Porsche 918 SpyderO Salão de Frankfurt é conhecido por fazer história no automobilismo mundial. Em sua mais nova versão, o evento anunciou o aclamado modelo superesportivo 918 Spyder da Porsche, um híbrido com motor V8 e 608 CV e dois motores elétricos que somam mais 279 CV, com um total absurdo de 887 CV. De acordo com a empresa, exatamente 918 unidades serão produzidas e vendidas como um modelo 2014.

Assim como a maioria das edições limitadas da empresa o preço será bastante salgado. O valor estimado de venda no Brasil será de aproximadamente R$ 3 milhões. A revenda ficará por conta da Stuttgart, importadora oficial da marca no Brasil e serão disponibilizadas apenas 3 unidades para o país.

Segundo a empresa, além do Brasil serão liberadas algumas poucas unidades para os mercados da Argentina e México. Nos EUA o mesmo modelo irá custar cerca de US$ 840 mil, o que equivale a R$ 1,94 milhão.

Ainda segundo um anúncio da Porsche, o modelo 918 Spyder foi responsável por fazer uma volta de 6:57 no circuito de Nürburgring e se tornou o primeiro carro de rua a quebrar a barreira dos 7 minutos para esse trecho da pista, reduzindo o recorde anterior em 14 segundos.

As vendas estão programadas para o início de 2014 e empresa já está aberta para o recebimento de novos pedidos, caso você queira dar um toque elegante e diferenciado à sua humilde garagem.

Por Ebenézer Carvalho


O Porsche 918 Spyder provavelmente ganhará uma opção com 4 lugares.

O modelo foi revelado de forma oficial no Salão de Frankfurt, evento que começou na semana passada.

Ao contrário do que portais e outras publicações estrangeiras publicaram no mês de agosto, a versão mais longa do veículo superesportivo não irá ser instrumentada com a tecnologia do tipo híbrido. O automóvel seria comercializado pelo valor de 300 mil euros (algo em torno de R$ 910 mil) ou pela metade (ou menos) do valor cobrado no Porsche 918 Spyder tradicional, que sai por preços iniciais de 768.026 euros (R$ 2,3 milhões) no mercado automotor alemão.

Para desenvolver a configuração nova, a marca Porsche precisará fazer um alongamento da estrutura feita em fibra de carbono que compõe o veículo, mas irá manter a motorização de 4.6 L V8 com 605 cv de potência quando em posição de centro.

Boatos informam que a empresa de origem não está satisfeita com o custo alto referente ao desenvolvimento do modelo e por que as encomendas não acabaram com a série de produção. A criação de um novo carro com base no 918 iria ser uma forma de recuperação de gastos.

Por Marcelo Araújo





CONTINUE NAVEGANDO: