Além do novo modelo, a Jaguar pretende lançar uma linha completa de SUVs e também de crossovers.

A onda das SUVs está dominando o mercado automobilístico. A maioria das montadoras anunciou que vai lançar um modelo, ou uma linha neste estilo. E a Jaguar não quer perder essa importante parcela de mercado. A montadora britânica anunciou que no início do próximo ano apresentará de forma oficial o primeiro modelo esportivo de sua linha. O modelo será chamado de F-Pace e já foi visto durante a edição deste ano da Volta da França de Ciclismo.

Mas, conforme o revelado pelo site Autocar, especializado em notícias do mundo automobilístico, a Jaguar não vai fabricar somente este modelo de SUV. A intenção da montadora seria investir em mais modelos da categoria.

A publicação traz a especulação de que a Jaguar pretende lançar uma família completa de SUVs e também de crossovers, a fim de concorrer com marcas que já possuem modelos nesses estilos, como a BMW, a Audi, a Volvo e a Mercedes-Benz. Especula-se também que todos os modelos lançados teriam o termo “Pace” em seus nomes, variando apenas a letra anterior.

O site também fala sobre o tamanho dos modelos que seriam lançados: segundo o noticiado, o modelo F-Pace será o maior dos modelos. Não seria criado nenhum modelo com capacidade para sete ocupantes ou três fileiras de cadeiras. Em contrapartida, a marca tem planos de construir um modelo completamente elétrico, assim como o modelo que Audi possui. Há ainda, previsões para um SUV pequeno, semelhante ao Mini Countryman.

Mas, todas as informações ainda não passam de especulações. A Audi ainda não revelou nenhuma data fixa para o lançamento de seus novos SUVs e crossovers, e nem ao menos prevê uma data para que os modelos ganhem uma versão conceitual.

Enquanto isso, a imaginação dos usuários e fãs da marca está a todo vapor. Aliar a qualidade da marca com a funcionalidade de modelos SUVs e crossovers com certeza fará com que a Jaguar abocanhe boa parte desse mercado.

Por Patrícia Generoso

Jaguar F-Pace

Jaguar F-Pace

Fotos: Divulgação


A Mazda Motor Corporation anunciou nesta segunda-feira (18/04) o seu mais novo compacto crossover SUV que se chamará Mazda CX-5.

O novo modelo será o primeiro veículo produzido a incorporar o visual KODO – Soul of Motion – nova linha de design da Mazda. Além disso, o Mazda CX-5 é inspirado no conceito MINAGI que foi apresentado no Salão de Genebra, em março deste ano, e que também será exibido no Salão de Nova York que começa no dia 20 de abril.

Além disso, a tecnologia Skyactiv, embutida no veículo, favorece melhor desempenho do motor e baixo consumo de combustível.

O modelo CX-5 será integrado à linha 2012 da montadora. O lançamento do carro acontecerá no 64º IAA (Internationale Automobil-Ausstellung), um dos maiores eventos do segmento automobilístico do mundo, que acontecerá na Alemanha em setembro. A previsão é que logo no começo de 2012, o Mazda CX-5 seja comercializado.

Foto: Dream Car

Por Andrea Gomes


A indústria automobilística mundial encontra-se em um momento de, por um lado grandes avanços tecnológicos com a produção de modelos cada vez mais sofisticados, e por outro, uma acirrada disputa por mercados alimentada justamente por essa profusão de modelos requintados e luxuosos ou simplesmente de baixo custo, mas com desempenho, eficiência e qualidade.

Neste panorama montadoras tradicionais como, por exemplo, a inglesa Jaguar, requintada fabricante de sedãs de luxo, de linhas elegantes e estilo esportivo, cheios de glamour agora percebeu a necessidade que o mercado lhe impõe de aumentar seu portfólio de modelos, conforme matéria do site Carros IG, com informações do site autocar.

A empresa inglesa chegou à conclusão que precisa oferecer modelos diferentes da sua gama tradicional, conquistando outros nichos de mercado. Conforme a matéria citada a Jaguar pretende produzir um utilitário de porte pequeno. Um crossover que possa modificar a imagem da montadora de só produzir sedãs. Além deste modelo, a empresa pretende produzir também uma perua do seu tradicional sedã XF, visando o segmento dos carros maiores com estilo família.

Embora não tenha divulgado a data do inicio da produção destes modelos, a notícia por si só trará mais oxigênio e opções para o mercado mundial de automóveis com modelos que tem segmentos em crescimento e que contará com a tradicional marca Jaguar.

Por Mauro Câmara


A Peugeot do Brasil está lançando no Salão do Automóvel o Peugeot 3008 para entrar na briga num segmento que tem crescido no Brasil – o dos crossover. O carro que já faz sucesso na Europa, será vendido com dois tipos de acabamento: Allure (R$ 79.900) e o top Griffe (R$ 86.900).

O desenho do carro possui características de monovolume, station wagon e utilitário esportivo.

As duas versões vêm com câmbio automático sequencial de seis velocidades, motor THP (Turbo High Pressure) com 156cv de potência desenvolvido em parceria com a BMW. O motor, inclusive, merece destaque à parte. Com seu sistema de injeção direta de gasolina, alia alta performance a menor consumo e emissão de poluição no meio-ambiente.

O carro estará disponível para venda depois do dia 15 de novembro nas concessionárias da rede.

Mais informações e fotos no site: www.peugeot.com.br.

Por Alessandra Siqueira


Com o intuito de produzir 2.5 mil unidades por mês a partir de outubro, as instalações da PSA Peugeot Citroën, em Porto Real, no Rio de Janeiro, começam a fabricar a versão aventureira do C3 Picasso: O Citroën Aircross. O modelo deve ser apresentado em alguns dias , porém deve ser comercializado somente em setembro juntamente com o Ford EcoSport, Volkswagem CrossFox e o Fiat Idea Adventure.

O motor do Aircross será 1.6 16 válvulas Flex, chegando até 113 cv de potência. As vendas hoje da marca Citroen giram em torno de 2,5% do mercado nacional. O intuito com o novo modelo é alcançar a marca de 3,5%, com uma expectativa mensal de vendas de 2.500 unidades.

Para a promoção deste Citroen aventureiro, a marca francesa irá fazer uma expedição com o Aircross entre os dias 9 de novembro e 10 de dezembro. Esta jornada passará por 23 cidades do território brasileiro.

Por Oscar Ariel





CONTINUE NAVEGANDO: