O Jeep Grand Cherokee é um dos modelos mais procurados, mesmo vinte anos após o seu primeiro lançamento. O utilitário esportivo mostra que nunca saiu de moda, e vem se sofisticando cada vez mais oferecendo total conforto e confiabilidade aos seus felizes proprietários. 

A nova linha 2014, que é importada dos Estados Unidos, foi renovada e apresenta novos equipamentos, passando a ser comercializada por aqui no final do ano passado em duas lindas versões. A primeira chamada Laredo custa cerca de cento e oitenta e seis mil reais e o top de linha denominado de Limited, custa na faixa de duzentos e quatorze mil e novecentos reais.

Ele foi testado em Detroit onde existe uma versão ainda mais equipada que se chama Overland e não está disponível no mercado brasileiro. Esta versão traz de série alguns itens opcionais na configuração Limited, como teto solar e sistema de suspensão a ar, por exemplo, e conta com a mesma motorização dos modelos que estão disponíveis por aqui. Ao todo possui 4,82 m de comprimento por 1,94 m de largura e pesa mais de 2.200 quilos.

O Grand Cherokee possui facilidades de direação apesar do seu considerável porte. Sua nova transmissão é de oito velocidades e possui facilidade  de troca por meio de borboletas que ficam localizadas atrás do volante.  Ainda na parte interna do novo Jeep, além do volante multifuncional, o destaque também vai para o novo sistema multimídia que possui uma tela de 8,4 polegadas que inclui um prático sistema de navegação totalmente por satélite. O seu quadro de instrumentos é totalmente personalizável com uma tela de LCD de sete polegadas e novos revestimentos dos bancos (em couro) que possui aquecimento e ventilação.

O sistema Uconnect Acess facilita a conexão com dispositivos smarthphones onde é possível inclusive, destravar as portas do veículos entre outros atributos que valem a pena neste novo modelo.

Por Luciana Ávila


Com o objetivo de surpreender o público que estará presente no Salão do Automóvel de Paris, que ocorre no final do mês de setembro, a Jeep inovou com a criação de edições especiais desenvolvidas para os veículos utilitários esportivos Wrangler e Grand Cherokee.

Um dos modelos mais esperados é a edição feita para o Grand Cherokee, que leva o nome de SRT Limited Edition. Essa versão tem disponibilidade na cor branca, apresentando detalhes na cor preto piano e cromado. Outro elemento são as rodas de vinte polegadas.

Internamente, o Jeep Grand Cherokee SRT Limited Edition apresenta detalhes feitos com fibra de carbono, bancos revestidos com camurça ou couro Nappa, volante com revestimento em couro perfurado, paddle shifters, entre outros elementos desenvolvidos pela montadora.

A motorização do veículo será de 6.4 L HEMI, 468 cv, com capacidade para levar o automóvel  de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 5”, atingindo a velocidade máxima de 257 quilômetros por hora.

No caso do Wangler, o apelido da edição é Moab. A inovação é a presença de uma aparência que emula certa agressividade ao carro. Há detalhes em preto, rodas de 17”, prolongação do para-choque em preto, alguns logotipos, entre outros aspectos.

Por Marcelo Araújo


Para os apaixonados pelos Jeeps a Chrysler preparou uma surpresa que será lançada no Salão do automóvel de São Paulo, que promete reacender uma paixão adormecida em um passado recente, quando ele foi o veículo preferido de celebridades como jogadores de futebol e artistas, não só pela esportividade e elegância, mas principalmente pelo status que ele conferia ao seu proprietário.

Em Outubro a montadora lançará no Brasil o novo e remodelado Jeep Grand Cherokee que mudou em todos os aspectos para melhor para voltar aos seus dias de glamour e sedução. Com mudanças em sua estética que lhe conferem ainda mais sobriedade, em sua aerodinâmica redesenhada que hoje proporciona mais economia e em seu acabamento interno agora mais requintado. Apenas o que não mudou foi o estilho luxuoso de um veículo emblemático que agora estará ainda mais sofisticado.

Mecanicamente o novo Cherokee também impressiona por seu motor 3.6 V6 pentastar com bloco de alumínio e com comando de válvulas variável capaz de render 280CV de potência. Terá câmbio automático de cinco velocidades, contando ainda com a opção de trocas manuais através de alavanca.

Suas opções em termos de mecânica renovada não param por aí, conforme matéria do site carroonline.terra.com, e com certeza o transformarão em uma opção de luxo e status novamente para aqueles que buscam conforto, elegância e desempenho e tudo isto estará à disposição do mercado nacional a partir de Outubro.

Por Mauro Câmara





CONTINUE NAVEGANDO: