Vendas de carros apresentaram queda em agosto de 2014



  

Os resultados para o setor automobilístico continuam fracos. No mês de agosto as vendas recuaram em 7,6%, segundo a Anfavea (Associação Nacional do Fabricantes de Veículos Automotores). Houve queda também na fabricação de veículos 22,4% em relação ao mesmo período do ano passado, como informa o site Brasil Econômico.

As expectativas tendem a melhorar neste segundo semestre de 2014 é o que sugere representantes do setor, como o presidente da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), um dos diretores da Volkswagen em São Paulo. Segundo eles, as medidas de estímulos para o setor, em relação ao crédito, impulsionada pelo governo, aliadas as novidades e promoções que normalmente ocorrem nos próximos meses devem trazer melhores resultados para o setor automobilístico, como é possível conferir neste informativo: www.dgabc.com.br.

É importante lembrar que a baixa na demanda por carros reflete a atual situação econômica do Brasil e de outros países com os quais o Brasil mantém relações comerciais, exemplo da Argentina, que reduziu suas importações pelos carros brasileiros devido à sua situação econômica. Desta forma, o setor automotivo nacional passou também a sofrer com mais essa dificuldade, já que a perda das explorações de veículos para a Argentina reduziu ainda mais a demanda do setor.

Além da queda na demanda provocada pelo desaquecimento da economia brasileira, muitos consumidores estão endividados, o que reduz a margem de consumo e de endividamento na compra de um veículo novo.

Com a crise das montadoras, a queda da atividade econômica e da confiança do consumidor, a redução dos preços dos automóveis novos acabou favorecendo as vendas dos usados, já que pressionaram seus preços para baixo tornando-os mais acessíveis para o público consumidor não interessado em endividamento de carro zero, como indica o Valor Econômico.





Sendo assim, parece que será necessário mais que expansão no crédito para alavancar a produção e a compra de veículos novos.

Por Roberta Pereira de Lima

Vendas de carros

Foto: Divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *