Citroën Le Mans quer abrir mais duas novas unidades em São Pualo



  

Com números excepcionais em 2010, o segmento de veículos automotores no Brasil, tem acarretado avanço nas vendas das montadoras por aqui instaladas, além do ingresso e comercialização mais amplos de automóveis provenientes do exterior. Os investimentos das fabricantes estrangeiras devem ser ainda mais extensos nos próximos anos, uma vez que o mercado interno tem correspondido bem às expectativas.

Um dos mais recentes casos passíveis de exemplo é o grupo Citroën Le Man, que deve investir R$ 13 milhões para a abertura de duas concessionárias na cidade de São Paulo, uma localizada no Bairro do Limão, zona norte, e outra na Vila Prudente, zona leste. Com isso, 80 oportunidades de emprego devem ser geradas. A iniciativa deve incidir na comercialização de aproximadamente 3.840 unidades por ano, entre novos e seminovos.

Segundo Domingos Boragina, diretor-comercial da Citroën do Brasil, além de 200 carros novos e outros 120 seminovos mensais, o grupo quer mais dois pontos de atendimento completos em serviços, peças e vendas. Para Rodrigo Stefanini, diretor do Grupo Citroën Le Man, a comercialização de quase 9,4 mil unidades em 2010 foi recorde e para 2011 a previsão de crescimento é de 33%, para 12,5 mil unidades.





O Aircross, novo no mercado brasileiro, contribuiu amplamente para o sucesso de vendas da marca em 2010 no país. O C3, já tradicional por aqui, continua a apresentar bons resultados.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Citroën (release)



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *