Hyundai – Informações sobre o acordo realizado com grevistas na Coreia do Sul



  

A marca do Sul da Coreia, Hyundai, fechou um acordo com sindicalistas que estavam em greve. Com objetivo de reiniciar as atividades normais em suas unidades fabris, a montadora conseguiu terminar a greve mais cara de todos os anos de existência da fabricante de veículos. Os números que refletem o prejuízo da Hyundai então em torno de 80 mil carros que, com a paralisação, não foram produzidos em suas datas de planejamento e chegaram a dar prejuízos em torno de 1 bilhão e meio de dólares.

Com o acordo entre a montadora e os sindicalistas, chegou-se a um reajuste no salário. Houve uma assembleia onde mais de 50% dos funcionários votaram a favor do fim da greve. De acordo com as novas medidas, estima-se que o turno noturno não existirá mais, dando lugar a um horário que encerra as atividades perto da meia noite. Para superar os prejuízos da greve, a Hyundai tem planos de investimento que superam a marca dos US$ 200 milhões. Com isso, os sindicalistas prometeram aumentar a produção.





Porém, a crise não atinge apenas a Coreia, montadoras europeias, principalmente de Itália e França, têm lidado com problemas de baixas vendagens durante este ano.

Por Marcelo Araújo



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *