Em 2006, quando a Chery lançou o crossover compacto Tiggo, o modelo foi muito criticado pela grande semelhança com o Toyota RAV4. Os anos se passaram e com o primeiro facelift o utilitário esportivo compacto já começava a apresentar personalidade própria. Dessa vez a marca chinesa caprichou e em uma nova reestilização o Tiggo passa a contar com um visual interessante, principalmente na parte dianteira.

Apresentado oficialmente ao público durante o último Salão de Pequim, o novo Chery Tiggo tem, entre as principais novidades, a atualização na parte dianteira, com novo conjunto óptico mais moderno e com faróis elipsoidais totalmente redesenhados, que se integram à nova grade dianteira, além do novo para-choque dianteiro com desenho mais agressivo e que conta com luzes diurnas de posição compostas por LEDs perto dos faróis de neblina.

Enquanto na lateral as belas rodas de liga leve redesenhadas são o grande destaque, na traseira, por sua vez, a marca chinesa equipou o novo utilitário compacto com novo para-choque, novo suporte do estepe e lanternas e luzes de neblina atualizadas, com nova disposição.

Mesmo promovendo apenas alterações pontuais na lateral e na parte traseira, a dianteira totalmente repaginada deixou o carro muito mais harmônico, moderno e interessante que o modelo anterior.

Na cabine, a marca chinesa manteve as linhas de design do interior, acrescentando ao Chery Tiggo 3 um novo volante multifuncional, sistema de entretenimento que abrange diversas funções do veículo, novos comandos do sistema de ar-condicionado automático, além de aprimorar o isolamento acústico do veículo.

Posicionado abaixo do recém lançado Tiggo 5 e diferente do modelo vendido no mercado brasileiro, a versão chinesa do novo Tiggo 3 vem equipada com motor 1.6 de 126 cv, que trabalha em conjunto com um câmbio manual de cinco marchas ou uma transmissão automática do tipo CVT.

Desde o início da construção da unidade fabril da Chery em Jacareí – SP, fala-se na possibilidade de nacionalizar a produção do Tiggo. Embora ainda seja rumor, é provável que o utilitário seja produzido no Brasil, contudo, não por agora. No momento a Chery está preocupada na produção em solo brasileiro dos modelos QQ e Celer, que começam a chegar a partir do segundo semestre deste ano.

Por Caio Polo

Foto: divulgação


A montadora chinesa Chery acaba de lançar o seu mais novo sedan: o Chery Arrizo 7. Já no primeiro contato com o modelo, é possível lembrar do Honda Civic e do Toyota Corolla. O novo Arrizo 7 será disponibilizado em oito versões diferentes, sendo que todas elas possuem motor 1.6, capaz de gerar 126 cavalos de potência. Além disso, o carro conta com câmbio manual de 5 marchas.

O ponto positivo do automóvel consiste no conforto, segurança e tecnologia do modelo, uma vez que traz como itens de série: computador de bordo, rodas de liga leve, faróis antineblina, rádio com entradas para USB, Sistema Bluetooth, direção hidráulica, freios com sistema ABS e EBD, luzes traseiras e de freio, trio elétrico, dentre outros atributos.

Segundo a Chery, provavelmente o novo Arrizo será produzido na unidade fabril de Jacareí, que por sua vez, ainda está em processo de implantação. Por enquanto, essa informação ainda não foi confirmada e nem se sabe se o carro de fato será comercializado no Brasil.

Vale destacar que de acordo com a montadora, o Arrizo 7 será vendido por aproximadamente R$ 29.020.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A chinesa Chery está lançando no Brasil o seu novo compacto, o QQ, que promete ser o veículo mais barato do país, a R$ 22,9 mil. O QQ foi apresentado em São Paulo, durante o Salão do Automóvel de 2010 e agora, foi lançado no Rio de Janeiro.

O QQ tem em vista conquistar a classe média, como um utilitário pequeno e prático, com preço mais acessível, ar condicionado, trio elétrico, direção hidráulica, airbag duplo e freios ABS. O motor a gasolina é de 1.1 chegando a 68 cavalos, a 6.000 rpm, com 9,1 kgfm de torque.

Ainda possui oito opções de cores: preto, prata, branco, azul, vermelho, verde, amarelo apricot e amarelo lemon.

Depois do QQ, o próximo passo da Chery é estabelecer uma montadora no Brasil, a partir de julho, e será a primeira fábrica chinesa em outro país.

Por Livia Hay


O veículo QQ, míni carro que a Chery irá vender no Brasil já deixou o porto de Xangai com destino ao nosso país, com previsão de chegada no final deste mês em solo brasileiro e início das vendas na primeira semana de abril.

O QQ tem um preço atraente, inclusive menor que o Mille (Fiat), equipado com um motor 1.0 de 68 cavalos, o carro vem equipado com todos os itens de série: ar condicionado, vidros elétricos, direção hidráulica, airbags, faróis de neblina, entre outros. Apesar de ser completo, seu preço é bem atraente para o mercado brasileiro, o veículo com todos esses itens sairá por R$ 22.900,00 (o consumidor deverá arcar com o preço do frete do porto de Vitória onde o carro será desembarcado até a concessionária).

A Chery espera fazer com que o QQ seja o carro mais vendido da marca no país, e impulsionar as vendas em pelo menos mil unidades por mês.

Por Henrique Pereira





CONTINUE NAVEGANDO: