Novo modelo será um coupé, fabricado baseado na nova geração de plataforma da montadora. Previsão de lançamento é para 2019.

A glória do cobiçado Audi TT pode estar com seus dias contados. Isso porque a Mercedes-Benz está com planos de lançar um veículo para bater de frente com o carro da marca pertencente à Volkswagen.

A informação foi divulgada pelo site da revista Autocar, e dá conta de que o projeto tem previsão para ser lançado nos próximos anos. Segundo a publicação, o veículo da Mercedes também seria um coupé, porém, sua construção seria em cima da nova geração de plataforma da montadora. Essa plataforma é compacta e tem tração dianteira.

Com nova tecnologia, a plataforma é ideal para qualquer tamanho e segmento de veículo, sendo fácil à adaptação de novos recursos, o que inclui a propulsão híbrida.

A previsão é de que o novo carro da Mercedes chegue ao mercado em 2019. E não é apenas o Audi TT que a marca quer brigar de igual para igual, pois eles pretendem, também, encarar o BMW Série 2.

A motorização deve seguir a mesma linha de outros modelos de coupé fabricados pela AMG, como é o caso dos compactos CLA 45 AMG, A 45 AMG, e GLA 45 AMG. Isso significa que esse novo modelo deve vir com um motor turbo de 2.0 litros, que entrega até 400 cavalos de potência.

E quem pensa que é apenas esse novo coupé que deve vir com essa nova carroceria se engana, pois a montadora alemã tem planos de criar também um novo conversível, com essa mesma plataforma.

Sobre o Audi TT, a montadora da Volks também está com grande expectativa, pois seu novo modelo já tem até site exclusivo e já está recebendo reservar em sua plataforma. A marca deve começar a comercializar a nova versão entre o fim de maio e o início de junho desse ano. No site, é possível ver todos os detalhes da terceira versão desse veículo que trouxe grande prestígio à marca.

Por Felipe Villares

Novo Mercedes-Benz coupé

Foto: Divulgação


A Volkswagen anunciou o lançamento no mercado brasileiro do seu modelo CC 2013 que foi um dos destaques da montadora durante o Salão do Automóvel de São Paulo.

Este veículo consiste em um cupê de quatro portas com novo estilo exterior, mas sem mudar a silhueta de sua carroceria.

Ainda em seu exterior, o Volkswagen CC 2013 vem com faróis bi-xenônio, para-choque remodelado, porta-malas com capacidade para até 452 litros de bagagem, luzes de curva dinâmicas com 15 lâmpadas de LED em cada lado, dentre outros.

No seu aspecto interno, o lançamento da concessionária possui bancos dianteiros esportivos, assistente de estacionamento, detector de fadiga, Keyless Access que dispensa o uso de chave para o travamento das portas, encostos de cabeça com ajuste horizontal, sistema Easy Open com o qual é possível abrir o porta-malas com um movimento embaixo do para-choque traseiro.

Fonte: Netcarshow.com

 

Com relação à parte mecânica, este carro vem com um motor V6 3.6 litros movido à gasolina com transmissão automática do tipo DSG com seis marchas alcançando uma potência máxima de 300 cavalos e um torque de até 35,6 kgfm.

O VW CC 2013 pode ser comprado em oito opções de cores por preços a partir de R$208.024,00.

Por Ana Camila Neves Morais


O segmento do mercado automobilístico dos cupês está prestes a aumentar a sua oferta, pois a Volvo está planejando expandir os seus modelos neste ramo disponibilizando além do C70 – que já está disponível no mercado – o novo modelo C90 o qual será o topo de linha da marca sueca para este tipo de carro.

O C90 possui a carroceria cupê – típica deste modelo – e terá ainda uma versão conversível e consiste em uma estratégia da montadora sueca em se consolidar enquanto marca premium neste segmento do mercado automobilístico.

Este novo cupê foi feito com base na plataforma SPA (Scalable Platform Architecture – Plataforma de Arquitetura Escalável) e irá usar novos motores com quatro cilindros VEA (Volvo Environmental Architecture – Arquitetura Ambiental Volvo ) que terá as opções de combustível a gasolina e a diesel.

Além disso, o novo C90 terá uma versão híbrida plug-in a qual fará a ligação de um motor que funciona à gasolina com potência de até 280 cavalos – que move as rodas dianteiras – com um motor elétrico que tem uma potência de 70 cavalos – o qual movimenta o eixo traseiro do veículo.

Portanto, este charmoso nicho do mercado automobilístico, em pouco tempo terá mais uma boa opção de compras para aqueles que são apaixonados por cupês e suas funcionalidades.

Por Ana Camila Neves Morais





CONTINUE NAVEGANDO: