amaral

Fiat 500 X 2019

Fiat 500 X 2019


Novo modelo da Volkswagen será lançado no Brasil em 2020.

Toda estreia de um novo automóvel, sobretudo em uma das grandes companhias automotivas em todo o mundo, constitui um evento à parte, que atrai tanto os consumidores, quanto a própria mídia.

Assim, a companhia Volkswagen fez estrear novo modelo por meio de apresentação realizada no Salão de Guangzhou, na China, que constitui um evento de exibição dos dois novos SUVs para aquele país. O primeiro deles é o intitulado Tharu, que consiste em um modelo cuja linha será comercializada no Brasil, a partir do ano de 2020, junto do título de Tarek, sendo que a produção se dá nas esteiras industriais da Argentina. Esta estreia, já efetuada na China, para a versão R-Line, vasada em um visual mais esportivo, e equipado de um motor 1.4 TSI com desempenho de 150 CV, também deverá munir a versão da argentina.

Vamos a mais detalhes:

Produzido sobre a plataforma chamada MQB, o novo Volkswagen Tarek foi elaborado nas seguintes dimensões: são 4,45 metros de comprimento; 1,84 metros de largura; são 1,63 metros na altura e mais 2,69 metros no entre eixos.

É importante frisar que essas medidas tornam esse novo veículo sutilmente maior que o seu principal rival no mercado, o Jeep Compass, que chega a medir 4,42 metros de comprimento e mais 2,64 metros no entre eixos. A meta da empresa é a de que este modelo alcance um bom posicionado entre o modelo T-Cross, que estreará nas concessionárias no mês de maio, e o modelo Tiguan, que está faixa de preços entre 100 mil e 130 mil.

Deste modo, com a chegada efetiva do veículo, é muito provável que a popular versão equipada com cinco lugares, a do Tiguan, hoje comercializada na faixa de 125 mil, tenha a sua comercialização suspensa.

Entretanto, na China, o SUV em questão, de porte médio, será comercializado munido de dois tipos de motores. O SUV inicial está aparelhado do motor 1.4 TSI com 150 CV de desempenho, e mais um conjunto de câmbio DSG, com dupla embreagem e sete marchas, para o Brasil. Alguns especialistas especulam que os consumidores brasileiros poderão esperar por uma equipagem de transmissão Tiptronic em seis marchas.

Entretanto, as versões mais incrementadas e, por conseguinte, mais caras, estarão aparelhadas de um motor de 2.0 TSI, com 186 CV de desempenho, também munida de um câmbio tipo DSG, porém, equipado com a tração integral em 4-Motion. Este é um modelo que, por ser de menor potência, não será causa de disputa interna com o novo modelo Tiguan, o qual ainda mantém uma capacidade para até sete ocupantes como qualitativo diferencial.

Portanto, a produção do novo Volkswagen Tarek, que ocorrerá na unidade industrial de fabricação na região de Pacheco, na Argentina, está pré-programada para iniciar no ano de 2020, sendo o fruto de um imenso investimento, no custo de US$ 650 milhões.

Este modelo pretende, e certamente vai ocupar o patamar de prestígio que hoje ocupa a perua famosa intitulada SpaceFox, que é uma carro família, grande, confortável e seguro, a qual deixará ser der comercializada. O Volkswagen Tarek se posicionará, certamente, entre o modelo T-Cross, programado para estrear oficialmente no mês de abril de 2019 e o modelo Tigual AllSpace, o qual já está à venda, oriundo do México.

A companhia automotiva Volkswagen consiste em uma grande empresa alemã, que é parte integrante do Grupo Volkswagen. É, atualmente, o maior fabricante de automóveis em todo o mundo e possui a sua sede principal estabelecida na cidade de Wolfsburg, na Baixa Saxônia.

Por Paulo Henrique dos Santos

Volkswagen Tarek

Volkswagen Tarek


O Renault Alaskan 2019 é um modelo bastante equipado, proporcionando aos seus usuários mais tecnologia; amplo conforto; mais segurança; mais economia e maior estabilidade.

Todo lançamento de um novo veículo, na atualidade, consiste em um grande evento entre os consumidores, sobretudo entre os mais abastados. Recentemente uma das maiores companhias automobilísticas europeias promoveu a pré-estreia de um novo carro.

Trata-se aqui da nova picape Renault Alaskan edição de 2019, a qual está prestes a chegar ao mercado automobilístico do Brasil. Esta caminhonete estará pronta para ocupar um bom patamar entre os líderes do comércio nesta categoria. Todo consumidor que esteja em busca de mais informações a respeito deste novo Renault Alaskan 2019, valerá a pena seguir este artigo até o fim.

Assim, esta nova geração que está sendo produzida pela Renault, na série Alaskan, corre sobre os trilhos da linha de montagem, porém o seu oficial lançamento se dará somente em 2019. Trata-se de um modelo bastante equipado, proporcionando aos seus usuários mais tecnologia; amplo conforto; mais segurança; mais economia e maior estabilidade.
Entre seus atributos mais externos, a caminhonete Alaskan edição 2019 estará repleta de linhas robustas, em acabamento num estilo bem marcante, apropriado para uma verdadeira picape moderna e imponente.

Em sua parte frontal este veículo está munido de uma nova grade, em design chamativo, com lanternas alongadas completando esteticamente esse estilo.

Entre as especificações da Renault Alaskan 2019, podem ser listadas as seguintes:
Possui Ar-condicionado digital em duas zonas e manual; equipado com bancos de couro com função de aquecimento e mais os ajustes elétricos para o do motorista e do passageiro; munido de ignição na ausência da chave; possui bancos com suporte lombar e os bancos dianteiros operam com aquecimento; o computador de bordo; dispositivo de Bluetooth; dispositivo GPS; a câmera de ré; o seu volante é multifuncional; equipado com os auxílios de subida e de descida; equipado com a chamada Visão de 360 graus por meio de câmeras.

A revelação da ficha técnica é que vai garantir aos consumidores e usuários informações essenciais e precisas, mantendo todos por dentro do conjunto das características referentes ao modelo de veículo prestes a ser comercializado. São detalhes que, em realidade, o consumidor precisa saber sobre as suas dimensões; suas capacidades; a motorização e o chassi.

Embora não estejam disponíveis informações mais completas, para que o consumidor tenha uma noção básica de como este modelo chegará até si, é só conferir as informações da ficha técnica presente em suas versões atuais já disponíveis:
Ele roda com Diesel e gasolina; possui 16 Válvulas e o Torque é de 450-2000 N • m / rpm; as rodas são de 255/60 em R18; possui a suspensão dianteira de tipo McPherson independente e a suspensão traseira de tipo Multi-link; possui um tanque de combustível com capacidade para 80 litros; possui capacidade de carga para até 1000kg; a sua transmissão é de tipo manual em seis marchas e com opção de automática em sete velocidades.

Renault Alaskan 2019 possui diversas versões e os preços variam, conforme segue:

A Nova Renault Alaskan 2019 Flex 4×2 Mecânica, com valor a partir de 115.000 mil;

A Nova Renault Alaskan 2019 Flex 4×4 Automática, com valor a partir de 135.000 mil;

A Nova Renault Alaskan 2019 Diesel 4×4 Mecânica, com valor a partir de 135.000 mil;

A Nova Renault Alaskan 2019 Diesel 4×4 Automática, com valor a partir de 150.000 mil;

A Nova Renault Alaskan 2019 Diesel 4×4 Automática TOP, com valor a partir de 170.000 mil.

Todos esses preços poderão sofrer alterações ao longo do tempo, até o lançamento oficial, embora não cheguem a ser mudanças que pesem muito no bolso. Vale a pena conferir.

Por Paulo Henrique dos Santos

Renault Alaskan 2019

Renault Alaskan 2019

Renault Alaskan 2019

Renault Alaskan 2019


Confira aqui o preço e os detalhes do Fiat Mobi Drive 2017.

Enfim, a Fiat anunciou oficialmente os preços do Mobi Drive 2017. O modelo, que conta com um motor 1.0 de 3 cilindros, foi apresentado oficialmente durante a realização do Salão do Automóvel de São Paulo de 2016. De acordo com as expectativas da montadora, o carro deve ser responsável por uma fatia de 20% das vendas no que vem.

Confira os preços da linha Mobi 2017

  • Easy: R$ 32.380
  • Easy On: R$ 36.340
  • Like: R$ 38.470
  • Drive: R$ 39.870
  • Like On: R$ 42.930
  • Way: R$ 39.890
  • Way On: R$ 44.460

O Mobi Drive foi exclusivamente desenvolvido para o mercado nacional. O propulsor do carro tem capacidade para 77 cavalos de potência e 10,9 kgfm de torque (etanol).

Ele faz parte da nova família FireFly, que fez sua estreia no Uno em setembro de 2015. A montadora recebeu diversas críticas por não ter lançado o Mobi logo de cara com esse motor e por ter escolhido o já defasado Fire de 4 cilindros.

A Fiat, por sua vez, disse que a linha FireFly foi desenvolvida com o foco no consumo e no melhor funcionamento geral em baixos e médios giros.

A média de consumo com o etanol no Mobi Drive é de 9,6km/l em ambiente urbano e de cerca de 11,3km/l na estrada. Com gasolina essas médias ficariam em 13,7km/l e 16km/l, respectivamente.

Sobre o motor em si a Fiat diz ainda que ele foi desenhado com duas válvulas por cilindro basicamente porque nem sempre quando existem as quatro elas estão permanentemente em funcionamento. Com isso o modelo se torna ainda mais econômico.

Atualização do Motor Fire

As outras versões do já conhecido motor 1.0 Fire de quatro cilindros com capacidade para 75 cavalos continuam indo para o mercado, entretanto, receberam uma pequena atualização em seus componentes, o que resultou em uma melhora na eficiência entre 3% e 5%.

Voltando ao Mobi Drive, de série vamos poder contar com vidros elétricos nas portas dianteiras e trava elétrica; tela de LCD no painel de instrumentos; chave-canivete; sistema que elimina o "tanquinho" para partidas a frio; direção elétrica e ar-condicionado. No mais, ainda tem a função City, que faz com que a direção elétrica fique mais leve quando um botão no painel é acionado.

Por Denisson Soares


Modelo deverá ser lançado com melhorias no motor.

Após o Chevrolet Cobalt ter passado por uma reestilização no ano passado, a renomada fabricante de veículos automotores Chevrolet já divulgou que nos próximos meses irá lançar com algumas novidades a nova linha 2017 do veículo. Dentre estas novidades muitos acreditam que a fabricante irá investir em melhorias no propulsor 1.8, na direção elétrica, bem como no câmbio manual de seis velocidades.

Já há especialistas arriscando em dizer que realmente o antigo motor Econo.Flex 1.8 litros de 8 válvulas foi modificado , sendo que nessa modificação novas peças que possuem menor atrito foram inseridas nele e houve um elevação na taxa de compressão, sendo que essa taxa foi alterada de 10,5:1 para 12,3:1. Com estas modificações a potência deste propulsor foi elevada de 108 cavalos a 5.400 rpm para 17,7 Kgfm a 2.600 rpm, sendo que quando este motor é abastecido com gasolina a 5.200 rpm ele continua gerando a mesma potência máxima anterior que era de 106 cavalos, contudo, o torque a 2.800 rpm passou de 16,4 para 16,8.

As versões destinadas exclusivamente aos taxistas e frotistas, LT e LTZ, continuarão vindo com o motor 1.4 litro, o qual possui a capacidade de gerar uma potência máxima de 106 cavalos e um torque de 13,9 Kgfm quando abastecido com etanol.

Para conseguir uma redução no consumo de combustível nos dois propulsores mencionados acima, a Chevrolet optou por adotar uma nova caixa de transmissão, a qual virá com um câmbio manual de seis velocidades, detalhe este que fará com que haja uma redução nas rotações do motor em velocidades de cruzeiro. Outra novidade ficará por conta da substituição do sistema de direção hidráulica por um sistema elétrico o qual possui funcionamento sem dependência do motor.

Para aqueles que acham que as novidades irão parar por aqui, o sistema de entretenimento do veículo será atualizado, haja vista que a central de multimídia MyLink ll, nessa nova versão, contará com setas de navegação na parte lateral do display , além de contar com comandos de voz.

Essas novas atualizações no setor mecânico, ao que tudo indica, será uma realidade para a linha de veículos 2017 da fabricante, haja vista que a minivan Spin também passará por reestilização e será contemplada com a mais nova identidade visual da Chevrolet.

Por Adriano Oliveira


Confira aqui mais detalhes sobre o Novo Lexus RX350 2017.

Para aqueles que já tiveram a oportunidade de dar uma olhadinha um pouco mais a fundo no novo Lexus RX350, com certeza percebeu que o modelo foi desenvolvido com um foco grande centrado no conforto. Todo o conjunto, ou seja, o motor e seu consequente barulho em funcionamento, os possíveis ruídos e até a suspensão parecem terem sido trabalhados com afinco com a principal finalidade de dar “paz” para os ocupantes do carro. Mas antes de mais nada, é o consumidor quem irá decidir se optará por ter esse modelo “mais comportado” ou vai querer um mais nervoso para o seu uso.

Bom, caso resolva e se decida pelo conforto oferecido pelo Lexus RX350, o condutor, para aproveitar todo aconchego oferecido pelo carro, que é a mais nova geração do crossover, terá que desembolsar valores que começam (em tese) a partir de R$ 337.350.

No que diz respeito a motorização, algumas observações devem ser feitas. O modelo conta com a presença de um bloco V6 de 3,5 litros. Quem costuma ficar ligado nesse aspecto deve ter percebido que não se trata de um dos mais potentes já disponibilizados para a geração. São 305 cavalos de potência. Ainda assim, ele é mais robusto do que era anteriormente quando tinha a capacidade para entregar 277 cv. Outro ponto que aumentou foi o torque. Dos 35 anteriores, agora ele conta com 38 mkgf, mas mantendo os mesmos 4.700 rpm.

Além disso, vamos encontrar no Lexus RX350 a presença de um câmbio automático com oito marchas. Novamente, comparando com antes, eram seis marchas nesse caso. Esse aspecto novo acabou por dar ao carro uma força de arrancada um pouquinho maior. Mas não é bom ir todo alegre, já que a coisa em si pode não ser tão empolgante quanto parece.

Ainda falta as considerações sobre a suspensão do RX350. Aqui a fabricante optou pela chamada adaptativa. Isso quer dizer que ajusta de forma eletrônica todo o conjunto considerando a situação do piso. Também teremos quatro modos de condução indo do normal ao esportivo.

Por fim, o acabamento escolhido para o carro não deixa a desejar, sendo até bem apresentável nas duas versões disponibilizadas pela montadora. Bom, curiosamente, apesar de ter dado atenção a essa parte, o volante do carro possui algumas partes de plástico, coisa que a primeira vista não é muito comum quando se quer dar um ar mais especial para o interior de um veículo. Para se ter ideia, esse detalhe do plástico já não era usado desde os idos anos de 1990. Em compensação, há couro de sobra no carro e o plástico tem uma textura confortável até porque é do tipo macio.

Já o espaço destinado para os ocupantes também é generoso. Quem viajar atrás ainda vai poder contar com bancos reclináveis. Apesar de ser apenas um carro, o Lexus RX350 ironicamente lembra uma classe executiva de um avião.

Por Denisson Soares


Após flagra nas ruas, primeiras fotos oficiais do carro são divulgadas.

O novo Porsche Panamera 2017 ainda não foi oficialmente apresentado pela montadora alemã, mas já foi visto em um posto de gasolina. A notícia do flagra se espalhou após a publicação pelo site Autojunk no dia 21 de junho, terça-feira, semana antes do lançamento oficial.

Visto por Fora

As especulações eram diversas sobre as novidades do automóvel, mas deu pra matar um pouco da ansiedade com as fotos publicadas, não foi possível ver internamente, mas o design exterior está maravilhoso.

Apesar de uma faixa adesiva preta estar cobrindo o painel traseiro, já é de conhecimento público que se trata de uma faixa de LED horizontal, que liga as lanternas, o automóvel estava como esperado, simplesmente deslumbrante.

O fabricante promete que a nova versão tem 90 quilos a menos que a anterior. Os motores podem ser nos modelos V6, V8 e uma versão híbrida do tipo plug-in.

O design do Panamera ficou ainda mais refinado que a versão anterior.

Fotos Oficiais

As fotos do flagra vazaram na internet e fizeram com que as oficiais fossem divulgadas pelo site Motor 1 e outros relacionados a veículos.

Com isso, foi possível ver que o modelo continua esportivo, mas muito mais elegante.

Apesar de o desempenho ser desconhecido, a Porsche alega que o novo clássico é o sedã mais rápido da Terra. Além disso, prometem que no interior do veículo poderemos ver um sistema multimídia com tela touchscreen de 12 polegadas.

Lançamento Oficial

Na semana anterior ao lançamento oficial, a montadora divulgou um teaser do Panamera em vídeo, na Alemanha, porém não foi possível ver nem uma parte do modelo.

Aqueles que já estão aguardando podem ter o prazer de adquirir um desses no Brasil, o valor para compra poderá ser no mínimo de R$ 529.000,00 (quinhentos e vinte e nove mil reais).

Os rumores são de que o carro é perfeito! O novo Porsche Panamera é lindo, espaçoso, estável, moderno, veloz e promete ser o novo “queridinho” dos apaixonados por carros.

O interessante é que a previsão da data para estreia mundial foi divulgada pela Porsche no dia 23 de junho, dois dias após o vazamento das fotos. Está previsto ainda para dia 28 de junho de 2016.

Caroline Silvério


Novo SUV da Renault deverá ser destaque no evento automobilístico que acontece em novembro.

A Renault apresentará ao público brasileiro seu carro chefe, o novo SUV médio/grande Kaleos. Essa apresentação já tem local e mês marcado, acontecerá em novembro no Salão do Automóvel de São Paulo. O Salão do Automóvel se tornou o maior evento automobilístico da América Latina e quarto maior do mundo mostrando-se muito importante para a economia do pais.

O Kaleos está em sua segunda geração e chega com novo visual, sua primeira versão foi vista no pais a partir de 2013, agora em sua nova versão ele tem 4,67 metros de comprimento e 2,17 metros de entre-eixos e 21 cm de altura do solo. O condutor poderá abastecer o veículo com gasolina e seu motor será de 2.5 com 175 cv, que leva o crossover de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos e a velocidade máxima é de 185 km/h, não esquecendo que o Kaleos ainda conta com tração 4×4. Sua transmissão CVT possui 6 marchas. Falando sobre o interior do veículo, pode se dizer que ele é super espaçoso, acomodando facilmente cinco adultos e seu porta-malas conta com 624 litros.

A nova versão do utilitário foi apresentada mundialmente na última edição do Salão de Pequim, os seus faróis parecem ter uma forma de "C" em led e ele também conta com lanternas horizontais e vem com visual moderno e cheio de cromados. Seus possíveis rivais em matéria de tecnologia ou Chassis são o Audi Q5, Volkswagem Touareg, Ford Edge, Kia Sorento, Chevrolet Trailblazer, Toyota SW4 e Hyundai Santa Fé.

Ainda não se sabe o valor exato que o Kaleos vai custar, porém, acredita-se que o mesmo deve varia entre R$ 120.000 e R$ 180,000.

Sobre a Renault

A Renault é uma das maiores montadoras do pais e além de produzir milhares de veículos, conta com o apoio de mais de 300 concessionárias que estão espalhadas por todo Brasil, além de ser uma empresa que preocupada com o meio ambiente.

Portanto, se você deseja ver bem de perto o novo Renault Kaleos, garanta sua presença no Salão do Automóvel de São Paulo!

Vanessa Barbosa de Souza


Modelo ganhou mais acessórios e teve seu preço reajustado.

A nova linha dos Ford Ka e Ka+ 2017 vem com valores reajustados pela empresa e agora iniciam em R$ 41.990 para a versão hatch e no sedã parte de R$ 44.990. O aumento, no geral, oscila entre R$ 300 e R$ 550 e foi incidido sobre todas as versões da linha. No entanto, a empresa também aproveitou que virou o ano e modelo para que assim equipasse a linha 2017 com novos acessórios. A partir de agora, o Ka e o Ka + já terá em todas as versões, diretamente de fábrica: apoio de cabeça no banco traseiro central, banco bipartido na proporção 60 – 40, além de cinto de segurança de três pontos.

Também a versão SEL Plus, que é top de linha do sedã Ka+, passa, a partir de agora, a ter sensor de estacionamento traseiro e bancos revestidos em couro. De acordo com o gerente de produto da Ford, Fernando Pfeiffer, na linha 2017 foram reforçados todos os catálogos dos modelos Ka e Ka+ com novos acessórios de série. Além de ter agregado mais segurança e requinte na versão de topo, com o diferencial de sensor de ré e banco de couro.

Uma outra novidade para esta linha é o plano de revisões que foi definido com plano fixo. Serão somente três revisões pelos três primeiros anos de uso e deve ocorrer a cada 12 meses ou 10.000 km rodados. Anteriormente, a primeira revisão deveria ser realizada partir do sexto mês de uso. A mudança ocorreu para que reduzisse o custo de manutenção em 32%, de acordo com a montadora.

Abaixo seguem os preços atualizados da linha:

  • Ford Ka SE 1.0: R$ 41.990, era: R$ 41.590
  • Ford Ka SE Plus 1.0: R$ 44.390, era: R$ 43.990
  • Ford Ka SE 1.5: R$ 45.990, era: R$ 45.690
  • Ford Ka SE Plus 1.5: R$ 48.390, era: R$ 48.090
  • Ford Ka SEL 1.0: R$ 48.140, era: R$ 47.590
  • Ford Ka SEL 1.5: R$ 52.140, era: R$ 51.690
  • Ka+ SE Plus 1.0: R$ 47.390, era: R$ 46.990
  • Ka+ SE 1.0: R$ 44.990, era: R$ 44.590
  • Ka+ SEL 1.0: R$ 51.140, era: R$ 50.590
  • Ka+ SE Plus 1.5: R$ 51.390, era: R$ 51.090
  • Ka+ SE 1.5: R$ 48.990, era: R$ 48.690
  • Ka+ SEL 1.5: R$ 55.140, era: R$ 54.690
  • Ka+ SEL Plus: R$ 57.840.

FILIPE R SILVA


Modelo chega ao Brasil em nova plataforma e com motor 1.4 turbo.

A Chevrolet lançou recentemente uma de suas grandes apostas para 2016. Trata-se do novo Chevrolet Cruze 2017, que chega bastante forte ao mercado brasileiro. O automóvel passou a ser fabricado na Argentina e conta com nova plataforma e motor 1.4 turbo. A nova geração do Cruze está disponível no Brasil em três versões: LT, LTZ e LTZ 2. Todas as opções são de câmbio automático de seis marchas e seu preço inicial é de R$ 89.990, sendo que a versão mais cara custa R$ 107.450.

Como já destacado, o novo Cruze 2017 vem acompanhado do motor Ecotec 1.4 com turbo e injeção direta. Dessa forma, substituindo o 1.8 16V aspirado, que fazia parte da última geração. Além disso, saiba que o novo motor é associado ao sistema start-stop, que tem como principal finalidade a redução no consumo de combustível. Com o novo motor, o Cruze passa a render 153 cv e 150 cv, quando roda com etanol ou gasolina, respectivamente. O principal destaque fica por conta do torque, haja vista os 24,5 kgfm a 2.000 rpm. O câmbio automático de seis marchas também merece destaque, pois é de terceira geração, mais rápido e possui uma suavidade admirável.

Todas essas novidades e mudanças na parte mecânica do Cruze 2017 trouxeram melhoras quando o assunto é o desempenho, bem como o consumo. Segundo a GM, o Cruze turboflex é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos. Além disso, o mesmo obteve nota A no quesito de eficiência energética em teste realizado pelo Inmetro.

A nova geração do sedã também teve um aumento em seu tamanho. O Cruze 2017 possui 4,66 metros de comprimento por 1,81 metro de largura, além de 1,48 de altura. Essas novas medidas proporcionaram um aumento no espaço interno. O porta-malas, em contrapartida, ficou menor.

O lançamento da Chevrolet também não deixa a desejar quando o assunto é seu design. O automóvel trás um design mais arrojado e bastante esportivo. Um dos grandes exemplos disso são os faróis rasgados para as laterais, além da caída do teto no estilo cupê. Se comparado com a versão norte-americana, o modelo argentino possui poucas mudanças no visual, como por exemplo, as rodas com acabamento escurecido.

Por Bruno Henrique


Primeiro SUV da marca chega ao Brasil custando a partir de R$ 309 mil.

Mesmo diante do cenário de crise no mercado econômico brasileiro, as empresas do setor automotivo estão buscando diversas alternativas para espantar a má fase, sendo que uma delas é o lançamento de novos modelos ou modelos reestilizados. É nessa perspectiva que nesta última terça-feira, dia 31 de maio de 2016, a grande e renomada Jaguar fez o lançamento oficial, no Brasil, do primeiro veículo SUV da marca. Este novo veículo da Jaguar foi batizado com o nome de F-Pace e chega ao mercado nacional disponível em três versões e com preços fixados a partir de R$ 309.300. As versões do F-Pace  são a de abertura denominada Prestige, a intermediária R-Sport e a topo de linha S, sendo que respectivamente estas custaram R$ 309.300, R$ 360.500 e R$ 405.900.

O F-Pace teve a sua estreia mundial no Salão de Frankfurt, na edição realizada no ano de 2015, sendo que na ocasião o veículo estreou com grande estilo inclusive com uma apresentação de looping para que o veículo entrasse no Guiness, para conquistar este objetivo o veículo realizou um giro em uma grande estrutura que continha 19 metros de altura.

Com relação aos propulsores que serão disponibilizados neste veículo, no total essa grande novidade da Jaguar chegará ao mercado com três opções, sendo o 2.0 movido à diesel e capaz de produzir uma potência máxima de 180 cavalos e outras duas opções movidas à gasolina, as quais possuem a configuração V6 3.0 e conseguem produzir as potências máximas de 340 e 380 cavalos. Vale ressaltar que todas essas versões de motorizações do F-Pace são disponibilizadas com um câmbio automático de 8 marchas e tração nas quatro rodas.

Na parte interna, o veículo vem com uma central de multimídia com tela de 10,2 polegadas, que trabalha com o sistema chamado In Control Touch Pro. Essa central é dotada de um processador de quatro núcleos, o qual suporta a conexão simultânea de até oito aparelhos via Wi-Fi.

Conforme os dados repassados pela fabricante, a carroceria do F-Pace teve 80% da sua constituição feita em alumínio, fator este que fez com que o peso final do veículo ficasse em 1.655 Kg. Esse novo Crossover da Jaguar possui um comprimento de 4,73m e um entre-eixos de 2,87m, já o porta-malas dele é de excelentes 650 litros.

Por Adriano Oliveira


Novo modelo especial conta com modificações que o deixaram ainda mais potente.

Após ter sido lançado oficialmente no mês de março no evento denominado Salão de Nova York, agora a versão mais atualizada do Nissan GT-R ganhou uma reestilização feita pelo setor esportivo da fabricante japonesa, sendo que esta nova versão terá o sobrenome Nismo. Segundo os dados estatísticos da fabricante, o propulsor do Nissan GT-R possui a capacidade de produzir uma potência de incríveis 600 cavalos, detalhe que ilustra muito bem o apelido carinhoso dado ao modelo, “Godzila”.

Toda essa força disponibilizada ao veículo é oriunda do propulsor V6 de 3.8 litros, o qual é equipado com dois turbocharger, os quais são utilizados nas competições da GT3. Quando o veículo está em uma faixa de rotação entre 3.600 e 5.600 rotações por minuto, o torque máximo entregue às rodas é de 66,5 Kgfm.

Do mesmo modo que os propulsores de 565 cavalos da versão convencional do veículo, o motor do GT-R Nismo é produzido na cidade de Yokohama, no Japão. A fabricação desse motor é realizada por engenheiros muito experientes, os quais deixam suas assinaturas em uma placa na parte inferior do capô.

Este motor trabalha em conjunto com uma transmissão automatizada composta pelo sistema de dupla embreagem dotada de seis velocidades.

Nessa versão mais esportiva, o para-choque dianteiro foi feito de maneira diferenciada, sendo que ele foi confeccionado por diversas camadas de fibra de carbono, a fim de que a aerodinâmica do veículo fosse mantida mesmo em velocidades elevadas. Segundo a Nissan, essa atualização do modelo deixou o GT-R Nismo mais confortável para ser conduzido nas ruas urbanas, bem como mais confortável.

Já na parte interna, os acabamentos do veículo também foram modificados, modificações estas que incluíram a inserção de couro Alcântara no console central, no descanso de braço e no volante. Este revestimento luxuoso também foi colocado em detalhes vermelhos nos assentos esportivos Recaro.

A tela da central multimídia do veículo nessa versão veio maior e o número de botões teve uma redução de 27 para somente 11. Neste superesportivo também há um eficiente sistema para a realização da filtragem de ruídos indesejados, para que os condutores possam apreciar com maior qualidade o som do propulsor.

No Brasil a expectativa da Nissan é que o GT-R comece a ser comercializado sob encomenda no final desse ano de 2016.

Por Adriano Oliveira


Confira aqui as principais novidades no Nissan Sentra 2017.

A fim de conseguir melhores resultado de vendas no setor dos sedãs médios aqui no Brasil, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Nissan fez o lançamento da linha 2017 do Sentra. Nessa nova edição o modelo passou por uma reformulação em que novos equipamentos de série foram inseridos.

O Nissan Sentra versão 2017 chega ao mercado com a mesma motorização, ou seja, o antigo propulsor 2.0 flex com capacidade de produzir 140 cavalos de potência e um torque de 20,3 Kgfm a 4.800 rpm, propulsor este que continua também trabalhando em conjunto com o câmbio do modelo CVT. Nessa nova linha 2017 do Sentra, a Nissan parou de fabricar a versão de entrada do veículo, a S, com o câmbio manual de seis velocidades. Segundo as expectativas da empresa, a versão do veículo que deve ser mais vendida por aqui será a intermediária, denominada SV.

Na versão 2017 o Nissan Sentra que chegará ao mercado nacional virá importado do México e chegará com para-choques redesenhados, inclusive com entradas de ar maiores, além de contar com nova grade frontal em formato de V e novos faróis com a presença de LEDs para condução diurna.

No interior do veículo, as novidades ficaram por conta de novos detalhes confeccionados naquele plástico preto brilhante chamado black piano, bem como com a presença de novos grafismos que foram inseridos no painel de controle. O volante do veículo também passou por uma atualização.

Com relação aos itens de série, nas versões anteriores o Sentra só disponibilizava a tecnologia de controles de estabilidade e tração em suas configurações intermediárias, porém, nessa nova linha o item já é ofertado de série, além disso, o veículo possui central multimídia com visor de cinco polegadas sensível ao toque, retrovisor fotocrômico, faróis com sistema de acendimento automático e sensor de estacionamento traseiro.

Algumas mudanças feitas nessa nova linha do Sentra 2017 são facilmente percebidas logo que se entra no veículo, tais como acabamento interno feito com materiais mais suaves ao toque, volante com revestimento feito em couro e com a presença de botões de comando para a central de multimídia, bem como do piloto automático.

No geral, essa nova geração do Sentra chega como um veículo totalmente reformulado, haja vista que a cabine interna possui um bom nível de conforto e um isolamento acústico ainda mais eficiente.

Por Adriano Oliveira


Com o novo modelo Honda quer superar as rivais “Audi e Mercedes”.

O novo Civic chega ao Brasil com status de astro. Em Los Angeles, nos EUA, onde a décima geração está sendo mostrada o ‘carrão’, é conhecido como ‘The Civic’ (O Civic) referindo-se ao fato dele ser classificado como o melhor civic dos últimos tempos, tendo superado todas as marcas famosas locais, em vendas.

Sua chegada ao mercado nacional está prevista para o segundo semestre e, quando o salão do automóvel começar, em novembro, já estará no mercado com a mesma proposta. A Honda espera que o sucesso seja repetido e fará tudo para arrancar o emplacamento das alemãs, Audi e Mercedes com seu novo carro.

Civic Premium

Em apenas quatro meses, o carro superou o Audi A3 Sedan, tornando-se campeão de vendas nos Estados Unidos. Conseguindo deixar para trás até os dois líderes em venda do país, Toyota Camry e Honda Accordi. O civic ainda é considerado no país ‘carro de moleque’, mas aos poucos vem mostrando que não é nada disso.

Um dos principais riscos que a marca pode enfrentar com as mudanças, pode ser opreço muito elevado. O Civic Sedan custa cerca de UR$ 18.640 nos EUA, R$ 65,2 mil no Brasil. Enquanto que a versão Touring testada pela UOL carros custa a partir de UR$ 26.550, cerca de R$ 92 mil), contudo esse valor poderá chegar a UR$ 30mil (Próximo de R$ 104 mil) caso ele venha com todos equipamentos opcionais.

Para quem já teve um modelo no passado continua na mira do novo civic ,que tem a missão de manter esses cliente fieis. Segundo a UOL carros esse modelo no Brasil não sairá por menos de R$ 110 mil, mas quem é fã paga o preço.

De cara nova

O Civic Touring está completamente repaginado, mostrando na sua frente uma leve aparência com o novo Accordi principalmente nos faróis full-Led que se encontram através de uma grande barra cromada, em toda a grade da frente.

A modernidade do Civic se exibe em 4,63 m de comprimento por 1,80 m de largura. Mostrando-se mais largo e espaço que o atual, apesar de mais baixo. A Honda conseguiu arrumar os bancos deixando um espaço considerável para acomodar as pernas.

O motor de 1,5 turbo e o câmbio CVT dão ao motorista enorme prazer em dirigir o novo Civic, a capacidade é de 530 litros.

Por Ruth Galvão


Modelo chega ao país com novo motor e custa cerca de R$ 125 mil.

Apesar do cenário de crise que está assolando a economia brasileira, várias fabricantes de veículos automotores estão apostando as suas fichas no mercado brasileiro e uma dessas empresas é a Audi, que já está comercializado, desde o início do ano aqui no país, o A1 Sportback reestilizado. Este veículo, após a reestilização, chegou ao mercado com algumas modificações discretas no seu visual, modificações estas que fizeram com que ele ficasse ainda mais parecido com seu irmão de médio porte, o Audi A3.

Além de novos faróis e lanternas que ganharam um novo desenho e passaram a ter iluminação de LED, este modelo compacto da Audi traz como principal novidade nessa nova versão o propulsor 1.8 TFSI (somente na versão Ambition, que é a topo do modelo e custa a partir de R$ 124.990), enquanto a variante de entrada do modelo, a Attraction, está sendo disponibilizada com o mesmo propulsor 1.4 TFSI, que foi recalibrado e ganhou 3 cavalos a mais na potência, passando a produzir uma potência máxima de 125 cavalos. A versão Attraction está sendo comercializada por R$ 106.990.

Indo na contramão de todas as tendências do mercado automobilístico, a versão Sportback Ambition não trouxe consigo um propulsor de menor porte, nem tão pouco repleto de tecnologias inovadoras, haja vista que a versão mais potente do veículo à venda aqui no Brasil está sendo disponibilizada, a fabricante resolveu substituir o propulsor de 1.4 litro (sobrealimentado com compressor mecânico e turbo, que era capaz de gerar uma potência máxima de 185 cavalos) pelo 1.8 litros turbo (que possui a capacidade de produzir uma potência de 192 cavalos), porém, ambos entregam ao veículo um torque de 25,5 Kgfm.

O principal fator positivo com relação a essa troca de motor feita pela Audi é o fato de que o o propulsor 1.8 TFSI, além de possui maior capacidade cúbica, é dotado de duplo sistema de injeção de combustível, os quais funcionam conforme a necessidade de torque.

O Audi A1 Sportback é uma grande opção para aqueles que desejam se divertir ao volante de um veículo hot hatch bastante estilosinho, porém, o único fator que faz com que o veículo seja uma opção para poucos é o seu valor, que é de R$ 125 mil.

Por Adriano Oliveira


Modelo ganhou novos motores mas manteve o design antigo.

O Toyota Etios a mais de três anos foi o primeiro modelo compacto a ser vendido no mercado brasileiro pela marca japonesa. Devido a qualidade que a montadora emprega em seus veículos, os consumidores aguardavam ansiosamente este modelo, porém, ele não agradou como se esperava, pelo fato de possuir um visual polêmico e na parte interna o painel de instrumentos ser centralizado, com isso teve uma queda diante de seus concorrentes. Agora vem aí o Etios 2017, mas com poucas novidades.

Em um evento ocorrido recentemente, executivos da marca informaram que o modelo 2017 do Toyota Etios irá sofrer algumas mudanças, ganhando assim novos motores com mais potência e eficiência, além de serem econômicos de 1300 e 1500 cilindradas.

A Toyota disse que apresentaria outras novidades para o Etios 2017, como novo design e alterações na parte interna do veículo, porém, isso não ocorreu, a montadora não inovou no desenho, que se manteve o mesmo. No final das contas, as novidades ficaram por conta somente pelo quadro de instrumentos no painel central (que foi trocado por uma tela digital de TFT 4,2 polegadas), pelos novos motores e pela transmissão automática.

Hoje o modelo é vendido no mercado brasileiros nas seguintes versões: X 1.3, XLS 1.5, XS 1.5, sedan XS 1.5, sedan X 1.5, sedan XLS 1.5, Cross 1.5 e sedan Platinum 1.5. O modelo mais básico tem seu preço iniciando em R$ 43.990 na versão de entrada, já na versão topo de linha o valor chega a R$ 60.295.

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, mais conhecido como Inmetro é um instituto que realiza avaliações com boa parte dos carros que são comercializados em território brasileiro e como de praxe, não deixou esse modelo de fora e também fez o mesmo procedimento com o consumo de combustível do novo Toyota Etios, avaliando o mesmo nas rodagens em estrada e também na cidade. Abaixo é possível conferir as médias de consumo em ambos os locais, utilizando gasolina e também álcool.

  • Motor 1300 cc – 12,7 km/l com gasolina e 8,7 Km/l com álcool.
  • Motor 1500 cc –12,9 Km/l com gasolina e 8,9 Km/l com álcool.

É possível observar que o motor mais forte é um pouco mais econômico. O motor 1.3 gera 98 cavalos de potência e o 1.5 gera 107 cavalos, ambos com etanol.

Preços do Novo Etios 2017:

Os seguintes preços estão atualizados e incluem versões com câmbio automático.

  • X 1.3: R$ 43.990
  • X 1.3 AT: R$ 47.490
  • XS 1.5: R$ 48.995
  • X 1.5 Sedan: R$ 48.495
  • XS 1.5 AT: R$ 52.495
  • XLS 1.5: R$ 53.895
  • XLS 1.5 AT: R$ 57.395
  • Cross 1.5: R$ 57.395
  • Cross 1.5 AT: R$ 60.895
  • XS 1.5 AT Sedan: R$ 55.195
  • XS 1.5 Sedan: R$ 51.695
  • X 1.5 AT Sedan: R$ 51.995

FILIPE R SILVA


Picape ganhou novos equipamentos de primeira e preço deve subir.

A nova Chevrolet S10 chega ao mercado nacional em maio com visual completamente remodelado, dos pneus ao capô. Não é um novo lançamento, visto que a atual ainda está ativa no mercado desde 2012. A apresentação do modelo será na Agrishow, em Ribeirão Preto, São Paulo.

De cara já se pode perceber que as mudanças não ficaram só no Facelift. A nova dianteira da S10 teve como inspiração o Chevy Colorado (a irmã S10 vendida nos Estados Unidos).

A grade horizontal recebeu faróis integrados e a câmera de ré vem associada à maçaneta. Além do novo visual e um painel inteiramente remodelado por dentro, a GM deu uma repaginada em outras áreas da caçamba.

A montadora fez a substituição dos coxins do motor, para dar uma reduzida no barulho interno e trocou as molduras das portas. Para garantir uma direção mais suave, no lugar da hidráulica surgiu um sistema de suspensão elétrica.

Na parte traseira não haverá muitas mudanças, as lanternas da picape devem receber luzes de LED, a depender da versão.

Em sua nova versão a nova picape substituiu o motor 2.4 e será vendida apenas com motores 2.8 Turbo Diesel (200cv).

Na linha 2017 a S10 reestilizada virá com as inéditas cores ‘azul odd blue eyes’ e ‘preto ouro negro’, juntando-se as quatro já existentes no mercado.

O painel da nova picape S10 é outro item que merece destaque, ganhou materiais mais leves e suaves ao toque (Soft Touch), trazendo maior economia e comodidade. No quadro de instrumentos é possível inserir um computador de bordo dos mais modernos, contendo diversas informações sobre o modo de navegar, velocímetro digital, entre outros.

A picape conta ainda com o multimídia MyLink com GPS, o sistema tem tela de alta resolução e novas funções como Android Auto e Apple CarPlay. Possui também sistema OnStar, que alerta o motorista para desviar de faixa e também alerta em caso de colisão frontal, que é de muita utilidade no dia a dia. Através deste sistema, o motorista estabelece a que distância encontra-se do motorista da frente. Luzes vermelhas poderão acender para dar o alerta bem como um auto-falante soar na picape.

Por Ruth Galvão


Modelo será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo e deverá ser lançado no país ainda este ano.

A Hyundai, nos últimos anos, ganhou um espaço considerável no mercado brasileiro. Atualmente, muitos de seus veículos já se tornaram sonhou de consumo de muitos que aqui habitam. HB20, Azera, Santa Fé e Vera Cruz engrossam a listam de modelos que, além de bonitos, apresentam várias vantagens em relação à mecânica e conforto, além de principalmente o custo benefício.

Mas o que nos últimos dias vem chamando atenção dos apaixonado por carros é o fato de a Hyundai trazer para o Brasil a ix25, o SUV compacto da marca.

O fato foi anunciado durante a cerimônia de lançamento da HB20 com motor turbo 1.0, em que grandes executivos da marca anunciaram a entrada do SUV no mercado brasileiro ainda neste ano.

Pelas expectativas, a ix25 deve ser apresentado no Salão de São Paulo, no mês de novembro deste ano, contudo, deve começar a ser vendido apenas um mês depois.

Para os conhecedores de carros, muitos podem se questionar. Por que um ix25 sendo que no mercado brasileiro há o ix35, que de certa forma apresenta um sucesso razoável da marca? Pois bem, o ix25 apresenta menores dimensões, não atoa, é um SUV compacto. A tendência é que o ix25 chegue ao mercado brasileiro para competir com o HRV, a Ecosport e o Jeep Renegade.

O veículo atualmente possui grande produção na China, Índia, Argentina e Uruguai. Porém, há a expectativa de que o ix25 seja produzido na fábrica de Piracicaba (SP).

O compacto será composto de um motor 1.6 de 128 cavalos, que atualmente compõe o HB20. O veículo deve ter duas opções de transmissão: manual e automática, porém, sempre com seis marchas.

Segundo executivos, a fábrica da Hyundai de Piracicaba possui a capacidade de produção de 170 mil unidades por ano. Além disso, apresenta pequena ociosidade.

Apesar de ser mostrado apenas em novembro de 2016, no Salão de Automóveis de São Paulo, o ix25 já foi flagrado por pelo menos duas vezes na região de Piracicaba, sobre camuflagem e em fase de testes.

Sem dúvidas, o modelo tende a entrar de forma competitiva no mercado brasileiro, pois a Hyundai já possui grande espaço no mercado do Brasil.

Raquel Alice Moreira


Veículo custará a partir de R$ 99 mil e contará com 6 versões.

Após ter passado por uma repaginação, a Ranger é uma das caminhonetes mais bonitas existentes no mercado brasileiro. E é neste contexto que a grande e renomada fabricante de veículos automotores Ford, após ter feito a antecipação das novidades da versão topo de linha da Nova Ranger, fez a apresentação oficial do veículo. A caminhonete chegará ao mercado com um visual renovado e terá como versão de entrada o modelo XLS, equipado com um propulsor 2.5 Flex, o qual trabalhará em conjunto com um câmbio manual de cinco velocidades, essa versão será comercializada aqui no mercado nacional por R$ 99.500.

Este novo motor 2.5 Flex foi batizado pela fabricante com o nome de Duratec e consegue produzir uma potência máxima de 173 cavalos quando utilizado com álcool e de 168 cavalos quando utilizado com gasolina, além de um torque de 24,5 e 23,8 respectivamente.

O veículo virá dotado de um sistema eletrônico de partida chamado Ford Easy Start, o qual dispensa o uso do ultrapassado tanquinho auxiliar de gasolina. Já para os que preferem o modelo movido à Diesel, as opções são os propulsores 2.2 (capaz de produzir uma potência máxima de 160 cavalos e um torque de 38,7 Kgfm, que trabalha em conjunto com um câmbio manual de seis velocidades) e 3.2 TDCi (dotado de cinco cilindros, que é capaz de produzir uma potência máxima de 200 cavalos e um torque de 47 Kgfm, sendo que este já trabalha em conjunto com uma transmissão automática de seis marchas).

A Ford, além de ter repaginado o visual dessa caminhonete, investiu significativamente no pacote tecnológico do modelo, sendo que cada versão vem com pacotes bastante recheados.

Veja abaixo os modelos e os seus respectivos valores:

  • Ranger 2.5 Flex XLS MT 4X2: R$ 99.500
  • Ranger 2.5 Flex XLT MT 4X2: R$ 109.500
  • Ranger 2.2 Diesel XLS MT 4X4: R$ 129.900
  • Ranger 2.2 Diesel XLS AT 4X4: R$ 142.900
  • Ranger 3.2 Diesel XLT AT 4X4: R$ 166.900
  • Ranger 3.2 Diesel Limited AT 4X4: R$ 179.000

Outra novidade trazida pela Ranger 2017 e que com certeza irá agradar muitos consumidores será o aumento do prazo de garantia do modelo, que passou a ser de cinco anos sem limitação de quilometragem para pessoas físicas. O plano de manutenção do modelo, além de ter preços fixos, tem a previsão da realização de uma revisão anual ou 10.000 Km no decorrer dos três primeiros anos de utilização.

Por Adriano Oliveira


Modelo custará cerca de R$ 48 mil e terá opção de motor 1.2, que é considerado pela montadora como o mais econômico do Brasil.

A marca automotiva da Peugeot, francesa em sua essência e que nos últimos anos vem conquistando o coração do brasileiros, promete ainda no mês próximo trazer ao mercado o seu novo automotor: o Novo Peugeot 208. O carro foi lançado no Brasil no ano de 2013 e, de certa forma, fez um certo sucesso. Pensando nisso e principalmente na concorrência das outras montadoras, que rotineiramente vêm atualizando seus modelos, a Peugeot decidiu realizar mudanças em seu hatch compacto.

Além de pequenas mudanças na grade frontal e nos faróis e lanternas, o modelo passará a oferecer duas novas opções de motor. A primeira delas apresenta 1,2 litros de cilindrada, três cilindros, 12 válvulas e, além disso, conta tecnologia flex. Esse conjunto da obra rende cerca de 90 cv de cilindradas ao Peugeot 208. A montadora promete ser o motor mais econômico do Brasil. Segundo informações, esse motor renderá cerca de 15 km/l na cidade e 16,9 km/l no interior.

Contudo, o formato mais econômico do Peugeot 208 custa R$ 48.190,00 e dispões do motor 1.5 de 8v flex e possui um pouco mais de cv que o motor mais simples, cerca de 93 cv.

Para aqueles que acharam o motor fraco, é interessante saber que na Europa o Peugeot 208 conta com variações de motor que vão até 130 cv.

Além disso, o Peugeot 208 que chegará ao Brasil contará com uma opção mais potente que a versão econômica. O motor contará com 122 cv e será considerado como a versão topo de linha do modelo.

Baseado nas análises produzidas, o Peugeot 208 parece uma pedida, tanto para os que utilizam o carro durante a semana, haja vista o seu consumo médio de 15 km/l, quanto para os que gostam de “pegar estrada” nos feriados e finais de semana, levando-se em consideração o consumo médio de 16,9 km/l. Contudo, é importante saber que essas especificações dizem respeito ao modelo mais básico do Peugeot 208.

O preço médio do Peugeot 208 se apresenta compatível com o mercado brasileiro, atualmente. Sendo assim, para os que gostam de um hatch compacto, o Peugeot 208 tende a agradar a gregos e troianos.

Raquel Alice Moreira


Veículo sofreu alterações em sua frente e custará entre R$ 43 mil e R$ 70 mil.

A Volkswagen anda correndo (literalmente) para não perder mercado. Uma prova disso é o fato de que nem sequer faz um mês da apresentação do Voyage e do Gol para a linha 2017 e a companhia resolveu apresentar a linha 2017 de sua picape Saveiro. A nova linha chegará ao mercado com as mesmas atualizações já aplicadas nos sedãs compactos e no hatchback.

A Saveiro virá em sete versões. Já para as cabines teremos três opções (dupla, estendida e simples). Além disso, a picape estreará com algumas novidades exclusivas, entre elas podemos chamar a atenção para a frente do carro, que terá um design próprio. Serão duas opções para escolher no caso da central multimídia. Será possível, por exemplo, o espelhamento do smartphone na tela sensível ao toque, e nesse caso as plataformas que darão suporte ao sistema serão Google Android Auto, Apple CarPlay e MirrorLink. No mais ainda vamos ter a suspensão elevada. Vale destacar que esse último ponto é um dos principais aspectos da atual líder de mercado em termos de vendas, a Fiat Strada.

No caso da motorização não vamos encontrar mudanças. Os dois blocos 1.6 vão continuar presentes sendo o flex 8v para as versões intermediária e de entrada e o 16v MSI para a versão Cross.

Agora vejamos alguns dos valores. A opção mais simples que será chamada de Robust (cabine simples) sairá por R$ 43.530. Para a versão completa (Cross) o preço dá um salto para R$ 70 mil. É aí que entra a explicação do motivo da Voks lançar logo sua linha 2017. Com esses valores inevitavelmente a Saveiro ingressou no mesmo terreno da Renault Duster Oroch, que curiosamente é a nova concorrente da Strada. Para não ficar para traz a Volks tratou logo de trabalhar e marcar presença na categoria.

Uma curiosidade da linha 2017 que vale a pena destacar é o fato de que em 33 anos essa é a primeira vez que a Saveiro em sua história recebeu um identidade própria. O lançamento da primeira geração da Saveiro foi lá em 1982. A última alteração veio em 2014 com a chegada da opção de cabine dupla, que contava com o controle de estabilidade e trazia um motor 1.6 EA211 de 120 cv. Essa versão contava com espaço para cinco ocupantes.

De modelos produzidos na modalidade de série especial foram oito versões. A última foi a do Rock in Rio.

Por Denisson Soares


Veículo chega com mudanças em seu design e custa a partir de R$ 164 mil.

A Hyundai divulgou o lançamento da sua nova linha automotiva: a Santa Fe. O SUV pode ser comprado com preço promocional de R$ 164,9 mil, na versão para 5 lugares. Além disso, também tem a versão de 7 lugares com retoques visuais e novo acabamento no interior do carro. Uma das principais mudanças na nova linha é a dianteira, com os novos para-choques, grade frontal, farol, além da presença das rodas aro 18” em liga leve, que é oferecida como item de série.

Outra novidade é que a linha Santa Fe ganhou um porta-objeto, que está situado na parte superior do painel. Além disso, o console de teto também foi redesenhado.

A nova linha da Hyundai ainda contempla sistema de assistência na partida em subida e controle de frenagem na descida. Todas as versões possuem ainda um sistema de gerenciamento eletrônico de estabilidade, para auxiliar na segurança, que é o VSM.

O motor da linha da Santa Fe é o 3.3 V6 de 270 cv e 32,4 Kgfm de torque. Além disso, também é oferecido como opcional tração integral ativa (AWD) e TVCC. Além desta novidade, a marca também já está trabalhando na nova linha do HB20 2017. Os rumores é que os novos carros ganharão mudanças nos acabamentos e nos equipamentos tecnológicos. Não são esperadas muitas novidades, uma vez que que a última versão teve muitas mudanças.

Uma das expectativas para a versão de 2017, por exemplo, é o motor de 1.0 3 cilindros, que está sendo desenvolvido na Coreia do Sul, no centro de pesquisa da Hyundai-Kia. Ainda não se sabe a potência do motor e nem quando ele vai chegar ao Brasil, mas na Europa ele surgiu com potência de 120 cavalos e 17,5 mkgf de torque, que resulta em uma economia que pode chegar até 15% se for comparado com o atual, que é de 1.0.

Além disso, os rumores é que o HB20 2017 vai contar com porta-malas de 450 litros e capacidade para suportar até 50 litros de combustível. Em relação ao câmbio, o esperado é que tenha um modelo automático com 6 velocidades, que vai proporcionar leveza e suavidade para a direção.

O que achou das novidades? Comente!

Por Babi


Novo veículo tem autonomia para 750 km e está sendo vendido no Japão por US$ 67 mil.

A fim de atrair novos clientes e ao mesmo tempo mantendo a preocupação com as questões ambientais, a indústria automobilística sempre busca novas alternativas de combustíveis para inserir nos mais diversos modelos de veículo no mundo. A grande e renomada fabricante de veículos automotores Honda deu mais um grande e importante passo no quesito inovação, haja vista que a marca fez o anúncio oficial a respeito do início da comercialização, no Japão, do seu sedã propulsionado por hidrogênio. Este veículo foi batizado com o nome de Clarity Fuel Cell.

O propulsor do Clarity Fuel terá uma potência de 130 kW, valor este que convertido representaria aproximadamente 176 cavalos. A energia deste veículo é gerada por meio da transformação do hidrogênio em eletricidade. De acordo com os dados estatísticos divulgados pela fabricante, o tanque de hidrogênio de alta pressão do Clarity Fuel tem a capacidade de proporcionar ao veículo uma autonomia de incríveis 750 quilômetros. Contudo, o destaque dessa nova aposta da Honda não fica só por conta da excelente autonomia (a qual supera o modelo anterior em 30%), pois o modelo possui ainda um pacote tecnológico bastante recheado com a presença de vários sistemas de segurança, tais como o de alerta de colisão frontal, o de reconhecimento de sinalização e placa de trânsito, o auxiliar para transposição de faixas e o de frenagem automática de emergência.

A parte dianteira deste veículo chama muito a atenção, pois os faróis são compostos por um conjunto de nove projetores de LED cada.

E falando em inovação, o sistema chamado Power Exporter 9000 tem a capacidade de funcionar como um gerador elétrico externo, o qual conforme a necessidade do proprietário pode até mesmo ser acoplado no veículo e fazer a conversão da energia elétrica do carro em corrente elétrica do tipo convencional, o mais interessante é o fato de que esta corrente gerada tem capacidade de manter uma residência de médio porte por um prazo de até seis dias. Para quem ficou animado, este sistema tem o valor de aquisição de US$ 10 mil, ou seja, cerca de R$ 36 mil.

Apesar de estar sendo lançado no mercado japonês, o veículo poderá ser comercializado, segundo as estimativas da Honda, nas concessionárias dos Estados Unidos, bem como na Europa ainda neste ano de 2016. Neste primeiro momento, o veículo está sendo comercializado no Japão e somente para órgãos e empresas estatais pelo preço de US$ 67.800, ou seja, aproximadamente R$ 245 mil.

Por Adriano Oliveira


Veículo será produzido no Paraná ainda este ano.

A produção do Renault Grand Captur, projeto este que será produzido sobre a base do Duster, está agendada ocorrer lá pelo meio deste ano. A versão do crossover será montado na cidade de São José dos Pinhais, no Paraná, agora no ano de 2016.

O carro que saiu através do projeto HHA será bem maior do que o Captur original, que possuía 20 cm a menos que o Duster, ou seja, 4,12 m. O Grand poderá passar dos 4,40 m. A base será a B0, a mesma da linha Duster, porém, com dimensões estendidas, da mesma forma que aconteceu com o Oroch. Ocorreu também um aumento na altura, propiciado pelo teto mais alto e com isso serão instalados mais dois bancos no porta-malas. O projeto foi desenvolvido para países emergentes, o que acabou por priorizar o aumento da quantidade de assentos, uma funcionalidade muito requerida no Sudeste Asiático e na Índia. Assim como a picape, o “Captur aumentado” terá suspensão multilink na traseira, assim como no Duster 4X4.

A parte mecânica será cedida pelos modelos da Nissan e com isso o carro terá um propulsor 1.6 HR16, que são utilizados no Versa e March, além do F4R 2.0 do Duster. Os novos propulsores irão oferecer mais força e eficiência em altas e médias rotações, além de adotar também um câmbio automático de 4 marchas.

Com relação ao valor, o carro deve ter seus preços iniciais por volta dos R$ 75 mil, tendo a possibilidade de chegar a R$ 85 mil na versão mais top de linha. Acredita-se que será uma opção maior do que os crossovers compactos atuais, como o Honda HR-V e o Renegade, porém, pelo mesmo valor. Por sua vez, o modelo Duster deverá continuar no investimento de uma poderosa arma, um custo-benefício mais atraente. Em relação ao Captur europeu, o estilo mudará, o qual já possui diversos anos de estrada.

Nádia Neves


Veículo será fabricado em Resende (RJ) e irá concorrer com modelos como Duster e EcoSport.

A montadora Nissan anunciou na última segunda-feira, dia de 4 janeiro, que irá produzir o SUV Kicks no Brasil, na fábrica da cidade de Resende, no Rio de Janeiro. Será o primeiro modelo do tipo da marca no país. Conforme Carlos Ghosn, o CEO da companhia, a produção deste modelo irá gerar 600 novos postos de trabalho na fábrica, além do investimento de R$ 750 milhões.

O chefe executivo ainda afirmou que o Kicks irá ser um modelo global, mas a fábrica brasileira será a primeira a produzi-lo. A mesma será responsável pelo abastecimento dos outros mercados pertencentes a América Latina.

Segundo o presidente, a data de lançamento não será divulgada, porém ela já está definida. Além disso, também não foram divulgadas as informações técnicas, porém, conforme algumas especulações, o modelo deverá ser equipado com um motor 1.6 de 16 válvulas e de 111 cavalos, o qual já equipa o March e o Versa.

O índice de nacionalização do SUV Kicks no início de sua produção irá ser de 74%, segundo François Dossa, o presidente da Nissan no Brasil.

Para se ter uma ideia, o March hoje possui 68% de seus componentes fabricado no Brasil e com o objetivo de chegar a um valor 80%.

A Nissan o definiu como crossover, modelo este que é uma mistura de características de diversos segmentos como minivan, utilitário esportivo e sedan. O Kicks irá concorrer diretamente com veículos lançados recentemente, como Jeep Renegade, Honda HR-V,  Renault Duster e Ford EcoSport.

Este é um momento estratégico para a montadora, que tem uma meta de atingir 5% do mercado até o final deste ano. No ano de 2015 passaram de 2,1% para 2,5%, o que não foi considerado um ano muito bom para a Nissan, segundo Ghosn.

Outra grande meta da Nissan é chegar ao pódio e ficar entre as três montadoras que mais vendem veículos na América Latina.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Veículo chegará ao Brasil em março do próximo ano e custará a partir de R$ 264 mil.

A grande e renomada fabricante de veículo automotores Jaguar fez o anúncio nesta última terça-feira, dia 08 de dezembro de 2015, a respeito da chegada da nova geração do sedã XF aqui no Brasil.

O veículo será disponibilizado nas concessionárias da marca de todo o país até o mês de março de 2016. Ele terá três versões, sendo estas as seguintes: R-Sport, Prestige e S, sendo que as duas primeiras serão equipadas com um propulsor 2.0 litros turbo e a versão S contará com um motor 3.0 supercharged dotado de seis cilindros em V, propulsor este que é o mesmo utilizado no superesportivo F-Type.

O novo Jaguar XF, além de chegar com um visual mais moderno, ele traz como principal destaque a sua plataforma de carroceria rígida e leve, integral ou parcialmente confeccionada em alumínio, detalhes estes que fazem com que o veículo seja 28% mais rígido do que o anterior. Além da rigidez, a estrutura desse carro traz ainda, em pontos estratégicos e específicos, isolamentos duplos, o que faz com a sua condução seja ainda mais silenciosa. A carroceria deste sedã possui 75% de sua estrutura feita de alumínio. Já na suspensão este novo Jaguar utiliza o sistema Double Wishbone na parte da frente e o sistema Integral Link na parte traseira.

Outros atrativos trazidos por este carrão são: sistema de vetorização de torque por frenagem, direção elétrica, controle adaptativo de cruzeiro com a presença de assistência em fila, monitoramento da condição do condutor, frenagem autônoma de emergência, dentre outras tecnologias embarcadas de última geração.

A versão Prestige será comercializada por R$ 264.700. Já a versão intermediária, a R-Sport, será comercializada por R$ 288.000. Por fim, a versão topo de linha desse supercarro custará nada mais nada menos que R$ 381.100.

Apesar de todas as expectativas para o início da comercialização deste novo Jaguar no mercado nacional, a verdade é que devido aos valores este será um veículo para poucos aqui no Brasil.

Por Adriano Oliveira


Nova Geração do Veículo chegará ao país em duas versões e custará de R$ 144 mil a R$ 151 mil.

Após ter sido feito a confirmação pela Volkswagen a respeito do lançamento da nova geração do Passat aqui no Brasil, alguns detalhes a respeito deste veículo já estão sendo divulgados.

Essa nova geração do Passat será fabricada na Alemanha, na unidade de Emdem. O veículo chegará aqui no país com duas versões de acabamento: a Comfortline e a Highline, sendo que estas custaram respectivamente R$ 144.500 e R$ 151.300.

O alto nível de tecnologia que a Volkswagen colocou nessa nova geração do Passat é um dos fatores que irão chamar a atenção de muitos consumidores, sendo que o principal foco da montadora com o lançamento deste veículo é o de concorrer com rivais de peso no mercado, tais como o Audi A3 Sedan 2.0 TFSI e A4, o Mercedes-Benz Classe C e BMW Série 3, veículos estes que são de luxo do mesmo modo que o Passat, porém, contam com status de suas respectivas marcas.

O novo Passat chegará ao Brasil com dez opções de cores, sendo estas as seguintes: Azul Havard, Azul Night, Bege Sund, Branco Puro, Cinza Indium, Marrom Oak, Prata Tungstênio, Prata Sargas, Vermelho Crimson e Preto Mystic. Já as cores de revestimento dos assentos terão como opções o marrom, o bege ou o preto.

A principal aposta da Volkswagen para entrar com força total na briga dos sedãs premium aqui no país é oferecer um veículo que seja bem equipado já de série e com poucos opcionais e é nessa proposta que chega o Passat. Para confirmar esta perspectiva, os únicos opcionais disponibilizados para os clientes neste veículo são o teto solar elétrico (que custa R$ 5.400) e o pacote premium (que é composto pela integração de uma tela de oito polegada sensível ao toque e o sistema de entretenimento Discover Pro).

A parte interna deste novo Passat ficou ainda mais sofisticada, haja vista que o seu interior foi projetado com materiais de excelente qualidade, um exemplo disso foi a inserção da textura emborrachada nos elementos de metal.

Com relação à motorização, o veículo chegará com um propulsor 2.0 turbo, o qual será capaz de produzir uma potência máxima de 220 cavalos a 4.500 rpm.

Por Adriano Oliveira


Novo veículo será lançado na Índia e busca reconquistar o público consumidor da montadora.

A montadora indiana Tata Motors divulgou pela primeira vez fotos de seu novo carro compacto, o Zica. O compacto é parte de uma empreitada da empresa para aumentar sua presença no mercado de veículos para passageiros na Índia.

No Brasil o nome Zica seria possível motivo de piada, mas na Índia ele seria uma abreviação para Zippy Car, algo que significaria carro animado ou cheio de energia em português. Inicialmente o nome deveria ser Kite (pipa em português), mas a empresa decidiu troca-lo.

O design lembra um pouco o Indica, também da Tata Motors, de quem ele é sucessor, porém, ele é mais moderno e inovador, parte de um esforço por parte da empresa para renovar também seu design. O motor também será novidade, o Zica será movido por um motor de 1.05 l e três cilindros à diesel, com 140Nm de torque, ele é uma evolução do motor 1.4l à diesel da Tata e estimativas dizem que deve rodar cerca de 25km/l. Uma versão a gasolina também estará disponível para o mercado indiano com um motor de 1.2l, o mesmo usado no sedã da Tata, o Zest.

Na Índia a Tata motors andou perdendo parcelas do mercado para outras montadoras como Honda e Toyota no setor de veículos para passageiros, por isso começou a investir em novos projetos para reconquistar os compradores. Essa nova linha inclui carros como o Zest, o primeiro modelo novo da Tata em quatro anos. Os veículos foram criados para mudar a percepção que os compradores possuem da Tata e sua relação com pouca qualidade. A nova ideia é transformar a Tata numa marca com alto desempenho, qualidade e conforto, para assim conquistar novos clientes. Foi para conseguir isso que a Tata Motors contratou o jogador Lionel Messi, ele é embaixador da marca e terá como uma de suas funções promover o Zica.

Por Gizele Gavazzi


Modelo está com um visual mais moderno e ganhou novo pacote de itens.

Há alguns anos a briga dos veículos automotores sedãs médios, aqui no mercado brasileiro, tem sido bastante acirrada. Nesta perspectiva, na nova geração desses sedãs não poderia ser diferente.

Após a renomada fabricante Honda ter confirmado os primeiros passos do Civic 10 (veículo este previsto para chegar ao mercado brasileiro até o segundo semestre do ano de 2016) e da promessa da Chevrolet em lançar o Novo Cruze no próximo ano, agora é o momento da fabricante japonesa Nissan anunciar a atualização do Sentra, veículo lançado mundialmente no ano de 2012.

Como a concorrência no setor é bem grande, ainda correm por fora o recém modificado Peugeot 408, o Ford Focus Fastback, o Renault Fluence, o Citroën C4 Lounge e o Volkswagem Jetta.

Este novo Sentra foi anunciado como modelo 2016 no Salão de Los Angeles (EUA), sendo que chegará às lojas Norte Americanas no final do mês de Dezembro com um visual mais arrojado e interessante, visual este que seguirá os preceitos da nova identidade da Nissan.

As primeiras novidades ficarão por conta da substituição daquela antiga carinha oriental e cansada que possuía grandes pontos de LED, que faziam referência aos modelos chineses e que agora foi substituída por guias de luz e faróis de xénon, detalhes estes comumente encontrados nos veículos europeus.

Para atrair os consumidores, as mudanças não ficarão somente na parte externa, tendo em vista que o veículo foi contemplado com um novo pacote eletrônico composto pelos seguintes acessórios: freio automático nas versões mais caras, alertas de trafego cruzado e ponto cego na traseira, bem como piloto automático inteligente.

Nesta primeira análise, os equipamentos e o visual deste novo Sentra conseguem responder a altura o seu principal concorrente aqui no Brasil, que deverá ser o novo Honda Civic. A única notícia desanimadora a respeito deste novo Sentra é que fontes ligadas à Nissan já garantiram que por enquanto a fabricante não possui planos imediatos para a inserção deste veículo no mercado nacional.

Por Adriano Oliveira


Nova versão do Fox chega às concessionárias com novos itens de série e custando cerca de R$ 45 mil.

Os consumidores da Volkswagen terão novidades, principalmente os futuros proprietários do FOX 2016. O modelo sucesso de venda chega ao mercado com uma versão chamada de Track e a montadora aposta com isso num visual mais aventureiro e com melhor custo benefício para seus clientes em relação ao modelo CrossFox, por exemplo.

A versão Track promete ser mais leve e com um motor de potência 1.0 e três cilindros, que é capaz de atingir até 82 cv de potência. O mínimo que um interessado deverá desembolsar pela nova versão são R$ 45.390.

Novato entre os modelos de Fox, o Track ficará entre as versões Trendline (bem aceita no mercado pelo preço acessível) e a Comfortiline (considerada intermediária). O modelo já é aguardado nas concessionárias para o início de novembro e pode ser uma das soluções para alavancar as vendas no momento de baixa na compra de carros.

Assim como acontece com o primo mais humilde, o Gol Track, o Fox também é diferenciado pela potência do motor 1.0  e, nesse caso, possui três cilindros capazes de gerar até 82 cv com etanol no uso do câmbio manual de cinco marchas.

Mas o modelo Track não mudou totalmente as características do Fox e recebeu uma forcinha da versão Cross. Do modelo aventureiro de verdade, o novo carro herdou as rodas de liga-leve de 15 polegadas, as capas plásticas nas caixas de rodas dianteiras e traseiras, além do rack de teto integrado. Mais uma novidade são os retrovisores, que ganharam repetidores de seta, lanternas traseiras mais escuras e quebra-sol luminoso. Nada mudou quando o assunto é a suspensão, que segue com a mesma altura.

Alguns itens de série são indispensáveis como o ar-condicionado, volante com ajuste de altura e profundidade em relação ao motorista, direção com assistência elétrica e vidros dianteiros com a tecnologia one-touch. O rádio conta com Bluetooth e entradas USB e SD.

Jocivalda Ferreira da Silva


Modelos como o Duster Oroch da Renault e o Qashqai da Nissan estão na lista dos lançamentos mais aguardados pelos brasileiros para o próximo semestre de 2015.

Embora a crise tenha chegado também no setor automobilístico, algumas novidades ainda atraem os clientes, e o próximo semestre promete algumas boas inovações para os apaixonados pelo mundo automobilístico. 

As montadoras prometem algumas boas novidades para seus clientes, e dentre os modelos mais esperados estão a picape Duster Oroch da Renault e o SUV Qashqai da Nissan.

Ao prometer novidades para o próximo semestre as montadoras criam todo um clima de mistério e acabam impulsionando suas vendas, mesmo em um cenário não tão favorável, como o que a economia brasileira enfrenta.

Uma pesquisa da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores aponta para uma queda nas vendas de automóveis no país. Até o mês de maio, por exemplo, houve queda de 20% se comparado ao mesmo mês do ano passado. Se o cenário não é otimista para as vendas espontâneas, então essa é a hora de investir em novidades para o setor. 

Os oito carros mais esperados para o próximo semestre estão listados abaixo:

– Picape da Fiat (ainda sem nome);

– Sandero RS (esporte), da Renault;

– Qashqai (SUV), da Nissan (SUV);

– Duster Oroch (picape), da Renault;

– A3 sedan flex, da Audi;

– Hilux (picape), da Toyota;

– C4 Picasso, da Citroën;

– Ranger, da Ford.

Resta descobrir se o setor automobilístico terá aumento de vendas, ou manterá o cenário de queda registrado no primeiro semestre desse ano.

As montadoras estão apostando todas as fichas numa característica muito conhecida dos brasileiros: o gosto pelas novidades. Alguns modelos como os citados acima foram guardados no começo do ano para serem usados como "coringa" das vendas caso a crise, como a que vivemos atualmente, continuasse. Mas se a novidade atrai o gosto do consumidor brasileiro, se esta vier aliada com bom preço, o resultado sempre será positivo.

Vamos aguardar para ver se as montadoras farão o conjunto preço-inovação e conquistarão novamente os índices de venda positivos.

Por Patrícia Generoso

Renault Duster Oroch

Nissan Qashqai

Fotos: Divulgação


Renault apresenta as primeiras imagens do modelo Talisman. Início das vendas do carro deverá acontecer no final de 2015.

A Renault apresentou oficialmente nessa segunda (6) seu novo modelo sedã de luxo, o Talisman. O novo sedã deverá substituir o Renault Laguna, que está presente há 21 anos no mercado automobilístico. O novo modelo também deverá substituir o Renault Latitude, que não foi comercializado no Brasil.

Durante a semana passada, a montadora francesa Renault divulgou um teaser para promover seu novo sedã de luxo, nomeado Talisman. O novo sedã possui esse nome em relação ao poder e segurança que o modelo garante ao motorista. Além disso, a palavra possui fácil pronuncia e entendimento em todos os continentes.

O Talisman possui as seguintes dimensões: 4.85 m de comprimento, 1,87 m de largura e 1.46m de altura. Segundo a Renault, a distância entre os eixos é de 2,81 m, que garante melhor desempenho para manobra sendo melhor do que o modelo Laguna.

O modelo possui base aerodinâmica, já que é fabricado sobre a plataforma CMF da Renault, que garante uma melhor dirigibilidade e desempenho nas pistas.  Segundo a empresa, o modelo promete ser a melhor opção no segmento.

O design frontal moderno traz grades e faróis em LED, semelhante ao modelo Renault Espace. Já o interior do veículo conta com bancos revestidos de couro, que se ajusta a dez diferentes posições. As versões premium do modelo terão sistema multimídia R-Link 2 (com display de 8,7 polegadas) e sistema de áudio Bose. Já as versões de entrada terão sistema multimídia e display de 4.2 polegadas.

O Renault Talisman terá uma versão especial, Initiale Paris, que estará disponível na cor preto ametista, exclusivo para a versão de luxo. Além disso, a versão possui rodas de liga leve de 19 polegadas, revestimento interno completo em couro Nappa, carpete especial, entre outros itens.

O modelo deve contar com cinco opções de motorização, sendo duas movidas à gasolina, gerando 150 cv e 200cv. As opções a diesel geram 110 cv, 130 cv e 160 cv biturbo. O câmbio de dupla embreagem e sete velocidades está disponível para opções alimentadas a gasolina. Já os motores alimentados a diesel tem opção de câmbio manual de seis velocidades ou dupla embreagem de sete velocidades.

Antes mesmo de seu lançamento, o Talisman é considerado um rival em potencial para o modelo Passat da Volkswagen, Mondeo da montadora Ford e Mazda 6. O Renault Talisman deverá estar à venda até o final de 2015. 

Por Wendel George Peripato


Em 2006, quando a Chery lançou o crossover compacto Tiggo, o modelo foi muito criticado pela grande semelhança com o Toyota RAV4. Os anos se passaram e com o primeiro facelift o utilitário esportivo compacto já começava a apresentar personalidade própria. Dessa vez a marca chinesa caprichou e em uma nova reestilização o Tiggo passa a contar com um visual interessante, principalmente na parte dianteira.

Apresentado oficialmente ao público durante o último Salão de Pequim, o novo Chery Tiggo tem, entre as principais novidades, a atualização na parte dianteira, com novo conjunto óptico mais moderno e com faróis elipsoidais totalmente redesenhados, que se integram à nova grade dianteira, além do novo para-choque dianteiro com desenho mais agressivo e que conta com luzes diurnas de posição compostas por LEDs perto dos faróis de neblina.

Enquanto na lateral as belas rodas de liga leve redesenhadas são o grande destaque, na traseira, por sua vez, a marca chinesa equipou o novo utilitário compacto com novo para-choque, novo suporte do estepe e lanternas e luzes de neblina atualizadas, com nova disposição.

Mesmo promovendo apenas alterações pontuais na lateral e na parte traseira, a dianteira totalmente repaginada deixou o carro muito mais harmônico, moderno e interessante que o modelo anterior.

Na cabine, a marca chinesa manteve as linhas de design do interior, acrescentando ao Chery Tiggo 3 um novo volante multifuncional, sistema de entretenimento que abrange diversas funções do veículo, novos comandos do sistema de ar-condicionado automático, além de aprimorar o isolamento acústico do veículo.

Posicionado abaixo do recém lançado Tiggo 5 e diferente do modelo vendido no mercado brasileiro, a versão chinesa do novo Tiggo 3 vem equipada com motor 1.6 de 126 cv, que trabalha em conjunto com um câmbio manual de cinco marchas ou uma transmissão automática do tipo CVT.

Desde o início da construção da unidade fabril da Chery em Jacareí – SP, fala-se na possibilidade de nacionalizar a produção do Tiggo. Embora ainda seja rumor, é provável que o utilitário seja produzido no Brasil, contudo, não por agora. No momento a Chery está preocupada na produção em solo brasileiro dos modelos QQ e Celer, que começam a chegar a partir do segundo semestre deste ano.

Por Caio Polo

Foto: divulgação


A companhia japonesa Nissan vem com tudo para tentar uma boa colocação no mercado nacional. Com o lançamento do novo Sentra, ela faz história no Brasil com um dos primeiros modelos após a instalação do escritório no Rio de Janeiro. Tudo começou com a produção da picape Frontier na planta da Renault no Paraná. Já para o ano de 2015, a empresa pretende inaugurar uma fábrica na cidade de Resende, no Sul do Estado do Rio de Janeiro, onde serão produzidos os modelos March, Versa e um SUV compacto também baseado nessa plataforma.

A participação junto ao público brasileiro também pode ser vista nas ações de marketing da companhia japonesa, que patrocina o Vasco da Gama e a escola de samba do Salgueiro. Além disso, a Nissan também é uma das patrocinadoras oficiais das Olimpíadas de 2016 no Brasil. Isso tudo leva a crer que a empresa está se fortalecendo nacionalmente e procura bater de frente com grandes companhias, como Volkswagen e Fiat.

Com a fábrica resendense, a companhia deve produzir cerca de 200 mil carros por ano no Brasil. Junto com as vendas de modelos importados, a empresa pretende se tornar a maior companhia japonesa em atuação no mercado nacional. O desafio começa desde já, com as vendas do novo Sentra e do Altima, que deve chegar no mês que vem.

Nissan.


Cada vez mais modelos de veículos híbridos e elétricos têm surgido no mercado, principalmente para atender a demanda de países europeus e asiáticos. Os modelos são fabricados por montadoras japonesas, taiwanesas, americanas, alemãs, francesas, enfim, a maioria delas querem abocanhar uma fatia desse bolo que só cresce. As chinesas também estão no páreo, mas a pouca credibilidade de alguns modelos anteriores embarricam o mercado americano.

A montadora BYD não vê isso como problema e acaba de lançar o modelo sedan Qin, um modelo ecologicamente correto no que diz respeito o combustível. Segundo a BYD, uma das maiores da  China, o Qin é um híbrido  que consegue percorrer 62,5 km por litro de combustível. Se for verdade, o modelo paga seu valor em combustível em pouco tempo, mas vamos às características principais do veículo: o Qin tem um motor a gasolina 1.5 turbo e outro elétrico como muitos outros híbridos, que gera 291 cv e torque de 24,5 kgfm. Até aí nada de surpreendente, nem mesmo a aceleração, que faz o carro chegar aos 100 km/h em 5,9 segundos e a atingir a velocidade máxima de 185 km/h.

O que impressiona é o sistema desenvolvido pela empresa, que no modo “híbrido econômico” modifica o funcionamento do motor, melhorando seu desempenho. Nele o carro redireciona a energia que seria dissipada e a transforma em energia cinética, reaproveitando assim para recarregar a bateria. A empresa não informou do que são feitas as baterias, somente que ela pode percorrer 44 quilômetros na carga máxima.

O Qin, que será lançado na China ainda no primeiro semestre de 2014, apresenta sistemas de manobras por controle remoto, que pode ser acionado fora do veículo. O motorista pode inclusive trazer o carro para perto dele.

Ainda não há previsão de lançamento do modelo no Brasil, que seria bem aceito, tendo em vista o preço da gasolina.

BYD Qin


As montadoras asiáticas entraram em uma concorrência entre si e quem agradeceu foi o mercado de autos do Brasil. O fim de 2013 mostrou a sul-coreana Hyundai e a japonesa Toyota como as marcas que mais se desenvolveram e ganharam participação de mercado no Brasil durante o ano.

Não bastasse, ainda tiraram uma parte do amplo domínio exercido pelas quatro empresas que atuam há mais tempo no mercado brasileiro. Fiat, Volkswagen, Chevrolet e Ford já concentraram 80% do mercado brasileiro, mas fecharam 2013 dividindo uma fatia de menos de 70%, números que mostram o crescimento da concorrência. A Hyundai fechou o ano em 6º lugar e a Toyota em 7º. A liderança permaneceu com a Fiat.

A Hyundai deve muito desse sucesso à linha HB20, que tornou a montadora sul-coreana a linha que mais cresceu e invadiu o mercado no último ano. As vendas tiveram uma expansão de nada menos que 96,5%. Já a Toyota teve um ano inteiro para colocar o Etios nas concessionárias e conseguir, desta maneira, ter um bom parâmetro de aceitação no mercado brasileiro. Trounou-se, desta maneira, a segunda marca com maior crescimento em 2013, alcançando uma expansão próxima dos 55%.

A Renault precisou ficar um pouco afastada da concorrência, já que as obras de ampliação da fábrica localizada em São José dos Pinhais (PR) levaram cerca de dois meses, o que provocou a paralisação total da produção durante o período. A inevitável queda nas vendas foi de 2%. Ainda assim, a montadora não perdeu a quinta colocação no mercado de leves.

Já a Honda comemora o crescimento de 3,2% nas vendas em 2013, mesmo sem oferecer nenhum lançamento durante o ano. Só que essa alta não foi suficiente para manter a sexta colocação no mercado. A Honda foi ultrapassada justamente por Hyundai e Toyota e caiu para a 8ª colocação no ranking geral. Já a francesa Citroën sofreu uma queda de 11,3% nas vendas e foi parar em 10º lugar, atrás da Nissan.

Por Chris Lino

Foto: divulgação


A Ford mostrou como será o visual do KA Concept, modelo futurista do conhecido KA. A apresentação do veículo aconteceu no dia 13 de novembro, na Bahia, em uma cerimônia onde William Clay Ford Jr. (bisneto de Henry Ford) compareceu juntamente com outros membros de suma importância da empresa (Ford).

O automóvel foi lançado como veículo experimental, mas não mudou muito da versão já conhecida. A sua chegada está prevista para acontecer entre Janeiro e Junho de 2014.

Este modelo é um pouco mais avantajado do que o seu antecessor, ele vem com a exigida versão quatro portas (mais porta traseira) e também fornecerá mais conforto aos viajantes.

O Ford KA Concept foi o segundo modelo produzido aqui no Brasil, sendo que o primeiro foi o EcoSport. A expectativa da fabricante é que ele ocupe o lugar do Fiesta Rocam e do antigo Ka.

O Ford Ka Concept se apresentará nas versões hatch e sedã (o modelo sedã será o substituto do New Fiesta), o que levará a fábrica de Camaçari (Bahia) a produzir 300 mil carros por ano, tal produção será possível  graças a um investimento de R$ 2,8 bilhões que será realizado até o ano de 2015.

A Ford disponibilizou o que há de mais moderno em sua linha para o seu novo modelo (Ka Concept). A frente do automóvel vem com faróis cortantes e grades em forma de “trapézio” (bem assemelhado ao New Fiesta). Já nas laterais o seu design é mais moderado, com  linhas de cintura apresentando leves subidas. Por fim, a traseira vem com lanternas que dobram para as laterais até a altura do portas malas.

Este moderno exemplar da Ford pode chegar ao mercado com dois motores: 1.0 de três cilindros (exclusividade) e talvez  o Sigma 1.5 do New Fiesta, a última variedade de motor será para as versões com um preço mais salgado.

Por Igor Lima 


Lançado em maio deste ano aqui no Brasil, o Lifan X60 chegará em sua nova linha, em 2014, com alguns detalhes que fizeram o valor encarecer R$ 2 mil. Agora, o veículo passa a ser vendido por R$ 54.777, mas com alguns diferenciais como: novas rodas,  ajuste de altura do banco do motorista e, além disso, novas opções de tonalidade para o interior do veículo: preto e cinza.

Quem está interessado em adquirir esse novo modelo, as especificações técnicas divulgadas são: motor 1.8 litro VVT de 4 cilindros. O motor do X60 desenvolve 128 cv de potência máxima a 6.000 rpm e 16,8 kgfm de torque a 4.200 rpm.

A lista de equipamentos também inclui câmera de ré, sensor de estacionamento, luzes de leitura individuais para motorista e passageiro, sensor crepuscular, ajuste elétrico de altura dos faróis, entre outros itens. Há ainda airbag duplo para motorista e passageiro do banco dianteiro, sistema de freio com ABS e EBD, barras de proteção lateral nas portas, cintos de segurança retráteis com pré-tensionadores e sistema de fixação de cadeirinhas Isofix.

Há rumores que a empresa pode trazer uma versão VIP, com um teto solar e um novo sistema multimídia, com GPS, MP3, Bluetooth, entrada USB, rádio AM/FM e tela de sete polegadas. Mas, ainda não confirmação da sua data de estréia.

Por Jaime Pargan

Novo Lifan X60  2014


Após anunciar mudanças no designer dos veículos, a montadora Vokswagen anunciou a nova cara do utilitário Saveiro 2014. Com a mesma aparência do também reformulado Gol, o modelo foi o ultimo a ser lançado devido a uma estratégia de marketing planejada para não ofuscar o impacto da novidade principal, já que por ser o quarto modelo mais vendido pela marca, o veículo é tratado com carinho pela Volks.

Após quatro anos sem trocar de roupa, a Saveiro ganhou uma versão Cross inspirado no sucesso do CrossFox e na boa aceitação da versão Trooper. Sem muitas alterações nas versões,  as opções são compostas pela Saveiro 1.6, Trend, Trooper e Cross, sendo a última a mais cara. Detalhada por dentro e por fora, sua lista de equipamentos de série conta com o sensor de ré, computador de bordo, sistema de som com Bluetooth, comandos no volante e roda de liga leve de 15 polegadas.

O motor é o já conhecido EA-111 1.6, mas sofreu alterações na arquitetura eletrônica. Com memória maior, a central de processamento está mais rápida e integrada a outros componentes. Apesar das altarações, a nova eletrônica não trouxe benefícios no desempenho dos modelos de 2011 a 2013.

Por Marcos Junior


A redução de IPI provocou uma corrida às concessionárias, e representantes do setor afirmaram que houve aumento superior a 30% nos emplacamentos.

Em uma reunião com  o presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Cledorvino Belini e outros representantes das fabricantes, o ministro Guido Mantega ouviu que a média diária de vendas evoluiu de 12,4 mil veículos para 16,6 mil com a redução de IPI, ou seja, crescimento de 33,4%.

Quem não aproveitou a redução teve seus motivos, dentre eles, possivelmente, de querer aguardar os lançamentos previstos para 2013 que prometem muito, como o Toyota Prius, com previsão de lançamento para janeiro de 2013, preço estimado R$ 120.000; Chevrolet Tracker, com previsão de lançamento para o início de 2013, preço estimado R$ 70.000; Novo Fusca (New Beetle) vem com novidades e um preço um pouco maior, entre R$ 80.000 e R$ 100.000.

Além desses, os modelos que mais prometem vêm de montadoras como Volkswagen, Fiat, Chevrolet, Ford, Kia, Hyundai, Renault, Nissan, Toyota e Honda. Alguns lançamentos devem ser mostrados durante o Salão do Automóvel, que acontecerá nos dias  24 de outubro a 4 de novembro, no Anhembi, em São Paulo.

Por A.V.S


A Mercedes Benz é uma das montadoras que mais inova e surpreende no mundo. Pautada numa forte política de modernização, a marca acaba de apresentar ao mercado o modelo Classe B Eletric Drive, sua nova aposta.

O lançamento é visualmente idêntico ao seu antecessor, entretanto, conta com motor elétrico com bateria de lítio. Essa versão atinge a potência de 135 cavalos e alcança a velocidade limite de 150 km/h. Além de alterações no conjunto mecânico, o veículo da Mercedes Benz vem equipado com: ar-condicionado, air-bags frontais e laterais, tração integral e freios ABS.

Na parte interna, o lançamento continua primando pela sofisticação e comodidade. O conforto é oferecido pelos bancos totalmente acolchoados, completo sistema multimídia, opções de entretenimento como Blue Ray, volante com comando, navegador GPS, vários porta-objetos, entrada USP, dentre outras funcionalidades.

Os interessados em ver de perto e até mesmo comprar esse lindo carro sustentável, terá que espera um pouco mais, uma vez que o novo  Classe B Eletric Drive da Mercedes Benz só começará a ser vendido em 2014. Os preços de comercialização não foram divulgados pela marca.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A BMW apresentou recentemente mais uma bela novidade para o mercado de autos: o M135i, um carro que encanta tanto pela beleza, quanto pela performance. O modelo foi lançado oficialmente no Salão de Munique e desde então arranca suspiros por onde passa.

O veículo é equipado pelo eficiente propulsor 3.0 com seis cilindros, capaz de desenvolver até 320 cavalos de potência. Como se não bastasse, o câmbio é  automático com oito marchas,  carro atinge a velocidade máxima de 250 km/h e consome em média 13,3 km/l.

Na parte interna, o modelo segue os surpreendentes padrões de estilo da BMW, que em todas as suas criações, sempre valoriza o luxo, o conforto e a sofisticação. Além de um amplo espaço e excelente acabamento, o painel foi otimizado e recebeu alterações significativas, incluindo novas funcionalidades.

A previsão é de que o novo BMW M135i chegue ao mercado mundial para as vendas ainda neste semestre 2012 e será comercializado pela bagatela de 56.200 euros, valor equivalente a aproximadamente R$ 140.000. Os apaixonados por carros já estão ansiosos para ver o belo carro de perto e quem sabe, tê-lo em suas garagens.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Audi (montadora de automóveis alemã) mantêm a sua constante atualização e modernidade lançando o seu mais novo modelo: o RS5 Cabriolet

 O Audi RS5 Cabriolet consiste na versão conversível ou coupé do modelo mais esportivo e potente da família A5.

Este veículo sob o aspecto mecânico possui um imponente motor V8 com câmbio automático do tipo S-tronic com 7 marchas e alcança até 250 km/h.

Além disso, ele possui componentes tecnológicos interessantes como controle de cruzeiro adaptativo, GPS, sistema de partida sem o uso da chave (Keyless), sistema multimídia, sensores laterais, computador de bordo e outros.

Os grandes concorrentes deste conversível são os modelos Mercedez-Benz Classe E Coupé e o BMW Série 6 Coupé.

A apresentação oficial do novo carro da Audi irá acontecer no famoso Salão Internacional do Automóvel de Paris que vai acontecer neste mês de setembro e terá um valor aproximado de 88.500 euros que equivalem a cerca de R$227.000,00.

Deste modo, para aqueles que gostaram deste novo modelo da fábrica alemã de veículos em pouco tempo esta máquina estará disponível no mercado exigindo, apenas, uma certa reserva de recursos para a sua compra.

Por Ana Camila Neves Morais


Na semana passada, a Volkswagen apresentou a nova geração da família Golf. Contrariando a expectativa de que o carro seria lançado no final de setembro,  no Salão de Paris, na França, a montadora se antecipou e não decepcionou.

Para começar, o novo Golf passou por uma série de expressivas mudanças. O carro, por exemplo, é o primeiro da Volkswagen a contar com a moderna plataforma modular MOB, já vista e testada em modelos como o A3 da Audi.

As dimensões também mudaram, afinal, o novo carro teve seu tamanho ampliado, ficando 5,6 cm maior no comprimento, cerca de 3 cm mais baixo e com a distância  entre eixos 5,9 cm maior que o modelo anterior. O porta-malas também ficou mais amplo e na nova geração conta com 30 l a mais.

De acordo com informações da Volkswagen, apesar de maior, o carro ficou mais leve 100 kg. Esse fato se deve à utilização de alumínio na composição do novo Golf. Como se não bastasse, o lançamento apresenta sistema com acionamento elétrico para frenagem de estacionamento. Vale acrescentar que a última mudança expressiva (reestilização) que feita no Golf no Brasil havia ocorrido há 4 anos.

Por Larissa Mendes de Oliveira

 


Mais uma notícia boa chega ao mercado automotivo em todo o mundo, pois a montadora alemã Smart informou que a versão elétrica do modelo Fortwo já está sendo produzida.

Este modelo com o nome Smart Fortwo Electric Drive é a terceira geração deste carro subcompacto e está sendo feito em Hambach, na Alemanha, com um investimento de 200 milhões de euros que permitiram a inclusão de diversos itens tecnológicos para originar este novo carro elétrico.

O Fortwo Elétrico permitirá, segundo a montadora, uma maior acessibilidade dos carros elétricos para a população em geral, bem como possibilitará um aumento na liderança desta marca quanto ao segmento de veículos urbanos.

Este novo veículo será equipado com um motor com 75 cavalos de potência, que permite ao mesmo alcançar uma velocidade máxima de 125 km/h. Além disso, esse motor possui uma bateria com capacidade de 17,6 kWh, os quais garantem ao mesmo cerca de 145 quilômetros sem a necessidade de recargas.

Para aqueles que gostaram da novidade e desejam adquirir este novo modelo elétrico, ele será vendido inicialmente no mercado europeu por dois meios. O primeiro diz respeito à compra ou leasing do automóvel que para isso possui duas versões: o Fortwo ED Cupê no valor de 19.000 euros e o Fortwo Cabrio, no valor de 22.000 euros.

A outra alternativa para os consumidores diz respeito ao aluguel mensal da bateria, no valor de 65 euros por mês.

E existe ainda uma terceira opção de compra para o Smart Fortwo Elétrico é a compra conjunta carro + bateria com preços de 23.680 euros para modelo cupê e 26.770 euros para modelo cabrio.

Por Ana Camila Neves Morais


A nova Ford Ranger 2013 manteve o nome, mas passou por uma reformulação profunda, o que não acontecia desde 1998. Segundo o jornalista Eduardo Sodré, que testou a nova Ranger para o caderno veículos do jornal "Folha de São Paulo", o destaque é para o motor 3.2 turbo-diesel de cinco cilindros, que com 200 cv é o mais potente da categoria.

A versão testada pelo jornal, a Limited (top de linha), destaca-se também pelo seu acabamento de luxo, pelo ar condicionado digital, pelo navegador GPS incorporado ao sistema de som e, principalmente, pelos seis airbags disponíveis.

Além disso, Sodré salientou que a picape roda de forma silenciosa, apesar de ser a diesel, e que o espaço para as pernas no banco traseiro é adequado.

O veículo possui 1.180 litros de caçamba, transmissão automática de seis marchas e tração 4×4.

Sobre o consumo, foram 8,3 litros de diesel por km na cidade e 13,2 litros de diesel por km na estrada.

Por fim, outros destaques da nova Ranger são os dispositivos de controle de chassi, de controle de ABS e o sistema que evita capotamentos.

A nova Ford Ranger Limited, que deve ser responsável por 50% das vendas da picape no país, chega às lojas em agosto de 2013, por R$ 130.900,00.

Por Christiane Suplicy Curioni


O Salão do Automóvel de São Paulo, evento tradicional que ocorre todos os anos na cidade, mal começou e já apresenta desfalques de marcas importantes no mercado de autos.

Por meio de suas assessorias de imprensa, quatro das mais importantes marcas como Ferrari, Lamborghini, Maserati e Rolls-Royce, anunciaram que, este ano, não irão marcar presença no Salão do Automóvel de São Paulo de 2012.

As vendas dos ingressos pela internet para o Salão do Automóvel começaram na última quinta-feira (12/07). As pessoas que tiverem interesse em comparecer ao evento já estão aptas a comprar os ingresso pelo site, mas devem ter que desembolsar entre R$ 40 e R$ 70, dependendo do dia que forem visitar o salão.

O site para a compra dos ingressos é o www.ingressorapido.com.br/salaodoautomovel.

Neste ano, o Salão do Automóvel de São Paulo irá acontecer entre o dia 24 do mês de outubro e dia 4 de novembro. O local escolhido para a ocorrência do evento foi o Parque de Exposições do Anhembi.

Estudantes e crianças tem a vantagem de pagar meia-entrada. Para grupos que formarem caravanas totalizando mais de 30 pessoas e os que comprarem os ingressos pelas redes sociais também há descontos.

Por Marcelo Araújo


A Mercedes-Benz acaba de lançar nesse mês em Campos do Jordão (SP) o novo ML 350, com um visual muito mais moderno além de estar mais potente, podendo chegar em até 306 cavalos na versão esportiva, devido ao motor V6 a gasolina, que ainda conta com um funcionamento bastante silencioso.

Mas o condutor pode usar o câmbio semi-automático por meio das borboletas atrás do volante, caso queira mais emoção.

O carro também possui câmbio automático e um porta malas de 770 litros, e direção elétrica, com bastante conforto. Também possui dispositivos de segurança, como ABS e controle de tração.

Como é um esportivo, quando o condutor estiver em lugares mais irregulares e precisar de um controle pode acionar o Downhill Speed Regulation (DSR) que possibilita regular a velocidade, que pode variar de 2 a 18 km/h.

A marca tem a expectativa de vender aproximadamente 250 unidades ainda nesse ano, e será vendido a partir de 335 mil reais.

Já a versão SUV possui um ótimo acabamento no seu interior, e equipamentos como GPS, com a tela colorida de 7 polegadas, além de um sistema que permite acessar as redes sociais através de um celular com conexão 3G. 

Por Camila Caetano


O veículo híbrido da TATA Megapixel Concept foi apresentado no Reino Unido durante o Festival de Velocidade de Goodwood. A fabricante aproveitou para destacar as vantagens do automóvel, que tem grande autonomia por ser equipado com quatro motores elétricos e um terceiro menor para gasolina com 0,3 litros.

Somando tudo, o Megapixel Concept consegue ter uma autonomia de até mil quilômetros, sendo que o consumo médio é bastante baixo.

Os quatro motores elétricos estão localizados em cada roda e são alimentados por uma bateria de 13 kWh de íon-lítio. Cada bateria permite que o veículo rode 87 km sem utilizar nenhum combustível além da energia.

O carregamento das baterias pode ser feito através de um sistema de indução. Assim que termina de utilizar todas as baterias, o motor de 1 cilindro a gasolina começa a funcionar. Ele possui 325 cc e gera potência de 30 cavalos.

A velocidade máxima atingida pelo veículo é de 110 km/h. O consumo fica na média de 0,83 litro a cada 100 km, ou seja, cerca de 120,4 km/L. Já o diâmetro de giro tem 5,6 metros.

O veículo ainda vem com duas portas de correr e o motorista pode usar o smartphone para controlar funções importantes do automóvel.

Fonte: TATA

Por Matheus Camargo


No segmento dos automóveis de carga e passageiros houve mais um lançamento no mercado, pois a Peugeot lançou a sua linha 2013 do Boxer que produz automóveis para este ramo.

Nesta nova linha o Furgão (para transporte de cargas) e o Minibus (para transporte de passageiros) tem como principal novidade o motor 2.3 HDiL6 – feito para atender as delimitações legais relacionadas ao meio ambiente – que tem uma potência de 127 cavalos, com torque de 32,6 kgfm a 1.800 rotações por minuto (rpm).

Além disso, estes utilitários da montadora francesa possuem vários materiais e dispositivos que diminuem a emissão de substâncias tóxicas ao meio ambiente gerando, assim, uma melhor queima do combustível utilizado nos mesmos.

O Peugeot Boxer internamente oferece no seu painel uma melhor visualização dos instrumentos disponíveis, com fundo preto e elementos de marcação vermelhos, velocímetro e conta-giros analógico, hodômetro total e parcial, indicador da pressão do óleo, entre outros.

A direção destes veículos é hidráulica, com comando a pistão e cremalheira, freios a disco nas quatro rodas. Seu tanque possui uma capacidade de 80 litros, possui chave de ignição codificada, lanterna traseira de neblina integrada, limpador de para-brisas dianteiro com duas velocidades, retrovisor interno dia e noite, apoio de cabeça dianteitos e alças de segurança para os passageiros dos bancos dianteiros.

Em sua versão para os passageiros, os bancos a partir da segunda fileira possuem encostos elevados e cintos de segurança abdominais; além disso, o modelo possui para-sol com porta-documentos para o motorista e os passageiros, luzes de cortesia na dianteira e na traseira, gancho para suporte de cabides, ganchos para amarração de bagagem na parte traseira, entre outros.

Todas estas funcionalidades podem ser obtidas a partir de R$87.490,00 para o Minibus com capacidade para 16 passageiros e para o Furgão em várias versões que vão de R$77.390,00 (Boxer Furgão Curto 330) até R$87.990,00 (Boxer Furgão Longo 350).

Por Ana Camila Neves Morais


Mais uma novidade interessante estará disponível no mundo dos carros, pois a Renault pretende lançar um modelo crossover com base no Nissan Juke. Este interesse da montadora francesa surgiu em decorrência da boa aceitação do Juke no mercado pois ele vendeu mais de 120.000 unidades na Europa no ano de 2011.

A partir de sua parceria com a Nissan, a Renault – segundo o site Automotive News – irá adequar o seu modelo monovolume Modus para que o mesmo se torne em um crossoer na sua próxima geração.

Esta mudança tem o principal objetivo de reverter as quedas vivenciadas pelo Modus o qual será muito influenciado pelo Nissan Juke. Neste novo visual, o carro da Renault irá aproveitar as características mecânicas do Juke, como a plataforma e os motores, para criar o seu novo crossover.

O visual do Modus crossover terá um visual inspirado no carro conceito R-Space, mostrado em 2011 no Salão de Genebra, criado com o padrão estético típico do design holandês Laurens Van den Acker.

O novo Modus deve ser produzido na fabrica da montadora na cidade de Valladolid na Espanha e possui uma previsão de chegar ao mercado mundial para vendas já no ano de 2013 mas seus preços ainda não foram divulgados.

Portanto, aqueles que gostam deste tipo de veículo e suas inúmeras funcionalidades podem aguardar pois em pouco tempo estará disponível no mercado mais uma boa opção.

Por Ana Camila Neves Morais


Mais um modelo foi apresentado pela Citroën. O Aircross teve suas especificações divulgadas na segunda-feira (2) e agora vem com mais potência e melhorias na motorização.

Agora, o Aircross tem um motor 1.6 flex, que ainda conta com o sistema Flex Start, que dispensa a necessidade do tanque reservatório para a gasolina. O veículo tem potência de 122 cavalos, torque máximo de 16,4 kgfm e 4.000 rpm. Estas configurações são baseadas na utilização do álcool como combustível.

Outras características do Aircross são os itens de série para as versões do automóvel. Já no modelo de entrada, o veículo conta com freios ABS com EBD, airbag duplo, retrovisores externos com regulagem elétrica, ar-condicionado, bússola, computador de bordo, inclinômetro, faróis de neblina, vidros elétricos, banco do motorista com regulagem de altura, volante também com regulagem, entrada para iPod e sistema de áudio com CD/MP3 e rádio.

A Citroën já definiu os preços do Aircross. Na versão de entrada, o modelo custará R$53.900,00. Este modelo tem câmbio manual. A versão básica com câmbio automático custará R$57.600,00. Já o modelo top de linha com câmbio manual terá valor de R$60.500,00, enquanto que o modelo com câmbio automático terá valor de R$64.200,00.

Por Matheus Camargo


A nova Ford Ranger está completamente modificada, agora com um estilo muito mais moderno, além dos novos equipamentos, que trouxeram mudanças na direção e no conforto.

O novo veículo está com grandes lanternas e faróis, que chamam mais a atenção, além de diversas peças cromadas, e o belo acabamento com linhas muito agradáveis.

A Ranger flex possui outra novidade com o motor 2.5 Duratec, tendo capacidade para gerar 173 cv. Já a Duratorq turbodiesel com cinco cilindros agora conta com uma turbina de 200 cv.

Para aqueles que estão sempre atentos aos equipamentos dos veículos, fique de olho no conteúdo da Ford Ranger, com ar condizionado digital, central multimídia, freios com sistema anti-travamento (ABS),  controle de velocidade em descidas, câmera de ré, GPS, e para a segurança seis airbags.

Sabe-se que a versão Limited do veículo será no valor de R$130.990. Lembrando que o lançamento por ora é da picape de cabine dupla, mas também estará no mercado a simples, porém só daqui alguns meses.

É válido ressaltar que a empresa oferecerá no seu portfólio, as opções de motorizações a diesel (2.2 e 3.2), mais o motor flex (2.5), além das transmissões manual, que poderá ser de cinco ou seis marchas, mais a automática com seis velocidades.

Por Camila Caetano


Chegou ao Brasil nesta quarta-feira (20) a mais nova versão do Classe C, da Mercedes. O C 3 Coupé Black Series é o modelo mais potente já produzido pela montadora desta linha de veículos.

O C 3 Coupé Black Series vem com motor 6.3 litros, oito válvulas e 517 cavalos de potência com 6.800 rpm e torque de até 620 Nm a 5.200 rpm. O limite máximo de velocidade é de 300 km/h, mas o veículo vai de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos.

O câmbio é de sete velocidades, com propulsor combinado. A troca de marchas nos modelos Manual e Sport Plus, inclusive, acontecem em somente 100 milésimos de segundo. Outros benefícios são a suspensão esportiva ajustável e sistema de freios AMG.

O carro também possui cinco airbags, limitadores de força dos cintos de segurança, tensionadores, freios ABS com ESP de estágio triplo, sistema para alerta sobre a perda de pressão nos pneus, assistência dos faróis e controle de velocidade automática e com limitador.

O porta-malas tem capacidade de 475 litros e as rodas foram alargadas em 28 milímetros de cada lado. Já no interior, o C 3 Coupé Black Series possui bancos em couro e individuais, mesmo na traseira. Nos bancos da frente, há sistema de aquecimento e o volante conta com borboletas para as trocas de marchas.

Apesar de ter sido lançado no Brasil, o veículo teve a divulgação de seu preço somente em dólares. O carro custará 337.800 dólares, o que representa cerca de 684,3 mil reais.

Fonte: Mercedes-Benz

Por Matheus Camargo


Sucesso de venda em seu segmento, o novo Palio chega na versão 2013, apresentando mudanças significativas na sua composição. Segundo o site da Fiat, a linha 2013 de carros da marca trarão inovações na compoisição estética e acabamento, além de se apresentar novas versões de uma mesma linha de carros. Para a Fiat, os novos carros estão mais seguros e modernos.

Em relação ao design, a frontal do novo Palio, segundo a Fiat, está mais moderna e elegante, tendo característica robustas que combinarão perfeitamente como o aro de liga leve dos novos modelos.

No seu interior, o modelo busca trazer o máximo de conforto ao usuário, com volantes de três raios que poderão comandar o adio e as borboletas para a troca de marchas. Além disso, a parte central do painel vem com novos tipos de difusores de ar e as portas recebem agora porta-garrafa, óculos e revista.

No quesito segurança, pode-se destacar a presença do Kit HSD, composto por airbag para o motorista e passageiro, contando ainda com freios ABS (sistema de freio antitravamento) com distribuição eletrônica de frenagem.

Segundo sites especializados no assunto, o Palio 2013 continuará a ser bem avaliado pelos usuários e tendo boa performances nos testes.

Por Thiago José Fernandes


O modelo Etios, da Toyota, deverá ser lançado no Brasil no segundo semestre de 2012. A fábrica que será responsável pela produção do compacto localiza-se em Sorocaba, cidade do interior de São Paulo.

No Brasil, o Etios apresentará as versões hatch e sedã, que virão equipadas com motores 1.5 e 1.3 (Flex). De acordo com informações da Toyota, o modelo será mais econômico, com boa autonomia, além da garantia de 100 mil km ou três anos.

Segundo as fotos apresentadas no site da Toyota, houve apenas uma modificação de um detalhe da grade, que agora se mostra cromada apenas no friso superior. Além disso, há lanternas traseiras em relação ao modelo indiano. É provável que o veículo chegue ao mercado brasileiro com o preço de R$ 30.000, entrando na briga do segmento hatch com o Ka, Fiesta, Celta, Fox, Uno, Palio e Gol. Já na linha dos sedãs, o Etios irá disputar em vendas com o Logan, Versa, Cobalt e Siena.

O espaço interno do Etios oferecerá um porta-luvas com 13 litros e até 595 litros no porta-malas da versão sedã. Na versão hatch esse volume é de 263 litros.

   

          

Por Marcelo Araújo


A revista 4 Rodas do mês de abril de 2012 destacou alguns dos lançamentos mais importantes deste mês.

A Citroën entra no páreo com a volta da série Solaris para os modelos C3 e C4. Os veículos custam a partir de R$ 48.490 (C3 automático) e R$ 61.300 (C4 manual). Um dos destaques é a presença do teto solar no C4, que não existia na versão produzida até 2010.

Outro lançamento é o Honda Fit 2013. Além de aspectos estéticos, sobretudo na grade e nos para-choques, a capacidade do tanque ficou maior (de 42 para 47 litros).

A Hyundai trouxe duas novidades: o ix35 flex (cuja versão 2.0 passa a rodar com etanol) e o Genesis (o maior sedã da fabricante coreana, que custa R$ 220.000).

Em abril, volta a ser vendida a RAM 2500, não mais com o logo da Dodge, mas como marca própria. Custando R$ 149.000, ela vem com o motor Cummins 6.7 a diesel, câmbio automático de seis marchas, airbags frontais e laterais e ar condicionado dual zone.

Para quem curte surfe, serão produzidas, até outubro de 2012, 4.300 unidades da Sandero Stepway Rip Curl. Sem opcionais, o preço sugerido é de R$ 43.990.

Por fim, a Toyota apresenta os modelos Camry (mais robusto e luxuoso) e Corolla XRS (mais esportivo). Os veículos custarão aproximadamente R$ 161.000 e R$ 79.500, respectivamente.

Por Christiane Suplicy Curioni


A Citroën está trazendo de volta a série especial e limitada Solaris, disponível na linha 2012 dos modelos C3 e C4 Hatch, assim como havia feito em 2011. Ambas as versões têm como diferencial o teto solar, instalado de fábrica, assim como uma série de itens, para garantir o conforto e a segurança do motorista e dos passageiros.

No caso do C3 Solaris, a versão é baseada no modelo 1.6 Exclusive, com motor flex 16V e câmbio automático, que conta com rodas de liga leve diamantadas, de 15 polegadas; faróis Crystal Black; sensor de chuva; ar condicionado digital; duplo airbag; trio elétrico; acendimento automático para os faróis; direção elétrica; freios ABS; rádio com CD, Bluetooth, MP3 e entrada USB; e bancos de couro. O preço sugerido é de R$ 48.490.

Já o C4 Hatch Solaris é oferecido na versão Exclusive Sport, equipada com motor bicombustível de 2.0 litros e 16 válvulas, gerenciado pela transmissão automática sequencial. O bloco rende 151 cv de potência, quando abastecido com álcool, e 143 cv, se utilizada a gasolina.

Além do teto solar, o modelo traz de série 6 airbags, controle de tração e estabilidade, ar condicionado digital e de duas zonas, volante multifuncional, direção elétrica, computador de bordo, rádio completo e 6 alto-falantes, trio elétrico e rodas de liga leve aro 16. A montadora francesa sugere o preço de R$ 69.090 para a versão.

Por André Gonçalves


O EcoSport está mais incrível do que nunca. A versão 2012 chegou muito mais moderna e potente, com novos propulsores Sigma fabricados no Brasil e tecnologia total flex que turbinou o tão conceituado carro de aventura.

As mudanças do carro começaram de fora para dentro. O visual é um espetáculo à parte, com design agressivo, linhas imponentes e cores cheias de energia. O design está forte como nunca visto antes. É sem dúvida um carro robusto e cheio de identidade. Além disso, o automóvel está mais alongado e ganhou espaço, nova identificação frontal com logotipo, grades redesenhadas, maçanetas na cor do veículo, bagageiro de teto, faróis escuros e rodas de liga leve com aro 15”.

A propulsão do veículo será feita através dos motores Duratec 2.0 16 V Flex e Rocan 1.6 8 V Flex. O modelo terá tração nas quatro rodas e transmissão automática.

Todo o conjunto mecânico do EcoSport foi idealizado para proporcionar força, segurança, estabilidade e dirigibilidade.

Outro ponto alto do lançamento é o conforto no seu interior. Luxuoso por dentro, o carro conta com revestimento completo em couro legítimo, bancos macios, nova iluminação e arte gráfica no painel.

Como mimos ao usuário, o modelo vem ainda com porta mapas, porta copos, porta revista, geladeira, porta objetos, computador de bordo, vidros elétricos e rádio com entradas auxiliares.

Confira mais informações sobre o veículo no site www.ford.com.br.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Renault repaginou o Sandero e colocou no mercado um carro muito mais arrojado, imponente e robusto. As mudanças foram sutis em relação à versão anterior, mas significativas a ponto de deixar o veículo entre os mais vendidos nesse início de ano. A preferência na categoria tem sido fortemente disputada entre ele e o Chevrolet Agile.

O modelo está disponível em quatro versões, dentre elas: Authentique, Expression, Privilège e Stepway. Todas elas com o maior atrativo oferecido pela linha: a satisfatória motorização, que varia de acordo com cada versão. O automóvel conta com um motor 1.6 16V Hi-Flex, com comando de válvulas duplo e 112 cavalos de potência.

O Sandero 2012 já pode ser encontrado nas concessionárias brasileiras pelo preço inicial de R$ 28.700, podendo chegar a R$ 43.900. Os valores serão determinados pela versão escolhida e pelos itens opcionais acrescentados no carro.

O preço competitivo e a ótima relação custo-benefício têm feito do modelo um sucesso de vendas e repercussão. Parece que a Renault acertou em cheio no conjunto da obra!

Para conferir mais informações acesse o site www.renault.com.br.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Ford lança em 2012 o New Fiesta Hatch, um carro conceituado por seu design, tecnologia e sofisticação.

Com um design esportivo e cheio de personalidade, o novo Hatch da Ford vem com a ideia de energia em movimento, ou seja, o conceito Kinetic está presente, trazendo fluidez ao veículo. Já o interior do New Fiesta também é incrivelmente inovador, com um painel de instrumentos cromados, de fácil visualização, acessível e contemporâneo.

Seu motor 1.6L Flex Sigma e a nova carroceria, que diminui o atrito com o ar, proporcionam uma maior aerodinâmica e desempenho, sem deixar de lado o conforto de quem dirigi.

O maior destaque deste carro está na segurança, é o único a oferecer: freios ABS com controle eletrônico de estabilidade e controle de tração, assistente de partida de rampa e sistema de classificação do ocupante (que otimiza a resposta dos dispositivos de segurança se baseando no tamanho dos ocupantes).

Além de todas essas características encantadoras, o New Fiesta Hatch ainda possui oito cores diferentes para a escolha dos consumidores. As cores variam do preto e branco tradicional até o verde mais futurista.

Por Jéssica Severo


A Hyundai lançou na Europa o novo i30, com design remodelado para combinar com a nova cara da marca e novos itens de série.

O veículo será oferecido em duas opções de motorização (1.4 e 1.6), sendo que em todas elas a emissão de gases nocivos será ainda menor que na versão anterior.

No quesito segurança, o carro traz itens como o Electronic Stability Program (ESP), o Anti-Lock Braking System (ABS), o Vehicle Stability Management (VSM) e o Emergency Stop Signal System (ESS). Estão disponíveis ainda seis airbags, com opção para mais um de proteção para os joelhos do motorista.

Outros itens de destaque são a transmissão com 6 velocidades, o freio a disco nas quatro rodas (com sistema de ventilação nos discos frontais), o tanque com capacidade para 53 litros de combustível e o porta-malas para até 378 litros.

A expectativa é que o carro não demore muito tempo para chegar ao Brasil, um dos principais mercados da marca.

Mais informações podem ser encontradas no site do fabricante: www.hyundai-motor.com.br.

Por Luiz Moreira


O Salão de Detroit é sem dúvida um dos maiores em se tratando de carros. O evento acontece em janeiro e já promete muitas novidades. E para adiantar alguma coisa, vamos falar sobre os novos modelos da Mercedes.

Os novos modelos são: E300 BlueTEC e E400 Hybrid. Ambos são as versões híbridas do Classe E e prometem boas expectativas para os visitantes do Salão.

O modelo E300 BlueTEC será disponibilizado na Europa nas configurações station-wagon ou sedã. O carro contará com um motor a diesel de quatro cilindros e 2012 cv sendo combinado com um motor elétrico de 27 cv. Segundo a empresa, a economia do modelo é de 23,8 hm/l e as emissões são de 109 g/km.

A versão E400 Hybrid irá ter um propulsor de 3.5 V6 com 302 cv de potência e 37 mkgf de torque funcionando a gasolina, sendo acoplado com um elétrico. A economia do sedã é de 11,3km/l e o primeiro país a vendê-lo será os Estados Unidos e, por conseguinte, serão o Japão e a China.

Fique ligado nas novidades sobre automóveis aqui.

Por Tiago Batista


A BMW anunciou esta semana que a versão esportiva do Série 1 chegou as revendas da marca no país com o valor de R$268.600.

O veículo virá com um motor de seis cilindros e injeção direta de gasolina, capaz de atingir 344 cv de potência e 46 kgfm de torque.

O modelo vem com 3 opções de cores e transmissão manual de 6 velocidades.

Os bancos esportivos levam revestimento em couro e o painel de instrumentos se apresenta mais incrementado, com itens que valorizam ainda mais o modelo.

O Série 1 M Coupé chega ao país atendendo aos pedidos de fãs ardorosos da marca, que lamentavam a ausência de um esportivo que somasse baixo peso e alto desempenho.

A suspensão em alumínio com duplo pivô no eixo dianteiro e multilink na traseira é o que dá estabilidade ao modelo.

O carro apresenta ainda um item direcionado ao "ato de dirigir". Trata-se do modo dinâmico M, que deixa o controle de estabilidade com mais tolerância quando o assunto são as derrapagens. Vale lembrar que o condutor poderá desativá-lo quando desejar.

Para mais informações sobre o carro, acesse o site www.bmw.com.br.

Por Mônica Palácio


A Kia Motors lançou no Brasil o Kia Soul Flex 2012. O modelo, que desde 2009 não sofria muitas modificações, chegará as concessionárias da marca custando entre R$55 Mil e R$68 Mil.

Entre as novidades da linha 2012 podemos citar o novo design dos faróis e faróis de neblina, o novo para-choque traseiro e dianteiro, a posição das lanternas refletivas no para-choque traseiro e as mudanças em suas lanternas. O veículo também ganhou novas rodas de liga leve, de 16′ e 18′.

Outra grande modificação está em seu câmbio, que passou a ser de 6 marchas (tanto na versão manual como na automática).

O Soul 2012 virá equipado com um motor 1.6 Flex, capaz de atingir 122 cv e 16 mkgf de torque (quando abastecido com gasolina) e 28 cv e 16,5 mkgf (quando abastecido com etanol). O carro virá ainda com porta malas com capacidade para 340 litros e vidros elétricos.

Com relação aos itens de série presentes no carro, temos: retrovisores com regulagem elétrica, volante com regulagem de altura, iluminação do porta-malas, relógio digital no display do rádio, direção com assistência elétrica progressiva, rádio com controle no volante, ar-condicionado, airbags, entre outros acessório.

Falando um pouquinho do interior do carro, podemos destacar as mudanças no acabamento do volante e no console do câmbio. Além disso, o Soul 2012 também ganhou um novo desenho do painel  e um novo logotipo (presente nos bancos e forros das portas).


O sedã C 180 Turbo, da Mercedes-Benz, acaba de ganhar uma versão especial, equipada com o sistema multimídia COMAND Online, que anteriormente era oferecido apenas para o modelo top de linha da Classe C (C 250 Turbo Sport). A novidade estará disponível em todas as revendedoras da marca até o final de 2011, com preço sugerido de R$ 123.900.

O equipamento engloba uma série de funcionalidades, entre as quais o navegador GPS, leitor de CD e DVD, conexão Bluetooth para celular, entrada USB, reprodutor de arquivos MP3 e WMA, rádio AM/FM, reprodução de músicas sem fio e acesso à internet, que pode ser feito através de um telefone celular, conectado ao sistema, permitindo acessar qualquer site. O COMAND Online conta ainda com um disco rígido cuja capacidade é de 40 GB e com um display colorido de 7 polegadas (17,8cm).

O restante da configuração do C 180 Turbo COMAND Online é idêntico ao da versão convencional, incluindo airbags, ar condicionado THERMATIC, bancos com ajuste elétrico na dianteira, piloto automático, faróis com acendimento automático, luzes de LED na traseira, rodas de liga leve aro 17, volante multifuncional, entre outros itens.

Sob o capô está o turbinado motor 1.8 16V, com injeção direta de combustível, acoplado ao câmbio 7G-Tronic Plus, de 7 marchas. O bloco rende 156 cv de potência e 25,5 kgfm de torque, podendo atingir uma velocidade máxima de 223 km/h. Controle eletrônico de estabilidade e tração e o sistema de suspensão Agility Control completam a parte mecânica.

Fonte: Mercedes-Benz

Por André Gonçalves


O Audi RS3 Sportback, o “compacto mais rápido do mundo”, conforme é apresentado pela fabricante alemã, já está à venda no Brasil. O modelo, baseado no A3 Sportback, carrega sob o capô o motor TFSI de 2.5 litros, que entrega 340 cv de potência e torque de 45,9 kgfm, acoplado ao câmbio S Tronic de dupla embreagem e 7 velocidades. O conjunto mecânico leva o bólido a uma velocidade máxima de 250 km/h, e a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 4,6 segundos.

A nova versão conta com tração integral Quattro, rodas de alumínio de 19 polegadas, assentos dianteiros do tipo concha, volante multifuncional, retrovisores externos com capa de alumínio e para-choques em fibra de carbono, itens que reforçam ainda mais o seu lado esportivo. Há ainda spoiler dianteiro, faróis de xenon plus e sistema de informação que, dentre outras funções, oferece cronômetro e contador de voltas, para a utilização do veículo em pistas de corrida.

Outros destaques são o sistema de áudio da marca Bose, sensor de estacionamento, sistema de recuperação de energia cinética (KERS), controle eletrônico de estabilidade, controle de temperatura, acabamento interior em black piano e o logotipo “RS3”, que aparece na tampa do porta-malas e na grade dianteira.

A princípio, serão disponibilizadas apenas 20 unidades do RS3 Sportback para o mercado brasileiro, segundo a Audi. O preço sugerido parte de R$ 298.000.

Fonte: Audi

Por André Gonçalves


A Volkswagen lançou o Novo Tiguan 2012 no mercado brasileiro, o primeiro veículo importado que chega ao país após o aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A medida fez com que o preço inicial da nova linha do utilitário esportivo alemão subisse para R$ 110.000, ante os R$ 106.000 anunciados anteriormente.

O modelo apresenta novidades tanto no visual quanto nos acessórios. Na parte estética, ele carrega a renovada identidade visual adotada pela Volkswagen, com grade frontal de barras duplas e cromadas, novos para-choques e um conjunto de faróis redesenhados, com opção de lanternas de LED e bixenônio, além das rodas de liga leve “Philadelphia” aro 17 de série, ou as opcionais aro 18 “New York”.

Com relação aos equipamentos, os destaques são os sistemas detector de fadiga, que analisa a forma de dirigir do condutor e emite um alerta sonoro caso detecte sinais de cansaço; Park Assist II, para auxiliar nas manobras de estacionamento; Auto Hold, freio eletrônico de estacionamento; e o Kessy, que permite acessar o carro e dar a partida sem utilizar a chave. Há ainda volante multifuncional, computador de bordo e rádio com CD, tela touchscreen, leitor de cartões, Bluetooth e entrada para iPod.

Sob o capô está o motor TSI 2.0, que desenvolve 200 cv de potência, acoplado ao câmbio Tiptronic de 6 velocidades, capaz de gerar uma velocidade máxima de 207 km/h. Completam a parte mecânica do Novo Tiguan a tração integral 4MOTION e o controle de estabilidade.

Fonte: Volkswagen

Por André Gonçalves


A Renault divulgou os detalhes da nova versão especial para o sedã Logan, que estará à venda a partir de outubro. Trata-se do Logan Avantage, baseado no modelo de entrada, Authentique, adicionado de uma série de acessórios e pequenas alterações na parte estética. As mudanças visuais incluem friso nas laterais, pintado na mesma cor que a carroceria; o monograma “Avantage”, que aparece nos para-lamas dianteiros, identificando a versão especial; e o adesivo preto na coluna “B”.

Com relação aos itens, o modelo traz como novidades a trava elétrica com sistema CAR; novos grafismos para o painel de instrumentos; porta-luvas com iluminação; e vidros elétricos na dianteira. Eles se juntam à direção hidráulica, desembaçador traseiro, ar quente, calotas integrais, volante com regulagem de altura, entre outros itens que já apareciam na versão Authentique.

Sob o capô da série especial, que terá apenas 2.600 unidades produzidas, está o propulsor bicombustível de 1.0 litro e 16 válvulas, que entrega 77 cv de potência e 10,1 kgfm de torque, desempenho alcançado quando o sedã for abastecido com etanol, de acordo com a Renault. O câmbio é manual, de 5 velocidades.

O Logan Avantage tem preço sugerido de R$ 31.110. Completando a versão com o ar condicionado, único opcional à disposição para o modelo, é preciso acrescentar R$ 2.500 ao valor final.

Fonte:Renault

Por André Gonçalves


A Renault lançou uma nova versão que passa a integrar a sua linha de utilitários Master. Trata-se do Furgão Master Vitré, equipado com janelas laterais, que podem ser de vidro fixo ou basculante, de acordo com o tamanho do chassi. O modelo é destinado a facilitar e agilizar a fiscalização de cargas, que ficam visíveis através das janelas. Vem daí o nome Vitré, que significa envidraçado, em francês.

O Master Vitré é empurrado pelo motor dCi 16V, de 2.5 litros, abastecido a diesel, capaz de gerar 115 cv de potência e torque de 29,6 kgfm, atuando em conjunto com um câmbio de 6 velocidades. A motorização é a mesma disponibilizada para toda a família Master comercializada no Brasil.

O modelo sai de fábrica equipado com alarme sonoro para advertir sobre luzes acesas; espelhos retrovisores, travas e vidros com comandos elétricos; direção hidráulica; faróis com regulagem de altura; brake light; regulagem de altura para o banco do motorista, entre outros itens. Como opcionais, o comprador pode adicionar freios ABS, airbag e ar condicionado.

Os preços sugeridos variam de acordo com a configuração. O modelo LH1, de teto baixo e chassi curto, custa R$ 87.350, enquanto o LH2, que tem teto alto e chassi médio, sai a R$ 96.650. Já a versão LH3, cuja configuração é de chassi longo e teto alto, tem preço de R$ 101.700.

Por André Gonçalves


A montadora SsangYong, de origem sul-coreana, atualmente sob a tutela da indiana Mahindra Motors, deve comercializar no Brasil, em breve, o utilitário esportivo Korando, que chegará na versão 2011.

O modelo será oferecido em cinco opções de configuração, que têm em comum o mesmo motor turbodiesel, de 2.0 litros, capaz de gerar 175 cv de potência e 36,5 kgfm de torque. O bloco poderá estar acoplado ao câmbio manual de seis marchas ou à transmissão automática, também de seis velocidades, conforme a versão.

Com relação aos itens, o Korando traz bancos revestidos em couro, com aquecimento e regulagem elétrica; piloto automático; airbags duplos, laterais e de cortina; retrovisores elétricos, com aquecimento e rebatíveis; sistema de áudio com CD e MP3; chave Keyless; teto solar com acionamento elétrico; sensor crepuscular e de chuva, além de controle de estabilidade, freios ABS e rodas de liga leve de 18 polegadas.

Segundo informações que têm circulado na imprensa brasileira nos últimos dias, o SUV vai custar R$ 89.900 na versão de entrada (GL MT). Os preços especulados para os outros modelos são de R$ 94.000 (GLS MT); R$ 102.900 (GL AT); R$ 109.900 (GLS AT); e R$ 119.900 (GLS Executive AT).

Por André Gonçalves


A partir de outubro, o mercado brasileiro de carros populares vai ganhar um novo integrante, o March, produzido pela Nissan, que até o momento, ainda não confirmou os detalhes completos sobre o modelo.

Enquanto isso, informações extraoficiais não param de surgir na imprensa brasileira. As últimas dão conta de que o compacto; que terá como concorrentes o Fiat Uno, o VW Gol, entre outros; será oferecido em sete versões de configuração, sendo quatro delas equipadas com o motor 1.0 e outras três com o bloco 1.6.

Confira a lista de equipamentos de cada versão:

  • Versão 1.0 (modelo de entrada): Duplo Airbag, Computador de Bordo, Ajuste de Banco do Motorista e Ar Quente.
  • Versão 1.0 Plus: Deve trazer todos os itens do modelo de entrada, mais limpador, lavador e desembaçador traseiro.
  • Versão 1.0 Conforto: Deve ter todos os itens do pacote plus, mais direção hidráulica e ar condicionado.
  • Versão 1.0 S: Virá equipada com todos os itens do pacote conforto; mais retrovisores, vidros, portas e travas elétricas.
  • Versão 1.6 S: Vai contar com todos os acessórios do 1.0 S, acrescido de detalhes cromados no interior da cabine.
  • Versão 1.6 SV: Irá somar todos os itens do modelo 1.6 S, além de trazer um acabamento diferenciado, rádio com CD/MP3 e rodas de liga leve.
  • Versão 1.6 SR (Top de Linha): Será praticamente igual a versão 1.6 SV, se diferenciando apenas no seu visual mais esportivo.

Por André Gonçalves


Os modelos 2012 começam a chegar às concessionárias. Destaque para os novos KA, que trazem como novidade faróis com máscara negra, novo para-choque, lanternas tipo cristal e molduras nos retrovisores. Por dentro, o câmbio, as saídas de ar e as alavancas do freio receberam enfeites prateados.

O KA 2012 vem em quatro modelos com preços bem distintos. Você pode optar pelo KA Base, como o nome diz, bem básico, que sai a partir de R$ 24.500. Se preferir adicionar calotas de 14 polegadas, ar condicionado e travas elétricas, o modelo sairá por R$ 27.990.

Na versão Fly, o KA sai a partir de R$ 26.590 e vem com pequenos diferencias, incluindo vidros elétricos. Optando pela direção hidráulica, o Fly sai por R$ 27.790.

Já a versão mais luxuosa, o Pulse, já vem de fábrica com ar condicionado, direção hidráulica e travas elétricas e sai por R$ 29.590, podendo chegar a R$ 31.590 se preferir adicionar o som, as rodas de liga leve e o airbag.

Além dos elementos em comum já citados, todos os modelos acima (Base, Fly e Pulse) vêm com motor 1.0.

Para aqueles consumidores que gostam de mais potência, há o KA na versão Sport, com motor 1.6, rodas de aro de 15 polegadas e muitas outras novidades no exterior e interior, custando a partir de R$ 35.900.

Vale a pena ir a uma concessionária para checar essas novidades.

Por Ana Rebello

Fonte: Carro Online


Foram apresentadas as novas versões do Passat Sedã, Passat Variant e Passat Touareg, na quarta-feira (25/5), em Campos do Jordão (SP).

A Volkswagen investiu em inovações e os modelos ganharam uma série de itens opcionais com foco em tecnologia e segurança, como o Park Assist, recurso que ajuda o condutor a estacionar, além de sistema GPS e do ACC, capaz de estabelecer uma velocidade para o carro e distância a ser mantida em relação ao veículo da frente.

A sétima geração do Passat Sedã chegará às concessionárias da montadora custando a partir de R$ 106,7 mil, na versão com motor 2.0 TSI com potência de 211 cavalos e câmbio automático de 6 marchas.

O Passat Variant, versão Station Wagon do modelo, será vendido por R$ 113.130 mil e virá também equipado com motor 2.0 TSI e transmissão automática.

Custando a partir de R$ 220.990 mil, o Passat Touareg contará com motor 3.6 V6 com 280 cavalos de potência e transmissão automática de 8 velocidades. Já na versão com motor 4.2 V8, que desenvolve 360 cavalos de potência, o Touareg sairá por R$ 267.990 mil.

Por Andrea Gomes


O Jetta 2012 da Volkswagen vem pronto para bater seus concorrentes no Brasil, principalmente o Corolla da Toyota e o Civic da Honda. Em contrapartida, a montadora alemã tirará do mercado o Bora para dar espaço a dois modelos do novo Jetta. Assim, a versão Comfortline, com câmbio manual ou automático, terá os preços de entrada e intermediário dos sedãs médio, a R$65.755 e R$66.990, respectivamente. Já a versão Highline, topo de linha, será vendido a R$89.520. A Volkswagen do Brasil pretende vender 2 mil unidades do Jetta por mês.

O motor do Comfortline é 2.0 flex com 120 Cv de potência e 18,4 kgfm de torque, enquanto o motor do Highline é TSI movido a gasolina com 200 Cv e torque de 28,5 kgfm.

O desenho do carro teve ajuda de dois brasileiros: José e Marco Pavone. A carroceria tem traços horizontais e capô em formato de “V”. No entanto, o destaque do carro fica por conta do acabamento interno, onde os materiais utilizados foram escolhidos minuciosamente. As cores são neutras, o que traz mais luxo ao sedã, e os instrumentos do painel ficam bem distribuídos. Há também mais espaço tanto para o motorista quanto para os passageiros, que podem deixar as pernas posicionadas confortavelmente.

Por Flávia Yoshitani


Em abril irá chegar ao mercado automotivo as versões especiais BlackFox e SilverFox, da Volkswagen. Eles virão equipados com o pacote de interatividade e tecnologia I-Trend que contém o I-System, CD player para acoplar o iPod, volante com várias funções, 4 alto-falantes e 2 tweeters. Os carros vêm em cores exclusivas: preto Magic perolado e prata Sargas.

Pronto para abocanhar uma fatia do mercado de consumidores jovens, a Volkswagen apostou na esportividade dos carros: rodas especiais cor chumbo para a versão preta e rodas pretas na prata. Elas são feitas de liga leve 15” “SPA”. O acabamento interno é diferenciado, com revestimento dos bancos na cor cinza e a manopla de arranque do câmbio tem desenho especial. O teto e as laterais são escuros.

Os novos Fox têm como equipamentos de série as setas nos retrovisores, a antena de teto, faróis duplos com máscara negra, lanternas traseiras com lentes escuras e faróis de neblina. O motor é 1.0 e os carros têm 4 portas. Os preços ainda não foram divulgados. 

Por Flávia Yoshitani


A Land Rover traz para o Brasil 100 unidades da edição limitada Black and White do Discovery 4 distribuídas em todas as concessionárias existentes no país. As duas opções de cor do veículo possuem acabamento interior diferenciado e equipamentos de série que demonstram mais arrojo e ainda é equipado com motor 3.01 TCV6 diesel, com injeção direta de combustível.

Esta linha voltada para o off Road transporta até sete passageiros e possui tanto conforto e luxo quanto os sedãs mais requintados. O interior é revestido em couro nas cores preto e marfim, as costuras estão em tons que fazem contrastes com a tonalidade e ainda traz um acabamento em branco laqueado.

O Discovery 4 vem com rodas de 20 polegadas e acabamentos em preto e prata, teto solar elétrico, grade frontal; além de retrovisores e puxadores das portas em preto. Outro item presente é o sistema Terrain Response TM que oferece conforto ao motorista, tanto no asfalto como fora dele, somente ao ajustar um botão de acordo com as cinco diferentes programações de acordo com o solo.

Para encontrar a concessionária mais próxima e ter outras informações sobre os veículos, acesse: www.landrover.com.

Por Danielle Vieira


Foram lançados na sexta-feira (11/3) o J3 e o J3 Turin, os dois modelos da montadora chinesa JAC Motors. A inserção dos veículos no Brasil será feita por Sergio Habib, presidente do Grupo SHC, e pretendem concorrer com o Gol, Voyage, Fiat Palio, Renault Sandero, além de outros modelos nacionais.

O J3 é um modelo hatch e vai custar R$ 37,9 mil. Já a versão sedã, o J3 Turin, será vendida por R$ 39,9 mil.

A JAC pretende exportar os seus veículos adaptados ao público brasileiro, que é muito mais exigente que o chinês, e por isso, foram feitas mudanças nas borrachas das portas, no painel de iluminação, nos limpadores de para-brisa, na cor do acabamento interno e no gás do sistema do ar-condicionado.

A JAC apostou em uma variedade de itens de série para atrair clientes: airbag frontal duplo, freios ABS, direção hidráulica, ar-condicionado eletrônico, sensor de ré, farol de neblina e muitos outros itens.

O J3 e a versão Turin vêm com o motor 1.4 VVT de 16V, com a promessa de um menor consumo de combustível e bom desempenho.

A garantia oferecida para ambos os modelos é de 6 anos, apenas aos clientes que realizarem a revisão a cada 5 mil km rodados, na concessionária. Serão construídas 80 concessionárias da JAC no Brasil, sendo que 28 delas serão inauguradas na sexta-feira (18/3).  

Por Andrea Gomes

Fonte: JacMotors


Nissan lançou o modelo Livina 2012 em duas versões. Uma delas vem com o motor 1.6 de 16V e possui câmbio manual. Já a versão considerada top de linha vem com motor 1.8 16V  e transmissão automática.

Um dos destaques do veículo é o seu amplo espaço interno e a agilidade. Além disso, a Nissan fez modificações a fim de proporcionar uma melhor relação custo-benefício. O monovolume pode ser comprado a partir de R$ 43.990 na sua versão mais simples.

Outra novidade da montadora é o Grand Livina que vem com câmbio manual de 6 marchas na versão 1.8 S e custa R$ 54.290. O modelo 1.8 SL, mais completo e com câmbio automático também de 6 marchas, fica em torno de R$ 62.290. O Grand Livina 2012 possui para-choques da mesma cor do carro, 64 opções de configurações dos bancos, permitindo que o porta-malas tenha capacidade de 607 litros, e se todos os bancos forem rebatidos, essa capacidade aumenta ainda mais, chegando a 964 litros.

O Grand Livina 2012 apresenta também as versões mais completas, como a versão 1.8 S MT e a top de linha 1.8 SL AT, que vem com volante e bancos em couro.

O modelo é concorrente direto do veículo Zafira da montadora Chevrolet.

Por Andrea Gomes


O evento mais comentado da atualidade do setor de veículos automotores é o Salão de Genebra, na Suíça, que segue até o próximo dia 13 (domingo). As montadoras, apostando em inovações relacionadas aos designs interiores e exteriores, aproveitam cada dia para levar ao público o tema da moda do ramo: carros elétricos e híbridos.

A Toyota, por exemplo, decidiu exibir dois modelos híbridos, um deles é um carro conceito. O Prius + é considerado o primeiro híbrido europeu a oferecer sete lugares. O maior espaço interno, ilustrado pelo “+“de seu nome, propicia conforto e maior economia de combustível.

O Yaris HSD (Hybrid Synergy Drive) é o conceitual da marca e embora não esteja finalmente terminado, apresenta-se bem próximo daquilo que a fabricante pretende comercializar pela Europa. Um dos grandes focos desse modelo é justamente a aerodinâmica por meio de novos para-choques dianteiro e traseiro, maçanetas associadas às portas e rodas aro 18. Por enquanto, informações sobre  a motorização não foram divulgadas pela Toyota.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


Durante o Salão Internacional de Genebra (Suíça), a Volkswagen apresentará duas novidades: o novo Golf Cabriolet e o Tiguan. Além dos lançamentos, a montadora irá exibir o Bulli, versão moderna da Kombi, que terá motor elétrico e espaço interno com seis bancos.

O Tiguan está de cara nova, apresentando as partes traseira e frontal reformuladas, tecnologia de propulsão que proporciona consumo econômico de combustível, além de motores a gasolina de 122 ou 210 cavalos ou a base de diesel com potências de 110 ou 170 Cv. O novo Tiguan se destaca pelo maior conforto, segurança e economia. O modelo chegará às concessionárias na Europa somente no mês de agosto.

O novo Golf Cabriolet marca pelo conforto, segurança e silêncio. Em termos de conforto, o veículo é espaçoso internamente e vem com portamalas com capacidade para 250 litros. O ponto seguinte é que o novo Golf preza pela segurança, possuindo uma barra anticapotagem automática, air bags frontais e para o joelho de quem está dirigindo, além de cortinas laterais que protegem a cabeça e tórax contra impactos. Apesar de ser um conversível, quando a capota se fecha, o Golf Cabriolet é considerado um dos carros conversíveis mais silenciosos já produzidos.

Para saber mais informações, confira no blog da Volkswagen.

Por Andrea Gomes


Tradicional fabricante de carros esportivos que por sinal possuem preços bastante elevados, a Aston Martin também investirá em modelos mais urbanos como o seu subcompacto Cygnet, que de acordo com sites especializados deverá chegar ao Brasil a partir de Outubro deste ano. Mas enquanto ele não chega, vai estrear primeiro no Reino Unido com duas versões em edições limitadas, com produção prevista para ser iniciada em Abril.

Com preço a partir de £ 30.995, algo em torno de R$ 82.135, sem incluir taxas e impostos de importação, o simpático modelo de linhas bem compactas e desenho leve e ágil será produzido em parceria com a montadora Toyota e montado com base na mesma plataforma do modelo Toyota iQ. Esta parceria gerou uma versão moderna, de linhas bem trabalhadas e perfeitamente adaptadas ao trânsito das grandes cidades.

As duas versões especiais possuirão câmbio de série manual, mas com opcional de um CVT, além de outros itens de conforto e segurança que tornam o Cygnet uma boa opção para quem gosta de carros compactos.

Foto: Dream Car

Por Mauro Câmara

Fonte: Carro Online


O mercado brasileiro de veículos automotores é um dos melhores em todo o mundo, mais precisamente o quarto, atrás somente da China, dos Estados Unidos e do Japão. As fabricantes asiáticas, singularmente, observaram bem o potencial tupiniquim e estacionaram seus modelos com bom êxito, com destaque para a Chery.

Leia mais: Vendas de carros chineses no Brasil – Crescimento em 2010

Independente dessa constatação, a General Motors quer ampliar suas vendas por aqui. Até o final de 2011, ressalta a GM, quatro exemplares inéditos serão lançados. O Chevrolet Cruze parece ser um desses.

De acordo com notícia divulgada pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) com base em informações divulgadas pela Folha Online, outro lançamento que deverá ser emplacado é o Spark, podendo substituir o tradicional Celta.

Segundo a Federação, um crossover compacto proveniente do Agile poderá vir a entrar no lugar da picape S10, além de uma minivan, substituindo a Zafira ou a Meriva.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Marca de veículos mundialmente conhecida, a Land Rover anunciou recentemente a comercialização de três centenas de unidades Freelander 2 Sport Limited Edition no Brasil e no mundo, com possibilidade de ser vendida por aqui a partir de março de 2011. A edição especial mensurada pela montadora agregará algumas particularidades, tais como acabamentos internos e externos diferenciados.

Informações divulgadas pelo Car Sale UOL relacionam que a carroceria poderá contar com as cores vermelho Firenze, preto ou branco. Alguns dos acessórios são rodas de liga leve de 19 polegadas, carcaça dos espelhos retrovisores e maçanetas nos mesmos tons do carro.

A mecânica é igual à vista na versão HSE do Freelander. O motor abarca moderno bloco 3.2 litros a gasolina aspirado, com seis cilindros em linha e variador de fase das válvulas, capazes, pois, de produzir 233 cavalos de potência. O câmbio automático ilustra seis marchas, com possibilidade de trocas manuais.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Como está acontecendo no mundo todo, os híbridos estão crescendo nos mercados de veículos e disputando suas respectivas fatias de vendas. E no Brasil não podia ser diferente. Depois do modelo da Mercedes-Benz, o S400 Hibrid, já está a venda no mercado nacional o Ford Fusion Hibrido. Nesta versão o sedã de luxo da Ford combina um propulsor a gasolina e outro elétrico e está custando R$ 133.900, conforme matéria do site G1.

Em comparação com a versão convencional do Ford Fusion o modelo híbrido possui ar condicionado elétrico, sistema de integração, nova transmissão automática continuamente variável, sete airbags incluindo airbags para os joelhos do motorista. O motor elétrico possui bateria de níquel metal e combinando o efeito dos freios regenerativos que recupera grande parte da energia de frenagem e conjuntamente com a energia do processo de combustão do motor a gasolina faz com que o modelo dispense o uso de tomadas.

O motor a gasolina é o mesmo 2.5 da versão convencional, no entanto um pouco menos potente. Na versão híbrida são 158 CV de potência, mas que combinado com o motor elétrico, a potência total pode chegar a 193 CV. De acordo com a Ford sua aceleração vai de 0 a 100 Km/h em 9,1 segundos.

Com seu novo isolamento acústico privilegiado, o mesmo requinte e elegância da cabine que se vê no modelo convencional, o Ford Fusion  Híbrido mantém o luxo e a classe. Suas linhas possuem leveza e imponência, aliando neste modelo híbrido a opção ecológica e economia. Conforme informações da fabricante o consumo deste modelo é de 18,4 Km/l na estrada e de 16,4 Km/l na cidade.

Por Mauro Câmara


Tendência atual da indústria automobilística, os carros híbridos e também elétricos vêm ganhando destaque cada vez maior no mercado. Cada vez mais montadoras importantes se interessam por desenvolver projetos e lançar modelos com estas configurações, que são menos poluentes e mais econômicos. E uma das grandes que já comercializa modelos híbridos é a Honda que vende os modelos Insight e CR-Z no exterior. E de acordo com matéria do site IG Carros, deverá vender dois modelos híbridos no mercado brasileiro até o final de 2011.

Os carros híbridos são modelos que combinam propulsores a gasolina e elétricos, o que reduz a emissão de gás carbônico e aumenta a economia do veículo. De acordo com a apuração da matéria citada acima, a montadora japonesa está planejando lançar duas versões hibridas de modelos convencionais no Brasil. O sedã médio Civic e o monovolume Fit. O Honda Fit hibrido inclusive já está sendo vendido no Japão e é um carro de desenho ágil, linhas modernas, boa aerodinâmica e perfeitamente adaptado para ao trânsito intenso das grandes cidades.

Ainda segundo a matéria citada, os preços dos modelos híbridos do sedã Civic e do Fit no mercado brasileiro deverão ficar um pouco mais "salgados" em relação aos modelos de propulsão convencional. Algo entre 35% e 45% a mais do que os preços praticados para os convencionais.

De qualquer forma o custo-benefício parece interessante quando se avalia que são modelos menos poluentes e que podem gerar uma boa economia no quesito abastecimento.

Por Mauro Câmara


O diretor de marketing do modelo, Tony DiSalle, confirmou que a montadora americana fabricará 40 mil unidades do Volt entre os anos de 2011 e 2012.

A priori, os carros elétricos serão vendidos apenas em território norte-americano, nas cidades de Michigan, Washington D.C, Austin, Nova Iorque, Nova Jérsei e Connecticut. A General Motors quer oferecer o modelo por todos os estados dos Estados Unidos em um prazo de até 18 meses, após o lançamento oficial.

Com o Volt, o grande objetivo da General Motors é melhorar a imagem da sua marca perante os motoristas americanos, mostrando que a montadora também pensa na preservação do meio ambiente.

Por VSZ


A BMW apresenta seu novo carro que em breve poderá circular pelas ruas do Brasil com um sistema de navegação totalmente adaptado ao contexto do nosso país.

Além dessa adaptação, o novo BMW apresenta-se em tamanho maior, contrariando a tendência de carros cada vez menores, para andar nas cidades em franco crescimento.

O conforto do carro foi melhorado, agora com bancos mais altos e equipados com sistema de direção elétrica.

Com um carro tão grande para espaços pequenos como as grandes cidades, o sistema de estacionamento automático integrado ao novo BMW caiu como uma luva e permitirá que os motoristas tenham a falta de espaço para manobrar compensada por maior precisão espacial.

Por Jeferson Vainer.


A Ford prepara um novo Mondeo com algumas alterações no estilo do carro. O consumidor poderá perceber as diferenças observando já a frente do carro que tem o pára-choque alterado com luzes diurnas LED. Além da parte frontal, a cabine do Mondeo em novo estilo vem com um console central.

Não só o estilo do Mondeo que será apresentado no Salão de Moscou em agosto mudou. Caracteristicas do motor também foram agregadas, como a opção de motor 2.2 TDCi de 200cv e 2.0 de 240 cv. O Mondeo também traz duas opções de combustível – gasolina e diesel, além de uma nova caixa dupla de embreagem.

Por Jeferson Vainer.





CONTINUE NAVEGANDO: